História O mistério da garota da Capa Vermelha. - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Anjos da Noite (Underworld), Arrow, João e Maria: Caçadores de Bruxas
Personagens Amanda Waller, Ben, Donna Smoak, Felicity Smoak, Helena Bertinelli, João, John Diggle, Laurel Lance, Lucian, Malcolm Merlyn, Marcus Corvinus, Maria, Michael Corvin, Moira Queen, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Personagens Originais, Quentin Lance, Raymond "Ray" Palmer (Átomo), Roy Harper (Arsenal), Sara Lance (Canário Branco), Selene, Slade Wilson, Thea Queen, Tommy Merlyn, Viktor, William Corvinus
Tags Bruxaria, Felicity, Horror, Magia, Olicity, Oliver, Reino, Suspense, Terror
Visualizações 111
Palavras 1.498
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá amores! ❤❤
Tudo bem?

Desculpem pelo capítulo curto,mas nas notas finais explico o porquê. 😊

Vou deixa-los ler! ❤❤
Desculpem meus erros e espero que gostem! ❤❤😍

Capítulo 15 - Cap 15- Um convite.


Fanfic / Fanfiction O mistério da garota da Capa Vermelha. - Capítulo 15 - Cap 15- Um convite.

 "Para uma mesma situação,há várias interpretações possíveis de serem feitas"

 

Felicity Smoak:

 As vozes a minha volta são atordoantes,Thea dizia-me algo do qual não presto muita a devida atenção,assim como Roy.

Sentias meu sangue borbulhar como se fosses um caldeirão ,minha audição deverias estar aguçada,pois acredito que conseguias ouvir os batimentos cardíacos dos demais.Helena ainda choravas,e a situação tornou-se revoltante ao meu ver.

-Felicity...-Tomando a direção aposta deles,somente sai a caminhar a colocar a capa,mesmo que minha cunhada gritase para que eu retrocedesse.

Conformes esbaravas nas pessoas,minhas lágrimas deslizavam por minha face,mesmo que contra minha vontade,quem sabes sejas por segura-las por tempo demasiado demais?


Não tenho idéia.


Um estrondo chamas minha atenção,e foligem do ferreiro saltas no ar.Um contrastes com a escuridão da noite,uma música sutil emana de algum local,qual? Não sei dizer--lhes ao certo,todavia,contagiante sigo caminho e conformes aldeões dançam entre as ruas do reino.


Me sentias mais jovem.


Quando minhas irmãs,levavam-me para as festas de nossa aldeia,onde passavamos as noites em volta de uma grande fogueira,quando as coisas em minha vida eram demasiadas mais,simples...

-Felicity!-Sinto Thea segurar-me pelo braço e fazer-me voltar-se a essa.-Ei,acalma-te.-Essa envolve-me em um singelo abraço do qual o recebo de bom grado.-Vamos para um lugar mais reservado,venha.-Saímos a caminhar em meio as multidões,agora,a tomar as ruas do reino.

Sentamos perto de uma das tendas e Thea cruzou as pernas ao faz-lo.Parei segundos a analisa-la,sua pele branca estavas mais iluminada,seus lábios demasiados rosados e seus olhos escuros,mais brilhantes.

-Estas bem Thea?-A questiono enquanto que a caçadora volta-se a mim.

-Sim,mas pelo visto vosmecê não.-Suspiro-Eu sei o que parecesse,e digo ati que se fosses comigo tal situação faria o mesmo que tu.-Essa pega-me minha mão,fazendo assim eu encara-lá.-Mas Felicity Helena és somente...

-Uma amiga,eras como uma prima para eles.-A voz da mulher ecoa ao meu lado,e sinto meus dentes ranger,assim que a encaro.-Helena,Helena Bartinelli.-Estende-me a mão,todavia,não a pego.

-Sim Feli e nunca passou disso.-Thea deu continuidade ao falar da outra.-Fomos criadas juntas.

 

"Mesmo que vossos pais tenham a prometido a meu irmão."  


Estreito meus olhos a ela,Roy em um sussurro a diz o óbvio.

-Droga,mesmo assim Feli!-Thea apressase-Ela és somente uma amiga.

-Sim,Oliver disse-me que vossa pessoa és enamorada dele.-Helena sorri,por mais que eu não o faça.-És um prazer.


"Para mim não és um prazer,não." 

 

Continuo a olha-lá.


"Como tu és Feli,lembre-me de jamais brigar com tua pessoa"


A voz de Roy és risonha e eu seguro-me para não acompanha-lo. 

-Aonde estás Oliver?-A indago de forma rude e essa sinaliza-se com um aceno de cabeça suas costas.-Certo.

Levanto-me e ao passar por essa,não importo-me de nos esbarrar-mos,e somente então escuro Roy rir.Sigo mais uma vez entre o aglomerado de pessoas,alguns cortejam-me conforme passo por esses,todavia,somente sigo e não lhes dou ouvidos.

