História O nascer do ódio e do amor - Capítulo 23


Escrita por: ~ e ~jessfernandees

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Cora (Mills), David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Regina Mills (Rainha Malvada)
Tags Swan Queen, Swanqueen
Visualizações 441
Palavras 4.231
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente então escrevi isto aqui hj, bom espero que tenha fica bom

Capítulo 23 - A volta


Fanfic / Fanfiction O nascer do ódio e do amor - Capítulo 23 - A volta

Pov Zelena

 

Como um dia pode se transformar de perfeita para um desastre em questão de segundos? Isto eu não sei ainda estou tentando assimilar como de sorriso e brincadeiras na cozinha terminou com minha irmã caída praticamente morta, na minha frente?

 

Este fim de semana começou cheio de planos, o feriadão chegou então tínhamos decidido curtir a família, e então todos chegaram, não deixei de me preocupar mais enfim tudo pareceu se acerta, e então isto acontece tudo virá de cabeça para baixo

 

_ Oi  -  Ruby chegou me abraçando me arrepiei por inteira, só está Loba para causar isso em mim

 

Olhei para esta carinha safada dela me lembrei do beijo aí meu deus aquele beijo depois da cena lamentável de ciúmes dela e da Emma, não sei quem é pior ela ou a loira, bom pelo menos a loira deu uma explicação lógica diferente desta Loba abusada

 

Flashback

 

Regina me pediu para cuidar da Emy, minha sobrinha estava brincando então pedir os desencantados para passar um olho nas meninas e chamei a loba para uma conversa séria

 

Quando entrei no escritório já fui logo exigindo uma explicação

 

Ela ficou sem graça, mas sentou ao meu lado respirou fundo antes de falar

 

_ Olha Zelena eu vou te explicar mais peço que tente entender, tente manter a mente aberta ok -  Apenas assenti com a cabeça ela mais uma vez respirou fundo antes de continuar

 

_ Bom você sabe que sou uma loba certo -  Concordei com a cabeça novamente

 

_então tem algo muito raro que acontece com minha espécie é chamado de imprinting, isto é raro tão raro que eu nunca vi acontecer só ouvir lendas sobre isto, bom pensa como quando duas pessoas se encontram e se atraem e se apaixonar à primeira vista, é mais ou menos igual, então quando isto acontece com minha espécie nós meio que nos tornamos possessivos, eu por não entender oque tinha acontecido comigo ache que eu estava sentindo só atração por você, bom até ver você e a Regina, quando vi você a tocando eu agir por instinto sabe, meu território foi ameaçado então eu agir para não perder para mostrar que aquela pessoa tinha dona  -  Ok oque ela quer dizer com isto será que ela acha que é minha dona, que eu sou uma espécie de cadela que ela manda? fechei a cara na hora para ela

 

_ Olha aqui Ruby eu não sou uma cadela ou melhor ninguém manda em mim, e outra Regina é minha irmã, quem você pensa que eu sou, olha eu já fiz muita coisa mais incesto não está na lista  -  Ruby me cortou antes que eu  continuasse

 

_ Não Zelena não é isto, quero dizer entenda na minha espécie não existe isto de incesto entende, não existe essa coisa de irmãos, então eu quero dizer eu sei que você e a Regina são irmãs e não há nada entre você a não ser coisa de irmãs, mais como eu disse meus instintos falaram mais alto, eu só estava marcando território sabe?  -  Ok de tudo que ela poderia falar esta eu nunca iria imaginar

 

_ Deixa eu ver se estou entendo, você agiu feito aqueles cachorros que sai mijando em tudo para marca território?

 

_é mais ou menos por aí - Não consegui segurar a gargalhada de imaginar tal cena

 

_ não ri ok, então como eu ia dizendo Zelena eu tive um imprinting com você, eu só me dei conta agora eu estou sentindo algo mais forte que amor, entende eu estou perdidamente louca por você é isto nunca me aconteceu

 

_ mais você não teve um amor verdadeiro, digo pelo que sei você é a sem sal da Dorothy tivera isto - Eu estou confusa bom eu sei que esta coisa que ela falou é coisa de lobo afinal eu li crepúsculo me julguem eu sei que foi isto que o lobo idiota lá teve com a filha da Bella sem sal gostasa

