História O meu anjo da guarda! - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Kentin, Kim, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Personagens Originais, Professor Faraize, Violette
Tags Amor Doce, Docete, Lysandre, Meu Anjo Da Guarda, Paquera, Romance, Vida Escolar
Visualizações 24
Palavras 970
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi Serumaninhos, você tão bem?

Capítulo 7 - Momento tenso!


A última coisa que eu lembrava ante da minha visão ficar todo preta, era de uma pessoa com um porte um pouco maior que o meu entrando no meu quarto pela janela, e logo em seguida colocando um pano sobre minha boca. Apesar de ter tentado me defender, não tive muito tempo, já que o suposto veneno que tinha no pano fez eu demair.

Meus olhos se abriram lentamente, minha cabeça lateja de tanta dor, meu corpo está dormente. Quando meus olhos se abrem 100% percebo que estou amarrada em uma cadeira, em uma lugar que não da para identificar direito por causa da escuridão, mas oque é percebivio que é um quarto ou porão.

Tento me mover mas tudo é em vão já que estou amarrada na cadeira.

- TEM ALGUÉM AI?

- Então você acordou?

Eu conheço essa voz de algum lugar, mas de onde?

- Quem é você?

- Oi, Arseti!- se aproxima de mim.

- O que voce ta fazendo?

- Eu te avisei, não avisei?

- Nina me solta, para de brincadeira.

-Descupa, mas... Eu não perdendo tirar você da qui, pelo menos não viva!

Meu corpo que antes estava dormente começou a tremer, minha respiração estava cada fez mais acelerada, meu coração a mesma coisa.

- Oque você pretende fazer?

- Não sei!

O silêncio tomou conta do cômodo novamente.

- Quer saber, time uma ideia!

Não falo nada, apenas observo a garota saindo da sala, pela escada que não tinha notado antes.

A única coisa que consigo pensar nesse momento é como vou sair desse lugar.

Fico pensando em um geito de sair desse lugar, até que escuto a porta do porão ser aberta novamente, só que dessa fez não era nina que havia entrado, mas sim uma pessoa o dobro do meu tamanho, que vem em minha direção, colocando sua mão direita no meu rosto, e a esquerda na minha cintura.

- Oque você pensa que tá fazendo?

- Me divertido.

A mão que está na minha cintura, vai decendo até minha coxa.

- PARA!

- Eu sei que não é muito confortável ficar na cadeira.

O Homem em minha frente pega um canivete do pouso, me fazendo tremer mais ainda.

- Calma, eu não vou te machucar!

Ele corta a porta que me impedia de me mecher. Esse cara vai mesmo me ajudar?

- Obrigada!

- Eu não fiz nada! Só quero brincar com você!

Não deu tempo de falar nada, que  já vui pega no colo,  e começo a me debater em seus braços.

- Me solta!

Todos os movimentos que fiz acabaram sendo em vão. Acabo sendo jogada bruscamente em uma cama que havia no local, e logo em seguida sou algemada sobre a cama.

- Oque você vai fazer?

- Oque você acha?

Ele se aproxima do meu corpo, e lanbe me pescoço, lágrimas começa a escorrer sobre meu rosto.

- Você é o meu tipo.

Coloca sua mão na minha coxa, levantando minha blusa, sua mão que antes segurava minha coxa agora se encontra na minha cintura.

-MEU SOLTA!

Em um movimento rápido suto sua parte intima, começo a me debater sobre a cama.

- Oque você pensa que tá fazendo?

Me pega pelo cabelo, me fazendo soutar um gemido de dor.

- Eu tava até querendo poupar você.

Em um movimento rápido ele retira minha calsa, sua mão vai até o tecido da calchinaha, um sorriso aparece entre seus lábios.

- QUE MERDA VOCÊ TÁ FAZENDO?

A garota se aproxima da cama, tirando- o de cima de mim. Eu acho que nunca fiquei tão feliz de var a Nina.

- Você tinha pedido pra cuidar dela.

- Não desse geito!

Eles dois se afastam de mim, fazendo com que eu não conseguida escutar a conversa, meu coração ainda estava acelerado, as lágrimas continuavam caindo.

A Nina novamente saio do cômodo,  me deixando novamente sozinha com aquele cara. Ele se aproxima de mim, me afastamento.

- Eu não caiu fazer nada! só vou colocar sua roupa.

E assim ele faz

- Eu vou ficar aqui?

Observo novamente o local.

- Até segundas ordens, sim!

Se passaram 20min e depois Nina volta para o logal segurando alguns equipamentos de gravação, e uma mochila em suas costas.

- Aqui está!

- tira ela da cama?

- sim!

Ele vem até mim e tira as algemas de meus pulsos, me pegando no colo e me leva até a cadeira, me afastando na mesma.

Nina abre a bolça e entrega algo que não pude identificar, ela coloca a câmera de frente para a cama, e as iluminações em seu lugar.

- Pode começar!

Ele vem até mim e me dá um soco no rosto e um na barriga, e com esses  gestos já estava saindo sangue pela minha baca, o cara que me batia ficou atrás de mim colocando um pano na minha cabeça.

Enquanto eu era "torturada" a garota atrás da câmera falava algumas coisas, como: "A única coisa que eu quero é, o Lysandre". Aparentemente ela queria falar com ele, já que ouvi "Quero encontrá-lo na rua ***** " o resto não consegui entender direto.

- Pronto!

 O Homem havia parada de me bater, olhou pra mim por um segundo e saio da sala, me deixando sozinha com a Nina.

- Então, vou te explicar oque eu fiz e vou fazer. Esse vídeo que acabamos de fazer vai ser enviado para seus pais e para o Lysandre amanhã, e eu vou me encontrar com o Lys, e depois disso eu te devolvo para os seus pais, mas isso só vai acontecer quando eu e o Lysandre estivermos bem longe daqui. 

- Você quer levar o Lysandre embora?

- Sim! Agora é melhor você dormir um pouco.

Ela me acerta um soco em cheio me fazendo desmanhar na mesma hora.

 

 


Notas Finais


Até logo! XOXO!❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...