História O Mundo Sterek - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Teen Wolf
Tags Acrescento Mais Depois, Sterek, Steter
Visualizações 258
Palavras 1.994
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Perdoem-me pela demora.
E quero agradecer a todos pelos favoritos, visualizações, comentários (love_good REI ❤, tgwar ❤, kamisantos❤, Shyrlley❤, vampieress❤, Anninha_Machado❤, Kally_Hale❤) OBRIGADO, PELO APOIO.

Capítulo 4 - Dia complicado


Fanfic / Fanfiction O Mundo Sterek - Capítulo 4 - Dia complicado

DEREK

Eu estava andando pela floresta indo para a casa do Stiles (não preciso falar porque), e no caminho eu escuto umas palavras horrendas, vou o mais rapido que posso em direção e vejo um homem em cima de um garoto. Quem é aquele garoto? (Stiles?!!). Não acredito que era ele mesmo.

_ PARE - grito para o homem.

Ele acho que não tivesse sido eu, então quando ele e a estuprar o Stiles. Não  me segurei e ....

Quando vi ja tinha me transformado em lobo e estraçalhado ele todo.

Quando me destransformei, estava nu. Não me importei muito, so peguei Stiles no colo e levei para a estrada.

Voltei e vesti minhas roupas bem rapido.

Peguei ele no colo novamente e levei para o loft (minha casa) pois era mais perto dali.

-------------------------------//-------------------------------

STILES

Acordo no dia seguinte e não sei onde estou.

Levanto e saio andando ate a porta, ate que eu percebi onde eu estava. Na casa do Derek. Mais como?

_ E esse deve ser o quarto dele. - disse Stiles surpreso pois nunca esteve nessa parte da casa.

Então fui ao banheiro para fazer minha higiene matinal.

Ate que .... Eu vi o corte no seu rosto. E lembro do pessimo dia que tive anteriormente.

Cansado e triste em pensar nisso, sai do quarto e fui em direção a escada, fui andando divagar até que cheguei na sala.

Encontrei Peter, meio sentado, meio deitado no sofá, lendo um jornal.

Peter percebendo que eu estava ali presente, fechou o jornal e disse:

_ Bom dia, bela adormecida. - disse Peter sorrindo irónico. - _ Esta com fome? - perguntou calmo e animado.

Não disse nada, apenas afirmei com a cabeça que "SIM".



Peter então levantou e foi em direção a cozinha, fazer algo para Stiles comer.

Preparou ovos mexidos, um suco de laranja e bolo de chocolate (que ja estava pronto). Colocou tudo em cima da mesa e sentou-se na cadeira.

Stiles comendo seu lanche, nem percebeu que Peter o observava.

Quando um pensamento começou a rodar em sua cabeça, ele resolveu perguntar:

_ Posso lhe perguntar uma coisa - perguntou Stiles para Peter de uma forma "agitada".

Peter achando interessante o jeito que Stiles comia e degustava seu lanche, nem percebeu quando ele tinha feito uma pergunta.

_ Desculpa o que disse - falou Peter de uma forma séria.

Stiles ja nervoso perguntou novamente:

_ Posso te fazer uma pergunta? - disse Stiles de uma forma seca e fria para Peter.

_ Ja não fez? - Peter querendo quebrar o gelo, brincou com Stiles. - Perdão, faça - disse Peter ao perceber que Stiles não  achou graça.

_ Você conhece algum lobo que se transforme por completo?. Com os olhos...

_ Assim? - disse Peter ascendendo os olhos em uma pigmentação perfeita, um azul vivo e pouco escuro, da cor do mar.

Stiles não sabia o que falar então se levantou e foi em direção a saida.

Peter sem entender a reação dele foi atrás e puxou o seu braço, com cuidado, e o encostou na parede, deixando Stiles preso em seus braço.

_ STILES! Se acalme! - disse Peter o acalmando com sua voz apaixonante. - Respire!

Stiles o obedeceu, respirando calmo e devagar.

_ Me conte o que esta passando nessa sua cabeça? - disse Peter com um tom de voz diferente. Um tom preocupado.

Stiles não respondeu, e começou a ficar com falta de ar e tonto, ate que despencou nos braços de Peter.

Peter sem entender o motivo do desmaio, o pegou no colo e levou para seu quarto.

Quando o colocou na cama Stiles despertou gritando.

_ Eiei está tudo bem, se acalme Stiles! - disse Peter acalmando Stiles novamente. - Eu estou aqui. Estou aqui para te proteger. - disse Peter abraçando-o com calma e ternura, para não o assustar.

