História O Mistério De WestVille - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Trama Policial
Visualizações 3
Palavras 1.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, LGBT, Luta, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 9 - Conversa com os Verlac's


Ava e Sarah desceram a escada movimentada,pessoas  subindo e descendo.

No meio da sala estava uma mulher falando com um dos policiais,Ava reconheceu como o policial que havia ligado pra ela.

Elas se aproximaram.

''[...]então foi isso.'',a mulher disse,ela era baixa e a cor do cabelo dela parecia com o de Ava,só que o dela não tinha mechas pretas como o de Ava.

O policial assentiu escrevendo em um bloco de notas amarelo.

''David,você pode dar licença pra gente.'',Sarah falou,Ava mentalmente fez um 'ahhh',Davis era o nome dele.

O policial,David olhou pra elas e depois de alguns segundos ele assentiu e saiu,deixando a dupla com a mulher desconhecida.

''Você é hum....Kelly Verlac?''

A mulher estreitou os olhos.

''...sim,e vocês são?'',a mulher,Kelly,parecia estar com suspeita.Bem,não podemos culpa-la.

''Sarah Carter e essa é minha parceira Ava Harper.'',Sarah disse se apresentando,quando falaram o nome dela Ava deu um aceno casual.

''Vocês são as investigadoras que pegaram o caso do meu pai.'',Kelly afirmou.

Sarah assentiu esperando que Ava fizesse o mesmo,ela não fez.

Ava levantou a mão.

''Já que entramos nesse assunto de pai,me diz você é um dos filhos que é adotado?'',ela pergunta,Sarah  bufa e coloca a mão  na testa balançando a cabeça negativamente,murmurando um: 'Tinha que ser.'

Kelly parece surpresa com a pergunta,com uma sobrancelha levantada.Mascarando-a rapidamente,ela balança a cabeça negativamente.

''Bem,voltando ao assunto.'',Sarah diz antes de mandar um olhar pra Ava ''Queremos fazer umas perguntas se você permitir.'',ela diz a Kelly.

''Sem nenhum problema.'',Kelly diz.

//////////////////////////////////////

''Então,sua mãe tinha problemas com drogas,bebidas e outras coisas?'',Ava pergunta.As três agora estavam ainda na sala,só que sentadas.

Kelly assenti.

''Sim,ela não usava muito a droga no dia já a noite não posso dizer o mesmo,mas o que ela mais consumia era bebida.O quarto dela é praticamente uma adega.'',Kelly diz.

''E como era a relação dela com seu pai?'',Sarah pergunta desta vez.

''Bem,quando se casaram eles se amavam você poderia dizer,e isso durou uns anos.Até que meu pai assumiu a Verlac Empresa.''

''Humm....'',as  duas investigadoras dizem.

''Mas,então antes de ele assumir a Verlac Empresa,seus pais eram próximos?''

Kelly hesitou em responder.

''Não exatamente,eles eram um pouco distante,quando ele assumiu a empresa isso só piorou.''

''O quanto seu pai era próximos de vocês,seus filhos?''

''Eu diria que era pouco,a gente via ele de manhã,somente de manhã.''

''Você estava ciente que seus pais brigavam diariamente?''

''Isso até o cachorro do vizinho estava ciente.''

''Okay,mas você sabe se tinha alguma agressão nessas brigas?''

''Bem....não.Mas as vezes dava pra ouvir barulhos de gritos,não sei se eram eles discutindo,agredindo um ao outro ou transando.'',Kelly diz honestamente.

A dupla trocou olhares.

''Mas você sabe de alguém que saiba o que acontecia lá?''

''Bem...o meu avô eu acho.''

''Billy Verlac?O cara que tirou Richard Fell da empresa?'',Ava pergunta se lembrando do que Liam havia falado.

''Eu acho que sim,o meu avô nunca falou muito sobre isso.Só que a Verlac Empresa nem sempre foi negócio de família.''

A dupla assentiu.

''Tinha algum momento em que as brigas eram mais intensas?''

''Bem,no ano passado tinha algumas vezes que eram mais intensas.''

''Em que dia da semana?''

