História O misterioso assassino - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias ITZY, Stray Kids
Personagens Bang Chan, Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Ryujin, Yang Jeong-in, Yeji
Tags Assassinato, Assassino, Coréia, Seoul, Violencia
Visualizações 7
Palavras 511
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~Boa leitura~

Capítulo 1 - O primeiro assassinato


Fanfic / Fanfiction O misterioso assassino - Capítulo 1 - O primeiro assassinato

Detetive Bang Chan está sentado em sua cadeira, olhando pela janela da delegacia, quando alguém bate a porta:

Chan: -Pode entrar

Entra em sua sala um policial, por nome Kim Seungmin, chamando o detetive, o mesmo se vira:

Chan: -O que uma menina fofinha faz aqui?

S/n: -Eu não sou tão fofinha quanto pensa detetive. Sou muito mais madura do que pensa.

Policial Seungmin: -Bem detetive, essa é a S/n sua nova ajudante.

Chan: -Ajudante? *Ri*

S/n: -Pare de ser tão criança detetive. *Falo séria* *Seungmin sai da sala*

S/n: -Existe um assassino a solta pelas ruas de Seoul. Temos que procura-lo.

Chan: -Você tem que voltar pra escola isso sim, ainda é muito nova para esse tipo de trabalho. *risadas* 

Me estresso e o empurro, colocando suas costas na parede

Chan: -O bebê tá bravo?

S/n -Isso é sério, para de ser idiota! 

Chan: -É, pelo visto você não brinca com isso mesmo.

S/n -Isso é um trabalho sério, pq eu brincaria?!

Chan: -Crianças geralmente não levam as coisas a sério *risadas*

S/n -Você é tão idiota, que vai ser a primeira vítima

Chan: -Sério é?

S/n -É só uma possibilidade

~Minutos depois~

Minutos depois o telefone toca:

S/n -Delegacia de Seoul, qual a emergência?

Policial Seungmin: -S/n! Vejo que está se dando bem no trabalho. Diz animado. Bem, eu preciso que vcs dois vão a estrada da mata de Seoul às 18:00.

S/n: -Sim senhor *desligo*

Chan: -Quem era?

S/n: -O Policial Seungmin, pediu para que fôssemos a trilha da mata, para investigar, às 18:00.

Chan: -Tudo bem. Quer alguma coisa para comer ou beber?

S/n: -Um milk shake?

Chan: -Okay, já volto *sai*

~Em outra rua~

-Eu WooJin sou um adolescente de 17 anos, estou quase terminando o ensino médio. Estou indo fazer um trabalho, quando alguém me leva para uma rua sem saída.

???: -Bem garotinho, eu preciso que esconda essas coisas aqui, e me devolva hoje às 18:00 na trilha da mata aqui em Seoul 

WooJin: -O-okay. Me entrega duas armas carregadas.

???: -Bom garoto. *Vai embora*

~Quebra de tempo (18:00)~

???: -Ótimo garoto, ainda está aqui hahaha. Pena que vai morrer!

Hyunjin: -Hum hum! *Tira corda da boca* Deixa eu ir embora! *Fala em choros compulsivos*

WooJin: -Cheguei, cheguei descul-- HYUNJIN!!

???: -Garoto ingênuo! *Pega uma arma*

WooJin: -O QUE ELE FEZ PRA VC SEU LOUCO!!?

???: -ELE CONTOU AOS POLICIAIS ONDE EU ESTAVA ESCONDIDO!! Mas agora vou mata-lo.

WooJin: -NÃO! *Agarra o assassino* Mesmo estando agarrado com o assassino, o assassino consegue atirar, e a bala acerta na testa de Hyunjin, que logo morre. *O assistindo solta a arma e corre*

WooJin: -HYUNJIN!! WooJin grita, presenciando o sangue escorrendo pela testa de Hyunjin.

S/n: -PARADO AÍ!! *Falo apontando uma arma ao garoto que estava com as mãos para o alto, em frente ao corpo* -Policial Ryunjin, leve o criminoso ou suspeito a delegacia. Bang Chan e eu ficamos aqui para investigar o corpo ou outras coisas.

Ryunjin: -Okay *entram na viatura e saem*

Desamarramos o corpo da árvore, ele já estava gelado, sua roupa estava suja de sangue.

Chan: -Você enxerga alguma marca digital nessa arma? 

S/n: -Primeiro vamos levar o corpo do garoto ao necrotério, e depois vemos a arma.

Chan: -Okay, então vamos.





Notas Finais


"Eu não fiz nada"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...