Stiles desesperado, o abraça forte.

Começou a escorrer lagrimas dos olhos de Stiles, e Peter sem entender e sem reação, fez a primeira coisa que veio em sua mente.... Cantar.

(Perfect - One Direction)

I might never be your knight in shining armor

I might never be the one you take home to father

And I might never be the one who brings you flowers

But I can be the one, be the one tonight

When I first saw you

From across the room

I could tell that you were curious, oh, yeah

Boy, I hope you’re sure

What you're looking for

‘Cause I'm not good at making promises

But if you like causing trouble up in hotel rooms

And if you like having secret little rendezvous

If you like to do the things you know that we shouldn’t do

Baby, I'm perfect

Baby, I'm perfect for you

And if you like midnight driving with the windows down

And if you like going places we can’t even pronounce

If you like to do whatever you've been dreaming about

Baby, you're perfect

Baby, you're perfect

So let's start right now

I might never be the hand you put your heart in

Or the arms that hold you any time you want them

But that don’t mean that we can’t live here in the moment

‘Cause I can be the one you love from time to time

When I first saw you

From across the room

I could tell that you were curious, oh, yeah

Boy, I hope you’re sure

What you're looking for

Cause I'm not good at making promises.


(Tradução - modificada)

Talvez eu nunca seja seu cavaleiro vestindo uma armadura brilhante

Talvez eu nunca seja o cara que você levaria para conhecer seu pai

E posso não ser o que te traz flores

Mas eu posso ser o certo, o certo esta noite

Quando eu te vi pela primeira vez

Do outro lado da sala

Eu sabia que você estava curioso (oh, yeah)

Garoto, eu espero que tenha certeza

Do que está procurando

Porque eu não sou bom em fazer promessas

Mas, se você gosta de causar problemas em quartos de hotéis

E se você gosta de ter pequenos encontros secretos

Se você gosta de fazer as coisas que sabemos que não devemos

Amor, eu sou perfeito

Amor, eu sou perfeito para você

E se você gosta de dirigir, à meia-noite, com as janelas abertas

E se você gosta de ir à lugares que não sabemos nem pronunciar

Se você gosta de fazer o quer que seja que tenha sonhado

Amor, você é perfeito

Amor, você é perfeito

Então, vamos começar agora mesmo

Talvez eu nunca seja a mão para a qual você entrega seu coração

Ou os braços que te abraçam quando você quer

Mas, isso não significa que não possamos viver o momento

Porque eu posso ser o cara que você ama de vez em quando

Quando eu te vi pela primeira vez

Do outro lado da sala

Eu sabia que você estava curioso (oh, yeah)

Garoto, eu espero que tenha certeza

Do que está procurando

Porque eu não sou bom em fazer promessas.


Stiles ficou impressionado com ele, com a voz dele. Stiles nunca tinha visto ele dessa forma. Ele não parava de admirar Peter cantando.

_ Cuidado para não babar! - disse Peter brincando. - Não conte esse lado meu para ninguém. - disse Peter olhando sério para Stiles.

_ Por que? Você canta tão.... Não sei. - disse Stiles. (Calmo, esqueceu dos problemas por um tempo).

_ Acaba com minha reputação de mau - disse Peter levantando e descendo as sobrancelhas varias vezes.

_ Hahaha, mau? Hahaha - falou Stiles rindo de Peter, pois ele fez algo engraçado.

Peter admirando aquele sorriso, não conseguiu se controlar e.... Beijou Stiles.

Mas beijou de uma forma calma, sem língua, so sentindo a boca um do outro. Um beijo lento e relaxante.....

_ Peter? .... Stiles?. - falou Derek parado na porta. Derek sem reação, saiu andando rapido até a saida.

Stiles percebendo o que aconteceu levanto da cama o mais rapido que pode e foi em direção a porta.

_ Desculpa - disse Peter segurando seu braço devagar, para não o machucar - Não foi minha intenção, não era o que eu queria fazer.

_ Tudo bem - disse Stiles com o rosto serio. - Obrigado pelo lanche, e obrigado por tudo. - falou Stiles se virando para sair.

Peter o soltou e Stiles saiu andando.

Stiles saiu do loft o mais rápido que pode e foi atrás de Derek.

Derek estava no andar de cima, na berada da sacada, olhando a paisagem.

Stiles chegou no andar de baixo, procurando Derek, mas não o encontrou, até que ele olhando para cima, viu alguém sentado na beirada da sacada. Correu de volta para o loft, e sobiu as escadas o mais rapido que pode.

Chegando la, estava quase sem respiração.