 

_sim mas eu tive penas com minha parte humana e não com a de loba, digo eu amei a Dorothy mas não desta maneira, agora eu sei diferenciar tudo, digo eu quando olho para você sinto a necessidade de cuidar proteger, eu sinto tudo, quando seu humor muda, quando está preocupada, meus instintos se apura eu olho para você é para a Robin e sinto que vocês me pertencem não no sentido de posse mais no sentido de querer a suas felicidades acima de qualquer coisa, meus deus eu nunca sentir algo desta magnitude - Ruby falou me olhando tão profundo que me tirou todo o fôlego

 

_ Ruby eu também nunca senti por ninguém o'que sinto por você, digo eu já amei, mais com você eu sou eu mesma, eu não me escondo e isto me assusta - Falei sincera porque é verdade

 

_ olha porque não deixamos a coisa rolar sabe, Zelena eu quero você, eu quero falar que você é minha e não só você aquela ruivinha fofa lá na sala também, zelena só peço uma chance, nos dar uma chance - Como negar algo a ela quando ela faz essa cara de cachorro que caiu da mudança?

 

_Eu posso fazer isto Ruby e fico feliz que você gosta da minha filha, mas não posso deixar de me preocupar com suas atitudes digo você rosno para minha irmã, e isto me assusta pois eu nunca vou abandonar minha irmã - Isto é verdade eu posso estar completamente apaixonada por ela mas minha irmã eu nunca vou abandonar

 

_ Zelena eu prometo não fazer mais isso, prometo me controlar - A olho e nao consigo dizer não algo é mais forte que meu medo

 

_ok mas posso te pedir algo - Tento segurar o riso

 

_ qualquer coisa eu juro que faço - ela me olha tão séria que tenho que desviar o olhar

 

_ não sai fazendo xixi pela casa, pois a Regina iria te matar e me matar, deixa essa coisa de marca território de lado ok, pois senão teremos que por você para dormir no quintal - Falei ja dando gargalhadas da cara emburrada dela

 

_ Aff eu não vou fazer xixi pela casa, pois não faço isso - Ela falou fazendo bico, eu não me controlei e a puxei para um beijo, meus deus, meu corpo inteiro vibrou quando nossos lábios se encontram se aquilo é o céu não quero nunca mais sair dele

 

Flash OFF

 

Ainda não acredito que está Loba com esse jeitinho louco me conquistou

 

_ei em que você está pensando - Ela me olha me avaliando

 

_ em nós, no nosso primeiro beijo - a respondo mordendo os lábios

 

_ hum que tal eu fazer você se lembrar com mais detalhes - Ela me puxou para sua boca, meu deus a calor que me toma me deixa louca essa mulher consegue me deixar em puro êxtase apenas com um beijo, haja calcinha para aguentar

 

_ meu deus minha ruiva eu nunca vou me cansar desse lábios que me deixa louca, mais então preparada para voltar para Storybrooke?

 

_sim e não, sei que é o melhor principalmente depois do que aconteceu, mas não posso deixar de me preocupar - Realmente é verdade sei que é o melhor para minha irmã mais nao consigo deixar de me preocupar

 

_ Você está preocupada com as meninas? - Como ela já me conhece tão bem?

_Eu estou preocupada com tudo, as meninas, a Regina, sabe eu não sei como vai ser lá, eu ainda lembro de como eu a encontrei, de como ela ficou, Ruby aquele lugar faz mal a minha irmã, eu não deixo de pensar que e se voltar para lá seja exatamente isto que a coloca em perigo?  Digo aqui nós vivemos este tempo todo sem nenhuma ameaça, lá as ameaças são constantes e se ao voltarmos seja o'que causará a morte da Regina? - isto vem martelando em minha cabeça

 

_ Mais Zelena você mesmo disse que a Regina não pode mais permanecer aqui, isto quer dizer que aqui ela também está correndo perigo, e lá vocês não vão está sozinhas, eu vou esta lá, a Emma e os encantados, e pelo que vi até o senhor das trevas vai está ao lado da Regina, então vocês não estão sozinhas Zel, e depois de hoje sabemos como pode ser perigoso para a Regina continuar aqui, digo aqui a magia dela é muito fraca é a Emy precisa de mais do que aqui a Regina pode fornecer - Essa loba sabe esconder sua inteligência céus

