História O mundo de nanatsu - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Arthur Pendragon, Ban, Diane, Dreyfus, Elaine, Elizabeth Liones, Escanor, Gelda, Gilthunder, Gowther, Griamor, Guila, Hauser, Helbram, Hendriksen, Jericho, King, Liz, Margaret, Meliodas, Mera, Merlin, Veronica, Vivian, Zaratras, Zeal, Zeldris
Tags Arthur, Baine, Ban, Derriere, Diane, elaine, Elizabeth, Estarossa, Gelda, Hauser, Jericho, Kiane, King, Mael, Meliodas, Melizabeth, Merascylla, Merlin, Merthur, Monspiet, Nerobasta, Sariel, Tamiel, Zelda, Zeldris
Visualizações 120
Palavras 1.649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oh quem volto!
Voltei pessoas, mais já vou indo.
São Extamente 04:07 da madrugada e estou aqui postando pra vocês.
Agora sem mais delongas bora pra fic!

Capítulo 24 - O Beijo


Fanfic / Fanfiction O mundo de nanatsu - Capítulo 24 - O Beijo

- Você?! - As duas gritaram surpresas fazendo todos as olharem assustados. 

- Nem um oi? - Perguntou Hauser na porta acompanhado de Gilthunder que estava com uma cara nada boa. 

- Eu tentei o impedir Elizabeth, mais não adiantou de nada - Gilthunder suspirou cansado. 

- Não se preocupe Gil, acho que ele é esperto o suficiente para dar meia volta e ir embora sozinho - Elizabeth cruzou os braços furiosa pela presença e ousadia do garoto. 

- Eu acabei de chegar e é assim que vocês me recebem? - Hauser tentava olhar por cima das duas tentando avistar Diane.

- Seria bem-vindo se não tivesse feito o que fez - Gelda o olhou com ódio.

- Hauser vamos embora, você sabe que não é bem-vindo aqui e insiste, sabe que seus pais não iriam gostar de saber que deu desculpa para apenas vir aqui - Gilthunder colocou a mão no ombro de Hauser que revirou ou olhos. 

- Gil, não quer dizer que a Elizabeth é sua cunhada que precisa ficar do lado dela, e meus pais não precisam saber que eu estou aqui - Hauser sorriu vitorioso se virando para as duas novamente.

- Não estou do lado dela por ela ser minha cunhada, estou do seu lado porque o que você fez dói realmente deplorável.

- Meninas tudo bem aqui? - Meliodas se aproximou das duas já de cara fechada ao olhar para os dois na porta.

- Sua próxima vítima Elizabeth? Apenas um aviso para você loirinho, ela vai fazer você querer terminar com ela, igual fez com o Mael não é mesmo "Ellie" - Hauser a olhou provocativo. 

- Hauser vá embora daqui antes que eu não responda por mim - Elizabeth fechou os olhos tentando se acalmar internamente.

- Tudo bem, acho que atingi o ponto fraco, irei embora porque quero, não porque você mandou - Hauser se virou se afastando da porta a espera de Gilthunder.

- Me desculpa sério Elizabeth, eu tentei impedir mais não foi possível - Gilthunder se aproximou da mesma a olhando culpado.

- Não se preocupa Gil, e manda um beijo pra Margareth, faz tempo que ela não me liga estou com saudades - Elizabeth o abraçou e o mesmo retribuiu enquanto Meliodas encarava a cena imcomodado e Gelda ria.

- Vou mandar sim, mais ela apenas não te ligou por causa da notícia que queremos dar no próximo jantar - Gilthunder saiu rapidamente junto de Hauser depois do abraço a deixando curiosa. 

- Que filho da mãe, soltou no ar e me deixou curiosa - Elizabeth riu fechando a porta e se virando para Meliodas que ainda estava imcomodado pelo abraço.

- Posso saber quem seriam estes dois Elizabeth? - Meliodas a encarou nos olhos sério.

