História O Menino Da Rosa Branca -Vkook- - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Romance/revelações/drama
Visualizações 137
Palavras 1.306
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem pelos erros e boa leitura 📖

Capítulo 12 - Capítulo 12-


POV Jungkook.

 

Eu murmurava manhoso e baixinho para Taehyung parar de pensar em Bon-Hwa,pois o mesmo quando soube que o mesmo tinha chegado em seu reino ficou furioso.

      -Taehyung não levanta,fica aqui comigo.-Digo puxando Taehyung que levantou e ia direto para o banheiro antes do menor o segurar.

      -Vem,vamos tomar banho.-Taehyung diz sorrindo maldoso,me levantando da cama vendo e eu obviamente resmunguei não queria ir agora,fomos dormir era  tarde e ele me faz acordar às 7:30 da manhã.

Taehyung me levou para o banheiro,como eu estava sem roupa foi mais fácil e mais rápido entrar no box,claro que antes ele tinha que tomar cuidado com minha perna que estava até que pouco inchada,o Taehyung beijava o meu pescoço enquanto eu fazia carinho na costas alheia.

       -Você está bravo?.-Pergunto baixinho.

       -Não,mas se você conversar de mais e olhar de mais para ele....bem,você vai ser punido,severamente.-Taehyung diz perto da minha orelha,fazendo eu me arrepiar.

       -P-punição?.-Eu  pergunto assustado.

       -Sim,porque? Está com medo?.-Taehyung diz passando a mão no meu corpo calmamente.

       -E-eu estou...-Digo baixinho corado.

      -Não tem problema,eu não vou fazer isso se você me obedecer,mas agora se você sair da linha eu não irei esperar.-Diz o mais alto voltando a seu trabalho de beijar o meu pescoço.

Depois de muito tempo com o Taehyung beijando várias partes do meu corpo nos finalmente saímos,o mesmo ia continuar seu trabalho na cama mas alguma pessoa estava na frente de casa,me esperando,sério...quando eu vi ele eu fiquei branco por pensar que Taehyung faria algo mas a única coisa que ele fez foi me beijar e me encarar com os olhos brilhando.

        -Não se esqueceu do meu aviso,certo?.-Ele pergunta com uma voz rouca e dominante.

        -N-Não,não esqueci.

       -Bom garoto,agora vai lá saber o que aquela fuinha desnaturada quer.-Ele diz saindo de cima de mim.

Coloquei uma roupa e desci,olhei em volta e a casa estava quieta,estranho...mas não dei muita atenção para isso,fui até a porta e a abri dando de cara com uma das pessoas que eu menos queria ver.

      -Olá...Bon-Hwa.-Digo sorrindo tímido,por estar apenas com uma blusa cumprida mas qualquer um que quisesse ver determinadas coisas,tipo minha cueca,conseguiria rapidamente e desta pessoa a minha frente eu não duvido nada.

     -Olá Jeon Jungkook,eu até ia perguntar se você está bem mas essas coxas grossas já mostraram que você muito bem.-A Praga a minha frente diz sorrindo malicioso logo mordendo o lábio.

      -É....v-você vai querer entrar?.-Pergunto esperando que sua resposta seja não.

      -Ah mais é claro.-Ele diz sorrindo entrando,isso! Parabéns Jungkook ganhou o Oscar de ser mais idiota do mundo.-Seus pais estão em casa?.

       -Acho que não,provavelmente não.-Digo olhando para a escada.

      -Que bom.-Ele diz me prensando na parede,meu coração está a mil,não sabia o que fazer nem o que pensar.

Enquanto ele lambia meu pescoço eu tentava o empurrar mas toda tentativa era falha,quando eu pensei que não tinha jeito as luzes começaram a piscar e tudo ficou frio,estremeci com a presença que estava na sala,um vulto preto mas não conseguia saber o que era exatamente era,Bon-Hwa me soltou e nos olhamos para a coisa que se mexia cuidadosamente.

Continuei olhando para aquele ser e não tive dúvida que era o Taehyung ,conseguia sentir algo maligno saindo dele,igual quando Taehyung fica bravo,não...furioso.

A coisa se aproximou de nos e incrivelmente meu olhos começaram a lacrimejar e a coisa foi para cima do Bon-Hwa que estava do meu lado que era socado fortemente eu estava assustado pois se continuasse  a coisa ia o matá-lo,mesmo que eu não goste dele não queria que o mesmo morresse.

      -Pare,por favor.-Pedi baixinho com medo daquela coisa se aproximar de mim.

A assombração parou e pelo o que eu percebi ele me 'encarou' e foi rapidamente para minha direção,com o impacto eu cai no chão e a coisa se transformou em um tipo de fumaça e sumiu,as luzes que piscavam voltaram ao normal.