''Asa quarta,quando meu pai voltava do terapeuta.''

Ava abriu a boca pra fazer mais perguntas,mas uma voz masculina interrompeu.

''Kelly!O que está dizendo pra essas detetives?Na verdade,elas nem deveriam estar aqui!!'',a dupla se virou pra ver um velho, tinha um cabelo escuro embora algumas partes estavam já grisalhas.''Acho que é hora de vocês duas irem embora.'',ele afirmou rudemente.

''Desculpe-me,mas quem diabos é você?'',Ava perguntou se levantando de queixo erguido.

''Billy Verlac,mas acho que vocês já sabem disso já que eu sou o assunto da conversa.'',ele diz parecendo bravo.

''Olha senhor,só viemos fazer algumas perguntas.'',Sarah disse tentando acalma-lo.

''Sim,suas perguntas hipócritas!É melhor darem o fora daqui antes que eu chame a policia.'',ele diz,as duas franzem a testa.

''Mas...nós somos a policia.'',Ava diz.Billy se cala,pensando em algo pra responder.

''Ahhaam......okay,mas as únicas pessoas estranhas que podem ficar aqui são os policiais que pegaram o caso do meu filho.''

''Nós somos as pessoas que pegaram o caso do seu filho.''

''Quer saber,foda-se.Vão embora antes que estraguem mais o meu auto-estima.'',ele diz antes de sair da sala.

Ava olhou pra Kelly.

''Seu avô é meio estranho.'',bem Kelly não discordou.

                                             O MISTÉRIO DE WESTVILLE

Ava saiu do banheiro da padaria que elas pararam,ainda era de manhã e elas não tinham comido nada.Antes de elas falarem com Kelly Verlac,Alex lhe mandou uma mensagem falando que ia andar pela cidade.Ela sabia que ele ia fazer mais que isso,mas a ressaca dela impediu-a de ir atrás dele.

Ela caminhou até Sarah que estava com uma caneca na mão,Ava viu quando passou que tinha um líquido preto dentro.

''Pensei que odiasse café?'',ela pergunta sentando de frente de Sarah.

''Eu odeio,isso aqui é coca-cola em uma caneca.'',Sarah diz antes de tomar um gole.

''Hum....por que colocaria refrigerante em uma caneca?''

''Bem,eu vi uma criança tomando café e me senti envergonhada.'',Sarah diz corando um pouco.

Ava levantou uma sobrancelha com um sorriso divertido,questionamento silencioso.

''Não me culpe,é difícil saber que você tem 34 anos, é baixa mesmo sem tomar café e uma criança de provavelmente 11 anos que toma café é praticamente da mesma altura que você.'',Sarah diz.

Depois de uns segundos,Ava fala:

''Sabe,as vezes eu seriamente duvido da sua sanidade.''

Sarah ignorou-a e voltou a tomar seu refrigerante.

O celular de Ava apita,o que quer dizer que chegou uma mensagem.

Ela olha,é Liam.

'Daqui 20 minutos na praça perto da sua casa,temos que conversar.' -A mensagem dizia.

Ava se levantou,a padaria que eles estavam pra praça era pelo menos quinze minutos.

''Eu tenho que ir,a tarde vou tentar ver algo sobre o tal terapeuta de Tom Verlac.'',ela diz,Sarah assentiu.

''Okay.'',ela diz,Ava coloca seu casaco ''Manda um oi pro Collins.'',Sarah diz provocativamente.Ava prefere ignora-la,saindo da padaria deixando uma Sarah bem pensativa.

///////////////////////////////////////////////

Em uma mesa de metal,mas como escrivaninha.Estava um computador,canetas,folhas e outras coisas,mas entre elas estava um dispositivo.Igual ao que havia na sala de Liam,o dispositivo apita.

A pessoa misteriosa,com luvas de couro pretas,blusa de moletom preta com um capuz impedindo de ver seu rosto,pega o dispositivo apertando um botão.

As seguintes palavras escritas na tela:

'Próximo alvo......Sarah Carter.'

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
Continuo ou paro?
O que acham que vai acontecer com Sarah?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...