1. Spirit Fanfics >
  2. O meu melhor erro... >
  3. Eu te protejo

História O meu melhor erro... - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Eu te protejo


Fanfic / Fanfiction O meu melhor erro... - Capítulo 7 - Eu te protejo

Este capítulo se passa em um lindo, florido e ensolarado dia de uma íncrivel primavera de Kanto-Johto (Kanto-Johto representa o país oriental Japão)

Vários Pokémon poderiam ser avistados naquele belo lugar, Pokém: Ponyta, Rapidash, Butterfree, Beedrill, Pidgeotto, Pidgeot, Bellsprout, Sunflora e muitos outros nativos daquela região.

Os lagos, rios e praias cristalinas refletiam à luz vinda da gigantesca estrela mais conhecida como Sol.

Também há Pokémon que poderiam ser vistos lá como: Dewgong, Seadra, Lapras e Mantine.

Árvores lindas e floridas. Nessa época do ano, vários turistas vão para a região de Kanto-Johto nessa estação de primavera para observarem as cores das Sakuras.

Um céu totalmente limpo de núvens, fumaça e de qualquer tipo de Pokémon do tipo inseto, pois todos estavam mais no chão para ter o néctar das flores.

A temperatura amena de vinte graus celsius combinada com a leve brisa de vento facilmente perceptível por qualquer um que saísse para o lado de fora.

Não chovia muito em toda a região de Kanto-Johto, mas o clima não estava muito seco.

Estava bem úmido até para uma primavera que possuía apenas poucos e raros chuviscos com apenas algumas poucas gotas de chuva.

As ruas e parques da região de Kanto-Johto estavam cheios de seres humanos e a maioria deles possuíam como parceiros, alguns Pokémon.

Todos os tipos possíveis de comércio estavam fazendo promoções, competições, torneios e outros eventos para lucrarem mais em cima de turistas.

Vários torneios de coisas como comer, cozinhar, cantar e várias outras coisas.

Uma empresa com muito começou à fazer um torneio de batalhas Pokémon entre alguns treinadores Pokémon mais conhecidos.

Principalmente pelo Professor Pokémon da região (Mais conhecido como Professor Samuel Carvalho).

Então, vários treinadores são chamados para participar do torneio e para alavancar a popularidade daquela empresa que estava fazendo o torneio.

Alguns treinadores como Ash, Gary e vários outros haviam sido chamados para participar.

Alguns líderes de ginásios também estavam patrocinando o torneio. Misty, Brock e também o tenente Surge haviam sido chamados para participar também.

Ash, Misty, Brock e Pikachu estavam um pouco longe do lugar onde aquele torneio iria começar. Então, os quatro pegam um trem que foi pago pela empresa (Primeira classe ao invés de classe econômica)

Estava tudo bem. Aqueles quatro estavam bem. Comendo, conversando, brincando e ouvindo música.

De repente. Ash sai do lugar para ir ao banheiro atender à suas necessidades biológicas.

Ele entra na cabine, faz o que tinha que fazer, dá descarga, lava as suas mãos e quando ele após abrir a porta. Ele dá de cara com alguém que lhe dá um susto enorme, uma feliz surpresa para ele.

Era o treinador Pokémon e neto do Professor Carvalho chamado de Gary Carvalho e "rival" do treinador Ash Ketchum da cidade de Pallet.

Gary como se já não bastasse dar um susto em Ash, ele lhe rouba um beijo e o empurra de volta para o box do banheiro, indo junto e trancando a porta daquele pouco apertado box do banheiro.

Ash: QUE ISSO!? O QUE É QUE VOCÊ TÁ FAZENDO AQUI!?

Gary: Ficando contigo.

Gary rouba mais um beijo de Ash. Ash fica sendo pressionado contra a parede por Gary que estava o segurando em seu colo e o encoxando.

Ash sai do beijo meio assustado e surpreendido com alguma coisa que havia acontecido.

Ash: GARY!?!?!

Gary: Que foi?

Ash: E-Eu senti algo aqui.

