História O meu novo vizinho - Bughead - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Cole Sprouse
Personagens Cole Sprouse, Personagens Originais
Tags Betty Cooper, Bughead, Jughead Jones, Riverdale, Romance, Shoujo
Visualizações 85
Palavras 1.132
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Segurem essa bomba.
Em breve vcs vão odiar o Noah
Boa leitura💖

Capítulo 20 - A Betty tá grávida


Pov's Jughead

Estava assistindo um progama qualquer na casa da Betty, mas meu pensamento vagava longe. Mais especificamente, no encontro da Betty com aquele tal de Noah. E que nome é esse? Será que ele é bonito? Será que ela ama ele? Será que ela ainda me ama? Fui interrompido por barulhos de chave abrindo a porta, indicando que Betty havia chegado. Ela entra pela porta, coloca sua chave na mesinha e retira seus saltos.

- Ai que cansaço - ela diz e se atira no sofá.

- Cansada por que? Foi ruim? - uma pequena faísca de esperança se acendeu dentro de mim.

- Pelo contrário, foi ótimo - ela deu um sorriso bobo. Fiquei morrendo de ciúmes.

- Hum.

- Ele é tão gentil, cavalheiro e lindo - ela falava olhando pro nada.

- Tá bom Betty, já entendi, não precisa contar todos os detalhes - me levantei e fui pra cozinha. Ela veio atrás.

- Desculpa, é que você perguntou, e eu me empolguei. Eu sei que é difícil pra você, mas eu tô feliz, você poderia pelo menos fingir que se importa.

- Você sabe que por mim, nós estariamos juntos, e esse idiota do Noah não estaria no meio da nossa relação.

- A gente não tem uma relação, Jughead, a única coisa que me mantém perto de você, é essa criança. E o Noah não é idiota - ela fala irritada. Mas ela estava estranha, meio... pálida?

Como assim? Então ela tá fazendo isso por obrigação?

- Betty... - fui interrompido por Betty caindo em meus braços - Betty! - ela se apoiou em mim e se levantou.

- Eu tô bem, tô bem...

- Não tá não, vem, eu vou te levar pro hospital.

- Que mané hospital, foi só uma tontura.

- Você tem certeza? - a peguei no colo e a carreguei até o sofá.

- Sim, foi só o estresse.

- Me desculpa, foi culpa minha, eu não devia ter começado essa briga.

- Tudo bem - ela disse apoiando a cabeça nas mãos em cima do joelho.

- Acho melhor você tomar um banho e descansar.

- Também acho - ela se levanta e vai até o quarto.

Depois de tomar banho, ouço alguns barulhos vindos do quarto, acho que ela tá se vestindo. De repente ela sai do quarto com uma calça moletom e uma blusa simples.

- Posso te fazer uma pergunta? - digo enquanto ela se senta no sofá.

- Manda - ela responde.

- O Noah sabe que você tá grávida?

- Não - ela fecha a cara.

- E você vai contar? - perguntei receoso.

- Não sei.

- Por que?

- Você acha que ele vai querer ficar com uma mulher gravida, que em alguns meses vai tá enorme de gorda? Mais do que eu já tô né - ela fala quase chorando. Devem ser os hormônios. Mas do que ela tá falando? Ela não tá gorda, pelo contrário, essa mulher é perfeita.

- Você não tá gorda. Por que você acha isso? O Noah te disse isso? - perguntei fervendo de raiva.

- Não, mas tá na cara. Ele não precisa saber que eu to grávida, pelo menos não por enquanto.

- E quando você pretende contar?

- Não sei, tá Jughead - ela gritou e se levantou - Vê se para de cuidar da minha vida - foi para o quarto e se trancou.

- Betty desculpa, abre pra mim, por favor? - falei através da porta.

- Some daqui Jughead, sai da minha casa - ela respondeu do outro lado da porta.

- Eu não vou sair daqui, Betty.

- Então boa noite pra você.

Pov's Betty

Acordei meio sonolenta e fui ao banheiro. Fiz minha higienes, vesti uma roupa e sai do quarto. Quando abri a porta, Jughead caiu pra trás me assustando.

- Que porra você tá fazendo aqui Jughead? - ele acordou assustado.

- Bom dia, Betty.

- Você dormiu aí? - perguntei incrédula. Confesso que foi fofo.

- Parece que sim né - ele levanta com a mão nas costas - ai, eu tô todo fudido - reclama de dor.

- Então dá próxima vez que eu mandar você ir embora, vai embora - fui até a cozinha e ele me seguiu.

- Por que você tá arrumada? - ele disse pegando uma xícara.

- Por que eu vou ao parque com o Noah - ligueia máquina de café.

- Aff - ele revirou os olhos - de novo esse cara? Ele não cansa não?

- O Noah é um cara legal e me chamou pra dar uma volta.

- Ah que legal - Jug falou entediado. Terminei meu café, peguei minha bolsa.

- Tchau Jughead.

- Tchau gata - respondeu enquanto eu saia.

Fiquei um tempo esperando Noah no parque, quando vejo o mesmo vindo em minha direção.

- Oi linda - ele me deu um beijo na bochecha.

- Oi Noah - passamos um bom tempo conversando e andando pelo parque, até que chegou a hora de ir embora. Noah insistiu em me levar pra casa, então eu deixei. Chegamos na frente do prédio e ele disse que me deixaria na porta.

- Não precisa Noah, você já me quebrou um galho enorme.

- Eu insisto.

- Tudo bem - subimos pelo elevador e paramos na porta de casa. Peguei minha chave na bolsa e abri a porta, me deparando com Jughead sentado no sofá assistindo TV - Jughead? O que você tá fazendo aqui? Você não devia tá na sua casa?

- Oi Betty! - ele se levantou e veio até nós.

- Quem é esse Betty? - Noah perguntou.

- Não é ninguém Noah, ele já tá indo embora.

- Então esse é o Noah? Até que ele não é de se jogar fora. Mas adimite, você estaria melhor comigo - Jug falou.

- Jughead, você bebeu? - perguntei sentindo o cheiro do álcool daqui.

- Só um gole.

- Percebe-se - respondi.

- Betty, ele é seu namorado? O que ele tá fazendo na sua casa? - Noah me enchia de perguntas.

- Você ainda não contou pra ele? - Jughead se intrometeu.

- Me contou o que? - Noah perguntou.

- Nada, não é nada Noah - disse à ele rapidamente - Jughead, cala a boca! - me dirigi ao mesmo.

- Você não vai poder esconder isso dele pra sempre, gata - Jughead não se calou.

- Do que ele tá falando, Betty? - Noah perguntava impaciente.

- A gente pode conversar outra hora, por favor, Noah?

- Não, Betty, deixa que eu conto - Jughead disse.

- Eu já mandei você calar a porra da boca! - respondi.

- A Betty tá grávida - ele falou rapidamente, olhando para Noah.


Notas Finais


Só quero avisar vcs que a fic tá acabando.

TALVEZ eu faça maratona

Não fiquem com raiva do Jug (tá talvez só um pouquinho) mas isso vai ajudar na volta do nosso Bughead.

Bjs❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...