História O meu melhor caminho - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Arthur Weasley, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Molly Weasley, Ronald Weasley
Tags Romione
Visualizações 249
Palavras 1.445
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente capítulo simples do dia pós toda a confusão, mas acalmassem se aí daqui a pouco tem mais confusão
Beijoss

Capítulo 11 - 11- Visita inconveniente


Hermíone acordou com a cabeça latejando, tentou se levantar da cama mais o corpo não reagia
Se lembrou dos acontecimentos da noite passada e sentiu um pontada no peito, só de imaginar o que poderia ter acontecido se aquele monstro tivesse continuado.

Se levantou da cama e definitivamente não queria ficar naquele quarto, o homem invadindo o cômodo e tentando se aproveitar dela estavam perturbando os pensamentos da garota.

Chorando baixinho lembrava dos momentos de terror enquanto abraçava a si mesma, abaixou a cabeça e se lembrou... Se lembrou dele o outro homem que mais parecia um anjo naquela noite...e o choro parou de imediato, lembrou o quanto  ele fora carinhoso, lembrou de seus braços, de seu calor e suspirou.

Ficou uns minutos parada no meio do quarto apenas refletindo absurdamente.
Decidiu que não iria contar nada a ninguém, e sua avó é lógico também não saberia, não queria que a senhora ficasse ainda mais preocupada com ela .
Se trocou rapidamante e decidiu que iria agradecer Rony....pensou nele sentiu novamente um calafrio passar por todo seu corpo, e uma sensação boa em seu coração , tão boa, que para ela poderia sentir 24 horas por dia.


.......

Ronald desceu  as escadas rapidamente  olhando para trás como se estivesse verificando se alguém vinha a seu encontro, na verdade esse alguém ele sabia muito bem quem era.

Jogou o paletó sobre a cadeira do lado e se sentou na ponta da mesa.
Peter ja estava em sua posição de sentido apenas o observando, nem bom dia disse já que o patrão não respondia, com certeza também não iria notar que ele não o fizera tal cumprimento.
Ronald desdobrava com certa violência o guardanapo, enquanto virou de uma vez só o suco na boca, olhou para Peter e o mordomo tinha um olhar de espanto sobre ele.

Ele nada disse apenas voltou a sua refeição.

- Er.. desculpe senhor mas, preciso  saber a que horas o senhor vai querer que eu e Marise comparecemos a delegacia, preciso avisa lá- Peter disse  não sabendo de onde teve a audácia de perguntar aquilo, estava louco só poderia, louco!
Achou que Ronald iria o enforcar  apenas com o olhar que lhe deu, mas o  patrão nada fez, apenas o respondeu.

- Não irei denúncia-lo mais, Peter- Disse Ronald calmamente.

- Mais... Mais e isso irá ficar impune? - Peter mais uma vez tirando coragem não sabia  de onde perguntou o patrão

Ronald se levantou encarando Peter o que fez o mordomo dar um passo para trás com os olhos arregalados demonstrando medo... muito medo! Rony levou a mão a seu ombro e apenas  num tom de voz que para o mordomo nunca havia escutado antes o respondeu

- Peter fica tranquilo, está tudo bem, ele vai pagar de outra forma eu lhe garanto! - respondeu o ruivo dando um leve tapa em seu ombro.

Peter apenas assentiu com as a cabeça ainda com os olhos arregalados. Com os braços para trás e as mãos apoiadas  na cadeira que estava atrás de si não acreditando que ainda estava vivo.

-Com licença, er...senhor! - O mordomo  apenas sussurou enquanto Rony sorriu para ele

Peter estava ficando louco, aquela situação foi a mais surreal que havia vivido em sua vida, seu chefe um homem arrogante e insensível  havia lhe tratado bem e muito bem por sinal. Balançou a cabeça e saiu praticamente correndo em direção a cozinha.

Rony voltou a tomar o seu café o mais rápido que podia já que não queria encontrar Hermione.

Se levantou rapidamante pegando o paletó e o vestido, quando já estava de frente a porta, ao mesmo tempo que a abriu viu alguém que não queria, revirou os olhos e bufou em seguida

- Oi!!!! Maninho como está? - Disse Gina já adentrando na casa sem ao menos esperar Rony dizer alguma coisa, apenas deu lhe um beijo em sua bochecha.

Harry vinha logo atrás e estendeu a mão para Rony que apenas continuou com a  mão na maçaneta da porta
Harry notou que ele não iria lhe cumprimentar então recolheu a mão rapidamante e disse apenas um simples

-Oi!

- Oi- Rony respondeu o cunhado, afinal ele não tinha culpa da inconveniência da irmã então resolveu ser pelo um pouco... só um pouco mais educado com ele, dando passagem para Harry indicando com o braço para que ele entrasse e fechando a porta atrás de si.