Gary: C-Como assim, o-oque que você quer dizer?

Ash: Eu senti o teu cinto!

Gary: Como assim? O que é que você quer dizer?

Ash: Você tá com pau duro encostando na minha bunda.

Gary fica totalmente vermelho de tão corado na mesma hora, minuto e segundo que Ash termina de falar a última palavra de sua frase.

Gary: D-D-Desculpa! Foi sem querer! E-Eu não Q-Q-queria... Fazer...

Ash: Calma. Você pode confiar em mim pra tudo. Já esqueceu que agora você tá comigo?

Ele puxa as suas cinturas uma para perto da outra e rouba um beijo de Gary que continuava com seu pênis ereto.

Os dois ficam se beijando até que o trem treme e eles se lembram do mundo exterior e de tudo que estava acontecendo à volta daqueles dois.

Ash sai primeiro e Gary vai depois de algum tempo. Quando os dois chegam na estação de trem. Misty e Brock se sentam juntos, então, Ash fica com o Gary.

Os dois esperam até o Pikachu ir dormir para que eles comecem as suas intimidades juntos.

Ash deita sobre o ombro de Gary após algum tempo.

Quando eles saem do ônibus. Gary "pede" para Misty, Brock e Ash para acompanha-los até o hotel que fica ao lado do lugar do torneio.

Eles todos aceitam. Então, eles vão todos juntos para o hotel ao lado do torneio caminhando.

Enquanto eles caminhavam por dentro da floresta, eles acabam achando um Nidoking selvagem no meio da floresta.

Gary o escaneia em sua pokedex, então, eles escutam que ele é do tipo terra, então, a Misty usa o seu Staryu para ataca-lo com um movimento do tipo aquático.

Foi super efetivo, mas o nível do Pokémon era muito alto. Então, Ash e Gary ficaram, enquanto, Misty e Brock correriam para o hotel.

Mas eles não tem tempo de sacar um Pokémon, pois ele usa o movimento poder da terra. Ash empurra Gary para longe e leva o movimento sozinho.

Ash é jogado para longe em cima de um campo florido. Gary sai correndo atras de Ash. Ele iria tomar o golpe também, mas Celebi aparece e expulsa o Pokémon selvagem.

Gary corre o mais rápido e com todas as suas forças até Ash Ketchum que estava caído no chão e tendo uma reação alergica às flores daquele campo.

Ele pega Ash em seu colo, põe Pikachu sobre o seu ombro, sobe em cima de seu Arcanine e vai cavalgando para o hospital mais próximo do local de onde eles estavam.

No caminho, ele manda mensagem para Misty e Brock avisando que Ash e ele estavam indo para o hospital.

Ele chega chutando a porta do hospital e gritando para a enfermeira sobre a emergência médica de seu amor Ash Ketchum.

Ele fica junto de Ash que estava deitado sobre uma maca. Ele tomou uma ingeção contra a sua reação alérgica daquele campo florido.

Ele explica para Misty e Brock o que havia acontecido com Ash enquanto eles foram atacados por aquele Nidoking selvagem.

Misty e Brock vão garantir a inscrição do torneio e fazer o Check-up no hotel do torneio de batalhas.

Gary estava desabando em lágrimas de tristeza preocupado com Ash fica ao lado de Ash segurando a mão de seu amado.

Quando Ash acorda, Gary pula em seus braços o abraçando com força, mas ele lembra que Ash estava fraco dos acontecimentos dos quais Ash havia sofrido ao tentar proteger Gary.

Ele espera Ash recuperar pelo menos um pouco de suas forças vitais para pedir para eles irem para o hotel oficial do Torneio de Batalhas Pokémon.

Gary leva Ash apoiado em seu ombro até a porta do hospital. Ao sair, ele coloca Ash sobre o seu Arcanine e ele vai atrá segurando o seu "rival".

Ash e Gary acabam caindo no mesmo quarto. Como Ash continuava um pouco machucado pelo ataque daquele Nidoking, ele estava imposdibilitado de participar do torneio.