 

_eu sei eu só estou com medo, lá as pessoas a odeia, me odeia

 

_ muita coisa mudou sabe, as pessoas sabem da Emma e da Regina e muitos torcem por elas é agora todos sabem que se a Regina morre todos morrem também, então de certa forma todos estamos do mesmo lado querendo ou não - bando de interesseiros depois nós é que somos as vilãs vai entender

 

_Eu ainda não entendo como a Regina morre leva a morte de todos - Realmente isto ainda não faz sentido nenhum  

 

_eu também não, mais vamos descobrir ok, juntas  Zel você não está sozinha eu estou aqui e não vou sair do seu lado,  prometo a você que vamos proteger sua irmã - Como não amar esta pessoa? Ruby consegue ser sábia e boba ao mesmo tempo

 

Começamos a nos beijar, logo eu já estava em seu colo completamente excitada

 

_ok no meu sofá nem pensar - Regina entrou no escritório revirando os olhos para a cena que via, Ruby com as mãos na minha bunda, as minhas mãos dentro de sua blusa apertando seus seios

 

_ aí sis podia ter demorado mais um pouco né? - Falei provocando minha irmã

 

_ oque é dar a chance de vocês profanarem meu sofá e meu escritório? - Ela falou bufando

 

_ Alguém tem que batizar este lugar - Falei provocando Regina bufou não tem como não sorri da cara de brava que minha irmãzinha faz

 

_ Bom vocês duas fiquem aí discutindo que vou procurar a patinha - Ruby falou me tirando de seu colo e saindo

 

_ vejo que você e a loba estão se dando bem em Zel? Olha só toma cuidado para não ter uma ninhada de filhotes de pelos verdes, porque não vou suportar ficar limpando xixi de mini lobos pela casa - Regina não podia perder essa né?

 

_ Alguém já te disse que você é uma idiota? - Falei sorrindo e pulando em cima dela a enchendo de cócegas

 

_e saiba que você iria amar ter um monte de mini lobos como sobrinhos - Falei a provocando, mais tenho certeza que isso é a pura verdade Regina iria babar nos mini lobos assim como babá na moranguinho dela

 

_sim iria construir uma casinha de cachorro super fofas para eles, sabe do lado de fora que onde cachorros tem que ficar

 

_ você é uma idiota Regina Mills - falei dando tapas nela

 

_há mais você ama essa morena aqui sua ruiva desbotada - Sim isto eu nao nego amo minha irmã

 

_sim eu amo essa morena rabuda aqui - Falei sorrindo sim eu amo minha irmã de mais, deitei no chão do seu lado a abraçando

 

_vai ficar tudo bem zel - Regina me perguntou fitando o teto

 

_eu espero que sim Sis - Respondi também olhando para cima

 

_zel - Regina quando me chama assim toda manhosa é porque quer algo

 

_oi - Respondi respirando fundo

 

_eu estou com fome - Regina me olhou fazendo biquinho e toda manhosa

bebê que papa? - Ela balançou a cabeça afirmando ainda com bico, não consegui segurar a gargalhada

 

_ vem vamos termina aquele almoço e alimenta esta bebé faminta - A provoquei apertando suas bochechas

 

_Quase morre faz isto, deixa as pessoa famintas - Estremeci quando ela falou, está aí algo que quero apagar da minha cabeça

 

_ei desculpa foi apenas uma brincadeira - Ela logo me olhou pedindo desculpas

 

_eu sei é que aquela cena, sis eu não quero nunca mais ter que vê la novamente - Falei a abraçando

 

_agora vamos pois este almoço vai ser um combo, almoço com lanche da tarde e daqui a pouco os monstrinhos acordam querendo comer até os móveis - Falei me levando e a puxando também, saímos abraçadas

 

Encontramos os desencarnados conversando algo baixo

 

_ aconteceu alguma coisa? - Regina perguntou para os dois que se olharam, mais antes de responderem Emma e Ruby entraram sorrindo

 

_ onde vocês estavam? - Eu perguntei fazendo cara de séria

 

