História O Namoro Real - Capítulo 9


Escrita por:


Capítulo 9 - Palácio de Buckingham


Fanfic / Fanfiction O Namoro Real - Capítulo 9 - Palácio de Buckingham

 

 

Em uma das salas do Palácio de Buckinhgan, estava Tom, Beatrice, Kate e William.

 

 

Príncipe William se aproxima de Tom e o cumprimenta.

 

Príncipe William:

-Seja bem-vindo.

 

Tom:

-Obrigado por me receber em seu palácio, Alteza.

 

Príncipe William:

-Me explica por que veio assim? –disse risonho.

 

Tom:

-Minha mala foi roubada na comic-con lá em San Diego, eu não quis perder o voo e nem me atrasar ao encontro com a Vossa Majestade a Rainha Elizabeth II.

 

Príncipe William:

-É uma pena, mas achei incrível a perfeição dessa fantasia. É a mesma que usa nos filmes?

 

Tom:

-Não, é uma réplica.

 

Príncipe William:

-Imagino que deve estar cansado da viagem, caso queira acomoda-se as dependências do Palácio estão à sua disposição e terá os funcionários da Casa Real para o que precisar.

 

Beatrice:

-Eu o acomodarei no palácio, pode deixar comigo, Will. Vamos? –ela olha para Tom.

 

Tom:

-Sim, vamos. –disse inseguro. –Com licença, Altezas. –disse para o príncipe e para a duquesa.

 

Beatrice:

-Vem Tom, é por aqui. –ela pega na mão dele e sai.

 

Príncipe William olha para os lados pra ver se tinha alguém e se aproxima da esposa.

 

Príncipe William:

-O que achou dele?

 

Duquesa Kate:

-Pelo menos é pontual, mas ainda é cedo pra saber qual é a verdadeira intensão dele.

 

Príncipe William:

-Ainda bem que a vovó não viu essa cena. –ele dar uma gargalhada. –Já imaginou a vovó ver o namorado da Beatrice vestido de super-herói?

 

Duquesa Kate:

-Pega leve com ele, eu já passei por isso. Até hoje eu fico tensa em não me atrasar aos compromissos com a rainha.

 

 

Beatrice apresenta para o Tom o quarto onde ele vai se acomodar.

 

Beatrice:

-O que achou? –ela entra primeiro.

 

Tom olha impressionado com o luxo daquele lugar.

 

Tom:

-Nunca vi nada igual.

 

Beatrice:

-Aqui é o seu quarto.

 

Logo, aparece um funcionário da Casa Real, um homem por volta dos 50 anos, cabelos negros e fios grisalhos, alto e magro, usava um terno e luvas brancas. Ele acabara de entrar com uma bandeja nas mãos.

 

Beatrice:

-O que você precisar o Steven estará a sua disposição.

 

Steven:

-Quero me apresentar ao Mr. Hiddleston, sou Steven e trabalho na Casa Real há mais de trinta anos. O que precisar estarei sempre a sua disposição.

 

Tom:

-Obrigado.

 

Beatrice:

-Bom, eu vou deixa-lo a vontade. –ela sai.

 

 

De tarde, Beatrice estava em seu quarto e junto com Mary.

 

Beatrice olhava para a janela.

 

Mary:

-Ele ainda está dormindo.

 

Beatrice:

-Está cansado da viagem.

 

Mary:

-Preocupada?

 

Beatrice:

-Sim.

 

Mary:

-Medo que a Vossa Majestade não o aceite?

 

Beatrice:

-Não só isso. Temo que esse plano não der certo.

 

Mary:

-Já chegou até aqui, princesa.

 

Beatrice:

-Será que vale a pena tudo isso? Seria mais fácil falar a verdade, enfrentar a todos pedindo a minha renúncia.

 

Mary:

-A princesa não deve esquecer o trato com o príncipe William.

 

Beatrice:

-Eu sei, mas eu estou vivendo uma mentira, Mary.

 

Mary:

-Por acaso está sentindo algo por ele?

 

Beatrice:

-Eu tenho que admitir que sim. Eu tenho medo de me machucar porque eu sei que ele não gosta de mim que apenas aceitou esse namoro por um impulso pra se defender da declaração da ex namorada dele.

