História O monstro da minha vida - Capítulo 75


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Amizade, Drama, Faculdade, Kim Namjoon
Visualizações 22
Palavras 1.306
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 75 - Não agora e Flores no chão?


Voltei para dentro e obriguei os mesmo entrarem e bati a porta não me importando se acordasse o resto. Volte para a cozinha e a água já borbulhava então só adicionei água e esperei coar. Os pães já estavam no ponto perfeito, pelo menos para mim e ao tirar Hobi que estava na mesa mexendo no celular assim como Rosé deixa o aparelho de lado e vem ao meu encontro.

-Sabia que conheci esse cheiro- ele fala sorrindo

-Só espero que esteja tão bom quanto ficava- falo soltando da forma

-Com certeza ficaram até melhores- isso me faz sorrir espantando a tristeza que estava antes em mim, pelo menos uma parte.

-Você pode ir acordar os outros? Eu vou arrumar a mesa enquanto isso.

-Claro- ele para na mesa e logo ele e Rosé vão para a sala.

Coloco os pães em uma tigela já que tinha feito duas receitas e começo a levar uma coisa de cada vez, já que não queria arriscar nada. E meus amigos que são folgados foram se sentando sem nem perguntar se queria ajuda e até Namjoon fez isso. Mas no final me sento sem falar nada. Não falávamos nada já que todos estavam com muito frio e sono e não era eu que ia quebrar esse “clima”, mas parecia que alguém queria.

-Então El, qual é a história por trás dos pães? Hope disse que tinha uma.- suspiro

-Eu e minha mãe fazíamos todo domingo de manhã, como hoje, e acordávamos bem cedo e depois íamos para um piquenique, como ela era médica não tinha tempo então os domingos de manhã era o único período de folga- falo e em seguida mordo meu pão que realmente estava bom.

-É realmente uma boa história- Rosé fala e todos concordam com a cabeça, definitivamente estão todos mortos de sono- E o que aconteceu com o appa para ele ligar?

-Ele queria saber porque me cortei naquele dia- falo e logo em seguida tomo um gole do café e sinto todos simplesmente pararem como se refletissem algo e sinto a mão de Nam no meu joelho e o mesmo apertar- Continuem a comer e não se preocupem.

-Mas porque você estava gritando sobre nossa tia?- Hobi me pergunto e levanto uma sobrancelha esperando ele conectar os pontos para descobrir o motivo, pelo menos parte do motivo e ao perceber arregala os olhos- Por que?

-Por que eu diria já que seria taxada de mentirosa de novo?- falo o encarando

-Elide isso já passou!- ele começou a ficar bravo- Você tinha 7 anos, e não sabia das coisas.

-Eu podia ter 7 anos, mas não era idiota- não paramos de nos encarar um segundo

-Gente o que aconteceu?- Jaqueline pergunta e a olho

-Só tome o café- falo mordendo o pão. Éramos amigas naquela época, mas se nem minha família acreditava em mim, eu fiquei com medo de contar e perder a amizade dela, então continuamos a mesma coisa e ela nem sentiu falta dela e nem teria sentido para o mesmo.

-Não! Algo aconteceu e eu quero saber- ela fala brava

-E eu não quero que você saiba, na verdade nenhum de vocês, então me façam o favor de não perguntar.

-Elide, você tinha me criticado por não me preocupar com você, mas agora que me preocupo você não quer me dizer, então você pode ser consistente e de uma vez por todas parar de fazer cu doce e me dizer logo

-Concordo totalmente- Yoongi fala mordendo um pedaço do bolo de chocolate que foi feito ontem.

-Suga, volta a comer e cala a boca.

-Grossa- ele fala e realmente volta a comer quieto

-Mas eles estão certo El- Jimin começa- Já passou uma semana e até agora não sabemos de nada. Nós somos amigos, e de verdade te considero a irmãzinha que nunca tive, então conte com nós para tudo.

-El- Hobi me chama mais calmo com a mão de Tae sobre o ombro- Eu também te considero minha irmãzinha

-Talvez porque eu já sou sua irmãzinha, idiota- falo pegando umas migalhas e jogando nele, fazendo todos rirem tornando o clima automaticamente mais leve.

