História O namorado da minha mãe - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Tags Comedia, Incesto, Mãe, Namorado Da Minha Mae, Padrasto, Romance
Visualizações 94
Palavras 1.069
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 😙

Capítulo 9 - Não sei oque fazer.


Fanfic / Fanfiction O namorado da minha mãe - Capítulo 9 - Não sei oque fazer.

Ele me beijou calmamente, não espreva isso dele sabe? mas percebi que ele estava tentando ser o mais carinhoso possível, oque as vezes era meio "irritante" pois ele me tratava como uma folha de papel, ele ficou lá beijando meu pescoço, logo abaixou seus beijos para cima de meus seios, e começou a tirar minha blusa, eu fiquei em choque na hora, meu coração quase saiu pra fora da garganta, eu queria aquilo, mas não conseguia tirar minha mãe da cabeça, eu estava enganando ela, estava traindo sua confiança, estava traindo minha própria mãe.. não pensei 2 vezes ( pra falar a verdade eu acho que nem 1 vez) meti um tapa na fuça do Justin, e o mesmo cai da cama.

- Aaai!! Ari, que que foi? tá Loka? puta que pariu - resmunguei até não poder mais.

- Justin sai do meu quarto agora!

- VOCÊ ME DA UM TAPA, E EU AINDA SOU OBRIGADO A..

- SAAAI LOGO DAQUI!!!

Justin sai do meu quarto, com uma cara vermelha (de raiva, e do tapa que eu dei) eu não pensei antes de fazer isso, só lembrei dos bons momentos que tive com minha mãe, e não consegui acreditar que eu era capaz de fazer isso com ela, ela que nunca fez mal para mim..

Foi difícil dormir aquela noite, sério FOI DIFÍCIL DEMAIS, eu fiquei pensando se fiz certo, e cheguei a conclusão que sim! eu não podia fazer isso com a minha mãe, que não fazia ideia de nada disso, as vezes quando lembro que beijei o Justin.. me dá nojo... de mim mesma e desse otário..

Justin não voltou mais para meu quarto, decidi tentar esquecer ele de vez, não posso fazer isso com minha mãe, NÃO POSSO! liguei pra Liz, pra saber como ela estava e desabafar umpoco.. telefone como sempre, deu na caixa postal, Liz tinha viajado novamente para Portugal, mas essa viagem 'tava' demorando demais.. então decidi falar com Léo.. ele sempre me escuta e me ajuda!

- Alô? - falo com sono.

- Léo? tá aí?

- não

- Léo, é sério desgraça.

- claro que tô né Ariana, fala logo porra - como sempre, Léo e esse seu jeito amoroso.

- Preciso beber.

- an?

- preciso beber, pegar alguém, e esquece de alguém.

- Ariana, eu não tô entendendo porra nenhuma

- tem algum rolê hoje? lá na casa do Matheus?

não cheguei a comentar, mas Matheus era famoso pelas suas festas, tinha tudo: bebida, comida 🤤, música alta, piscina, era oque eu tava precisando para esquece daquele cara.

- Aé, eu esqueci de comentar contigo, mas hoje ele vai dar uma festa na casa dele, lá pelas 1 da manhã, bora?

- BORA! TCHAU - desligo na cara dele

- Tchaau.. eu hein..

Pode até ser chato, um dia beijo ele, e no outro bato nele, mas tem momentos que ele me hipnotiza, e eu acabo sedendo, mas isso acabou! JA ERA! 

FINALMENTE chegou a hora da tal festa, me arrumei toda: fiz A  MAQUIAGEM coloquei A   ROUPA fiz O  CABELO e sai DA CASA, pelo menos eu ia saindo mas tinha uma coisa que me perturbou, essa coisa se chama Justin.

- aonde a mocinha, vai?? 

- eu vou cuidar da minha vida 🤗

- isso lá são horas pra você sair, Ariana?

- Olha eleeeee! sabe meu nomeeee! - sou do afronte mesmo.