 

Mary:

-Será que só esse detalhe é o suficiente? Ele estar aqui pela própria escolha. Veja bem, ele cruzou um oceano e fantasiado de Loki para não chegar atrasado ao se apresentar a rainha, ou seja, a sua avó, será mesmo que ele não sinta nada pela Alteza?

 

Beatrice:

-Eu não quero criar esperanças.

 

Logo, o telefone toca.

 

Beatrice:

-Deixa comigo, Mary. –ela atende o telefone. –Alô. Sim, hoje a noite? Tudo bem. –ela desliga. – Ligaram pra avisar que a vovó quer conhecer o Tom hoje à noite no jantar. Espero que tudo der certo.

 

Mary:

-Vai sim, princesa.

 

 

De noite na sala de jantar oficial da Casa Real estavam a mesa: Beatrice, Tom, William e Kate, todos em pé esperando a chegada da rainha e do príncipe consorte Philip, seu marido.

 

A rainha entrou primeiro e em seguida o príncipe consorte Philip, enquanto todos os demais fazem reverência.

 

Rainha Elizabeth II:

-Boa noite a todos. –disse abrindo um leve sorriso, ela olha para todos à mesa e se senta na cadeira da cabeceira da mesa com ajuda de um dos funcionários.

 

Príncipe Philip:

-Boa noite, eu estou lisonjeado com a presença de nossa visita e quem sabe se torna um de nós: Os Windsor. –disse risonho e se senta numa cadeira na outra cabeceira da mesa e sendo ajudado por um funcionário.

 

Tom e Beatrice se olham. Logo, os demais que estavam à mesa se sentam. Aos poucos começam os funcionários começam a servi e William, Kate e a rainha Elizabeth II conversavam coisas formais e de vez em quando o príncipe consorte Philip soltava algumas piadas de acordo com as conversas. Beatrice percebia a tensão de Tom ao lado e ambos permanecia em silêncio.

 

Príncipe Philip:

-Beatrice, esse seu namorado não vai abrir a boca? –ele dar uma gargalhada. –Pode falar, rapaz, a rainha não vai mandar cortar a sua cabeça e nem te colocar no calabouço.

 

William e Philip gargalham.

 

Rainha Elizabeth II:

-Philip. –disse o repreendendo. –Está bem servido, Mr. Thomas Hiddleston?

 

Tom:

-Sim, estou bem servido, Majestade. –disse tenso.

 

Príncipe William:

-Relaxa Tom, isso aqui é uma família igual a qualquer outra.

 

Príncipe Philip:

-Eu fiquei sabendo que um super-herói entrou no nosso palácio hoje.

 

Tom:

 –Na verdade não é um super-herói e sim um vilão.

 

Príncipe Philip:

-Como assim?

 

Beatrice:

-O Loki, o personagem do Tom, é um vilão e não um herói, vovô.

 

Príncipe Philip:

-Ah, entendi. A proposito porque nunca fizeram um herói inglês, porque os americanos tem o capitão américa, e não nós temos um?

 

Príncipe William:

-Então, vovô vai criar um?

 

Príncipe Philip:

-Boa ideia, meu neto, boa ideia.

 

O jantar terminou mais leve. Tom já estava menos tenso e se encontrava no jardim com Beatrice.

 

Beatrice:

-O que achou da minha família?

 

Tom:

-Se não conhecesse a realeza inglesa com certeza diria que é igual à qualquer outra família. Fui bem recebido. O seu avô é uma figura.

 

Beatrice:

- É sim, vovô tem um bom humor e isso deixa tudo mais calmo. Que bom que gostou deles . –ela faz uma pausa.

 

Tom:

-Como eu me sair?

 

Beatrice:

-Bem, como um lord. A Rainha quer falar com nós dois.

 

Tom:

-Agora?

 

Beatrice:

-Sim.

 

Tom:

-Então, vamos.

 

Beatrice:

-É por aqui.

 

Tom e Beatrice entraram na sala branca e encontram a Rainha Elizabeth II sentada à mesa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...