1. Spirit Fanfics >
  2. O Nerd e a popular ( imagine kim Taehyung - BTS ) >
  3. Suspeitos

História O Nerd e a popular ( imagine kim Taehyung - BTS ) - Capítulo 48


Escrita por:


Notas do Autor


desculpa não postar capitulo , eu fiquei doente e acabei não postanto. fiquem com o capitulo s2

Capítulo 48 - Suspeitos


5 anos depois

estava eu em meu escritório terminando de assinar uns papeis quando escuto meu celular vibrar, desbloqueio e vejo que são quase 00:00. me assusto ao ver que o tempo passou voando. ele vibra de novo e vejo uma mensagem de Taehyung, abro e ele manda mais uma.

mensagem on

Tae- onde você está s/n?

Tae- já está tarde.

-estou no escritório. meu chefe ainda não chegou.

Tae- liga para ele.

- ok. até depois amor.

desligo e ligo para meu chefe. tento ligar uma vez, duas vezes, três vezes e nada. desisto e levanto para arrumar a minha mesa que estava lotada de papeis. um tempo depois termino e vou pegar minha bolsa no mini sofá que tinha na sala e quanto me inclino para pega-la sinto mãos em minha cintura me puxando para cima. me assusto e me solto da pessoa e derrubo ela no chão, assim colocando meu salto em sua barriga. olho para a  cara da pessoa e me assusto ao ver meu chefe, tiro meu pé de cima e tento levanta-lo.

- você tá louco Sr.Mark? me assustou

Mark- é mark para você s/n.

- ok. os papeis estão na mesa e...

Mark- não me importa. quero que durma na empresa.- ele fala me interrompendo

- tá louco? eu tenho casa e meu namorado está me esperando.

Mark- não sabia que você namorava. fala para seu namoradinho que você vai dormir fora hoje.

- não vou fazer isso, já terminei meu trabalho agora tenho que ir. - falo tentando passar por ele mais ele entra na frente.

Mark- já disse que você não vai a lugar nenhum.

- deixa eu passar por favor? já está tarde, tenho que ir para casa.

tento passar de novo e ele me bloqueia novamente.

- vai ser do jeito difícil?

Mark- pra você vai ser 

me aproximo dele lentamente e sinto sua respiração bater em meu rosto, me aproximo de sua orelha e sussurro.

-esse vai sempre ser meu melhor talento

Mark- qual?

- tem certeza que quer ver?

Mark- toda.

- você pediu

dou uma rasteira nele e chuto o membro dele e vou para a porta.

- até amanhã chefinho. pode dizer para sua futura esposa, que não poderão ter filhos. tchau tchau.

aceno para ele e dou um sorriso debochado e vou para o elevador. aperto o botão para o primeiro andar e espero

- ele estava fedendo a álcool. deve ter enchido a cara junto com aquele inútil do Minho. 

espero longos minutos e a porta se abre revelando duas pessoas se pegando e entrando no elevador. olho com um olhar de nojo e vejo que é Yuqi e Jaemin. saio do elevador e acelero os passos indo em direção a saída. vou para o estacionamento e procuro meu carro, vou até ele e pego a chave dele e destranco e entro dando a partida.

depois de um tempo dirigindo pelas ruas vazias, chego em minha casa e aperto o botão que tem no painel do carro e abro a garagem com ele. estaciono o carro e fecho a garagem e entro em casa. ela estava toda escura e silenciosa, coloco minha bolsa na bancada e guardo meus sapatos. vou para a cozinha comer algo já que estava morta de fome. abro a geladeira e não tinha quase nada de comida.

- preciso fazer umas compras amanhã, esse meu trabalho me ocupa muito tempo.

fecho a geladeira e vou para a sala e me sento no sofá, pego meu celular e peço uma pizza de frango catupiri e calabresa e ligo a tv.

Tae-tá fazendo o que s/n?

- AHHHH Taehyung, que susto.

ele se senta do meu lado e me puxa, fazendo eu me deitar com a cabeça nas pernas dele.

Tae- vai me responder? ou tenho que fazer a pergunta de novo?

- repete, eu não prestei atenção

Tae- perguntei o que estava fazendo.

- estou esperando uma pizza enquanto assisto alguma coisa.

Tae- porque não me chamou? - fala fazendo cafuné em mim

- pensei que estivesse dormindo, não queria te atrapalhar.

Tae- você não atrapalha, só melhora as coisas.

- já disse que eu te amo?

Tae- sim. mais eu te amo mais.

- aahh Taehyung. to morrendo de fome

Tae- eu sei. agora descansa e vamos esperar a pizza

acabo adormecendo por conta do cansaço. depois de um tempo acordo com Taehyung me pegando no colo, ele me coloca na cadeira da mesa de jantar e se senta na outra cadeira. a caixa da pizza estava na minha frente e sem exitar eu abri ela e peguei um pedaço e comi.

logo ele pega um pedaço a seguir de outro e de outro até a pizza acabar.

Tae- estava mesmo com fome, eu comi 2 fatias e você o resto.

- passei o dia inteiro sem comer por conta do trabalho.

Tae- em falar em trabalho, amanhã e o resto da semana você não vai para a empresa.

- como assim?

Tae- você anda trabalhando muito, precisa de um descanso. 

