História O namorado da minha mãe - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Tags Comedia, Incesto, Mãe, Namorado Da Minha Mae, Padrasto, Romance
Visualizações 125
Palavras 1.296
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


mais um capítulo, espero que gostem!! boa leitura 😙 Aé.. se vocês estão gostando da história, deixem bastante comentários 😅😉

Capítulo 6 - Eu avisei Ariana..


Fanfic / Fanfiction O namorado da minha mãe - Capítulo 6 - Eu avisei Ariana..

Justin se afasta rapidamente de mim, e me lança um olhar meio assutado, começa a olhar para os lados, para cima, para baixo, a procura da tal câmera (que na verdade não existia, só disse isso pra ele se afastar de mim 😙)

- não tem nenhuma câmera, idiota - falo rindo e de bochando do mesmo.

- Ariana você devia.. - falo me aproximando dela, e derrepente a porta se abre e Elen chega. 😐

- Voltei amor.. Ah! Oi filha, decidiu dormir aqui? ☺️

- Ah.. não.. não mãe.... eu só vim buscar meu carregador..

- ah que pena, eu acabei de sair do mercado e comprei tudo pra mim e o Justin fazer uma lasanha, não quer ficar mesmo? - falo andando até a cozinha, com várias sacolas nas mãos.

- por falar no Justin mãe, eu tenho uma coisa pra te contar, sabe? - o olho e mesmo me fuzila com o olhar.

- oque filha? - falo de costas para os dois, ainda arrumando as sacolas.

- Então.. é que ele..

Nessa hora Sou interrompida por Justin, que não diz nada, apenas segura meu braço (dessa vez com delicadeza) e me olha com cara de medo, eu fiquei alguns segundos olhando para o mesmo, que implorava com os olhos para que eu não contasse.

- filha, oque você ia dizer? - continuo virada, dessa vez descarregado as sacolas.

- É nada não mãe.. deixa pra lá.. tcahu - falo e saio o mais rápido possível, Justin faz o mesmo.

- mas você diss.. - dessa vez olhei de costas e não vi nenhum dos 2, então fui lá fora procurar.

- Ari espera aí! - falo a puxando, fazendo a mesma parar de correr.

- oque você quer cara? - falo praticamente chorando, mas é de nervoso mesmo.

- desculpa tá, eu sei que não devia ter beijado você no carro..

- hm..

- e eu sei que eu não devia fazer joguinho com você e sua mãe..

- hm.. - falo quase avançando em cima de Justin, para quebrar a cara dele.

- Eu errei tá, eu sei disso.. e eu te peço desculpas.. de verdade.. - falo cabisbaixo.

- Você acha que "desculpas" são suficientes, 'mlk' ? se eu não contei nada pra ela foi porque sinto dó de.. - ele me interrompe com um dedo indicador no centro da minha boca.

- não continua essa frase.. olha eu realmente não espero que você me perdoe agora, eu entendo você, mas não tem mais oque eu possa fazer. - falo tirando o meu dedo de sua boca, e coloco minhas mãos na minha cabeça.

- Justin.. eu não odeio você, mas parece que você quer que eu te odeio, 'pq' você não colabora comigo sabe? olha oque você tá fazendo..

- Eu sei.. só faço merda mesmo.. mas eu vou.. eu vou encerrar com sua mãe, não tá dando mais mesmo.. - falo saindo quando Ari puxa meu braço.

- você sabe que agente....talvez nunca mais se veja, né? - falo ainda segurando seu braço, um braço músculoso e cheio de tatuagens..

- e qual o problema 😕? acho que eu mereço iss.. 

- o problema é que eu não quero isso..não quero que isso aconteça..

Nesse momento Justin me olha, dessa vez minhas palavras fizeram eu arrancar um sorriso de seus lábios, faço o mesmo, com umpoco de fraqueza.. até que.. Justin segura meus braços e.. sela nosso lábios um ao outro..era o beijo perfeito..com a pessoa que eu..eu amava ele, não posso negar isso..ficamos um tempo lá, no começo pensei em recuar, mas depois..acabei me entregando para ele..

- quem diria hein.. - ELEN fala vendo aquela cena, e volta para dentro de casa - melhor eu começar logo essa lasanha,... sem o Justin... sem ele...

Saímos do beijo por falta de ar e ficamos por  certo tempo, nos olhando.. 

- Ari, desculpa mesmo.. de verdade.. eu não.. - Ari me interrompe.