-Princesa- Nam que antes mantinha sua mão no meu joelho e a subiu para minha coxa- Você pode nos contar. Nós vamos resolver tudo, para isso que uma família de não sangue serve.

-Ei!- Hobi fala- Eu sou do mesmo sangue dela e vou ajudar também.

-Mas irmãos são diferentes, você é legal Hoseok-hyung- Jungkook fala pegando um morango

-Gente vocês são os melhores, e mesmo sendo a alguns minutos eu me arrependo de ter contado para meu appa primeiro que vocês- falo olhando para todos- Mas eu não estou pronta para contar, não de novo e eu prometo que assim que eu me sentir pronta vocês serão os primeiros

-Promete?- Namjoon fala estendendo o mindinho e entrelaço o meu no dele

-Prometo- assim que juntamos nossos dedões ele se aproxima e me dá um selinho- Tá bem ousado.

-Vamos tentar não se pegar enquanto tem gente comendo. Que tal?- Jungkook fala

-Foi só um selinho, e você e Jimin já fizeram bem pior e no meu sofá e estávamos comendo pizza e você que começou a sugar a alma do poder coitado do Jimin- falo inconformada.

-Eu me lembro- Jimin fala sorrindo- Foi realmente bom- ele fala se aproximando do Jungkook para aparentemente a segunda dose.

-Ei!- falo jogando um pão em Jimin que o mesmo para o caminho e me olha- Não se peguem enquanto tem gente comendo- falo imitando a fala de Jungkook

-Aish que chata- Jimin fala pegando o pão e passando manteiga

-Eu não era sua irmãzinha?

-Você é uma irmãzinha chata- Hobi fala

-Verdade-Suga fala- A irmã mais chata que já tive em toda minha vida.

-Aish!- volto a comer.

-Vocês estavam falando de relacionamentos enquanto comemos mas não perceberam Jin e Jaqueline - Ally fala

Olhamos todos para o casal e Jin dava comida na boca de Jaque e depois dava um selinho e depois Jaqueline fazia o contrário.

-Eles estão em um caso especial, ela está grávida e precisa de cuidado- Suga fala e concordamos.

-El, você se importaria de eu perguntar para o appa o que aconteceu com você?- Rosé fala depois de um tempo que estávamos em silêncio

-Bom- começo a pensar- Eu preferiria que eu mesma contasse, mas se vocês insistissem poderiam pedir para ele contar.

-Nós vamos esperar- Tae fala e assim terminamos nosso café.

.

-Pessoal, nós vamos nos mudar na próxima semana- Jaqueline nos dá essa notícia enquanto jogávamos um jogo de tabuleiro e ela e Jin estavam jogados no sofá.

-Sério?- Suga pergunta

-Sim.- percebo a felicidade de ambos.

-Ok- Tae fala e voltamos nossa atenção para o jogo e dessa vez eu iria ganhar do Tae e ele não estava bêbado.

-Vocês são muito idiotas, e eu achando que íamos ter que convencer vocês- Jin fala

-Ela está grávida! Você vai ser pai. Não podemos impedir isso- Jungkook fala o óbvio- Mas e seus passaportes?

-Nós dois temos- Jaqueline fala

-Então perfeito- digo.

-Foi realmente fácil- Jin fala baixinho para Jaqueline e escuto por estar próxima.

.

Quando já tinham ido embora e dessa vez até Tae porque Hobi foi para a casa do mesmo e Rosé disse que não aguentava mais ficar em meio de casais e falou que ia achar alguém para si e que não tinha hora para voltar. Então eu e Namjoon pedimos uma pizza e fomos assistir um filme, ao terminar fui no banheiro e fiz minhas higienes e até lavei o cabelo que estava em uma péssima situação de acordo com Namjoon, e não vou mentir que fiquei com certa raiva mas aceitei.

Ao sair do banheiro me deparo com algo estranho, e definitivamente eu não sabia o que fazer com aquilo.

Flores no chão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...