História O Monótono Diário de Isaac - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Boyslove, Diário, Romance
Visualizações 111
Palavras 700
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Slash, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - 28.04.18 Sábado (manhã)


Fanfic / Fanfiction O Monótono Diário de Isaac - Capítulo 5 - 28.04.18 Sábado (manhã)


De: [email protected]
Para: [email protected]
Assunto: Desculpe o surto


 

Oi... Não escrevi aqui ontem (ohh, grande observação, Senhor Óbvio).

Eu estou me sentindo idiota por dois motivos: o primeiro é por querer pedir desculpas a um “diário”. É estranho querer me desculpar com uma coisa intangível, mas de alguma forma bizarra tenho realmente a sensação de que alguém está me lendo. Então... Desculpe, amiga. O segundo motivo de eu estar me sentindo um idiota é exatamente por ter me descontrolado anteontem.

É que aquela foi a segunda vez que admiti assim, abertamente, sobre aquilo. Sobre EU SER HOMO (tenho que me acostumar com isso!). Sempre que falo sobre esse assunto lembro da forma como as pessoas agem. Até quem diz apoiar olha de forma diferente pra quem é gay ou lésbica. Como se fôssemos bichos em um zoológico que…

Aiaiai, olha eu voltando com a sensação ruim… Ok, tô respirando fundo…

 

 

… Como sou besta. Tenho que parar com esse receio. Afinal, esse foi um dos principais motivos de eu ter saído dali: tentar ser eu mesmo num lugar novo. Numa casa em que… Ou melhor, numa cidade em que meu pai não possa segurar meu queixo e falar “quando vai deixar crescer barba pra virar homem?”. Isso quando ele não mandava eu largar o computador pra “ir trepar com umas meninas”. Amiga, aquilo era simplesmente o inferno…

É foda.

Tenho uma tia que se separou do marido porque admitiu que estava apaixonada por uma mulher. Ela é cunhada da minha mãe (ou era?), ex-esposa do irmão dela. Essa minha tia lésbica foi linchada por todos os parentes, e olha que ela nem tinha filhos (senão iriam falar merda por causa da criança). Ela apenas foi sincera e se divorciou do cara pra não cometer adultério (a coitada ainda foi justa, olha só!).

Fiquei imaginando o que falariam se fosse comigo... Minha mãe ficava lamentando pelos cantos sobre como está "envergonhada" por causa daquilo. E minha tia lésbica NEM É SANGUE DO SANGUE dela. E se fosse eu?

É sempre nisso que penso.

E se fosse, amiga? Bom, isso (da minha tia) já tem uns meses... Demorou até eu tomar a decisão e arrumar tudo pra mudança, mas é aquilo que te falei: esse foi o principal motivo de eu ter saído daquela casa. Passar o dia inteiro ouvindo do meu pai e de minha mãe aquelas coisas era tóxico. E eu ainda nem comecei a contar tudo o que eu ouvia calado.

Sim, calado, porque eu nunca confirmei nada, nunca contei sobre mim (acho que isso ficou claro no e-mail anterior, quando eu surtei).

 

 

Ah, merda... tô com vontade de chorar…

Olha, de boa... Eu não tô afim de dever explicação para ninguém. Pelo menos, ao me virar sozinho eles não têm como jogar nada na minha cara (como faziam sem cansar). No dia que eu contar (isso SE eu contar) as coisas já vão ser diferentes. Eu acho. Pelo menos não vou ser colocado pra fora de casa, como vejo acontecendo por aí – porque eu comprei a porra da minha própria casa!

Mundo cretino.

Então, no mínimo com você eu não vou mais ter esse receio, ok amiga? Eu, Isaac Rodrigues, sou gay!  SOU GAY MESMO, E DAÍ? Gosto de homem e não tenho que me envergonhar disso!!!

Mas então… Por que eu me sinto tão mal? Como se o mundo estivesse pronto para me apunhalar pelas costas?

… Isso é um porre!

Eu até tenho mais uma coisa pra contar, mas não estou no clima agora. Preciso esfriar a cabeça e tentar começar a viver mais de boa.

Aceitar mais algo que deveria ser tão natural.

Fingir que o mundo não me despreza só porque eu não sigo o padrão da maioria.

Vou vestir minha máscara de “ZakRod” e jogar SC2 a tarde toda… (por favor, não me julgue como minha mãe fazia ao me ver no computador… esse é meu hobby, e você deve ter os seus).

Com isso, vou tentar ficar de boa, porque eu ainda estou me sentindo “contaminado” por aquela energia ruim da casa onde morei.

É difícil deixar os monstros pra trás, né?

Até mais, amiga. Falo com você à noite.


Notas Finais





Site oficial: http://lyanklevian.com

Facebook: http://facebook.com.br/lyanklevian

Instagram: https://www.instagram.com/lyanklevian



💕 Agradeço por sua leitura 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...