História O Mistério de HG - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Astoria Greengrass, Blásio Zabini, Draco Malfoy, Gina Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Luna Lovegood, Pansy Parkinson, Personagens Originais, Ronald Weasley, Theodore Nott
Tags Drastoria, Hansy, Harry Potter, O Mistério De Hg, Romance, Romione
Visualizações 44
Palavras 3.839
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom gente aqui está mais um capitulo espero que estejam gostando e bem vindo aos novos leitores.
Gente os vestidos estão nas notas finais ok.
E gente só um pedido, comentem o que tem achado e caso de vocês quiserem que eu foque em um casal sei lá no proximo capitulo ou coisa parecida me digam.
Boa leitura!!

Capítulo 19 - Capítulo 19


Duas Semana depois

-Mione deixe ser chata veste logo essa droga de vestido anda logo. - Gina sai correndo atrás de Hermione que corre mais rápido e se tranca no banheiro.

-Isso não é um vestido é um placa de me olhem, aceita eu não vou vestir essa merda. - ela grita de trás da porta.

-Você sabe que é só eu usar o Alohomora né? - ela pega sua varinha e murmura o feitiço baixo para Hermione não ouvir e empurra a porta com violência fazendo Hermione que estava atrás da mesma cair no chão. - Ui desculpa amiga, mas se você só concorda-se ia ser mais fácil.

-Eu não vou usar isso que merda, é um baile não uma festa no circo. - ela acusa apontando para o vestido nas mãos da ruiva.

-Menos Mione bem menos, esse vestido só é um pouco chamativo mas nada demais, só chama mais atenção do que você ta acostumada. - ela responde sorrindo de forma inocente e recebe um olhar acusador de Hermione. - Mas admita que não é tudo isso que você está dizendo vai, pelo menos isso. 

A morena revira os olhos e levanta do chão indo até Gina e pegando o vestido com violência de suas mãos e indo se trocar, depois de voltar já trocada ela vê um sorriso se abrir nos rosto de Gina.

-Você está lindo eu juro. - ela puxa Hermione para frente do espelho fazendo mesma se olhar.

-Ginny ele já chama atenção no modo como ele é a cor vermelha combina mais com você, fica com ele por favor eu quero quero ir com outro. - ela sorri abrindo o vestindo e o tirando. -Veste ele pra ver como fica.

-Mione foi sua mãe que deu ele pra você... - ela tenta fazer a amiga desistir da ideia de dar a ela o vestido.

-Eu vi que você amou ele e outra é melhor você usa-lo do que ele ficar jogado no armário criando poeira, não concorda? - a ruiva olha ainda indecisa mas por fim solta um gritinho e abraça a amiga e corre para se trocar para ver como ficaria nela.

Quando ela volta já vestida o vestido era familiar com suas curvas, caia direitinho em cada canto do corpo de Gina, ela chega perto do espelho para ver como havia ficado e assim que se olha ela solta um belo sorriso assim como Hermione.

-Você esta linda nele. - ela realça o você.

-Não quer mesmo usar ele? - ela pergunta temerosa, mas a moreno logo nega com a cabeça fazendo ela soltar um suspiro de alívio. - Não vou mentir assim que o vi me apaixonei, ele é lindo.

-Ele é muito extravagante pra mim, mas para você, em você ele é lindo. - ela se corrige.

-Obrigado, mas nos vamos correndo para Hogsmeade ver um vestido para você. - ela diz tirando o vestido e o colocando de volta no cabide e o cobrindo com a capa.

-Gina ainda falta uma semana pra esse baile relaxe ok. - ela se senta em sua cama abrindo um livro para ler.

-A NÃO, exatamente falta apenas uma semana, temos que ir já, e vamos aproveitar que os garotos estão no treino para o jogo que eles vão ter entre ele para ir comprar com Luna e Pans até porque Asty é do time também. -ela puxa Hermione pela mão e a arrasta para fora do quarto enquanto ela reclama.

-Ok ok pode me soltar vamos procura-las.Maldita hora que inventaram esse baile.- ela murmura soltando seu pulso.

FLASHBACK ON

-Ei presta atenção que Dumbledore vai falar alguma coisa Rony. - ela da uma cotovelada chamando atenção do ruivo que comia.

-Ok eu vou olhar só não me bata. - ele vira mal humorado para o diretor que começava a falar.

-Bom alunos, nós professores resolvemos que como o ano já está acabando queríamos fazer algo para fechar o ano de forma mais amigável. Então tomamos a decisão de fazer um Baile de Inverno, daqui um mês fazemos o baile, tempo suficiente para todos se organizarem para ele, agora podem comer. 

