História O meu professor particular - Capítulo 11


Escrita por: ~

Visualizações 411
Palavras 1.586
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Tarado


Fanfic / Fanfiction O meu professor particular - Capítulo 11 - Tarado

Cada dia estou com vontade mais ainda do Yoongi, ele só fez fazer aquilo comigo que… Pronto… Eu enlouqueci… Ele me atrai tão de um jeito diferente… Há um problema também, o professor Namjoon, querendo segundas intenções comigo… Não sei o que fazer… Jin gosta dele, e ele está atrás de mim tentando algo… E o açúcar está de olho… E sabe da dele… Ai mds… O que faço?

- Tanto tempo que não faço essas coisas que nem sei como é mais beijar - falou Jin com cara de chateado fazendo bico

- Mas você não beijou na festa não? - perguntei

- Não, o cara queria era só se esfregar em mim mesmo

- Nossa

- Por que é que vocês falam de um assunto do nada? - perguntou Hoseok

- Você está sendo tão irritante, Hoseok - falei

- Hum

- Esqueci que tenho que pegar uns livros da biblioteca, já já vai tocar…

- Hm, ta.. - disse Jin

Fui saindo dali e indo a biblioteca, esqueci completamente que vai ter história amanhã, mas vocês se perguntam pra quê ir a biblioteca pegar um livro de história se você tem? onde deixei o meu? Simplesmente… que eu taquei fogo no meu sem querer… Estava com raiva…

Cheguei na biblioteca… Tinha quase ninguém… É o que parecia ser, fui procurando nas prateleiras e peguei um, fiquei vendo. Realmente preciso ser mais estudiosa, sou uma puta de uma preguiçosa… Quando levo um susto com alguém soprando levemente em meu ouvido, acabei derrubando o livro no chão. Aish, olhei para o idiota… Mas que…?

- Você… O que você quer? - perguntei. Jimin, era ele

- Nada… Apenas te vi aqui… Interessante… Você é uma tipo de nerd?

- Não sou nerd - revirei os olhos - … E você o que faz aqui?

- Estava procurando um livro… Um livro interessante... - senti um ar malicioso dele

- … Você é tão estranho, arrogante. Antes ficava na maior ignorância e agora ta assim comigo? Fala sério…

- Cala a boca - o olhei. Não acredito que ele mandou eu calar a boca

Ele me prensa na parede perto, prende os meus pulsos com sua mão deixando pra cima, fui tentar sair mas não conseguia

- Sabe… Eu te acho tão interessante, mas você pode me achar chato, eu não ligo… - ele aproxima para perto do meu rosto e me beija, não foi um beijo de longa duração… Porque eu empurrei ele

- O que você está tentando fazer? Aigoo

- Nunca beijou?

- Claro que já

- Parece que não - aish, ele ta querendo me deixar irritada - Mas eu não quero que você fique irritada comigo…

- Como não?

- Por que eu gosto de você…

- Q-Que..?

- Por isso que sou assim com você…

O sinal toca

- Pensa um pouco… - sorriu e saiu me deixando sem reação ali… Aaaahh quê que acabou de acontecer?


Quando as aulas acabaram eu fui com o Jin, Hoseok foi lá com o Taehyung, contei no que aconteceu pro Jin da biblioteca quando estávamos no caminho indo para casa

(...)

- Consegui fazer! - falei alegre. Mostrei pra ele as contas que eu havia feito, demorei meia hora

- Ainda errado

- Aaahh não aguento mais profe - me deitei na cama. Estávamos em meu quarto, pois, é mais bom do que ficar na sala

- Volta aqui, você vai ter que fazer até conseguir. Quer ficar burra pra sempre?

- Nossa, que jeito você fala para a sua aluna, não sou tão burra assim não. Já cansei de ficar fazendo essas contas, ta parecendo mais a minha vida de tão complicado que ta

- Sua vida é complicada?

- Sim, ela é

- E por que?

- Porque… Porque ela é mesmo

- Hum.. - ele ta sendo tão legal agora…. Vejo ele ficar na cama também, sentado ao meu lado… ESTAVA sendo legal… Me sento na cama e ficamos nos olhando por um tempo. Me aproximo para perto dele, passo minha mão pela sua calça indo ao seu membro coberto. Meu GZUIS, no que ta dando em você S/n? Cê ta virando uma pervertida igual a ele… Mas quem mandou mexer com meu raciocínio - E essa mãozinha onde não deve? - olhou para minha mão

- Escorregou…

- Escorreu foi..? - assenti com a cabeça. Ele coloca sua mão por cima da minha, fazendo com que controlasse a mesma… - Hunm… - já pude sentir a ereção de seu membro. Estou curiosa para ver como é seu pênis… E poder experimentar… PORRA QUE PERVERTIDA, MDS TÔ NA MÁ INFLUÊNCIA

