História O Meu Melhor Amigo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lukas Marques & Daniel Mologni (Você Sabia?)
Personagens Daniel Mologni, Lukas Marques
Tags Romance
Visualizações 88
Palavras 868
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal, esse é o primeiro capitulo oficial da fic. Espero realmente que gostem, foquei no momento em que a Bia conhece o Lukas. Fiquem com o cap ❤❤

Capítulo 1 - "O começo de tudo"


Fanfic / Fanfiction O Meu Melhor Amigo - Capítulo 1 - "O começo de tudo"

*BIA ON 

25/02/2015 

Hoje vou começar na escola nova que minha mãe me matriculou, uma escola particular que segundo ela vai melhorar meus estudos e blá blá blá.

Sinceramente não tô nem um pouco a fim de ir pra uma escola cheia de menina patricinhas e mimadas que acham que só porque estudam em uma colégio particular são melhores doque as outras pessoas. Mas como é minha mãe quem manda em mim ainda, tive q aceitar ( não aceitei de primeira claro, tbm dei meua chiliques, mas de nada adiantou). 

Acordei as 7:00, tinha que estar na escola às 8:30 então ainda tinha bastante tempo para me arrumar.

Levantei e fiz minha higiene matinal, resolvi tomar banho e assim o fiz, vesti aquele uniforme ridículo, calcei meu All Star preto, passei uma make basica, coloquei meus acessórios (adoro pulseiras e colares), peguei minha mochila e desci para a cozinha.

Minha casa era uma verdadeira mansão, meus pais tinham uma condição financeira bem favorável digamos assim, mas eu não me gabava disso, várias pessoas me julgavam por minha familia ter dinheiro e talz, e eu simplismente odiava isso! 

Nancy: Bom dia querida, animada pra ir para o colégio novo? (Empregada da casa)

Bia: Ah claro Nancy olha só minha cara de animação (dei um sorriso falso) 

Nancy: Mas logo de manhã já com esse mal humor. (Ela dá risada)

Bia: Mal humor nada! Minha mãe que me muda de escola todo ano! Não aguento mais! (Falo nervosa)

Nancy: Tudo bem querida entendo como deve ser dificl pra você, mas sua mãe só quer o melhor pra você, acredite!

Fiz uma cara de tanto faz e sentei no balcão da cozinha onde um café da manhã gigante me esperava, peguei apenas uma torrada e bebi um pouco de suco de laranja, não estava com um pingo sequer de fome.

Bia: Nancy, o Bruno já preparou o carro?

Nancy: Sim querida, está lá em baixo te esperando.

Peguei minha mochila e fui em direção a saida da cozinha.

Nancy: Tchau querida, boa sorte na escola nova!

Bia: Valeu Nancy, vou precisar mesmo. (Falei forçando um sorriso e me dirigindo para fora de casa onde o Bruno me esperava escorado no carro)

Bruno: Bom dia senhorita, já está pronta para irmos?

Bia: Bruno já disse pra me chamar só de Bia, não sou nenhuma senhorita, e estou pronta sim, podemos ir.

Falei adentrando o carro, peguei meu celular e fones de ouvido e coloquei num tom onde eu não ouvia nada além da música e eu adorava aquilo.

No caminho fui olhando as ruas do condominio onde eu morava, sempre as mesmas casas gigantes, as mesmas pessoas vazias e que só pensavam em dinheiro e mais dinheiro, eu estava cansada daquilo tudo! Sai do meu transe quando ouvi Bruno gritar meu nome.

Bruno: Senhorita Beatriz!! (disse num tom alto).

Bia: Oi Bruno, tava distraida! (Falei tirando os fones de ouvido)

Bruno: Chegamos! 

Rapidamente olhei para a janela do outro lado, um prédio enorme e cheio de adolescentes podia ser avistado, eu tinha chegado nesse lugar, esperava que  a viagem demorasse mais um pouco, mas fazer oque.

Desci do carro sem a menor animação, e encarei aquele lugar e aquela gente.

Bruno: Venho lhe buscar ás 17:30, tenha um bom dia senhorita! Digo Beatriz! ( disse Bruno com um sorriso sem graça temendo levar um bronca)

Bia: Okay Bruno, obrigada pode ir! (Falei forçando um sorriso)

Quando Bruno foi embora voltei a encarar aquela gente e então entrei na escola, fui até a diretoria, no começo não fazia idéia de onde era, mas com algum pedidos de informação cheguei lá pouco tempo depois. 

Chegando na sala da diretora bati na porta, quando ouvi um grito pedindo para que eu adentrasse a sala assim o fiz.

Bia: Bom dia diretora, vim trazer os papéis restantes para minha matricula e pegar os horários. (Disse em pé olhando fixamente para ela)

A diretora era uma moça alta e bem vestida com idade de mais ou menos uns 38 anos, bem nova para o cargo na minha opinião, mas não sou eh quem contrata aqui né rsrs. Tinha um andar firme e sua face exibia rigidez já vi que ela não é flor que se cheire.

Diretora: Pois bem, me dê os papéis! (Falou com um tom direto e seco)

Entreguei os papéis e aguardei até que ela os conferisse, momentos depois ela me deu uma folha com os meus horários e me disse em que sala eu ficaria. Quando me deu permissão agradeci e sai de sua sala a procura da sala onde ocorreria minha primeira aula.

Cai no 9° ano B, pra quem não sabe eu tenho 13 anos então estou na oitava série. Ia andando pelos corredores olhando para meus horários quando de repente sinto uma forte pancada contra meu corpo e caio de bunda no chão.

Bia: VOCÊ TÁ LOUCO! NÃO OLHA POR ONDE ANDA NÃO? TA CEGO? (Falei aos berros tentando me  levantar)

???: Me desculpa eu sou muito desastrado, me deixa te ajudar. (Disse um garoto com a voz calma e estendendo a mão pra me ajudar)

Bia: NÃO PRECISO DA SUA AJUDA! ME DEIXA! (falo me levantando do chão ignorando-o totalmente)

Quando levanto o olhar já preparada pra falar um monte eu paraliso ao ver o garoto que estava a minha frente, por segundos não consegui dizer uma palavra sequer...


CONTINUA ... ❤




Notas Finais


Bom meus amores, esse foi o primeiro Capitulo, meio grande eu sei, me empolgo quando começo a escrever sorry kk
Espero que tenham gostado! Desculpem qualquer erro! Se tiverem sugestões fiquem a vontade! E até o próximo cap! ❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...