FLASHBACK OFF

Depois de procurar pelas duas elas acham Luna na torre de astronomia lendo um livro sobre signos, e depois partiram para achar Pansy, elas desciam as escadas em direção as masmorras com pressa para achar a garota, porem em certo momento elas passam pelo armário de vassouras, e como sabiam que a amigas sempre estava se pegando com alguém logo pensaram ser ela, então elas abriram a porta de fininho com medo de não ser a garota mas era ela que estava lá, porém as garotas se surpreenderam ao ver com quem a sonserina estava.

-Harry? - Hermione olhava a cena confusa enquanto os dois eles se recompunham.

-Safadinhos, em pra nos dizer Pans. - Gina lança um olhar significativo em cima da morena que fecha os olhos desdenhando.

-Estava meio que na cara, vocês que são ignorantes. -Luna diz de forma serena sem ligar pros xingamentos que recebeu de suas amigas.

-Eu vou pro treino, a gente se vê depois. - Harry pega sua vassoura e sai do armário as pressas.

Enquanto as garotas observavam Harry sumir pelos corredores Pansy usou a distração para sair do armário e sair andando, mas logo ela houve passos atrás dela então ela acelera os passos revirando os olhos.

-Não adianta fugir mocinha, mas relaxa que agora nós iremos a Hogsmeade para ver o vestido de Hermione e depois você irá nos contar tudo. - a ruiva pisca para Pansy e a puxa para junto das outras garotas que esperavam no corredor.

-Ok eu também tenho que ver meu vestido mesmo. - Pansy da de ombros e segue a ruiva.

As garotas vão pela passagem secreta da Dedosdemel como sempre fazem e logo chegam a Hogsmeade assim que chegam fecham seus casacos devido ao frio que estava fazendo lá por ser fim de ano, ela vão a algumas lojas de roupas mas não acham nada que lhes agrade, depois de três lojas elas entram em uma das últimas da vila e seus olhos brilham, haviam centenas de estilos de vestidos de diversas cores e tecidos, Hermione vai logo na direção dos de cor clara e Pansy nas escuras. Depois de procurar elas acham alguns que gostam e vão no provador vestir as roupas.

A primeira peça que Hermione escolheu foi um lilás tomara que caia porem ele literalmente queria cair de seu corpo então ela logo descartou, o primeiro de Pansy era preto decotado e aberto nas costas de renda mas algumas partes estavam desfiadas então partiram para o próximo e assim se seguiu por três vestidos até que a vendedora apareceu segurando dois vestidos simplesmente perfeito para ambas e assim que provaram serviu direitinho como se fosse sobre medida.

-Vocês estão simplesmente perfeitas. - Luna as coloca de frente com um espelho.

-Uau, ele é lindo mesmo. - Hermione

-Sim. - Pansy

-GENTE VOCÊS NEM... me chamam... Que lindos meu merlim. - Astoria chega correndo e gritando na loja mas logo se cala ao ver os vestidos, ela faz um biquinho fofo vendo os vestidos das garotas, e logo as outras já rolaram os olhos adivinhando que teriam q escolher o vestido dela também.

-Ai eu juro que se não tivesse já comprado o meu vestido com a Daphne eu ia compra aqui. -ela faz uma carinha triste, mas logo volta ao normal.

-Então são esses que vocês iram levar senhoritas? - a atendente pergunta para Pansy e Hermione.

-Sim. - elas dizem juntas.

Elas tiram o vestido e logo vão paga-los para voltarem a Hogwarts, quando chegaram foram logo para seus quartos para guardar os vestidos e irem logo para o jantar, depois de guarda-los elas foram para o salão principal e quando chegam logo vão para suas mesas e assim que sentam escutam a voz de Dumbledore preencher o salão.

-Como todos já sabem iremos fazer um baile de inverno, porem teremos convidados de outras instituições, de duas para ser mais exato o nome das escolas são a Academia de Magia Beaxbatons e o Instituto Durmstrang, eles chegaram em dois dias e quando chegarem ficaram alojados aqui durante um mês. - com essa revelação o salão se enche de murmúrios dos alunos, mas logo se calam para escutar o diretor. - É só isso mesmo, podem comer,

-Isso vai ser interessante. - Gina sussurra no ouvido de Hermione.

-O que vai ser interessante. - Blásio aparece atrás de Gina lhe dando um susto.

-Meu merlim você saiu de onde? - ela levanta e da um tapa no braço no moreno que massageia a área fazendo cara feia.

