História O Mistério. (Riverdale) - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Personagens Originais
Tags Riverdale
Visualizações 22
Palavras 689
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Mistério, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Mutilação, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um espero que gostem!! 😘

Capítulo 7 - A caixa


Introdução 

O que será?Meu irmão está morto?

  Eu e Rosa fomos em direção ao carro, entramos e começamos a ir.

- Rosa?

- Que foi?

- Não conte nada para a minha mãe nem pro meu pai ok?!

- Valerrie? Me escute,você não pode fazer isso, são seus pais você tem que contar.

- Rosa você não pode contar! Promete??

- Chegamos, vá direito pro banho Val.

- Rosa!!

- Vá depois conversamos!

Saio do carro e vou até a porta entro e subo as escadas e vou até o final do corredor onde fica o escritório (Home-Office) do meu pai.

- Pai??

Ninguém me responde então tento abrir.

(pensamentos)

- Droga ta trancada!! Melhor eu ir no quarto.

Eu estava pronta para bater na porta quando minha mãe aparece.

- Valerrie o que faz aqui??

- Procurando você!

- Para que?

- É que eu ....eu.... queria pedir um... Notebook novo.

- Claro filha! Que cor?

- ......preto

- Ok meu amor (diz ela com desconfiança).

(pensamentos)

- Um Notebook? O que eu vou fazer com o antigo? Que merda! 

(Realidade)

- Obrigada mãe, vou tomar banho

Vou para o banheiro e ligo a banheira, coloco alguns sais de banho e espero. Banheira cheia, pego meu celular e entro na banheira, começo a mexer no instagram acabo desligando o celular e fico relaxando na banheira por um tempo.

(pensamentos)

- Acho que vou usar o antigo Notebook para minhas investigações. Agora vou relaxar estou precisando.

Pego duas rodelas de algodão, molho com água quente e coloco sobre os olhos.

Minutos depois....

O tempo passa e a água esfria saio da banheira e me seco, coloco meu pijama e vou até minha cama, me ajeito e fecho os olhos. Tento dormir mais a cena da garota não saia de minha cabeça. Me levanto e vou até o sótão para procurar meu antigo Notebook, pego algumas caixas e começo a mexer encontro uma caixa com as coisas do meu irmão, deixo a caixa separada para levar para meu quarto, depois de alguns minutos fuçando nas caixas encontro meu notebook. Pego ele e a caixa e levo para baixo, fecho o sótão e vou para meu quarto, tranco a porta e coloco tudo no tapete. Coloco o carregador do notebook na tomada, enquanto espero ligar fico parada olhando para caixa.

- Abro ou não?

Resolvo abrir, tinha um abajur azul (Daqueles de óleo), um urso branco, alguns bonequinhos, blusas e calças e um papel, quando estava prestes a abrir o papel ouço alguém vindo. Rapidamente coloco tudo de baixo da cama o notebook sobre a cama e fico deitada.

(Batidas na porta)

- Ainda acordada Valerrie? (Ouço a Rosa falando baixinho)

- Não consigo pegar no sono.

- Quer que eu fique ai com você?

- Como meu irmão fazia?

- Sim!

- Não. (Digo carinhosamente)

- Ok boa noite! Qualquer coisa me chama.

- Ok Rosa, obrigada (bocejo)

Pego a caixa novamente, coloco o abajur do lado de minha cama, o urso perto de meu travesseiro, pego o papel e coloco na gaveta de minha penteadeira tranco e me deito novamente para tentar dormir. Fico observando o abajur abraçada com o urso, logo sem perceber pego no sono.

(07:00) Sábado

Me levanto e vou até o banheiro, faço um coque, lavo meu rosto e escovo meus dentes. Vou até meu guarda-roupa e pego uma calça jeans preta e uma blusa azul clara, escovei meu cabelo e o deixei solto vou até a sapateira e pego um tênis braco. Pego uma bolsa, coloco a chave da gaveta e meu celular. Saio do meu quarto e o tranco, colocando a chave na bolsa. Desço a escada com presa vou até a cozinha e dou um beijo na testa de Rosa.

- Vou tomar café no Pop's.

- Você volta para o almoço??

- Não! (digo saindo de casa com presa)

No caminho ao Pop's ligo para Verônica.

- Alô?

- Oi Verônica ( falo com a voz cansada)

- Ta correndo é?? (Pergunta Verônica)

- Me encontra no Pop's!! (Digo desligando o celular)

Chego no Pop's e me sento na mesa no fundo, peço um milk shake e fico esperando pela Verônica.

Verônica chega se senta e pede o mesmo. Assim que os pedidos chegam começamos a conversar.

- Tenho que te dizer uma coisa, mais não me ache louca!

- Meu Deus fala logo!!

- Acho que o Victor está vivo.


Notas Finais


Beijinhos!!<3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...