História O Mistério. (Riverdale) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Personagens Originais
Tags Riverdale
Visualizações 20
Palavras 631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Mutilação, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem a demora!!<3

Espero que gostem!

Capítulo 6 - A Festa


Introdução:

Era para ser só uma festa.

(19:00)

  Já era 19:00 hs até que eu resolvi me arrumar, escovei os dentes, sentei em frente minha penteadeira e comecei minha maquiagem, passei apenas o básico, base, corretivo, blush, delineador, rímel e um batom vinho. Escovei o cabelo e fiz um meio rabo com dois fios soltos no rosto, escolhi um vestido preto apertado em cima e solto em baixo, uma meia calça preta e um salto vinho.

(20:56)

Estava esperando pela Verônica quando ouço um barulho, eu já ia ver o que era quando a Verônica chegou.

- Ei vamos?!

- Sim!

- Ainda vamos passar na casa da Betty. Ok?

- Ok (Dou um sorriso)

O percurso até a casa da Betty foi todo em silêncio, eu estava preocupada com o barulho que ouvi, mais preferi não dizer nada. Chegamos na casa da Betty por volta das 21:10.

- Betty vamos??

- Vamos! Eu to precisando de diverção, só estou com medo de deixar minha mãe sozinha, confesso. (Diz Betty olhando para sua casa)

- Relaxa Betty, hoje é só diverção!! (Diz Verônica animada)

(Rimos)

(21:30)

   Chegamos a um lugar cheio de luzes coloridas e um som bem alto, era uma festa na casa de alguém da escola.

- Todo mundo da escola foi convidado. (Diz Betty)

- É mesmo, Foi a Chery que me pediu para te convidar, apenas aproveite a ocasião. (Diz Verônica)

- Só você mesmo Verônica!

Damos algumas risadas até que resolvemos entrar. O lugar estava cheio, no canto tinha uma mesa cheia de salgados, doces e bebidas.

- Vou pegar uma bebida vocês querem?? (Pergunta Verônica)

- Não obrigada (diz Betty)

- Quero sim (Rs)

- Fiquem sentadas no sofá que eu já volto.

Eu e Betty fomos até o sofá.Enquanto esperávamos ficamos conversando.

- Valerrie você namorava em Nova York??

- Não, geralmente eu tinha alguns rolos

(Rimos)

- E você? Namora com o Jughead?? (completo)

- Sim (RS)

- Eu ainda estou a procura de algo que eu me encaixe. Você e seus amigos estão desvendando algo ainda? Talvez eu possa ajudar.

- Você se interessa nesse tipo de coisa??

- Muito!!

- Talvez você possa ajudar eu e o Jughead no BLUE & GOLD o jornal da escola.

- Eu adoraria!

- Cheguei! (fala Verônica animada)

Ela me entrega a bebida, eu olho para Betty e ela parece preocupada, para tentar descontrai-la chamo ela e Verônica para dançar. Quando estou dançando vejo alguém pela janela, eu não sei porque mais resolvo ir atrás.

- Meninas vou ali fora um pouco.

- Ok (diz Verônica)

Quando chego na porta não consigo ver ninguém vou até os fundos e vejo alguém caído em uma poça de sangue, sem pensar muito dou um grito de despero. Fico parada em choque. Havia uma garota caída em minha frente, chega alguém por trás de mim, um arrepio toma conta de meu corpo, meu coração bate mais rápido, minhas pernas ficam trêmulas e tudo fica preto. Quando acordo estou em um quarto de hospital, de repente alguém abre a porta, ainda zonza tento me levantar, um médico se aproxima.

- Senhorita??

- Hum?!

- fique calma, você precisa descansar está sobe efeito de remédio. Vai ficar um pouco zonza.

Ouço uma voz familiar.

- Ela vai poder voltar para casa hoje??

- Sim mais só por volta das 10:00.

   Em questão de segundos tudo fica silencioso. Acordo novamente assustada com a cena da garota ainda em minha mente, olho para o lado e vejo Rosa segurando minha mão.

- Que bom que está bem!

- Rosa? O que faz aqui?

- Vim te buscar, Verônica me ligou

- Hum então vamos?? Sempre odiei hospitais!

(Rimos )

- Espere o médico!!

Um cara alto moreno entra no quarto, marche em uma prancheta e desliga os aparelhos.

- Hum.... Esta liberada senhorita Morgan. (Ele dá um leve sorriso)

- Ufa! (Digo dando um sorrisinho)

- Doutor e aquela garota o que ouve? Ela ta morta??

- Felizmente não.Ela teve um corte na cabeça, levou uma pancada.

- Nossa!! ( Digo aliviada e espantada)



Notas Finais


Adorei escrever esse capítulo espero que vocês tenham gostado <3

(*˘︶˘*).。.:*♡

Beijos!!!😘💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...