Sentia-me mais calma,apesar de que aindas sim não confiavas em Helena,essa cheiravas a algo medonho e que de certa forma deixava-me,arrepiada.Devias ser,por certo,a vontade de morde-lá já que o gosto de sangue ainda estavas em minha boca o que deixava-me ainda mais,necessitada.


Precisavas controlar-me.


Respires e inspires,deverias funcionar se não tivesses sido supreendida por outro alguém a envolver minha boca e levar uma de suas mãos a minha cintura,assim,puxando-me para um local mais a sombra.

Por puro instinto me debati,a tentar assim soltar-me,contudo.Mesmo com a pouca luz que ameava sobre nós pude ver seus olhos a cintilar em meio,a um oceano de trevas.

-Estas mais calma?-Odiavas quando Oliver agias a mim,como se eu precisasses acalmar-me.

-Não estou fora de mim,se és o que quer dizer-me.-O respondo de forma rude.-Solte-me!

-Não,pois você sairá andando e eu necessito falar com vosmecê.-Um sorriso imbecil molda sua face.

 -Do que estás a achar graça?-Solto-me desse e levo meus braços enfrente ao peito.  

-De vosmecê.-Ele ri.-Não penses que eu não sei que,pensares em seifar a vida de Helena em frente aquelas escadarias.-Esse balança a cabeça de forma negativa,sobre meu olhar duro e suspiro.-Felicity,Helana és somente uma velha amiga..

-Que tu eras prometido!-Exclamo revoltada.

-Tudo bem.-Esse segura-se para não rir.-Penses comigo,se fosse para acontecer algo entre mim e a Srta.Bartinelli já eras para ter ocorrido,não achas?-Ponderei.-Entretanto,o destino em sua perfeição fizes-te minha pessoa esbarrar em tua.-Conssenti,mesmo ainda estando possessa.


E se ele escolhe-se alguém menos complicada  do que minha pessoa?


-Ela não és uma ameaça,juro a ti.-Esse pega-me pela mão a beijando,e por mais que eu tentasse ficar demasiada irritada com esse,não davas.

-Oliver...Eu amo você.-O olhei sem poder conter as lágrimas.-Meu maior medo é perder você.-Esse puxa-me e eu enterro meu rosto em seu peito,enquanto,que o caçador beijavas meus cabelos.

A apreensão de que algo viesse a nos separar,havias apossado-se de mim desde o sonho pela manhã.Não sabias ao certo o que esse significavas, todavia,rezavas para que ele não concretizasse-se.


Não conseguirias lutar contra eles.


Mesmo que fosse por minha vida,entregaria-me de bandeja a eles,a ele.Jamais havias passado por minha cabeça uma rivalidade entre mim e a dupla de caçadores.Pois se um dia viesses a acontecer,por certo morreria.


Preferias morrer pelas mãos de Oliver do que de Billy.


-Eu amo vosmecê Srta.Smoak,isso jamais mudará.-ergo meus olhos a olhar nos dele.-Sejas por qual motivo for.



Como se esse tivesses acabado de ler minha mente.


Sérias possivel ?  


Um sorriso singelo abre-se em meu rosto,ergo-me para assim ir de encontro a seus lábios,em  um beijo calmo e gentil.Sinto sua mão escorregar por minha cintura,deixando nossos corpos colados e com a outra desliza-a a minha nuca puxando-me mais para si,faço o mesmo contornando seu pescoço com meus braços e assim sendo colocada contra a parede de tijolos maciços do reino.

Nos afasto centímetros,para que assim possamos tomar fôlego.Todavia,continuamos com nossas testas coladas a desfrutar do momento em que compartilhamos,eras bom ouvir seu coração batendo descompassado por mim.

-Respires Oliver,vais terminar por ter um mau subto.-Sorrio a olha-lo.

-Como sabes?

-Posso ouvi-lo.-O Exclareci e esse achas graça.

-O teu bates assim por mim?-Indaga-me,mesmo que com um sorriso luminoso ao canto dos lábios o timbre receoso és evidente em cada palavra proferida por esse.  

Pego uma de suas mãos e a guio até meu peito.

-Tanto quanto o seu.-Murmúrio,mesmo que não precisasses já que nos encontrávamos sozinhos.  

 Sorrimos,como se esses ameassem o sol de nossas almas,plenas e apaixonadas.Entretanto,após dou-me por vencida e termino a rir,assim escoro minha testa em seu ombro tentando controlar-me.

-O que  aconteces-te?-Oliver levou as mãos a meus cabelos loiros,risonho.

-Olhe pra trás.-Aceno e esse tomando meu lado,sem retirar sua mão de minha cintura,depara-se com Thea e Roy a formar um coração com as mãos.

-Não queríamos atrapalhar.-Branda ela.-Mas é tão!Fofo!

-Podíamos fazer um quadro desses?O que achas amor?-Roy voltasse a enamorada.

