1. Spirit Fanfics >
  2. O meu imbecil -Imagine BangChan >
  3. Inferno do passado

História O meu imbecil -Imagine BangChan - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Não sei bem oque falar...
Só agradeço para os leitores.💚💚

Capítulo 5 - Inferno do passado


Felipe P.O.V

Estavamos na festa a um bom tempo, decidimos ir embora. Mais as coisas não estavam fáceis, eu não estava muito bem, e os outros nem se fala. Resolvi levar eles para um hotel, eles concordaram. Também porque não concordariam, né?

Chegando no hotel mais próximo, pedi os quartos necessários, fiquei com Hyunjin, de novo. Assim que entrei larguei Hyunjin na cama e peguei seu celular, pois o meu está sem bateria.

Liguei para BangChan.

BangChan P.O.V

Estava assistindo série com S/n, comemos pizza depois eu peguei um cobertor para mim. Ela começou a me encomodar pedindo o dela então ofereci o meu mesmo, ela pareceu não gostar muito da idéia, mais mesmo assim se acomodou.

Um tempo depois S/n estava me usando de travesseiro e abraçador. Continuei assistindo, a série estava interessante.

[...]

Estava  quase dormindo mais ouvi o celular tocar ao meu lado.

Chamada On

Eu: Alô.

Felipe: Chan, eu liguei para avisar que vamos passar a noite em um hotel.

Eu: Ok, mais não quer que eu vá buscar vocês?

Felipe: Não precisa, acho que todos já estam dormindo.

Eu: Tudo bem, tchau.

Felipe: Tchau.

Chamada Off

Eu queria falar sobre oque aconteceu com S/n, mais achei melhor deixar para ela mesmo falar. Olhei para a nanica agarrada a mim, mais algo dizia que ela não estava bem. Seus olhos estava fechados com força, e sua expressão era raiva e tristeza.

Sonho da S/n On

Eu estava na casa dos meus "pais", eles não estavam em casa. Olhei para o relógio estava na hora de ir para a escola, me arrumei como sempre e sai em direção ao inferno. Chegando lá, fui recebida com pessoas tacando balões de água em mim.

Sophie: isso é para aprender a nos respeitar.- disse me dando um tapa.

Me aproximei um pouco mais dela, e acertei um soco em seu rosto. O nariz dela começou a sangrar, saí daquela escola e fui para a praça mais próxima. Sentei em um banco e olhei ao redor, respirei fundo para me acalmar. 

Eu: Porque isso tem que acontecer comigo?- Perguntei a mim mesma.- Quero também que todos vão se FUDER.

Joguei a mochila no chão com raiva. As pessoas olhavam pra mim com medo.

Sonho Off

Acordo ofegante, esses sonhos sempre me atrapalhando de dormir. Chan estava ao meu lado, me abraçando e dormindo serenamente. Perae ele estava me abraçando.

Eu: Desgruda de mim criatura.- digo alto empurrando Chan pro lado.

Chan: Hummm!- sério mesmo que você só vai resmungar?- Me deixa dormir.

Ele apenas virou para o outro lado com a coberta junto. Peguei a outra ponta e puxei para me cobrir também, porque a preguiça de ir dormir na cama é muita. Virei as costa para ele e tentei dormir.

No outro dia...

Felipe P.O.V 

Já estava todos acordados, tomamos café um uma padaria e saimos. Estavamos chegando em casa, estacionei o carro na garagem e fui abrir a porta. Entrei na sala e vi os dois dormindo abraçados (a: De novo). Se S/n estivesse acordada esse garoto já estaria morto. Aproveitei que estavam dormindo e tirei uma foto para mandar à S/a.

Eu: S/n! Acorda, vamos tomar café.- digo balançando a menina.

Ela abre os olhos devagar olha para mim e depois para Chan ao seu lado.

S/n: EU FALEI PRA VOCÊ DESGRUDAR DE MIM DIABOO!!- ela grita estapeando Chan.

Chan: Aíai pra que agredir.

S/n: Você acha que eu sou pelúcia pra tu abraçar?

Chan acorda pra vida, e logo larga S/n e se levanta. Os outros, bom, estavam rindo muito. S/n pegou as cobertas e se deitou novamente.

Eu: Hey, oque é isso?

S/n: uma pessoa querendo dormir.

João: temos trabalho, se esqueceu?

S/n: Porque? Porque eu tenho que viver com vocês?- ela começa a resmungar e vai em direção ao seu quarto.

Noto um curativo na testa dela então resolvo perguntar.

Eu: S/a.- a mesma para vira pra mim e me olha.- Oque é isso na sua testa?

S/n P.O.V 

Porque ele tinha que perguntar isso! Com certeza não vou contar oque aconteceu, tá loka.

Eu: Eu bati quando fui pegar uma panela no armário.- ele vai acreditar, isso vive acontecendo comigo.

Ele apenas dá de ombros, passa por mim e vai para o quarto. Ainda com o cobertor na mão vou até a porta. Sabe... Não queria ter aberto isso nunca, me arrependi muito. Abri a porta e me deparei com Christopher sem camisa se admirando no espelho.

Eu: Vista uma camisa agora!!!- disse tacando a coberta na cara dele.

Chan: precisa agredir?

Eu: Isso. É. Só. Uma. COBERTA.

Vou andando até o closet, pego uma roupa e vou para o banheiro. 

Depois de tomar banho, saio do banheiro e Christopher graças a Deus já estava vestido. Porque, sinceramente o cara parece o Edward do Crepúsculo, braco que parece leite. Ignoro totalmente a presença do demônio e vou até o criado-mudo.

Eu: Cadê meu celular?

Será que eu deixei ele na sala ontem??? Nãããoo, acho que deixei ele aqui antes de começar a assistir.

Chan: Está procurando isto aqui?- olho pra ele e vejo meu bebê em suas garras braquelas.

Eu: Oque você está fazendo com o meu filhote!?

Chan: Mexendo um pouco, sabe, pra descontrair.- ele diz sem importância alguma.- Aliás, quem é Bruno? Hein? Talvez ele seja seu namorado?

Eu: ele não é nem meu amigo.- respondo simples, pelo fato dele ser uma antiga paixão que me envergonhou na frente de todo mundo.- Porque acha que ele é meu namorado?

Chan: Ele te mandou uma mensagem em português, daí eu traduzi ela no google eee, puf.

Eu: "puf" oque?

Chan: eu vi que ele te chamou de "doce"!- diz fazendo cara de deboche.

Pego o celular da mão dele, e ligo para Bruno.

Chamada On

Bruno: Que bom que me ligou docinho.

Eu: Docinho o caralho. 

Bruno: Isso é jeito de tratar o amor da sua vida?

Eu: Depois do que aconteceu você para mim é inferno da minha vida.

Bruno: Saiba que eu terminei com a Sophie. Podemos tentar alguma coisa.

Eu: Prefiro mil vezes "tentar alguma coisa" com a pessoa que está ao meu lado.

Bruno: E quem está do seu lado?

Eu: Não é da sua importância. Bye!

Chamada Off 

Me sento na cama enquanto Christopher me encarava desentendido.

Chan: Oque aconteceu alí?

Eu: nada demais.






Notas Finais


Hi!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...