- você fez isso? ai como eu te amo tanto.

Tae- eu também te amo. vamos lá dormir

me levanto e ele me abraça de lado e fomos para nosso quarto. coloco meu pijama e me deito com ele e dormimos abraçados

acordo com alguém pulando em cima de mim, abro os olhos e vejo Yuna com o gatinho dela nas mãos e rindo com aquela risada gostosa de ouvir.

- aahh Yuna, já está fazendo bagunça, é minha pequena?

Yuna- bom dia mamãaaaae. a tia Jennie tá lá em baixo

- vamos lá meus amores

descemos e fomos tomar café junto com eles.

Jennie- como vai as coisas na empresa?

- vão bem, apesar de eu ser tratada igual uma escrava. e como vai as coisas no grupo?

Jennie- nunca esteve melhor. estamos fazendo muito sucesso e ganhando bastante dinheiro. o único problema é o Sr.Yang. fora isso tudo esta maravilhoso, e provavelmente vamos lançar um novo álbum mês que vem.

- quem bom, pode ter certeza que eu vou comprar.

Jennie- e você Taehyung? como vai a vida de modelo?

Tae- vai boa. as marcas famosas me adoram - fala e joga o cabelo para trás

Kai- cade as crianças? - fala olhando pelos lados

- devem estar brincando pela casa.

ficamos ali batendo um papo até Jennie ir trabalhar. Taehyung mudou de uma hora para a outra, ele e a Yuna mudaram. nem liguei muito e fiquei assistindo alguns filmes até os dois saírem sem me falar aonde iriam. fiquei um bom tempo assistindo e depois deu tédio. peguei meu celular e tentei ligar para alguém para que pudecemos sair mais todo mundo estava trabalhando ou muito ocupado. decidi sair sozinha, tomei um banho e coloquei uma roupa antiga minha, aquelas bem ousadas. decidi voltar na minha cor natural de cabelo, eu amava o meu loiro mais também sentia falta do meu cabelo castanho ondulado. peguei uma bota preta e minha antiga bolsa, aquela pequena. peguei meu cartão e meu celular e sai de casa e fechei a mesma, peguei meu carro e fui em direção a um parque. estacionei meu carro na frente dele e fui em direção ao balanço

me sentei em um e fiquei olhando as crianças brincarem, enquanto olhava eu me lembrei de quando eu tinha a idade deles. eu vinha todo dia nesse parque junto com as meninas e o hobi. 

flashback on

- Jisoo, tá com você.

Lisa- correee

Jisoo- peguei você Hoseok

Hoseok- ah não. agora vou pegar a s/n!

- AAAHHH SOCORRO ELE QUER ME PEGAAAR

Rosé- hahahahhaha 

Hoseok- peguei você Rosé.

mãe da Jennie- vamos crianças, temos que jantar

Jennie- ah não ommaaa. mais um pouquinho

flashback off

nesses pensamentos eu acabo soltando umas lagrimas ao lembrar de Hoseok. saber que posso nunca mais velo na minha vida, me deixa triste. desde o nosso ultimo dia no Japão eu não converso mais com ele. sou interrompida de meus pensamentos por uma criança me chamando.

***- moça, porque você tá chorando?

- lembrei de um amiguinho meu. faz muito tempo que não vejo ele

***- qual o nome dele?

- Hoseok

***- esse é o nome do meu appa.

- serio? mostra ele para mim.

ele pega na minha mão e me leva até um casal sentado de costas em um banco. ele me leva para frente dos dois e me assusto ao ver ele ali na minha frente

- HOBI

eu o abraço o mais forte possível e ele o mesmo 

hobi- meu deus quanto tempo.senti muitas saudades suas

- verdade.

***- amor, você pode me falar quem é essa ?

hobi- ela é minha amiga de infância, s/n. lembra dela?

ela concorda e pisca para mim

- seu filho é muito educado, parabéns aos dois

hobi- obrigada. que tal irmos para um lugar mais calmo para conversamos?

- pode ser

hobi- amor, você se importa?

***- claro que não, podem ir, eu fico aqui brincando com o hueningkai.

saímos dali e fomos para uma cafeteria. conversamos a tarde inteira e fomos embora. eu olhei as horas e vi que eram 19h ainda, então dirigi em direção ao mercado principal da cidade e fiz as compras para encher aquela casa de comida. paguei as compras e coloquei no carro, na volta eu ainda parei para comprar produtos para o cabelo e voltei para casa. peguei todas as compras e guardei, eu fiquei assustada ao ver que eles ainda não tinham voltado, normalmente quando eles saem juntos eles sempre voltam cedo. me troquei e fui dormir já que não tinha nada para fazer, e quando estava quase dormindo alguém me atrapalha, fico pistola e atendo ferfendo de raiva.

- o que foi caralho?

Tae- eita, se acalma, o que deu?

- tu me acordou, se prepare quando chegar em casa.

Tae- desculpa, desculpa.

- tabom, agora fala o que tu que

Tae- só vim avisar que vou demorar para chegar em casa, aqui está uma fila horrível.

- tá tanto faz, agora deixa eu dormi.

desligo e jogo o celular longe, me aconchego novamente e durmo com o barulho da chuva que caia fora de casa.

 

 


Notas Finais


espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...