1. Spirit Fanfics >
  2. O Mundo Por Dois Olhares >
  3. A Flor Do Desespero Desabrocha

História O Mundo Por Dois Olhares - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - A Flor Do Desespero Desabrocha


Fanfic / Fanfiction O Mundo Por Dois Olhares - Capítulo 2 - A Flor Do Desespero Desabrocha

Está escuro, nada se ouve... Apenas um barulho de algo se abrindo, uma flor, quem a olha se afoga em desespero...

—ACORDA! -Uma  figura materna pode ser vista, mas seu rosto se encontra rabiscado...
A flor começa a se desabrochar lentamente...  Nada se ouve, nada se entende, todos não passam de nada nessa escuridão, apenas essa flor...

Mas quem está a ouvir essa flor?...

Você vai chegar atrasado, vamos se apresse, seu pai não poderá ir lhe buscar hoje, eu sei que você ainda é novo, mas tente vir para casa sozinho hoje, você sabe o caminho certo? -A escuridão sai por um momento e pode se ver um criança, seus cabelos estão caídos sobre o seus olhos, sua expressão é de solitário... Ele balança a cabeça, afirmando a pergunta da mãe...

Que bom, então vamos Ryuu. 

Dentro do carro, a criança cuja o nome é Ryuu, assiste o mundo, pessoas caminhando, pessoas conversando... Mas algo está errado, ele avista uma figura estranha, por um momento parece que estava o observando, Ryuu caiu para trás no banco do carro.

O que houve,Ryuu? Você está bem? Eu disse para você apertar o cinto de segurança, sente-se e se comporte...

Ryuu balança a cabeça, afirmando que havia entendido, mas a imagem dessa figura estranha não sai de sua cabeça...

A flor do desespero se encontra no seu desabrochar...

Ao chegarem na escola, Ryuu desce do carro, ele dá um sorriso a sua mãe, ela devolve um sorriso a ele... Ao entrar pela porta principal,dois garotos, que aparentam ter 17 anos olham para Ryuu, ele percebe os olhares mas começa a andar rápido de cabeça baixa...

A flor do desespero está quase a se desabrochar...

Os garotos começam a perseguir Ryuu, então ao perceber isso, ele começa a correr, mas os garotos são rápidos... Ryuu começa a correr por todos os corredores da escola, até que dá de cara em um corredor escuro e sem saida... Ao se virar ele avista os garotos a caminharem lentamente até sua direção...

Ora Ora... Parece que não é tão rápido o suficiente... -Um dos garotos puxa um estilete, Ryuu começa a ficar mais assustado ainda...

P-Por favor , me deixem em p-paz, eu imploro... -Ryuu se encontra sozinho, assustado, e com dois garotos quase o perfurando... Ele sabe que ali será seu fim... e apenas aceita... 

Vamos acaba logo com esse mole... 

Sangue...Muito Sangue... Espirra na cara de Ryuu, ele está sem entender nada...

MAS QUE PORRA É ES...

O outro garoto cai no chão com seus órgãos internos caídos no chão, uma poça de sangue começa a se formar no local... Ryuu apenas se levanta e caminha, com suas roupas cheias de sangue até o banheiro, que felizmente não havia ninguém... Ele começa a limpar suas roupas, elas estavam machadas de sangue, mas dificilmente alguém ia perceber que era sangue... 

Ele volta até sua sala... 

Ryuu! achávamos que não ia se juntar a nós hoje, vamos entre e sente-se no seu lugar...

Ryuu ainda está sem entender nada... Ele apenas olha seu professor dar aula... 

 

Hora 21:00-  Ryuu, sai de sua escola... ele lembra que tem que voltar para sua casa sozinho... mesmo estando escuro, ele caminha, em sua cabeça, começa a vir pensamentos do que houve naquele momento na escola...

Hora 21:39- Ryuu se encontra na frente de sua casa... Ele para em frente do portão de entrada... mas algo está errado as luzes estão apagadas... mas sua mãe e seu pai deveriam estar em casa... mesmo ele sendo um garoto de 7 anos, ele sabe disso...

Ele abre a porta de casa, mas antes de entrar ele respira fundo... 

Cheg... AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!

Seus pais estavam lá... mas não vivos... Ryuu cai de joelhos no chão... 

M-mãe? P-pai? O que está acontecendo?!?! 

O local todo estava coberto de sangue... Ryuu caminha pela casa até o seu quarto... ele está chorando muito... até que escorrega em uma poça de sangue... ele fica coberto de sangue da cabeça até os pés...

Ryuu-chan? Posso entrar? 

Ryuu escuta a voz de sua vizinha... No momento que Ryuu ia correr para trancar a porta da frente... Era tarde sua vizinha já estava dentro da casa...

AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Ryuu está olhando sua vizinha... ele estava coberto de sangue... 

RYUU-CHAN! O QUE HOUVE AQUI! CONTE-ME, CONTE-ME!!!!

O rosto de Ryuu está sem expressão... Dando a entender que foi ele que havia feito aquilo...

O MEU DEUS! COMO VOCÊ PÔDE TER FEITO ISSO!!! SEUS PRÓPRIOS PAIS!!! VOU LIGAR PARA A POLICIA!!!

Ryuu estava com medo e assustado... mas seu rosto não demonstrava isso... 

Policia de #@#@&!&@&@& qual a emergência? 

—Aló eu queria fazer uma den......................................................

—Aló senhora???!!

A cabeça da mulher havia sido cortada.......... Ryuu olha assustado sem entender como aquilo havia acontecido... Em suas mão está uma faca grande coberta de sangue... Ele não entende como aquilo foi parar na mão dele... A policia havia rastreado o número e encontrou a casa em que Ryuu estava... 

SAÍA IMEDIATAMENTE, COM AS MÃOS NA CABEÇA!!!!

 

A FLOR DO DESESPERO SE DESABROCHA...

 

-CONTINUA-

 

 

 


Notas Finais


Então aqui estou eu haha, essa ideia de criação está na minha cabeça a dois anos... Me baseei em muitos animes, livros e mangás, e um que me fez colocar o inicio dessa historia foi AKU NO HANA... Caso você consiga ler e escutar algo sugiro que leia esta história com a trilha sonora de Aku no hana e tente imaginar a cena haha... Enfim isso é tudo por enquanto até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...