- Depois te conto, mais porque ficou imcomodado? Ciúmes? - Elizabeth riu do menino que corou um pouco. Mesmo sendo tímida ela não deixa de ser ousada as vezes.

- N-Não eu só queria saber mesmo - Meliodas olhou para o outro lado tentando esconder seu rosto enquanto Gelda ria baixo dos dois.

- Quem eram seres? - Merlin se levantou indo na direção dos três.

- Gil e Hauser - Gelda respondeu suspirando ao se lembrar dos dois. 

- Hauser veio atrás da Diane e deu uma desculpa que estaria com Gilthunder? - Derriere olhou para eles ainda sentada.

- Extamente - Elizabeth suspirou.

- Eu só queria que ele parasse de me seguir, só está atrás de mim por causa do passado - Diane suspirou triste negando com a cabeça.

- O que aconteceu no passado? - King se virou para Diane preocupado e curioso.

- Quando éramos as novatas Diane tinha uma breve queda pelo Hauser - Elaine começou colocando a mão no ombro de sua amiga transmitindo conforto.

- Mais nós éramos apenas mais alguém ali, as excluídas, e Hauser era um dos caras mais populares e adorava pregar peças com os novatos e novatas - Merascylla olhou para Diane que parecia meio triste ao retomar este assunto.

- Ele fingiu gostar da Diane para apenas a humilhar em frente a toda a escola - Gelda olhou para baixo meio triste.

- Ele para a escola inteira o segredo da Diane, que acabou descobrindo por ela ter contado a ele pensando que fosse confiável - Merlin olhou para Elizabeth para que a mesma continuasse.

- Ele gravou a Diane dizendo seu segredo que era... - Elizabeth foi interrompido pela própria Diane que estava segurando as lágrimas.

- A minha mãe se suicidou porque não aguentava ter uma filha tão nova, entao perdi minha mãe com apenas 4 anos de idade.

- Coitada de você Diane - King abraçou Diane de lado deixando a mesma mais confortável.

- Sem clima triste, partiu cinema e eu não quero ver ninguém reclamando de ser filme de terror - Derriere se levantou indo para o lado de Merlin.

- Vocês sabem que eu tenho medo e ainda me levam pra assistir esses filme, depois perdem suas coisas e não sabem pra onde foi - Elizabeth murmurou baixo irritada.

- Falou alguma coisa Elizabeth? - Merlin a olhou com ironia sabendo que a mesma avia reclamado por ter medo.

- Nada não Merlin, imaginação sua - Elizabeth respondeu com medo. 

- Então vamos logo que quanto mais cedo, mais tempo temos para curtir o resto do shopping - Merlin pegou a chave saindo junto a todos e cada um foi do seu jeito ao shopping. 

No cinema do shopping 

- O filme já vai começar, então vamos ja ficando na fila que pegamos os melhores lugares na sala - Derriere ficou na fila esperando já junto dos outros.

- Assim pegamos os lugares onde tornam o filme mais real - Merlin riu de Elizabeth que segurava seu braço assustada já e fez um toca aqui com Derriere.

- Para Merlin! Você sabe que eu tenho medo e fica falando essas coisas - Elizabeth bateu no braço dela como reprovação.

- Mais o ruim é que vamos sentar um pouco separados - Estarossa suspirou triste enquanto estava abraçado de lado com Merascylla.

- Verdade, Elizabeth, Meliodas, Merlin, Arthur e Derriere em cima e nós em baixo - Diane vendo Derriere a olhar surpresa.

- Sério que eu vou ter que ficar de vela?! Poxa pessoal, mancada vocês me colocarem com eles - Derriere cruzou os braços indignada.

- Depois perde um braço e não sabe o porquê - Disse Elizabeth e Merlin juntas.