Fui até o ser que estava com a cara ensanguentada,o ajudei e coloquei ele deitado,descansando no sofá,subi para meu quarto cada passo que eu dava eu fico mais apavorado e com mais sensações ruim vindo do meu quarto.

Parei em frente à porta respirei fundo e contei até 3 antes de abrir a porta vendo que não tinha ninguém em volta.

      -T-T-Taehyung?.-Apenas o silencio em resposta.

      -Você me desobedeceu.-Diz a voz grossa e autoritária.

Alguém que deduzo ser o Taehyung me joga na cama,eu olho para ele que estava se aproximando do armário,ele tinha um sorriso divertido nos lábios além de seus olhos com um brilho enorme,ele tira a mesma sacola que tinha de outro dia e tirou as amarras de lá...então,eu tava querendo ter filhos antes de morrer Taehyung ,você poderia colaborar né?.

Ele amarra na cama e me amarra de barriga para baixo,eu me debatia pra soltar afinal Taehyung é meio louco,às vezes eu tenho muito medo dele.

      -Taehyung ?!.-O chamo mas como resposta ele me deu um tapa na coxa,aquilo doeu...e muito.

     -Eu pedi para você falar algo?.-Ele pergunta,eu sentia que ele estava em cima de mim.

      -N-não...-Disse baixinho,com medo de o irritar.

      -Então fique quieto!.-Ele disse batendo no mesmo lugar.

Ele me batia às vezes quando eu falava algo eu não respondesse do jeito que ele queria,eu estava tonto e não sabia como o cara que estava jogado no meu sofá não acordava com os meus gritos de dor e medo,aquele não era o Taehyung,não o que eu conheço.

       -Você entendeu que não é para me desobedecer?.-Ele perguntou calmamente.-Entendeu?

       -S-si-m.-Digo baixinho.

       -Certo,a noite quando eu voltar não quero essa fuinha drogada no meu sofá,entendeu?.-Ele pergunta e eu assento.-Sabe...-Ele diz perto do meu ouvido.-Eu estou louco para voltar nesta posição.-Ele se referia em cima de mim e eu de barriga pra baixo preso.-Ah,agora eu entendo o porque seu pai te batia,todos sentem prazer em te torturar,é tão excitante,tão...prazeroso,você não tem noção,mas não se preocupe não vou te perder para seu pai,você é meu e eu sou o único que pode ficar nesta posição e te torturar.

Ele tira as amarras e eu me encolho,assustado e com o meu corpo doendo e roxo, meu pulso vermelho quase roxo de tentar puxar a mão para pará-lo,ele me faz sentar e me coloca em seu colo,me abraçando.

      -Desculpa,sim?As vezes eu preciso te ensinar algumas coisas que não tem outro jeito ao não ser este.-Ele diz me beijando logo me colocando deitado na cama,pegando sua roupa e saindo do quarto.O que diabos aconteceu?.

  

POVTaehyung.

 

Fui até a casa de Jin aonde Namjoon se encontrava,comendo,como sempre.

      -Tem alguma ideia do que seja aquilo que aconteceu?.

      -Talvez,seja psicológico...sim com certeza é psicológico.-Diz Namjoon.

      -Mas como psicológico? Como se ele fosse sonâmbulo?.

      -Sim,mas está tudo tão estranho...é estranho pensar que ele é sonâmbulo...-Namjoon diz pensativo.

       -Jungkook não é sonâmbulo.-Diz Jin na porta.-A casa que Jungkook era uma escola aonde ele conheceu um menino que ele foi o amigo de Jungkook,o primeiro que ele que ele teve,mas acontecia coisas estranhas naquela casa,as crianças que ficavam depois a noite desaparecia ou pior era encontrada na escola enforcado ou sem cabeça,nossas mães tiraram nos o mais rápido possível de lá.

       -Mas porque o Jungkook iria para a escola antiga dele?.-Eu pergunto.

       -Porque o cara que foi seu primeiro amigo,se sacrificou para salvá-lo,talvez,bem talvez,o psicológico mandou Jungkook ir lá como forma de arrependimento.Mas Ainda assim tem algo errado,mas vamos saber com o tempo.-Diz Jin.

        -Tem razão...e Taehyung ,toma cuidado que você sabe quem veio  para cá.-Diz Namjoon se divertindo.

        -Eu sei...-Fiz uma careta.-Aquela fuinha drogada quase estuprou o Jungkook! Se não fosse por ele eu teria matado aquela praga.-Digo fazendo uma careta de nojo e Namjoon rio alto enquanto olhava para Jin assustado pelo seu amigo quase ser violado sem permissão.É claro que eu tenho permissão.mesmo se eu não tivesse eu iria fazer tudo que eu quisesse com Jungkook,afinal ele é minha Rosa Branca,A minha Rosa Branca e ela não tem espinhos para nada.


Notas Finais


Desculpem pelos erros novamente e beijo nas nadegas •3•


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...