História O mundo é meu! - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Vocaloid
Personagens Akita Neru, Gakupo Kamui, Gumi Megpoid, Haku Yowane, IA, Kaiko, Kaito, Kasane Teto, Len Kagamine, Meiko, Miku Hatsune, Oliver, Rin Kagamine
Tags Comedia, Lyssah--, Miku X Len, Romance
Visualizações 24
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


As palavras em Itálico, terão que ser lidas com atenção.

Boa leitura.

Capítulo 5 - A vingança precisa de um atraso.


P.O.V Miku Hatsune

Eu fui passar um tempo em um local mais afastado dali, o Mikuo provavelmente ainda está em mente de que uma parte daquilo tudo ocorreu parte dele, mas está completamente errado. Eu, Miku Hatsune, declaro guerra contra o Len Kagamine, o cara mais idiota e babaca que conheci até agora. Irei aproveitar este tempo sozinha para pensar em uma vingança um pouco melhor antes da que tinha pensado com a Gumi...

- Buh! - Apareceu um garoto com um tapa-olho atrás de mim, me dando um grande susto - o que faz aí, garota? 

Espera... Já vi esse garoto na minha escola antes, o que será que ele quer?

- Não te interessa. Afinal, quem é você? 

- Também não lhe interessa. Você pode me chamar de Dollynho, sei que já me viu na escola, princesa Hatsune que quer tudo para si... - Se aproximando, me deu um tapinha nas costas

- Dollynho... Que idiota! Como me viu aqui? 

- Sou um amigo do Len Kagamine, e vim aqui dar um pequeno aviso para você: Ele ainda tem planos futuros, se continuar com esse teu jeito malvado com ele, vai haver mais coisas piores. Foi apenas o começo...

Depois de sua fala, o Dollynho sumiu em plena fumaça! Que caralhos é isso? Não estamos em um filme de Ação.

- Ainda não me deu medo... - sussurrei, e andei em direção ao Mikuo que estava um pouco longe de mim.

Eu disse que queria voltar para casa e que ele esquecesse este assunto de vez, já que é um problema totalmente meu. Quando chegamos em casa, troquei de roupa e vesti um pijama pois achava bem mais confortável, peguei o celular e mandei uma mensagem para a Gumi digitando "A vingança precisa de um atraso..." 

Quando deu as 21:00 da noite, decidi refletir sobre a vida e continuar com os meus pensamentos... Acho que no fundo, eu mesma me senti traída com o que aconteceu, e uma leve tristeza e desconfiança surgiu dentro de mim. Acho que errei ao ter pensado que o Kagamine poderia fazer o que eu quero, mas sinceramente, tem coisas neles de que não consigo entender...

Fui para o meu quarto novamente e deitei em minha cama, logo indo dormir.

~Quebra de Tempo~

Já era de manhã, eu não estava com vontade de ir para o colégio hoje pois eu iria ver aquele rosto encapetado do Len; Parece que toda vez que acordo, ataca uma pequena TPM em mim...

Fui escovar os dentes e tomei um banho, me observei no espelho e vi os meus peitos de tábua.. Será que nunca vão crescer? Eis a questão de tudo, sei que os garotos irão me achar um pouco atraente se eles crescerem como os das outras garotas, me impressiono de como o mundo pode se virar contra ás pessoas que buscam algo sem tanta esperança. Talvez seja a lei da realidade, que poucos perceberam.

Depois de tanto pensar, decidi fazer um novo visual... Sem as minhas marias-chiquinhas e talvez um batom vermelho leve, com as minhas bochechas rosadas e um sutiã de pouco enchimento.

Fui olhar se a Gumi tinha respondido a minha mensagem ou visto: Ela respondeu um "Você é quem manda", acho que é por isso que adoro ela, pois reconhece a minha liderança em momentos precisos, além de ter um bom coração e ter me ajudado quando eu mais precisava, quando éramos mais novas... 

É engraçado que, quando tudo está mal, eu penso no Kagamine... Talvez seja as lembranças das desgraças que ele faz a mim, ou apenas não entendo a mim mesma, como as Flores-de-Cerejeiras... Elas conseguem ser lindas nos momentos mais difíceis.

P.O.V Len Kagamine, 07:39 da manhã.

Eu não estava tão disposto para ir ao Colégio, iria ter que aturar a Hatsune me puxando pelos cabelos e chutando o meio das minhas pernas... Afinal, é a única cena que eu consigo imaginar entre eu e ela.

Já estava atrasado, fui correndo em direção ao local, e cada passo que eu dava imaginava o Kaito e o Oliver me xingando por eu ter chegado um tempo antes que eles, mesmo eu estando acostumado com esses dois idiotas que conheci há tempos. Quando cheguei lá, abri a porta da sala-de-aula rudemente, suando e olhando em volta.

- Len Kagamine, está atrasado. Sente-se em seu devido lugar e assista á aula. 

Obedeci e sentei em minha carteira, vi os olhares mortíferos de Kaito e Oliver a mim, eu conheço esses dois mais do que qualquer um nessa vida.

Tomei cuidado e fui ver se mais uma certa pessoa me olhava daquele jeito... E não, a Hatsune tinha faltado á aula, mas a sua amiga ainda estava lá, e percebi que ela estava mexendo escondido no telefone. Eu fui o único que notei isso?

A aula era de Inglês, e era notável um clima estranho dentro da sala, acho que a Hatsune nunca faltou nenhuma aula nesse ano, mas sei que não me importo. Me sinto salvado por um curto tempo.

~Quebra de Tempo~

Deu a hora do intervalo, esperei todos saírem para checar algumas coisas dentro do celular em um site, ás vezes gosto de ficar sozinho por aqui para--

Rapidamente senti alguém me puxar por trás pela camisa e nos fazer entrar em um armário que logo foi fechado, era bem apertado, e eu tinha deixado meu celular cair fora do armário.

- Q-Que porra... - resmungo baixo e olho quem estava na minha frente.

Era a... Meiko?! Não percebi que ela estava aqui! Seu dedo indicador estava entre seus lábios pedindo silêncio, e me senti levemente corado.

- Eu quero te pedir algo importante... Ninguém poderá saber, ouviu? Nem mesmo a Hatsune, bom, eu espero que você tente não contar ou ser descoberto, aproveitei esta chance porque ela não está aqui...

Seus grandes peitos estavam se esfregando em mim, sua respiração estava pesada e senti que ela estava me encarando... Realmente, ela é bem bonita de perto. 

- O-O que você q-quer? - Perguntei, quase corando ao máximo ao ver o estado da Meiko.

A Meiko deixou seus braços em volta do meu pescoço, aproximando seus lábios do meu ouvido.

 

 

 


Notas Finais


Sei que demorei, mas aí está <3

Querem saber o que vai acontecer? Já criaram teorias? ASHAUSHUA

Eu pretendo que a FanFic acabe lá para os capítulos 14 á 20, pois do jeito que estou os capítulos vão sair bem tarde...

E se tu, leitor, percebeu que fiz com que os sentimentos da Miku se expressassem depois do ocorrido, é verídico :)

Procuro alguém para fazer a capa permanente da história, se quiser, poderá mandar uma MP. Desde já agradeço s2

Obs: O shipp ainda vai acontecer.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...