-Da minha mãe. - ele brinca mandando uma piscadela para Gina que revira os olhos. - Que linda ela revirando os olhos pra mim, para de show e vem comigo, vamos dar uma fugida daqui vai.

-Eu nem jantei Blás. - ela rodeia seu estomago.

-Ta ta ta, coma e depois me encontre na torre de astronomia. - ele sai andando para fora do salão deixando Gina confusa com oque ele pretendia fazer lá.

-Vão fugir pra torre é? Safadinho vão para um quarto é mais confortável. - Pansy lança um sorriso maroto para Gina se sentando na mesa da Grifinória ao lado de Hermione que já comia.

-A fica quieta, vai pro armário de vassouras com o. - Gina tenta responder mas Pansy tapa sua boca sentando a ruiva na mesa que logo se solta e enche seu prato com purê de batata e bolo de carne.

-Fala baixo caramba, não quero que Hogwarts inteira saiba disso. - ela sai do salão pisando fundo.

Gina e Hermione nem dão atenção para a sonserina e continuam comendo até que Hermione termina de comer e avisa que irá para a biblioteca pega um livro para o dever que o professor Moody havia passado. Gina termina de comer logo depois e sai andando para a torre de astronomia, quando chega lá o lugar estava um verdadeiro breu ela andou chamando por Blásio mas não recebeu resposta, ela foi até a janela que tinha na sala e ficou observando o céu até que escutou um barulho no final da sala.

-Blás? Olha se você está tentando me assustar não vai conseguir ok, sai logo dai. - ela se aproxima mas e quando chega vê que não ninguém ali. - Olha não tem graça ok, sai logo dai. 

Gina sai andando a passos apressados até a porta mais sente seu corpo ser puxado e sua boca tapada por uma mão, enquanto a outra segurava sua cintura. Ela tentava se debater mas não conseguia, até q ela sentiu a boca da pessoa se aproximando de seu ouvido e a essa altura ela já estava temendo quem poderia ser.

-Oi baby, pra quem disse não tinha medo você parece estar prestes a ter um ataque. - Blásio ri soltando Gina que estava com sua respiração desregulada, ela olha para ele com ódio no olhar e vai na direção do garoto tentando bater nele.

-Você é idiota? Eu quase tive um infarto seu babaca, estupido, imbecil, filha da... - ela sente a boca de Blásio tapar a dela a calando, ela tenta resistir mas ele puxa sua cintura a prendendo junto ao seu corpo deixando ela sem saída, então logo a mesma se entrega ao beijo.

Ela agarra o pescoço de Blásio o beijando com intensidade e desejo enquanto ele a guiava para a janela, ele da impulso para ela sentar e ele se encaixa no meio de suas pernas que logo rodeiam sua cintura o puxando para mais perto dela. Ele coloca suas mãos por baixo da blusa de Gina apertando de leve.

O beijo acelerava cada vez mais o ritmo então ele desceu o beijo para o pescoço de Gina, ela inclina a cabeça para trás deixando o espaço livre para ele vagar. Mas logo ela o beija novamente porem desacelerando, dando breves beijos no pescoço no moreno.

-Adoro quando a gente briga. - ele diz com um sorriso bobo no rosto.

-Adoro quando a gente se resolve depois da briga. - ela responde lhe dando um beijo em sua mandíbula. -Mas fala logo porque você me chamou aqui, ou vai me dizer que era só para dar o susto? 

-Eu queria te perguntar se você gostaria de ser meu par no baile de inverno. - ele a puxa da janela abraçando sua cintura. -Então, você quer?

-Eu pensei que a gente já ia junto, mas é claro que eu aceito. - ela sorri o beijando.

Depois do pedido Gina e Blásio ficaram mais uma hora na torre depois da ruiva resolver ir para seu dormitório pois já estava ficando tarde e amanhã seria o jogo da Grifinória contra a Sonserina, ela se despede do moreno e vai para ser dormitório, quando chega lá vê Hermione dormindo de forma serena então faz silêncio para não acorda-la. Ela deita em sua cama fechando os olhos se lembrando de casa segundo que havia passado com Blásio, ela sorri e se vira dormindo.

No dia seguinte Hermione abre os olhos ainda sonolenta e se vira para pegar seu relógio em sua comoda ela vê que acordou mas cedo do que de costume e caminha preguiçosamente até o banheiro para fazer suas higienes, quando sai vê que Gina ainda dormia então ela resolve deixar-la dormir, ela se troca colocando seu uniforme para ir tomar café, ela coloca sua capa devido o frio e sai de seu quarto.