- O que faz aqui Gina? - Perguntou Rony a irmã que já estava verificando as garrafas de bebida do irmão.

- Tá faltando vinho aqui,você viu? - Gina disse num tom de deboche.
 
Rony revirou os olhos apenas enquanto Harry se sentou no sofá abafando uma risada
- Gina!! preciso trabalhar por que está aqui agora? - insistiu

 -Ora.. irmãozinho não posso nem te visitar mais? - A menina disso indo até ele arrumando sua gravata e sorrindo.

- Não gosto de visitas a essa hora! - O ruivo disse fazendo uma cara de reprovação.

- Ah... esqueci que você é meio anti social- Brincou  a menina fazendo uma cara de desgosto.

-Não tenho tempo para brincadeiras, ok? já estou indo se vocês quiserem fiquem a vontade

Rony já dava as costas quando Gina o  gritou...

- A Hermione está aqui né? - perguntou a ruiva

Ele revirou os olhos outra vez e continuo na mesmo posição.
Harry até então calado, foi até Gina e puxou de leve seu braço.
-Gina para de provoca- lo, caramba! Reprovou Harry

Quando foi responder...

- Sim... eu estou Gina!

Hermione adentrou na sala e olhou diretamente para ele. Podia ver um brilho nos olhos dele que parecia que estavam sorrindo para ela.

Os dois se encaravam intensamente o que fez Harry e Gina ficarem um pouco incomodados por talvez estarem atrapalhando algo. Hermione sorriu pelo canto da boca ainda olhando para o rapaz que abaixou a cabeça tentando disfarçar que havia ficado perturbado pela presença dela.

Gina que até então olhava da prima para o irmão, sorriu e foi até ela a abraçando
Hermíone recebeu o abraço com entusiasmo, enquanto Harry olhava para Rony que apenas mantinha a cabeça baixa, notou que o rapaz estava incomodado com a situação é de imediato entendeu tudo que estava acontecendo ali.

- Ah... Míone que bom que está aqui , não te vejo bem.. er.

- Desde o enterro dos meus pais ?
Completou a menina- Tudo bem Gina! - ela disse piscando o olho para a prima.

As duas tinha as mãos dadas e sorriam cúmplices.
Rony levantou o olhar e as observou , enquanto Hermione voltou a olhar para ele muito corada.

Os dois compartilhavam  de um olhar diferente, parecia que estavam tentando negar algo, mais ao mesmo não conseguiam, havia uma intensidade absurda naquelas olhares que nem eles consigam disfarçar.

Harry foi até Hermione e também a abraçou.

-E você Rony, perdeu  a língua?- Perguntou   a ruiva notando que o irmão estava extremamente alheio.

- Ah.. Eu preciso ir .. err , qualquer coisa pesam a Peter - Ele dizia gaguejando um pouco se direcionando novamente para a porta

-Tchau! Harry- Disse se virando para o cunhado  

-Rony e eu e a míone? Você não vai se despedir de nós? - Gina provocou.
Ele  lançou um olhar de fúria para ela, sabia que Gina já tinha entendido a situação ali.

Hermíone olhava da prima para o rapaz e tentava parecer mais natural o possível

Rony foi até Gina e lhe deu um beijo na bochecha rapidamanete, Hermione tremeu dos pés até a cabeça quando ele chegou perto da irmã que estava ao seu lado
Ele olhou para ela e desda vez mais perto!

-Tchau Hermione- disse timidamente  desviando o olhar para qualquer outro ponto da sala.

Ela apenas assentiu não conseguindo nem mesmo responder.

Gina e Harry se olharam ja manuseando toda a situação, sorrindo sem fazer qualquer som.

Rony já se encaminhava para sair quando Hermione tomou coragem e deu um leve grito.

- Obrigada -disse
Ele olhou para trás e assentiu para ela sorrindo fraco, a menina também sorriu retribuindo tímida.

Harry sorria baixinho já entendo tudo escancaradamente.
Rony abriu a porta e saiu o mais rápido possível dali.

- Então vamos conversar? - Perguntou Gina assim que o irmão fechou a porta

-Harry!  Por que não vai até a cozinha buscar alguma coisa para comer - completou a ruiva
- Pra que Gina? você já não acha que comeu demais antes de vir pra cá?- Perguntou o moreno.

Gina lhe lançou um olhar de reprovação. O marido nem pensou duas vezes antes de cumprir o que ela havia mandado.
Hermione observava os dois e sorria da "briguinha" do casal.

Notas Finais


Ronald não denunciou Jean, o que será que o ruivo está aprontando?

Gente capítulo não muito bom
Hoje não estava muito inspirada kkkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...