-Sérias esplêndido!Como...-Ela parou a pensar e eu não conseguias parar de rir com tamanha contagiassão.-Picasso ou Van Gogh!

-Certo,chegas.-Pedi-Estão a idealizar coisas de mais.

-Tudo bem.-Thea sorriu-me.-Temos boas novas.

-Por favor,diga-me que és mesmo.-Oliver puxou-me para si,abraçado-me de modo protetor quando Helena parou ao lado da caçadora.

-O rei,dará um baile daqui a dois dias.-Se põe na conversa.-Os convites foram feitos a mim,mas como somos velhos amigos decidi por convida-los.-Seus olhos encontram os meus,como se tivesses somente dito a mim tal qual.

-E és de Máscaras!-Thea exclama a dar pulinhos.-Por favor,diga que vamos!

-Um baile?-Indago surpresa.

-Sim,és como...-Thea para a olhar-me.-Nunca foste ao um baile antes Feli?

Nego,com vergonha.

-Vosmecês já?-Volto-me a Oliver.

-Sim,fazemos a segurança desses.-Ele volta-de a irmã.-Vamos ir,serás divertido.

-Isso!-Thea abraça-nos.-Temos de escolher nossas roupas,sapatos,máscaras e não pode...-A caçadora desatou a falar enquanto que eramos guiados por ela entre a multidão de camponeses.

Não demorou muito para que chegássemos a uma pequena casa de madeira,essa de Helena que mesmo não fosse de meu agrado nos hospedar-mos nessa.

-Sintam-se em casa.-Brandou assim que abriu a porta a nós.

-Não conte com isso.-Murmurei ao lado do caçador e Oliver riu de forma baixa.

-És tudo muito simples,mas aconchegante.-A morena parou em meio a sala.-Temos aposentos a direita e a esquerda.

-Obrigada.-Thea agradesceu a essa e eu apenas conssenti com uma leve aceno.


Helena Bartinelli não eras uma simples camponesa.


Dessa eu tinhas certeza.


A madrugada chegou sem um aviso prévio de tal,depois de um jantar rodeado de boas risadas ao lado de Thea e Roy.Decidimos por nos recolher.Por mais que fosse uma bruxa,ainda sim meu corpo sentia-se cansado.

Oliver optou por mais uma vez a dormir ao meu lado,o que para mim eras uma dádiva.Assim,não prescisavas preocupar-me com Helena a rodea-lo,como um urubu em busca da caça.

-Não gostas-te mesmo dela.-Disse-me,enquanto deitavamos.

-Não,não peça-me ao contrário,por favor.-Pedi a olha-lo,enquanto que esse acariciava meus cabelos.

-Não pedirias,até mesmo porque és engraçado vê-las em rivalidade.-Achas graça e eu acabo por dar-lhe um mero saquinho no peito.

-És bom saber Sr.Queen,que gosta de me ver brigar por ti.-Fingi ofensa,por mais que estivesse querendo rir.

-Mas é engraçado,não posso mentir para ti.-Defende-se.  

-Tudo bem,mas não gosto dessa.-Suspirei-Não sei,mas sinto que ela está a esconder algo.Só não sei o que.

-Assim como Thea.-Disse-me com amargura.

-Notas-te também algo estranho nela?-O Indaguei.

-Sim,ela não falou nada a ti?

Nego.

-Mas ela nos diria,certamente.-O tranquilizo.-Fiques calmo,se fosse algo de devida importancia certamente ela nos contaria.

-Tens razão,Thea nunca mente para mim.-Sorri ao falar  da irmã caçula.-Agora durmas,prescisa descansar depois desse dia.-Esse beija-me a testa.-Boa noite amor.   

-Boa noite caçador.-Aconchego-me perto desse,mas somente fecho minhas pálpebras.Sono mesmo,esse não tinhas.


Nem querias.


Não estávamos em casa.


Foste bom não pegar ao sono,por cima do ombro de Oliver pude deslumbrar a siulheta de Helena com um machado em mãos parada a porta.


O faro de uma bruxa não erras.       

   

  

  

                     

         

           


   


Notas Finais


#Comente!

O que acharam?
Tem teriorias? Digam-me! 🙏🙏👐
Fico feliz em saber ❤😍

Bem,nessa semana e na próxima os infelizes dos meus professores resolveram fazer quatro provas no mesmo dia 😒😒,isso quer dizer que eu tenho que estudar e fico sem tempo.

Ainda mais porque na última prova de física eu tirei nota baixa e esse é meu último ano na escola.Então,não posso rodar. 😥😥

Desculpem-me,mas devo exclarecer meu sumiço a vocês. 😰

Os demais capítulos serão mais longos prometo! 🙏🙏

Bem,vamos ter mais Olicity preparem-se para esse Baile! 🙈🙈🙈🙊

Deixarem que vosmecês falem por mim! ❤❤😘

Até!
BJÃO! 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...