Gary decide não participar também para ficar e cuidar de Ash mesmo dentro do hotel, pois a empresa já havia alugado o quarto e parte da culpa era da empresa, pois Ash não teria se machucado se eles não tivessem ido para o torneio.

Já estava escuro. Então, os dois vão para duas camas diferentes para dormir. Ash havia colocado um pijama e Gary ía dormir nu. Após alguns minutos, Ash aparece no quarto de Gary.

*batidas na porta do quarto*

Ash: Gary

Gary: O que é que foi? Seus machucados tão doendo?

Ash: Um pouco, mas eu tô aqui por outro motivo. Pode abrir a porta pra mim?

Gary: Espera um pouco! Eu não sabia que você viria!

Ash: Se você quiser, eu volto depois.

Gary: NÃO! Pode ficar aí.

Ele rapidamente veste um pijama e abre a porta para Ash.

Gary: O que aconteceu?

Ash entra no quarto e senta na cama de Gary.

Ash: É que eu não tô conseguindo dormir sozinho no hotel.

Gary: Serio?

Ash: Pior que sim. Posso dormir com você hoje?

Gary: CLARO, vamos aproveitar que essa cama é de casal.

Eles deitam juntos, Ash sobe em cima de Gary e fica o encarando todo vermelho e com uma expressão de como se ele quisesse mais que um beijo.

Pov's Gary.

Pela primeira vez em muito tempo eu não faço a menor ideia do que eu posso fazer da minha vida, principalmente nesse estranho momento de tesão, QUERO DIZER TENSÃO.

Acontece que eu tirei o Ash daquele monte de flores e levei ele pro hospital. Depois que ele foi liberado, eu levei ele aqui pro hotel e ele começou à agir de um jeito muito estranho.

Agora ele acabou de sentar em cima da minha... E começou a me olhar com uma expressão que do mesmo jeito que ele tava muito fofo, ele tava muito sexy.

Pov's Ash.

Eu tô com algum problema de esquecimento. Eu me lembro de ter empurrado Gary depois de ver aquele Nidoking.

Depois eu acordei no hospital e eu também tava muito fraco. Me disseram que eu tive uma reação alergica à flores e que o Gary me salvou.

Eu acabei me apaixonando mais ainda por ele quando eu o vi com seus olhos encharcados cheios de lágrimas me observando desde antes de eu acordar em uma maca hospitalar.

Ele me levou cavalgando sobre um Arcanine para o hotel. Eu não tava conseguindo dormir, então, eu pedi pra ficar com Gary.

Eu subi em cima da cintura dele querendo mostrar que eu tô sem sono e quero ficar com ele, mas eu tô achando que ele vai pensar outra coisa...

Pov's end.

Gary: Ash... Você tá bem?

Ash: S-Sim, m-mas... É que...

Gary: Você tá em cima do meu...

Ash: Eu sei, mas é que eu...

Gary: *risada* Você tá muito fofo e todo vermelho.

Ash: Gary!

Gary: Fala o que você quer desse jeito antes que eu pense sobre algumas coisas mais sérias.

Ash: P-Para de pensar nisso. Mas é que eu tô sem sono.

Gary: Já que você tá com dificuldade de ser direto. Eu vou tomar uma atitude.

Gary coloca Ash novamente sobre a cama, fica na frente de suas pernas abertas e o beija apaixonadamente até que os dois comecem à perder o ar.

Gary: Você de gosta quando eu te beijo sem i seu conscentimento?

Ash novamente senta sobre a cintura de Gary, mas desta vez, sem vergonha de tomar uma atitude. Ele beija Gary, e acaba se mexendo, fazendo Gary ter uma ereção.

Ash: Essa é a sua resposta.

Gary: Você quer dar um passo à frente?

Ash: Vamos aproveitar o tempo que estamos sozinhos aqui e ir devagar.

Gary: Então, cala a minha boca.

Eles voltam à se beijar até os dois sentirem sono e irem dormir com Gary atrás de Ash. A famosa conchinha.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...