1. Spirit Fanfics >
  2. O mistério do colar >
  3. Capítulo 12

História O mistério do colar - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Esses são os colares de Ayla e Anna

Capítulo 12 - Capítulo 12


Fanfic / Fanfiction O mistério do colar - Capítulo 12 - Capítulo 12

Gabriel se aproxima e faz uma referência a Aurora, apesar de ele também ser um príncipe como ele é uma visita é necessário a referência. Eles se reúnem a mesa para conversar. Saio dali para não incomodar e vou para a biblioteca, mas não para ler, para chorar, talvez eu seja um pouco emocionada, mas esse garoto é o sonho de toda menina, não posso contar para Aurora que eu gosto dele se não ela me chamará de talarica, já tô até vendo os dois se apaixonando e se casando, sendo felizes para sempre igual aos contos de fada.

Fico um tempo ali com a cara escondida entre os livros, escuto passos de alguém entrando, é mamãe.

Camile: por que está chorando minha filha??/ ela se senta ao meu lado e acaricia meus cabelos.

- apenas me emocionei com o trecho de um livro que estava lendo mamãe, nada demais.

Camile: você viu o príncipe que chegou aí? Disseram que é o noivo de Aurora.

- sim, foi um casamento arranjado, Aurora não está de acordo com nada disso.

Camile: você tem conversado bastante com ela né.

- A gente está bem próxima, ela não é uma garota ruim, ela só não não tinha ninguém que a entendesse.

Ficamos um tempo eu e mamãe conversando, estava com saudade de ter um tempinho com ela, sempre que quero conversar ela está ocupada ou cansada demais. A tarde passa rápido, em um piscar de olhos já estava de noite, Gabriel e sua família iriam ficar para dormir aqui, e só iriam no outro dia. Vou preparar o quarto de hóspedes e depois ajudo mamãe a preparar o jantar, a outra empregada que ajudava ela tinha acabado de ser despedida, agora só tem mamãe para preparar tudo na cozinha.

Depois de preparar tudo eu arrumo a mesa de jantar, toda a família real se reúne, Aurora pede para que me sente ao lado dela, fiquei meio receosa de algum deles achar ruim, mas Charlles disse que não havia problemas então me juntei.

A irmã de Gabriel que ainda não sei o nome ficava me encarando, acho que ela também achou estranho duas pessoas se parecerem tanto assim, acho que se andarsemos juntas as pessoas perguntariam se somos gêmeas.

Percebi uma coisa de muito estranha nela, o colar, ela tem um colar extremamente parecido com o meu, a pedra brilhante parece ser a mesma, a diferença é que no meu tem uma lua e no dela tem um sol, que estranho, é muita coincidência.

Terminamos de jantar, Gabriel me pede para o acompanhar até o seu quarto porque ele nunca tinha vindo até o castelo antes. Deixo ele lá e saio, no caminho para meu quarto me esbarro com Henrique que parecia está bem triste.

- desculpa!

Henrique: sem problemas.../ oxi dessa vez ele num me xingou porque.

- aconteceu alguma coisa?pode desabafar, eu só quero ajudar./ por mais chato que ele seja comigo eu não consigo tratar ele da mesma forma, não gosto de ver ninguem triste.

Henrique: porque eu contaria meus problemas logo para você? / ele olha para trás de mim, logo em seguida me dá um beijo. Mas o que está contecendo??? Não sei se devia, mas acabei respondendo.

Depois que nos separamos olho para trás e vejo aquela irmã de Gabriel em choque, agora tá explicado, ele só fez isso porque deve ter algum sentimento por ela e ela não corresponde, fui só usada mesmo, ninguém gosta de mim de verdade.

*Henrique...*

Na hora em que vi Anna parada em minha frente eu por impulso beijei Ayla para fazer ciúmes, não tenho nenhum sentimento por Ayla, depois que vejo a cara dela por ter se tocado que não foi nada por sentimentos me sinto mal em ter a usado, eu não sou esse tipo de pessoa.

Eu sempre tive receio em demonstrar meu amor por alguém depois do trauma que passei com minha melhor amiga que me humilhou na frente de todos. Demorou muito para conseguir demonstrar algo por Anna, quando demonstro ela simplesmente brinca com meus sentimentos e depois tenta agir como se nada tivesse acontecido. Fiz isso só por raiva, depois do acontecido volto para meu quarto, estava com a cabeça a mil, sei que está tarde mas eu não consigo ficar muito tempo preso nesse castelo, só queria sair para espairecer um pouco, pego uma capa preta e visto, saio pela porta dos fundos do castelo e vou pegar meu cavalo, faz tempo que não ando a cavalo. Depois que monto nele olho para aquela floresta escura, talvez eu me arrependa, meus pais nunca deixam eu sair do castelo depois das 19h da noite, eles dizem que é depois desse horário que os seres de outro mundo se reúnem para atacar. Porém eu ignoro esse medo e vou mesmo assim, se aventurar um pouco é bom. Entro na floresta, sinto um arrepio percorrer pelo meu corpo, algo me diz que não devia entrar aqui, mas vou mesmo assim. Começo a lembrar de Anna, aquela menina entrou na minha cabeça de um jeito... voo pelos meus pensamentos, quando me deparo estou no meio da floresta com duas criaturas enormes me olhando, eu realmente não devia ter vindo.


Notas Finais


O que vocês acham que vai acontecer com Henrique? Preferem Ayla com Henrique ou com Gabriel?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...