História O nascimento de Comum, a deusa do Xose e do sexo nrpgista. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Doutor Estranho
Visualizações 24
Palavras 407
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Sem plágio.

Jatau, ja vai começau, pega no meu pau, jaaj, uau.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction O nascimento de Comum, a deusa do Xose e do sexo nrpgista. - Capítulo 1 - Capítulo Único

One Xose All, de imenso poder, o criador e a personificação geral do Universo Xose, porém, lhe faltava uma companhia para passar horas e horas visualizando sua bunda, as voltas, os contornos, seus peitos e seus mamilos TALVEZ durinhos e rosas, de lábios rosas e uma xota rosa, claro, então, com isto, resolveu utilizar do BÁSICO de seus poderes para desenvolver a imagem de um humano, tendo a mesma circunferência, porém, apenas feito de energia cósmica. De lá, a energia estabilizou-se e o corpo de uma mulher, embora feia, com o corpo e estágio de uma garotinha de 14 anos movimentava-se pelo Palácio do Xose Universal, completamente nua e sem qualquer uma vestimenta, com todo o corpo a amostra. A divindade suprema, que criou a garota até então sem nome, deu-lhe o apelido de "Comum", pois comum iria ser a sua buceta sendo violada todos os instantes, comum seria ver um oco tridimensional formado pelo vai-e-vem da rola cósmica de One Xose All, enfim.

No calendário cósmico, passou-se cinquenta anos, enquanto na Terra apenas havia passado um dia somente, e Comum estava crescida, com o corpo de uma adulta e os melões tortos, defeituosa puta merda. dai o filho da puta do one xose all tiro as calça ta ligado, pegou a naja de 12839183213981 anos-luz e penetrou o cu da comum, puta que o pariu, parecia o banshee gemendo ta q merda, o universo inteiro ouviu k.

One Xose All gozava litros e litros de plasma, enquanto Comum bebia e engolia, além de cuspir e acariciar a jiboia gigante do caralho. oq o rafael tinha de testa o one xose all tinha de rola, sem calculos existentes pra isso eu em

comum ficou sem companhia, tadinha da puta desgraçada yuki rya do caralho, dai ela inventou com seus poderes cosmicos um ser de cabelos longos e lisos, uma barba ridicula e um corpo mais fino que pau duro de muleque de 9 anos, meu deus. era Otoni, o deus do pincel (se n pega a referencia eu do  1 soco), então, ele violou comum e explodiu-a com uma gozada tão intensa que alago a mina em goza, explodindo feito um balao cheio de agua caindo no chao, tipo isso. :>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>:)))))))

otoni de nazare mato one xose all e comando tudo, protagonista, panelado, crio o rpgismo e as leis dos xoses, fez 1 cara se matar por causa disso, enfim, mt merda.

parte 2 e o caraio


Notas Finais


ah fodase as notas finais se fuder


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...