_ fomos conversar um pouco, bom vocês disseram que vão precisar de mais ou menos uma semana para arrumarem tudo, então eu e a Ruby decidimos ficar para ajudar e voltamos todos juntos - Não consegui esconder meu sorriso, claro que vou amar ter a lobinha aqui por mais tempo

 

_ Bom filha eu acho que eu e sua mãe vamos voltar antes - Os desencantados mais uma vez se olharam de forma estranhas, ok aquilo me deixou com a pulga atrás da orelha

 

_ok vocês dois desembuchem pois já estou com a pulga atrás da orelha com estas caras suas - os encarei seria

 

_ Zel está pulga deve ser da loba ali, sabe ela pulou para você quando vocês duas estavam quase profanando meu escritório - Emma caio na gargalhada para a piada da minha irmã, eu apenas revirei os olhos

 

_ não vou te responder Regina, quero saber porque dessa cara desencantados?  Anda falem

 

_ acabamos de falar com a Blue e com o Gold

 

_e?

 

_ Bom eles falaram que houve um terremoto na cidade e que causou alguma desabamentos e por um tempo a cidade foi tomada pela escuridão completa mas assim como surgiu ela se foi - Eles se olharam novamente e depois olharam para Regina

 

_ok o'que mais eles disseram, pois está na cara que tem mais aí? - Sei quando me escondem coisa e estes dois estão com cara de quem esconde

 

_Gold perguntou se algo aconteceu com a Regina - E o'que minha irmã teria a ver com isto

_é o'que eu tenho haver com um terremoto, só falta está eles me.ocuparem sem eu nem mesmo está lá - Regina pareceu ler minha mente

 

_ não Regina eles não te culpam, Gold quis saber se por acaso tinha acontecido algo de ruim com você - Todos nós calamos apertei minha irmã nos meus braços

 

_  Mas  vocês não acha que o'que aconteceu com a Regina tem algo haver com o terremoto, digo ela nem está lá ainda - Ruby perguntou olhando para nós

 

_Gold disse que por mais um pouco a cidade teria sido completamente destruída - Snow falou olhando para minha irmã isto está começando a me dá nos nervos nem chegamos na cidade e ja estão tentando culpar minha irma por algo?

 

_por isso ele quis saber se algo havia acontecido com a Regina - Respondeu David, ninguém falou nada até eu ouvir a barriga da Regina roncar alto

 

_ ok depois conversamos, tenho que alimentar a fera que está prestes a sair da barriga da minha irmã antes que ela se alimente da gente - Todos deram sorrisos, mais era claro a preocupação em todos, seguimos para a cozinha

 

_ Sis senta que eu termino tudo aqui, você precisa descansar - Falei preocupada pois apesar de estar bem ainda é visível o cansaço no rosto da minha irmã

 

_eu estou bem zel - Como sempre temosa  

 

_ não discute comigo senta esta Raba grande e gostosa nesta cadeira agora e me deixe terminar aqui, me deixe cuidar da minha irmãzinha ok - Engoli seco, para aliviar o bolo que estava na minha garganta, Regina apenas concordou e se sentou, Ruby e Mary veio me ajudar

 

Henry apareceu com a Emy no colo sorrindo

 

Pov Henry

 

Acordei sentindo alguém me chutando, abrir os olhos e vi Emy dormindo do meu lado, fiquei ali a olhando ela estava tão serena não demorou muito para ela acordar, olhou todo o quarto coçando os olhinhos e depois me olhou fechando a cara

 

_oi Emy - Ela me olhou fechando mais ainda a carinha ok eu mereço

 

_olha eu quero te pedir desculpas, eu fui um bobão, não devia ter gritado com você, eu sou um péssimo irmão mais velho, mais sabe nós temos as melhores mães do mundo e é difícil ter que divide elas, eu fiquei com ciúmes da mamãe com você é por isso agir errado e gritei com você, eu prometo nunca mais fazer isto, a mamãe e nossa mamãe de nós dois e temos que dividir ela, porque senão ela fica triste pois ela ama nós dois e se nós brigamos ela vai fica muito triste então me desculpa eu juro que nunca mais gritar com você, você é minha irmãzinha e minha obrigação é cuidar e proteger você é não brigar ou gritar com você

 

_ você guitou eu não dosto te guita comigo e você tobem tinha a mamãe Emma toda pa você e eu nao - Caramba eu não tinha pensado nisto, é verdade eu tinha a Emma e ela não assim como ela tinha a minha mãe regina e eu não

 

_você tem razão eu tinha a mamãe Emma só para mim e você tinha a mamãe Regina só para você, mas agora estamos todos juntos, então agora nós dois temos elas, e elas é só nossas minha e sua, então você me desculpa?

