1. Spirit Fanfics >
  2. O meu "Gato de Schrödinger". (OMGS) >
  3. As estrelas aos olhos da lua; EXTRA.

História O meu "Gato de Schrödinger". (OMGS) - Capítulo 8


Escrita por: taeilagnis

Notas do Autor


Me desculpe por demorar tanto, eu desanimei um pouco pela falta de engajamento na fanfic, espero que gostem de Povs do Tsukishima como pedido de desculpa, perdão os erros e boa leitura!

Capítulo 8 - As estrelas aos olhos da lua; EXTRA.


Povs Tsukishima Kei. 

Como se fosse ontem eu me lembro exatamente de quando nos conhecemos, alguns garotos estavam fazendo bullying com você, que na época era um garoto pequeno e frágil comparado a mim, eu os chamei de patético e por um segundo me preocupei que você tivesse pensado que minhas palavras haviam sido para você. 

Eu era realmente muito tímido, lembra? Você se aproximou de mim já que estudávamos juntos e eu era uma pessoa de poucas palavras, mesmo assim você não viu problemas em continuar falando comigo e eu não havia visto problema em continuar ouvindo você, no fundo uma vozinha dizia para o meu eu criança que você de certa forma era especial.

De uma amizade de escola a gente se tornou uma amizade de vizinhos, mamãe uma vez contou que você tinha seu pai trabalhando o tempo todo então foi nesse exato momento que eu comecei a ir com mais frequência na sua casa, era sempre nós dois jogando algum video game, estudando ou até brincando juntos. 

Me desculpe por não ter contado naquela época, mas na minha mente éramos a dupla perfeita.

Mas em algum momento você havia se afastado de mim, havíamos parado de sair junto aos sábados seja em uma praça ou até em um local para jogar boliche, como seu amigo fiquei preocupado principalmente por você passar grande parte do seu tempo sozinho, eu sentia que a culpa era minha, você geralmente era o sol da nossa relação e eu senti como se a culpa fosse minha por não ter você ao meu lado. 

Como se o mundo estivesse disposto a acabar comigo, você se formou e foi para um colégio diferente do meu, por muito tempo Yamaguchi eu fiquei esperando você, foram só dois anos para você mas para mim pareceu séculos, no fundo eu estava magoado porque havíamos nos tornados estranhos, só que dessa vez estranhos com memórias. 

As vezes eu me pegava pensando que estava com saudades de quando a gente tomava banho de chuva e depois íamos correndo para sua casa se cuidar para não pegar um resfriado, aí você fazia chocolate quente para nós dois e em algum momento da noite você segurava minha mão enquanto dividimos o mesmo colchão.

Um certo dia eu me peguei olhando sua casa, foi quando eu vi você entrando com um garoto, uma outra pessoa que claramente não era eu, pela primeira vez eu me senti estranho como nunca, uma necessidade de querer saber o que estava acontecendo me dominou, não demorou para eu perceber que era ciúmes.

Palavras nunca serão o suficiente para descrever como eu me sentia em relação a tudo, Yamaguchi eu não sei em qual momento eu realmente me apaixonei por você, mas eu tinha certeza que não estava suportando mais o fato de ficar longe de você. Realmente sou um idiota por ter sentido tudo isso e mesmo assim não fazer nada. 

Foi então que eu acabei me transferindo para o seu colégio, como se o mundo tivesse ao meu favor de novo, você correu atrás de mim no dia em que fui ajustar a minha matrícula, aquilo colaborou mais ainda para que eu finalmente abrisse meus olhos. Ao mesmo tempo que eu senti que ganhei tudo, foi como se eu tivesse perdido tudo logo depois. 

Aquele mesmo garoto que você havia levado em sua casa, também estava no colégio agora, ele parecia disposto a se aproximar mais de você, como o gatilho de uma arma aquilo me deixou mais enciumado, eu sei que não se está no meu direito de sentir isso, mas eu simplesmente não queria perder você, para ajudar — só que não — ele ainda estava no clube de vôlei. 

Na verdade o Oikawa ao mesmo tempo que era tudo o que eu mais odiava, ele era também o tipo de pessoa ousada que eu gostaria de ser, sem falar que eu notei que você está recebendo alguns bilhetes que provavelmente são deles, eu gostaria de ter sido mais inteligente que essa pessoa dos bilhetes. 

Mas eu não desisti de você, era como se uma voz falasse para eu continuar até o fim, foi quando  eu acabei confrontando o Oikawa, aquilo também ajudou eu a abrir mais ainda meus olhos em relação a você. 

— Escute, você gosta do Yamaguchi? — Eu perguntei calmamente no intervalo do nosso treino de vôlei e ele pareceu surpreendido pela pergunta. 

— Hahaha que pergunta inesperada Tsukishima…— Ele falou rindo mas quando notou que eu ainda estava sério ele mudou seu olhar também. — Sim, o Yams é um garoto incrível, eu realmente gosto dele. 

Naquele momento eu mordi minha bochecha me sentindo nervoso, então Oikawa definitivamente era um rival, mesmo assim ele não parecia abalado pela minha pergunta, pelo contrário ele parecia convencido. 

— Você também gosta dele, não gosta? — Foi a vez dele pergunta e eu não respondi. — Pois bem, saiba que eu estou disposto a fazer o Yams se apaixonar por mim, eu quero ter ele ao meu lado. — Ele ergueu a cabeça um pouco convencido e eu revirei os olhos saindo daquela situação um pouco irritado. 

A frase "a gente só da valor depois que perde" nunca havia feito tanto sentido como agora estava fazendo, você finalmente havia voltado e eu simplesmente não queria te perder de novo, eu queria segurar sua mão sempre que eu pudesse, queria estar te ajudando em qualquer coisa boba ou até ouvir música ao seu lado simplesmente aproveitando sua companhia, Yamaguchi eu não queria que você fosse tirado novamente dos meus braços.

No final talvez as divindades estivessem com pena de mim, porque aos poucos você parece ter notado isso, foi quando a gente beijou pela primeira vez, seus lábios definitivamente eram macios como eu sempre imaginei e eu pude continuar sorrindo enquanto roubava vários outros selares de você. 

Você era precioso demais para mim, era como se fosse a estrelas que completasse o luar solitário. Eu não sei quanto tempo isso irá durar, mas eu irei fazer você se apaixonar por mim todos os dias se for preciso, pois eu estarei bem se você estiver comigo, Yams. 


Notas Finais


esse extra é um presente pelos + de 30 favs!! obrigado mesmo, isso é quase uma carta aberta sobre os sentimentos do Tsukki, era algo que eu planeja a bastante tempo, ainda faltou algumas coisas mas só irei revelar futuramente.

Novamente me desculpe por demorar tanto, para os que esperaram até aqui, muito obrigado! Eu irei me esforçar mais nessa fanfic.

Nós vemos na próxima atualização!!! Feliz páscoa a todos.

Leia minha outra história:

Filhos da Wisteria: https://www.spiritfanfiction.com/historia/filhos-da-wisteria-22056554


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...