- relaxa Bieber.. vamo esquecer o passado tá? - falo acariando seus cabelos.

- tá..

- olha.. eu tenho que ir.. de verdade mesmo tá? mas eu vou sair e você não vai falar nada, e quando entrar lá, você também não vai falar nada para minha mãe tá?

- mas.. eu pensei que você queria que eu esclare.. - Ari me interrompe.

Falando pra ele calar a boca, sai dali o deixando só, eu sei que é BEM confuso eu não querer que ele diga alguma coisa, mas alguma me dizia que não era necessário, era como se minha mãe fosse descobrir, ou já soubesse..não entendi direito meus pensamentos, mas decidi deixar rolar.

- Léo? tá aí? - pergunto entrando na casa de Léo.

- tô na cozinha - ele grita da mesma.

- Léo, desculpa a demora.. é que - falo olhando Léo terminar a cobertura do bolo, e jogar a mesma no bolo.

- tá bom o cheiro né? - Léo me pergunta e quando colocava a cobertura.

- uma dlç 🤤 

- mas não vamos comer agora não!

- como assim Léo? pq? - falo emburrada.

- bolo quente, dói o dente - Léo fala com um sotaque Amexicano (que aliás saiu uma merda.)

Nem liguei para oque Léo falou, cortei um pedaço na mesma hora e o como, Léo faz uma cara tipo "depois não diz que eu não avisei" dei de ombros para o mesmo.

Ficamos um tempo jogando mais Mario,  depois fomos escovar nossos dentes, eu como sempre tomei mais um banho 😚 e fomos dormir.

Léo narrando:

Acabo acordando no meio da noite, e percebo que Ari não estava mais na cama, e derrepente ouço um gemidos vindo do banheiro, por um momento achei que Ari estava se masturbando, mas depois percebi que os gemidos estavam cada vez pior, é então vou até a porta do banheiro.

- Ari? Tá tudo bem? - falo batendo na porta.

- Claro que não Leonardo.. argh..

- Foi o bolo né? 

- acho que foi ... - falo com mais dores.

- eu avisei pra você não comer o bolo quente, mas você é teimosa.

Abro a porta do banheiro, e vejo que Léo não estava atrás da porta, já estava sentado no sofá da sala..

- Léo, me leva para o hospital.. - falo praticamente caindo no chão.

Antes deu apagar totalmente, vejo o dessespero de Léo, e o mesmo me leva no colo até fora de sua casa, e até o carro..

Léo narrando:

Chegamos no hospital e já fui correndo atrás de um médico, um anãozinho meio gordinho veio me atender.. e levou Ari, não demorou muito para eles me chamarem para ver Ari, então não perdi tempo e fui lá ver ela.

Eu estava numa maca, meio zonza.. mas conseguia enxergar umpoco, minha maca ficava numa posição horrível do quarto, eu conseguia ver o corredor todo..todo o corredor..e quando percebi.. vi minha mãe passando lentamente pelo o corredor, depois ela sumiu da minha visão, lembro que isso deveria ser umas 4:30 já.. até que Léo, e o Médico Anãozinho entram.

- Boas notícias moça! - o médico diz. - a senhorita está bem, pelos exames que fizemos.. vimos que a senhorita teve um espécie de intoxicação alimentar, mas nada grave, pra falar a verdade.. nem séria necessário ambos terem vindo para um hospital..

Ficamos ali um tempo, eu, Léo, e o médico, até que o mesmo deu uns documentos para mim assinar, e logo depois saiu, deixando Léo e eu sozinhos no quarto. não tinha mais nenhum paciente lá.. oque me fazia pensar de todos foram salvos.. ou morreram..

- não precisava chamar minha mãe Léo..

- ixi.. tá delirando é?

- an? - falo sem entender nada.

- eu não chamei sua mãe não..

Oque minha mãe estava fazendo Alí? não sei.. mas minha mãe ia viajar no dia seguinte, e como de costume ele sempre fazia um "banquete de despidida" e ia tentar esclarecer essa história com ela no dia seguinte, apesar que seria uma leve confusão.. Léo foi convidado.. e se ele ver o Justin lá..tenho até medo de pensar no que pode acontecer..


Contínua...




Notas Finais


então gente, sei que esse capítulo não foi tão bom assim, mas prometo melhorar no próximo, que aliás vai ter uma "reviravolta" hahaha, aguardem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...