 

_ você não vai maixe biga comido, e nem me chama de xolona

 

_eu prometo não brigar mais com você é nunca mais te chamar assim, eu prometo de dedinho

_ dedinho? - Ela levantou as sobrancelhas que nem minha mae nao pude deixar de sorrir ela tem todas as expressões da minha mãe Regina

 

_sim olha a gente faz assim, está vendo juntamos os dedinhos e prometemos algo e quando fazemos essa promessa nunca mais podemos quebrar, então Emy eu prometo nunca mais brigar ou gritar com você

 

_eu pometo tombem

 

_ oque você acha de descer eu to com fome e estou sentindo cheiro de comida

 

_tá - Ela falou ficando de pé em cima da cama

 

_ vem que tal você ir de cavalinho

 

_eba - Ela gritou ja pulando na minhas costas

 

Pov Regina

 

Não consegui segurar um sorriso quando vi Emy e Henry chegar na cozinha sorrindo ela pulando na suas costas

 

_oi meus bebês dormiram bem? - Eu perguntei

 

_dormimos ne Emy

 

_simmmm, peda eu mamãe - Emy falou já se jogando, Emma fez uma cara de pânico para a cena a pegando rápido

 

_ não faz isso bebê você mata a mamy do coração - Emma falou apertando nossa filha, e dando um beijo na cabeça do nosso filho

 

_Amor eu estou achando ela um pouco quente - Emma me olhou preocupada passando a mão no rosto da Emy

 

_ Deixa a mamãe ver bebê - Levei a mão no rostinho da Emy

 

_Ela está febril, se aumenta damos um banho e um remédio, mais por agora vamos só ficar de olho - Emma apena balançou a cabeça concordando

 

_To tum fome mamãe - Emy falou fazendo um biquinho

 

_o almoço já está quase pronto filha - Falei com a Emy e puxando o Henry para meu colo

 

_ você está bem filho?

 

_estou mamãe desculpa eu...

 

_ shixx esquece ok, eu sei que não foi sua culpa então não se culpe por nada, só quero que você converse comigo ok, não guarde nada aí, você sabe que pode falar tudo comigo certo? - O perguntei olhando em seus olhos

 

_ certo eu amo a senhora

 

_eu também te amo meu pequeno príncipe - Falei o beijando

 

_Humm que fofo já estão se tratando como amor - Claro que minha irmã iria implicar com a Emma me chamando de amor na frente de todos, mais foi tão natural como a palavra saiu da boca dela

 

_ Aí Zelena deixa de ser besta - Peguei o pano de prato e joguei na cara dela

 

_Aí cambada a boia está pronta, vamos para mesa

 

Cortei a carne da Emy e a coloquei em sua cadeira Emma ficou a auxiliando quando precisava

 

_Então mãe vocês vão mesmo voltar para Storybrooke?

 

_Sim filha vamos ir amanhã e esperamos vocês lá

 

_eu posso ficar para ir com a senhora mãe? - Henry se virou para mim fazendo cara de pidão

 

_ eu não iria permitir que fosse diferente filho - Falei apertando suas bochechas e as enchendo de beijos

 

O almoço/lanche foi de conversas amenas, mas volta e meia pegava alguém, me observando, Emma e Zelena era as piores até quando eu respirava diferente elas me olhava preocupadas

 

_Tumi tudo mamãe olha mamy - Emy levantou o protinho como se fosse um troféu

 

_Nossa baixinha parabéns acho que alguém vai ganhar sobremesa em - Emma é uma babona

 

_Tota de maçã? - A carinha esperançosa da Emy é a mais fofa  

 

_ Não filha a torta ainda está no forno então só mais tarde, mais que tal salada de frutas? - Propus

 

_sovete? - Claro que ela ia querer sorvete

 

_ Não! Salada de frutas, pois você já se entupir de besteira está semana - Emy fez bico, e carinha de cachorro pidão, fazendo Emma a olhar e depois olhar para mim fazendo a mesma carinha

 

_nem adianta vocês me olharem assim vai ser salada de frutas ou nada vocês decidem. - Não gosto que fiquem comendo besteira e Emy, Robin, Henry e Neal já ultrapassaram todos os limites então Zelena fez salada de fruta

 

_ até eu tia? - Neal me olhou me perguntando

 

_ até você Neal, na verdades todo mundo - Ainda é estranho ouvir ele me chamando de tia, ainda mais que Emma é irmã dele, mas acho que como Robin me chama ele acabou me vendo desta maneira

 

_ Titia eu vou para uma escola nova?