- Eu posso cuidar disso… Se você quiser… - mordi meu lábio inferior de uma forma sexy. Olhei para baixo e fui desabotoando o botão e abrindo o zíper da sua calça, abaixei um pouco dela, e pude ver sua box e o volume que estava dentro o seu membro. Calma S/n… Respira… Você nunca fez isso com alguém antes… Apenas estou passando por uma fase da minha vida em que eu preciso dessas coisas… E que eu tenho vontade de fazer…

- Seus hormônios estão bem agitados, não é? - me olhou

- Estão… - respondi

- Você quer experimentar mesmo? - acenti com a cabeça. Desci para baixo e me agachei ficando em sua frente, quando abaixo um pouco de sua box, seu membro pula para fora bem ereto. Ele era grande e grosso… Já to no inferno, minha vaga já está garantida para lá

Vejo ele olhar com seu olhar malicioso e esperando eu fazer algo. Coloco a minha mão em seu membro, olho para o mesmo, vamos S/n… Faça o que você sabe como naqueles filmes… Comecei a lamber como um pirulito e ficar chupando sua glande rosadinha, isso é bom… Sensação boa…

- H-Hunm… Que boca… - ele inclina sua cabeça ficando de olhos fechados. Depois eu vou chupando mais pra frente indo no vai e vem. Com o resto que eu não dava para chupar eu usava a mão, depois fui um pouquinho mais rápido. Ele volta a me olhar observando - Ah… Vai baby… Chupa todinho… - segurou meu cabelo e tirando os fios que ficavam na frente, e ficou me controlado. Foi um pouco mais fundo chegando até em minha garganta, fazendo com que eu me engasgasse, mas logo fui me acostumando com isso e nem ligando - Você é boa em fazer isso…

Depois de alguns minutos ele finalmente goza, melando um pouco no lado de minha boca e eu fui tomando todo

- Isso… bebe todinho… Como se fosse seu leite - ficou passando sua mão em minha cabeça. Seu gosto é bom… gostoso… Não acredito que eu fiz isso com o profe…

- O que achou, baby?

- Gostei… De fazer isso… - minha mão estava um cansada. Vi que ele estava um pouco suado e com respiração um pouco ofegante também. Depois ele guarda seu pequeno Yoongi. Me sento ao seu lado, ele me puxa mais para perto dele e fala no meu ouvido

- Sabe… Vou te dar cinco pontos extra na nota

Opah aí sim que profe legal, vai me dar cinco pontos extra na nota u.u

- Hum… Gostei…

(...)

Eu me acordei no meio da noite, acho que dormi um pouquinho cedo, e acabei sonhando com o Yoongi.. Ai céus… Tanta coisa acontecendo… Fui ver a hora no meu celular e vi que eram nove horas… Me levantei da cama e fui saindo do quarto… Até eu ouvir uma voz bastante familiar, era… Espera… Professor Namjoon? Mas o que ele faz aqui?

Fui espiar atrás da parede e fui tentar ouvir mais… Agora ouço a voz da minha Omma falando… O que minha Omma faz com ele?

- Muito obrigada, adorei a ideia. Minha filha vai adorar, ela fica muito dentro de casa… - o que…? Franzi o cenho… O que está acontecendo? E o que minha mãe tem com o Namjoon? Espera… Será que é ele… O… Ah não.. Não pode ser

Vou tentar entender isso de uma vez. Desci as escadas e fui chegando

- Omma..?

- Ah oi S/n, acordada essa hora ainda? Essa é a minha filha, S/n, esse é o Namjoon - ele me olhou e depois sorriu. Ele pega na minha mão

- Minha aluna - me cumprimentando. Depois solta

- Então já se conhecem… Que bom. Vai poder falar muito dela como ela é na sua aula, hm? - Omma me olha com um olhar de tipo “Agora vou descobrir de você, mocinha” - Namjoon, quer beber alguma coisa..?

- Sim, água

- Ok. Volto já - foi saindo. Foi aí que começamos a nos encarar… Sem dizer nada… Ele foi abaixando seu olhar em mim, ele está me comendo pelos olhos. Eu estou vestida em uma camisola, eu gosto de vestir com menos roupa na hora de dormir…

Faço o barulho com a garganta chamando atenção dele distraído em minhas coxas

- Então… O que você quer com minha mãe? - arqueei as sobrancelhas

- Nada… Ela apenas me conheceu… Nada demais… Por que? Está com ciúmes? - deu um sorriso de lado

- Que? Eu? Nunca - dei uma risada sarcástica - Tenho nada haver com você. Você é apenas um professor… Tarado - merda. Falei merda. Falei muita merda. Isso não vai prestar

- Vou te mostrar quem é tarado. Você gosta - ficou com um olhar malicioso. Droga. Vou fazer de tudo para que ele não fique mais perto de mim, porque vai dar sempre merda, como por exemplo o Yoongi quase viu…Ou ele viu… E também tem o meu melhor amigo que gosta dele. Vou tentar dá um jeito

- Voltei - sorriu - Aqui está a sua água - deu o copo para ele

- Omma… Eu vou voltar a dormir… Boa noite… - fui subindo

- Boa noite, S/n - falou Namjoon

Aish, vai se fuder



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...