Ela caminha até o grande salão quando sente seu corpo ser agarrado por trás de inicio ela se assusta mas logo relaxa sentindo o cheiro do perfume de um certo sonserino, ela se solta se virando para lhe da um tapa.

-Bom dia pra você também pequena. - ele diz alisando seu braça e mesmo assim rindo.

-Troglodita. - ela murmura mal humorada. - Bom dia Malfoy.

-Credo foi só um sustinho de nada relaxa ai. - ele passa o braço pelo pescoço dela retomando o caminho para o salão.

Quando chegam veem que ainda não tinha muitas pessoas lá, eles se sentam juntos na mesa da Sonserina começando a se servir. Hermione se vira para Draco pedindo para que ele passasse a manteiga para ela e assim ele o faz.

-Obrigado mas o que faz acordado tão cedo? - ela pergunta passando a manteiga em sua torrada e a mordendo.

-Nada eu só acordei e não consegui mais dormir. - ele da de ombros se servindo.

-Estranho em, o que poderia ter tirado o sono de Draco Malfoy. - ela abre um sorriso sacana ao ver a mudança de expressão de Draco mas logo franzi o cenho percebendo que ele havia ficado mais pálido que de costume, mas para quem não o conhece bem não perceberia, o que não era o caso de Hermione que logo arregalou os olhos pegando o pulso de Draco e o puxando para a primeira sala vazia que achou.

-Pode abrir o jogo. - ela se senta esperando ele dizer algo.

-Mione não seja louca ok não tenho anda a te dizer. - ele revira os olhos tetando sair mas Hermione barra sua passagem.

-Serio que não vai nem me contar. - ela olha para ele com um olhar de cortar o coração, seus olhos lacrimejavam e seu queijo tremia como se fosse chorar.

-Ta bom ta bom eu falo, mas não faça essa cara. - ela solta um sorriso vitorioso e volta a se sentar. - Eu te odeio sabia.

-Você me ama fica quieto ai, começa a falar. - ela se endireita na cadeira.

-Olha não é nada demais beleza, eu tive um sonho ruim só isso. - ele diz soltando um longo suspiro de cansaço.

-Que sonho? - ela pergunta de forma curiosa.

-Com aquele homem novamente, só que dessa vez foi mais intenso, mais real, eu não consigo fechar os olhos sem lembrar do rosto desse cara, do rosto de vocês. - ela vê os olhos de Draco lacrimejarem.

Hermione olha ele de forma preocupada e se senta em seu colo rodeando seu pescoço o puxando para um abraço, ela sentem os braços do loiro rodearem sua cintura e ele afundar o rosto em seu estomago como uma criança. Assim que ela o solta ele olhava para o nada, ela levanta a cabeça dele fazendo ele olha para ela.

-Quer me contar do sonho? - ela pergunta de forma mansa fazendo com que ele baixasse o olhar mas logo ele começa a contar o que havia sonhado.

-Bom, é mais ou menos assim, eu estava com você e com o pessoal como sempre até que a gente vai até Hogsmeade escondido como normalmente fazemos, mas na hora de voltarmos encontramos um grupo de comensais, eles atacaram todos deixando apenas eu você e Harry... - ele engole em seco sentindo seu corpo todo arrepiar.

-Acordados? - ela pergunta temendo a sua resposta.

-Vivos. - ela olha para ele sem saber o que dizer. - Me deixe terminar ok.

"Eles depois nos levaram para um lugar que eu não faço ideia de onde era eles aparataram com a gente, assim que chegamos lá eles nos levaram para uma sala que tinha três cadeiras, duas no meio e uma de frente para as duas todas com amarras. Eu fiu colocado na que ficava de frente com as duas, que vocês foram colocados então aquele cara aparaceu, meu pai Mione. Ele pegou a varinha dele e coloco no meu pescoço perguntando como eu conseguia trazer tanta vergonha pra ele então eu cuspi nele, em seguida lançou um crucio em Harry fazendo você gritar depois lançou em mim.

Você gritou para ele parar e logo foi em você que ele lançou e foi quando ele pego uma faca e começou a lhe corta e você gritava e eu não conseguia fazer nada, só podia ver ele torturando vocês dois, então eu acordei."

Draco tinha o olhar vazio seu coração estava acelerado só de lembrar, ele sentiu a mão de Hermione em seu rosto limpando uma lagrima que corria por seu rosto e só então ele percebeu que estava chorando.