 

_Sim moranguinho - Respondi minha moranguinho a beijando meu deus como amo esta ruivinha linda

 

_ e eu vou ser sua professora - Como assim achei que ela estava na prefeitura

 

_ Ache que você estava na prefeitura Mary?

 

_ Bom sim Regina mas acho que você leva mais jeito que eu. Então eu estava pensando que você podia assumir quando voltar - Não respondi pois nem eu sei como vai ser quando eu chegar em Storybrooke

 

Os desencantados foram embora pela manhã, a semana foi corrida, eu e Zelena optamos por manter a empresa, mais deixamos dois amigos que já tinha expressado interesse em se tornarem sócios e expandir a empresa, então vamos receber balancetes trimestrais e voltamos de seis em seis meses, eu coloquei minha parte em nome dos meus filhos e Zelena em nome da Robin, assim eles teriam estabilidade mesmo fora de Storybrooke

 

Finalmente chegou o dia de voltar, fomos de avião até nova York e compramos um carro grande que caberia todos, decidimos manter a casa também, afinal ali está nossas maiores lembranças, ali nossas filhas deram os primeiros passos e ali construímos nossa família contratamos um caseiro para cuidar de tudo, a viajem foi tranquila, Ruby e Emma revezavam no volante, agora Emma é quem está dirigindo e eu estou do lado do carona, quando estávamos quase no limite da barreira da cidade Emma diminuiu a velocidade

 

_ você está pronta? - Olhei para meus filhos e minha sobrinha, eles dormiram depois de muita bagunça e cantoria, zelena pegou minha mão olhei para trás a olhando no olho

 

_ estamos aqui sis, eu estou onde você estiver - Olhei para Emma e apenas assenti com a cabeça, ela acelerou e passamos pela barreira da cidade, meu corpo foi tomado por uma corrente elétrica, eu sentir a magia pelo meu corpo, forte, poderosa, assim que passamos avistamos os desencantados que nos esperava um pouco depois da barreira

 

_ olá como foi a viagem? - David se aproximou da janela do carro beijando a cabeça da Emma

 

_ cansativa, mas bem tranquila pai - Emma o respondeu depois olhou para mim com uma cara estranha, ok minha cabeça começo a piscar, algo está acontecendo Regina

 

_fico feliz filha e você Regina como está? - Agora sim minha desconfiança esta maior

 

_ cansada - Respondi categoricamente

 

_ bom podemos ir ao Granny's - Ai tem coisa, e sendo os desencantado já posso até prever o'que é, mais nem pensar

 

_ Snow eu realmente estou cansando, assim como as crianças, então prefiro ir para casa e os colocar para dormir - Falei não era mentira as crianças estão cansadas mesmo, mas eu nao quero ir para o Granny's, para seja lá o'que eles aprontaram

 

_ entendo - Eu sinceramente estou cansada, e pela animação da Snow posso presumir o'que me aguardava no restaurante da vovó, eu não estou com cabeça para enfrentar nada por enquanto

 

_bom mãe vou levar eles para a mansão, acho que todos estão cansados, depois passo na sua casa - Emma falou pegando minha mão e a apertando soltei a respiração sem nem saber que havia assegurado

 

_claro filha te esperamos - Emma seguiu para a mansão em silêncio o'que eu apreciei pois minha cabeça está a mil, assim que paramos na entrada da mansão, eu olhei para aquela entrada nostalgia, angústiada, felicidade, receio eram tantos sentimentos contraditórios que minhas pernas travaram na entrada

 


Notas Finais


E então oque acharam?
Bom agora sim chegou onde todos aguardavam
E ai algum palpite?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...