1. Spirit Fanfics >
  2. O misterio >
  3. Capítulo dez

História O misterio - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


desculpe a demora

Capítulo 10 - Capítulo dez


***

Bailey percebeu que Sabina estava calada e cabisbaixa, ele se aproxima dela  

BAILEY: - Sabina, aconteceu alguma coisa? Por que você está assim?

SABI: - O cara que matou a Sina, morreu hoje... Foi assassinado

SOFYA: - O noticiário dizia o porquê do assassinato?

SABI: - Não, eles ainda estão investigando

HINA: - Pelo menos agora, ele não vai fazer mal a mais ninguém

BAILEY: - Verdade

HEYOON: - Você está assim, só por causa disso? ou tem mais alguma coisa?

SABI: - Não estou triste por causa disso é por causa de outra coisa

KRYS: - Por que então você está assim?

SABI: - Vocês lembram do meu ex- padrasto?

TODOS: - SIMMM

SABI: - Então, depois de algum tempo, que ele estava se relacionado com a minha mãe, descobre que ele estava a traindo com outra, tentei descobre quem era a amante, mas, de início não deu em nada, algum tempo depois eu descobre que a amante do meu ex – padrasto, era Sina...

(TODOS ARREGALAM OS OLHOS SURPRESOS)

SABI: - Ela não sabia quem ele era, e muito menos sabia que ele era casado, tentei avisa-la, mas, descobre tarde demais, ele já avia assassinado ela.

SHIV: - Sabi, isso não tem lógica, seu ex – padrasto foi preso quase 1 mês antes, de tudo a conter, como é que ele estaria naquela casa?

SABI: - Na realidade ele fugiu, uma semana depois de ser mandado para a prisão, não foi noticiado porque a polícia manteve as investigações em sigilo.

JOSH: - E por que não nós contou nada?

SABI: - Eu não podia, como eu disse, a polícia quis manter tudo em sigilo, por tanto, eu e minha mãe, fomos proibidas de relatar algo para alguém

HINA: - Não fica triste Sabina (Hina dar um abraço em apertado em Sabina para a consolar)

Depois que eles conseguem deixar Sabina um pouco mais alegre, eles resolvem mudar de assunto.

NOAH: Então, como estar indo o grupo?

Todos ficam calados por um momento, até que Any resolve falar

ANY: - Então Noah, na verdade o Now United não existe mais

NOAH: - Como assim? ...Por que?

BAILEY: - Depois que você sofreu o acidente, nós paramos, não tínhamos cabeça pra cantar e dançar, até os ensaios estão vão ficando difíceis, o Now United não é o Now United sem você cara.

NOAH: - Eu agradeço muito por se preocuparem comigo, mas, vocês não deveriam parado

KRYS: - O grupo já estava desgastado dez da briga entre Sina e Shiv, que terminou na saída das duas, ai depois teve o seu acidente, em fim o que já estava se desgastando terminou de se desgastar, então resolvemos parar com o grupo.

NOAH: - Se a Sina estivesse aqui ela não ia querer que esse grupo tivesse acabado, assim como eu, queria ter acordado e ter a notícia que o grupo sequio em frente.

Quando Noah termina de fala todos abaixam a cabeça e ficam uns minutos em silencio. Logo em seguida, o silencio é quebrado pelo som do celular de Savannah, ela atende. É a sua mãe. Depois Savannah desliga o celular e avisa ao grupo que precisa ir, pois sua mãe avia torcido o tornozelo e estava precisando de ajuda. Savannah se despede de todos e sai da sala.

Quando Savannah está chegando na porta do hospital, ela passa pelo bebedouro, no qual tem uma pessoa, ela não consegue enxergar o rosto, pois a pessoa estar de costa e usando um capuz preto, ao passar perto, ela sente um leve arrepio e a imagem da amiga Sina vem em sua mente.

Embora Savannah, naquela época, só tenha entrado 3 meses depois das aulas terem começado, por que estava morando na Austrália (Seu país natal), ela passou pouco tempo ao lado da amiga (Sina), mas, foi tempo o suficiente para Savannah ver que Sina era uma das melhores amigas que ela poderia ter, e hoje ela sente muito a sua falta.

Ao voltar do mergulho pelas as memorias, Savannah percebe que a pessoa de capuz preto estar lhe observando. Savannah olha para a pessoa, porem ela vira-se rapidamente na direção do bebedouro, Savannah sente um pouco de medo e sai logo da lhe, vai que era um maníaco querendo lhe matar ou algo do tipo. Ao chegar no lado de fora do hospital, se sente um pouco mais aliviada e vai embora, a pé, por que o pneu do seu carro estava furado (Na verdade o carro é dos pais dela, mas, quando precisa, ela também usa).


Notas Finais


espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...