-Você sabe que foi só um sonho não sabe, ele não pode chegar perto de você nem de nenhum de nós aqui ok, e se chegar a gente está aqui para lhe proteger, ele teria que me matar para fazer algo com você. - ela o abraça novamente limpando as lagrimas que insistiam em cair de seus olhos agora.

-Não chore pequena, não por ele por favor. - ela acena rapidamente se levantando da cadeira. - Vamos indo temos aula. 

-Tem certeza de que quer ir? - ela pergunta preocupada com Draco.

-Relaxa, depois de tudo que eu já passei na mão dele um pesadelo não vai me fazer perder aula e hoje ainda tem o jogo da Sonserina contra a Grifinória você acha mesmo que eu vou ver sua casa perder. - ele solta uma risada despojada andando em direção a porta.

-Você sabe que não precisa se fazer de forte comigo né? - ela lança um breve sorriso a ele.

-Eu sei, mas não vou permitir que ele me faça mais mal, nem a mim mãe nem você nem ninguém. Ele resolveu virar replica de Voldmort mas não vai me causar medo. - ele pega na mão de Hermione beijando as costas e a puxa para mais perto, ela passa o braço pela cintura do loiro e vão para o salão.

Quatro horas depois

Hermione já estava na arquibancada junto com Luna e Pansy, as três torciam meio para cada time mas sempre tinha aquele sentimento mais forte de competição que as fazia querer que suas casas ganhassem, os jogadores entram no campo de quadribol se posicionando em seus lugares.

-Estamos aqui para mais um jogo entre Sonserina e Grifinória. - Lino grita anunciando o início do jogo. - A Sonserina está com a posse da goles meu merlim que artilheira é essa, ela dribla os balaços dos gêmeos Weasley e joga no aro do meio eee UUU, Rony Weasley defende.

A arquibancada da Griff urra em comemoração, logo mais para frente o jogo já estava cinquenta a sessenta para a Sonserina, mas logo Gina pega o goles e marca mais um ponto empatando o jogo, enquanto Harry e Draco ainda procuravam o Pomo.

Alguns momentos depois só via os vultos dos apanhadores correndo atrás do Pomo até que Harry chegando perto de pegar o pomo ele é acertado por um balaço que foi mandando por Goyle que sorria de forma medonha vendo Harry agora no chão.

-HARRY. - Hermione e Pansy gritam juntas da arquibancada, elas saem correndo indo em direção no garoto que estava desacordado no mão e em volta os jogadores da Grifinória, Pansy se ajoelha ao lado de Harry sacudindo levemente seus ombros para ver se ele estava bem.

-Harry responde por favor. - ela olhava para ele sem saber o que fazer, sentia-se sem chão, ela levanta do lado de Harry sacando a varinha de sua capa e andando até Goyle. - Você tem noção de que ele pode ter se machucado serio seu idiota? 

-Estou pouco me fodendo pro Potter só por que virou amiguinha de um dele não significa que tem que andar até com ele bos... - Pansy estupora Goyle sentindo sua raiva não ir embora ela estava prestes a estupora-lo novamente mas acaba sendo impedida por Hermione.

-Desse jeito você também ira se dar mal, já deu, vamos ajudar a levar Harry na enfermaria. - ela lança um feitiço fazendo o corpo de Harry ficar alguns centímetros do chão, e assim o guiaram para a enfermaria com a permissão do Diretor.

Depois de um tempo Harry não havia acordado mas Pansy e Hermione continuavam lá.

-O Draco falou com você... sobre. - ela da uma breve pausa temendo ele não ter contado.

-Do sonho? Já, ele não merece isso Mione não mesmo, ele pode ser mala as vezes mas é só o jeito dele, depois que o pai dele sumiu depois da morte de Voldmort Draco sempre esteve muito mal pelo pai e pela mãe.

-Eu só não entendo o que aquele sonho quis dizer. - ela diz confusa.

-Não significa nada, Draco já perdeu muita coisa não merece ter que reviver  passado dele. - ela alisa a testa de Harry alinhando os fios da testa.

-Principalmente com o pai, onde já se viu além de maltratar filho e mulher, depois não satisfeito ele quer se torna um novo Lord das Trevas, inacreditável. - ela nega com a cabeça com amargura no olhar.

-Ele logo esquece isso, e o Harry não ta com febre ou coisa do tipo? - Hermione pergunta mas logo vê o garoto tentando abrir os olhos.

-Ele está acordando, tira mão. - assim que ele abre os olhos por definitivo Hermione pula no pescoço no moreno, ela sente Harry afastar o corpo dela do dele com rapidez.

-Me desculpe mas quem é você? 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...