História O mundo de Emy - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Fantasia, Lgbt, Romance Adolescente
Visualizações 6
Palavras 859
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção Adolescente, LGBT, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Galera, no Cap anterior eu coloquei "guerra como pingente" ao invés de "guitarra como pingente" me perdoa. ;-;

Capítulo 15 - Festa surpresa


 [Narradora >on<]

Emy acorda de madrugada, Umas quatro e meia, e percebe que foi um sonho, o mais estranho é o fato de ter sido no futuro. Emy não consegue tirar Artur da cabeça, ela corre, pega um papel sulfite, e seus amados lápis de cor com sua lapiseira favorita e começa a desenhar. Quando o desenho estava pronto ela viu que estava igual ao sonho. Ela desenhou Cay, ela e Artur como uma foto de família, ela pega um porta-retrato e coloca o desenho dentro. De repente Emy percebe que esse porta retrato estava em cima da penteadeira do sonho. Tudo parecia estranho, até Carlos começar a bater suas "precisas" tampas de panela e gritar.

Carlos: ACORDEM, MEUS FILHOTES DE BIXO-PREGUIÇA!! Ele nos chama assim de vez em quando, esse é um apelido carinhoso da quinta-feira.

RZ: CARLOS, PELO AMOR DOS DEUSES. PARA COM ESSA DESGRAÇA!! (Eles são politeístas.... tem uma explicação pra isso. Mas não vou falar agora.) RZ sai puto do quarto como normalmente fazia antes de Sean  ter acordado.

Emy: que isso, Rezende? Faz tempo que tu não faz isso.

RZ: não sei de onde ele tirou essa mania perturbada, mas ele faz isso a mais de três anos, não suporto mais essa desgraça!

Carlos: Hahaha!  Calma, calma. Tá tudo bem, me perdoa, Carlos abraça RZ e acaricia sua cabeça para acalma-lo  e depois fala na sacanagem. na próxima eu uso busina.

RZ: se fizer isso, eu juro que te quebro um braço! Rezende olha para Carlos ainda puto,  logo seu parceiro entendeu o recado dado, que era sério. Rezende tem facilidade pra quebrar braços. Ele dês de seus oito anos brincava de queda de braço com os rapazes do terceiro ano do ensino médio, e ganhava.

Carlos:  ok, ok, eu paro. Carlos dá um selinho em RZ.

Emanuel acordou logo depois deles,  já tinham trocado de roupa e ele foi se arrumar. Eles foram para a cozinha comer,  eles contaram seus sonhos estranhos que tiveram essa noite.

Carlos:  eu tive um sonho muito estranho e constrangedor.

RZ: o que você sonhou, amor.

Emy: hain.... que fofo.

Carlos: eu estava tendo meu "momento divertido" com você, e percebo que a Emy aparece no quarto, ela era um bebezinho fofo e loiro. E ela olha para nós e diz: papai! 

RZ: pfffff, hahahaha! Que sonho é esse... hahahaha. Incrível! Emy e Carlos também não conteram os risos. Minha vez. Eu estava em casa deitado no sofá, e escuto um barulho vindo do quarto, eu abri a porta e vi dois gatos, um tinha asas e era branquinho bem peludo, o outro era o Cabral. E eles estavam.... fazendo filhotes, no meu quarto. ;-; depois eu acordei com o gato deitado na minha cama minado igual um esfomeado as três da manhã. Eu botei ele pra fora e voltei a dormir.

Emy: o que será que ia dar nas cria desses gatos?

Emanuel: cheguei. Eu dormi enquanto vocês brigavam. Desculpa.

Meu: se tá dormindo muito tarde, Emanuel. A partir de hoje, exceto nos dias em que o Cay dormir aqui, você vai voltar a dormir comigo.

Emanuel: m-mas por que? 

Emy: porque sim! Agora come. Temos que ir para a escola e depois colocar o plano em ação.

Todos: OK 

[Narradora >off<]

[Emy >on <]

Fomos para a escola, chegamos, fizemos o de sempre e fomos para casa, evitamos contato com o Cay. Quando chegamos em casa chamamos o Marlon, limpamos e arrumamos tudo para a festa surpresa.

Quando deu umas quatro horas da tarde, eu liguei para a tia Carla e depois para Cay. 

{Algum tempo depois}

Carlos: eles estão chegando! Todos nos ageitamos para concluir o plano.

Eles entram na casa e nós gritamos: SURPRESA! 

Cay se assustou um pouco pelo fato de a muito tempo não ter uma festa surpresa feita por amigos. 

Todos nós tínhamos um presente pra ele.

[Emy >off<]

[Cay >on<]

Quando entrei na casa, fiquei muito surpreso e feliz. Emy estava usado um vestido Preto, ela não gosta de vestidos, achei fofo. Eles começaram a cantar parabéns para mim e minha mãe estava feliz.

Carlos: ok! Hora dos presentes. Emy, você é a primeira. Ele olha para Emy e a empurra em minha direção.

Ela chegou perto de mim e me deu uma caixinha com um colar que vinha acompanhando de uma guitarra de pingente, Emilly estava vermelhinha... tão fofa! Eu a abracei e dei um beijo em sua testa. Emy estava uma gracinha com aquele vestido, de repente os meninos começaram a gritar:

Meninos: BEIJA, BEIJA, BEIJA. Fiquei nervoso mas logo consegui me recompor, e lhe dei um beijo na boca. Quando pararmos, ela encostou o rosto no meu peitoral, parecia bem nervosa, percebi que Carlos, Rezende, Emanuel e Marlon estavam filmando. Minha mãe estava tirando fotos com a sua câmera de estimação. Aproveitamos a festa ao máximo, quando vimos já era noite e insistiram para que nós ficássemos até amanhã é minha mãe aceitou.

Carlos cedeu seu quarto para minha mãe, eu e Emy ficamos no quarto dela, Emanuel e Marlon dormiram juntos na sala e Rezende e Carlos dormiram no mesmo quarto.

Desse dia em diante eu decidi nunca me separar dela!


;w; acabou!... continua 👉


Notas Finais


Hey, eis aqui minha explicação!
Há muitos anos atrás nesse mundo, as pessoas alegavam ter visto seres divinos sobrevoarem o local, dês de então eles criaram uma religião em que esses seres eram deuses.
Até outra hora. O que acharam desse Cap?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...