- Mais irmãs que isso impossível, mais olha que dádiva, vai poder tirar fotos do Merthur e Melizabeth com o celular no modo noturno, você não estava querendo testar ele? - Merascylla olhou para a amiga e a mesma sorriu.

- Verdade, essa será a minha chance de provar que os shipps são reais, e que o modo noturno funciona - Derriere pegou o celular do bolso vitoriosa.

- Por favor guardar os celulares na hora do filme - O homem que trabalhava ali pediu ao ver Derriere com o celular na mão.

- Só estava desligando moço - Derriere fingiu desligar o celular e o homem assentiu saindo de perto - Mais não quer dizer que não irei ligar com a iluminação baixa.

- Vamos entrando o filme logo irá começar - O mesmo homem disse abrindo a porta da sala do cinema.

- Vê se vocês não ficam jogando pipoca nas nossas cabeça dessa vez! - Estarossa entrou na sala se sentando na fileira da frente dos cinco.

- Não se preocupa é terror, a Ellie vai ficar se escondendo com medo e a Merlin vai estar rindo da cara dos atores - Derriere se sentou ao lado de Arthur.

- Espero - Merascylla se sentou ao lado de Estarossa junto dos outros que sentaram ao seu lado e ao lado dele.

- Cala boca, o filme vai começar - Merlin sussurrou jogando uma pipoca na cabeça de Merascylla e a mesma a olhou mortal enquanto ela ria.

- Tudo bem Elizabeth? - Meliodas olhou par a menina que já estava tremendo na cadeira.

- Liga não Meliodas ela é assim, mau começa o filme e já está tremendo de medo - Merlin disse prestando atenção no filme.

- Não se preocupa, se ficar com medo é só apertar minha mão ok? - Meliodas segurou a mão da menina fazendo a mesma corar.

- Ok - Elizabeth continuo assistindo só que agora mais segura. 

Alguns minutos de filme depois

- Aaaaaahh! - Elizabeth gritou segurando forte o braço de Meliodas e escondendo o rosto no mesmo.

- Não se preocupa Ellie, eu estou aqui nada vai acontecer é só um filme - Meliodas a olhou tirando sua franja novamente de seu olho.

- Eu sei, mais ainda assim dá medo - Elizabeth levantou um pouco o olhar percebendo que Meliodas estava mais perto da mesma e a encarava encantado - O que foi? 

- Nada, só que seus olhos estão mais lindos que naquele dia - Meliodas a olhou no fundo dos olhos intensamente.

- O-Obrigada - Elizabeth sorriu envergonhada abaixando a cabeça para esconder que estava corada.

- Eu estou com vontade de fazer um negócio, mais não sei se você iria gostar - Meliodas levantou a cabeça de Elizabeth com a mão em sua bochecha a alisando carinhosamente.

- Dependendo do que for, talvez eu goste - Elizabeth o olhou intensamente ainda um pouco corada.

- Então isso foi um sim? - Meliodas a olhou curioso.

- Foi - Elizabeth o olhou com carinho percebendo que o garoto se aproximava lentamente da mesma.

- Que bom - Meliodas a beijou lentamente e a mesma retribuiu com a mesma intensidade, e assim ficaram por apenas 1 minuto por terem que parar pela falta de ar.

- Acho que gostei - Elizabeth sorriu meio tímida olhando apaixonada para Meliodas.

- Tirou as palavras da minha boca, agora que tal voltar a assistir o filme? - Meliodas segurou a mão da menina carinhosamente.

- Pode ser, acho que perdi um pouco o medo - Elizabeth encostou sua cabeça no ombro do garoto voltando os dois a assistir o filme.

- E essa vai pro grupo - Derriere sussurrou depois de ter tirado uma foto do casal. 

Continua.......... 


Notas Finais


Espero que tenham gosta.
Já quero ver as teorias e comentários de vocês, respondo sempre.
Eu queria agradecer os 109 favoritos, vocês são demais. Amo muito vocês.
Até a próxima, bye😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...