_ Derek? ..... Me desculpe, por me encontrar daquela forma com o seu tio. É que...

Derek disse algo. Mas Stiles não entendeu, pois foi muito baixo.

_ O que? - disse Stiles sem entender a resposta de Derek.

_ EU DISSE: Que você, NÃO ME DEVE EXPLICAÇÃO de NADA. - disse Derek da mesma forma que estava antes, sentado e olhando a paisagem.

Stiles se aproximou mais e disse:

_ Mesmo assim. Me desculpe. - disse Stiles magoado com si próprio. - E ... Obrigado, por me hospedar em sua casa.

Stiles saiu triste e de cabeça baixa, pois não queria ter magoado Derek.

Chegando la em baixo, deu de cara com Derek.

_ Derek, mais como.... Deixa. Lobisomens - disse Stiles depois do "susto".

_ Eu te levo. - falou Derek sério e sem manter contato visual.

_ Não precisa, eu vou ...

_ Olha. Eu não importo ..... - Derek não conseguia falar muito bem o que queria, então soltou de uma vez. - Eu não vou deixar, você sair andando sozinho por ai nem morto!

Stiles sem reação pelo que Derek disse, so balançou a cabeça em sinal de "sim", e foi em direção ao carro de Derek.

_ Droga - disse Stiles olhando preocupado para o celular.

_ O que foi? - perguntou Derek, preocupado com a cara de Stiles.

_ Meu pai! Me ligou e me mandou varias mensagens. Ele deve estar preocupado, pois não fui para casa ontem. - disse Stiles meio triste pelo ocorrido da noite passada.

_ Pode deixar que eu converso com ele. - disse Derek acelerando mais o carro.

-------------------------------//-------------------------------


Casa dos Stilinski

_ Pai?! - disse Stiles abrindo a porta de sua casa.

Seu pai que estava no telefone, foi em direção a Stiles e o abraçou.

_ Stiles?! Graças a Deus. Onde você estava? - disse Jonh olhando nos olho de Stiles.

Na minha casa. - disse Derek entando na casa. - Eu encontrei ele desmaiado perto da lanchonete/cafetaria, e o levei para minha casa, pois era mais perto. - disse Derek mentindo - Desculpa por não ter avisado SR. STILINSKI. Esqueci de avisar.

John abraçou Derek o agradecendo.

_ Obrigado por cuidar do meu filho Derek - disse John. (Ele ja conhece o Derek). - Não sei o que seria de mim se tivesse acontecido algo com ele.

Derek surpreso com a reação do Sheriff, se pronunciou rapidamente.

_ Vou indo Sr. Stilinski. Desculpe-me por qualquer coisa. - disse Derek meio "nervoso".

_ Fique. E pode me chamar de John "filho".

_ Não posso. Tenho compromisso agora, mas... Volto depois. - disse Derek serio.

_ Tudo bem então. Obrigado por cuidar do Stiles para mim.

_ Foi um prazer. - disse Derek com um rapido sorriso.

Pode deixar que eu o levo ate a saida pai. - disse Stiles.

_ Obrigado. - Stiles.

_ Pelo que? - Derek.

_ Por tudo. - Stiles.

Derek balançou a cabeça e foi em direção ao carro.

_ Derek?!

Stiles foi em direção a Derek e deu um beijo em sua bochecha.

_ Desculpe, por tudo. - Stiles.

Derek não respondeu, so foi andando. Entrou em seu carro e arrancou.


-------------------------------//-------------------------------

DEREK

Cheguei em casa e fui o mais rápido que pude para o meu quarto, para cortar Peter falando no meu ouvido.

Entrei, tranquei a porta e fui em direção ao banheiro. Tirei minha roupa, entrei no box e deixei a água gelada cair no meu corpo, quente. Fui relaxando aos poucos, passei o sabonete em meu corpo para tirar a sujeir e o suar e em seguida enxaguei.

Sai do banheiro com a toalha na cintura e fui ao guarda-roupas, abri a gaveta, peguei uma cueca boxer preta e a vesti.

Deitei em minha cama, cansado, e dormi.


-------------------------------//-------------------------------


STILES

Depois de uma conversa com meu pai, fui ao banheiro e tomei um banho rapido.

Peguei qualquer roupa e vesti.

Deitei em minha cama e comecei a chorar.

Não entendi pelo que eu estava chorando pois meus sentimentos estavam bagunçados.

Chorei, chorei e .... Apaguei.


Notas Finais


Desculpe qualquer erro.
E obrigado a TODOS VOCÊS. ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...