História O meu, o seu, o nosso destino.. -Fillie - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias It: A Coisa, Stranger Things
Personagens Beverly "Bev" Marsh, Billy Hargrove, Chefe Jim Hopper, Dustin Henderson, Edward "Eddie" Kaspbrak, Eleven (Onze), Jonathan Byers, Joyce Byers, Lucas Sinclair, Maxine "Max" Mayfield / "Madmax", Mike Wheeler, Nancy Wheeler, Personagens Originais, Richard "Richie" Tozier, Stanley "Stan" Uris, Steve Harrington, Will Byers, William "Bill" Denbrough
Tags Cadie, Fillie, Joah
Visualizações 52
Palavras 997
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem😍

Capítulo 3 - Capítulo I -Uma garota normal..


Fanfic / Fanfiction O meu, o seu, o nosso destino.. -Fillie - Capítulo 3 - Capítulo I -Uma garota normal..

Eu acordei para mais um dia comum de aula, tomei um banho e fiz minhas higienes, já estava bem vestida, usava um body preto com estampa, um jeans e um ALL estar, pus minhas coisas na mochila vermelha e desci para tomar café.

-Bom dia Millie. -Disse minha mãe, sorri para ela. -Filha precisamos conversar..

-O que aconteceu? -Perguntei preocupada. Deixei minha mochila no sofá e me sentei junto dela.

-Eu ganhei uma promoção para trabalhar no Japão e logo agora que iríamos para Nova York por causa do seu intercâmbio e eu queria saber se não teria problemas em você morar sozinha..-Aquilo me bateu um desespero e felicidade ao mesmo tempo..

-Ma-Mas.. porque?

-Eu sei que você não iria querer morar na Ásia por conta dos estudos e pela vida ser bastante diferente, sei que odiaria ter que sair da sua zona de conforto, quase que não vai para Nova York comigo..

-Tem razão.. -Falei de cabeça baixa

-Millie, você vai fazer dezoito anos, está no último ano da escola e precisa estudar, eu tomei essa decisão pois sei que você não é festeira, não acabará com a casa que comprei, sei que é responsável, mas por favor filha, não perca essa oportunidade de ir para os Estados unidos por mim..-Minha mãe falou triste

-Será que eu.. poderia pensar? Eu tenho que ir se não me atraso, mas fique tranquila, eu não irei prejudicar a senhora. -Falei sorrindo, dei um beijo em sua testa e sai de casa. Entrei no carro e liguei a rádio, Some Kind Of Drugs, eu dei partida no carro e fiquei pensando na proposta da minha mãe, talvez fosse uma boa ideia, afinal eu tenho responsabilidade o suficiente para embarcar na aventura da vida adulta..

Cheguei na escola e fui direto para a sala de aula, no entanto fui interrompida pelo diretor da escola antes mesmo de entrar..

-Sta. Brown? Podemos conversar sobre sua transferência?

-Claro Diretor. -Falei. Entrei na sala dele e notei algo diferente ali..talvez uma decoração a mais ou a menos

-Gostaria de saber se está tudo pronto e quando você irá..-Ele disse ajeitando o paletó

-Irei esse sábado, com isso não virei amanhã por conta de arrumar malas e organizar o que resta, infelizmente.. -Falei.

-Certo. Pode ir. Tenha um bom dia garota, boa viagem..-Ele disse e me retirei de sua sala.


[...]


Depois da aula, minha mãe permitiu que eu fosse no shopping pra comprar algumas coisas, como roupas e até um telefone novo para a viagem.

Eu estava caminhando pelos corredores do shopping em busca de alguma loja que me satisfizesse, infelizmente não achava, as lojas aqui são muito delicadas e não seguem muito o meu estilo de roupas.

Quando já estava pensando em voltar para casa e arrumar minha mala, vi a minha salvação, do lado esquerdo a loja da Apple e do lado direito uma das minhas lojas favoritas -que parecia ter chegado a pouco tempo já que estava meio lotada- GAP, eu amo os estilos daquela loja, minha mãe sempre tráz roupas para mim quando vinha dos EUA.

Liguei para minha mãe pra saber se eu poderia comprar algo além de roupas e um celular novo, ela permitiu que eu comprasse, eu já sabia da resposta, mas não quis arriscar, meu cartão é ilimitado, ganhei ele de presente de dezessete anos do meu pai, mas isso não significava que eu iria extrapolar.

Entrei na loja da Apple e comecei a olhar os telefones e alguns fones, acabei escolhendo um iPhone X plus, umas capinhas e fones. Me retirei da loja indo, em seguida, na loja vizinha.


[...]


Sei que parece que sou uma louca por compras, patricinha e mimada, na verdade me considero uma menina comum de dezoito anos, a única diferença é que meus pais são ricos, eu nem me importo muito, comprei essas coisas mais por necessidade, não sou muito amigável, pelo contrário, sou completamente dura e grossa com as pessoas, estranho né?

Eu só aproveito a sorte que tive. Não estou falando de nascer rica, mas sim de ter sido adotada por essa família incrível, eu originalmente nasci na Inglaterra, mas logo fui posta para adoção, aí os Brown me adotaram e eu vim para Marbella com eles, aí já viu..

Meu pai infelizmente morreu a alguns meses, minha mãe resolveu ir para os Estados unidos para poder estudar, e aí se segue a história.

Eu já  tinha chegado em casa há horas, minha mãe ainda trabalhava, ela era cirurgiã, legal né..?

Eu estava lendo um livro, Agora e para sempre Lara Jean, com certeza você conhece, meu celular estava carregando, minhas malas estavam quase arrumadas, no entanto eu estava começando a gripar, espero que seja passageiro..

Eu irei sozinha, minha mãe não comprou a passagem desde o início, talvez por medo de algo não dar certo.. o avião sai às duas e vinte da manhã de Sábado, dia sete de julho, eu farei uma leve conexão em Madrid, e depois irei para Nova York.

-Millie! Cheguei! -Minha mãe chamou. Deixei meu livro na cama e desci.

-Oi mamãe..-a beijei na testa. -O que vamos jantar?

-Vá se vestir, nós iremos sair com um amigo meu.. -Disse minha mãe e foi para o quarto. Desconfiei um pouco, mas não falei nada, subi de volta ao quarto e tomei um banho.

Eu saí do banho já secando os cabelos, cheguei no meu guarda roupa e peguei a primeira coisa que vi, um vestido preto, vesti. Calcei um tênis branco e uma bolsa branca, passei um liptint nos lábios e pronto.

Quando desci as escadas minha mãe ainda se maquiava.. -Já está pronta? Espere aí, daqui a pouco iremos.. -Ela disse andando de um lado para o outro.

Finalmente ela estava pronta, ela usava um belo vestido vermelho com saltos, cabelos soltos e maquiagem leve, não levava bolsa, ela raramente saía com bolsas.

-Vamos filha, você dirige? -Ela sacudia as chaves, eu amava dirigir, me sentia dona de mim. Assenti e saímos.


Continua ..


Notas Finais


E aí? Sei que foi meio curto, prometo caprichar no próximo 🙃


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...