- Ariana é melhor ficar aqui, é perigoso ficar na.. 

- vai cuidar da sua vida. - pego minha bolsa, meu carro e saio.

Eu nunca contei mas, eu tenho um carro! eu comprei quando trabalhava numa agência de viagens, tirei minha carta muito cedo, GRAÇAS A DEUS! apesar que todo mundo que eu queria ver, morava perto de mim. Oque me fazia usar bem menos o carro.

Cheguei na tal festa, e Léo como sempre estava com umas vagabundas 😑 ele era um amigo bom, mas quando se trata de festa, ele é um cú! Fui pegar uma bebida 'pra' mim, e enquanto o bar-man pega uma bebida, vejo um cara sentando se do meu lado.

- Oi gata? tá sozinha aqui?

- é oque parece né? - falei seco, pois odeio macho que se acha o conquistador.

- agora não! você tem a mim..

- hm.. - pego minha bebida.

- maas, você parece muito novinha pra estar bebendo né? na sua idade não fa.. 

- Licença tá? 

Saio e pego minha bebida junto, estava bebendo tequila, minha bebida favorita ❤️ mas acho que passei da conta, o moço do bar já tava meio cansado de olhar pra minha cara, fui lá pegar mais tequila umas 6 ou 7 vezes.

Fui pra pista de dança e fiz tudo que dava pra fazer, desci até o chão, abri mais ainda meu decote, fazendo os meninos ficaram com os olhos colados nos meus seios, beijei muita gente, aliás muito menino G-A-T-O me chamou pra dançar, dancei com todos, e rolou umas mãos bobas sabe? rsrs..um dos meninos não desgrudou de mim, e não tô reclamando não viu! o cara era sarado, cabelos lisos e escuros, olhos azuis MARAVILHOSOS e ficou comigo lá até eu dar um PT.

Passei muito mal, vomitei no meio da festa, cai no chão e foi a última coisa que lembro, eu caída no chão, e várias pessoas me olhando..

Justin narrando:

Era umas 2:30 da manhã, e nada da Ari chegar eu já estava fazendo um buraco no chão, de tanto andar de um lado para o outro, essa garota só faz confusão.. decidi ligar para ela, liguei e um cara que eu não reconheçi a voz atendeu, dizendo que Ari estava no hospital, quando ele disse isso.. foi como se o mundo tivesse parado de girar, perguntei qual hospital, ele disse, desliguei na cara dele, e fui com o carro de Elen até lá.

Ates de mim colocar o 1 pé dentro do carro, meu telefone tocou, e eu atendi, obviamente, um cara diferente do anterior estava falando, mas eu reconheci essa voz era do Médico de Elen, ele disse que Elen tinha desmaiado no meio do aeroporto, ela nem se quer saiu do país, ele disse que mandaram ele para um hospital próximo ao aeroporto, muito longe do hospital de Ari, o médico disse que eu precisava ir lá imediatamente, Elen parecia estar nas finais de sua vida.. quando ele desligou o telefone.. só ouvi o silêncio da garagem.. agora eu pensei comigo.. quem eu vou ver? Elen? a mulher que eu trai com a própria filha, a mulher que foi iludida por um babaca, No caso EU, ou Ariana? não sabia oque fazer..


Contínua..







Notas Finais


E aí leitores como é que vocês estã eu estou escrevendo vários capítulos hoje porque tô muito esperado e para falar a verdade eu quero tentar encerrar logo essa Fanfic porque estou com planos de uma outra Fanfic que eu quero dar um foco principal então eu arriscaria dizer que a gente tá entrando na reta final talvez sim talvez não! mas eu vou fazer de tudo para que essa Fanfic não termine ruim podem ficar despreocupados a gente ainda vai ter alguns Capítulos aí e aí várias emoções! diga o que vocês estão achando da Fanfic e coloca em suas opiniões sobre os capítulos de tudo mais vou ler todos os comentários! bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...