1. Spirit Fanfics >
  2. O nerd e o popular - Jikook kookmin ABO >
  3. Namjin hot

História O nerd e o popular - Jikook kookmin ABO - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


🔞 Preparem se para a putaria 🔞

Capítulo 14 - Namjin hot


Fanfic / Fanfiction O nerd e o popular - Jikook kookmin ABO - Capítulo 14 - Namjin hot

E não consigo escutar

Sua voz

E não imaginar sua língua

Entre minhas pernas




Seul - Coréia do Sul

16:17 P. M



Autora P. V. O




A tarde havia se passado rápido, os alfas estavam em seu vestuário se arrumando depois de um longo treino enquanto os ômegas estavam no estádio em seu ensaio para a dança do jogo do mês que vem. Além do jogo, teriam também uma apresentação na festa de primavera. 

E lá estava os alfas, seguindo seu caminho roteiro até o ginásio, conversavam coisas banais e algumas besteiras entre si, coisas de alfas, enquanto jogavam a bola de basquete de um ao outro. Ao passar nos corredores arrancavam os suspiros dos universitários do horário vespertino (tarde) e alguns que moravam nos alojamentos, mesmo sendo da manhã eles eram bem conhecidos a tarde também. 

Mas eles não ligavam, tem em suas mãos os mais belos ômegas desse colégio inteiro, ideia que não seria fácil de retirar de suas mentes, isso se retirarem né... Ao abrir as portas do ginásio eles se dão de cara com seus ômegas no final da dança. 

Namjoon olha atento para seu Ômega e esse recebeu o olhar devolvendo de forma provocante enquanto põe seu dedo indicador na boca e rebola até o chão na última batida da música, o que faz um certo amigo de Kim se agitar ali em baixo, esse sorrir sacana já no pensamento de como punir esse mais tarde, mostrando suas mais invejadas covinhas. 

Jm: — amor... A música já acabou, chega de rebolar

Jimin gargalhada ao perceber a tensão sexual entre seus amigos e vai até si lhe dando um abraço, os ômegas pegam suas malas de pano a mão, com suas roupas e alguns acessórios de treino dentro, e andam até seus alfas, indo aos seus repquetivos pares. 

Nj: — olá, meu Ômega

Jn: — oie, meu alfa

Esses trocam breves selos, assim como os outros casais ali, e seguem para fora do ginásio, Namjoon segura a bolsa de SeokJin como um belo cavalheiro e esse agarram a mão do um outro enquanto andam grudados até o estacionamento. 

Algumas conversas eram trocadas entre os amigos, assuntos como o jogo e a festa do mês que vem, as vezes falavam da Lalisa Monabam e de como ela tentavam a todo o custo desrespeitar Jimin no ensaio hoje, mas como um Ômega ousado e bem treinado com Taehyung e Jin sempre respondeu de forma severa e afiada.

Jk: — aah seus puto, não esquece do nosso compromisso de amanhã

Hs: — como vou esquecer? Não é uma sexta feira a noite se não tiver uma programação de sexta a noite. 

Yg: — se tem bebida vocês sabem que eu já estou lá

Jn: — ai o papudo...

Yg: — vai se fuder. 

Nj: — e YoonGi, vai querer apanhar uma hora dessas é? 

Yg: — depende se você tiver coragem

Th: — Hehehe.... Adoro... 

Jm: — sem brigas... Só paz e amor 

Jk: — tapas também demostram carinho

JungKook sorriu de forma perversa ao seu companheiro, recebendo desse um tapa fraco no peito mostrando seu constrangimento e olhando para baixo tentando esconder suas bochechas coradas em um tom inocente de cor-de-rosa. 

Jm: — idiota. 

E assim os risos se foram ouvidos, menos de Park que ficava cada vez mais vermelho com a situação. 

O tempo se passou e os amigos logo se despedem entrando em seus respectivos carros, Namjoon abriu a porta do Drive North para seu Ômega se sentar e assim esse fez, colocando seu cinto em seguida. Namjoon da a volta ao carro e entra nele deixando suas mochilas e a bolsa de SeokJin no banco de trás. 

Se acomodou em seu lugar e pós a chaves do encaixe do carro o ligando, passou o cinto por seu corpo e saiu da garagem seguindo a Mercedes negra que sempre ia a frente de seu carro e da Ferrari de YoonGi, todo o grupo tem um líder e os garotos aceitaram ser o Líder nada mais nda menos que o alfa lúpus Jeon JungKook. 

Após um caminho seguindo a Mercedes esse carro se desviou em outra direção, assim como a Ferrari, Namjoon ainda atento ao caminho apenas repouso a mão sobre a coxa de seu Ômega e deixou ali um leve aperto. 

Nj: — vai hoje para minha cobertura, ai você passa o fim de semana inteiro comigo. 

Jn: — vou avisar meus pais. 

Jin pegou seu celular e mandou uma mensagem para seus pais, o casal de alfas, de que passaria o resto da quinta, a sexta e o final de semana na cobertura de seu alfa, seus pais faziam parte da sociedade AAOO ( alfa com alfa e Ômega com Ômega ) assim como tem na sociedade os gays, lesbicas e heteros, existe os que namoram e casam com a mesma erarquia lobina. 

Sua mãe foi a primeira a responder, apenas disse que " Sim " E pediu para que usasse camisinha... Típica da Sra. Kim Ma-gine. Seu pai não respondeu, provavelmente ocupado em alguma reunião ao coletiva na grande empresa Kim Entrepreneur, tipico do Sr. Kim Jon-gin. 

O caminho até a cobertura de Namjoon foi curto, já que esse mora bem perto ao colégio, desceu a garagem subterrânea e estacionou seu carro a uma de suas várias vagas do salão, ele havia uma sala só para seus carros, no caso cinco e duas motos. 

Saiu do carro sendo acompanhado por seu Ômega e passa a mão em sua costa pondo acima de seu quadril guiando para dentro do elevador e digitando seu código para a cobertura. O elevador para após minutos e eles atravessam a porta dupla um pouco a frente do elevador estando no Hall da enorme cobertura, essa que exalava luxúria e beleza de longe

Mj: — olá Senhores

Min-ja, a governa da cobertura aparece com seu explendido sorriso no rosto, a típica mulher de meia idade que viu o patrão crescer. Ela estende suas mãos e apara as mochilas e a bolsa de SeokJin para levar até a Lavandeira e guardar as mochilas no closet. 

Mj: — desejam algo para comer? 

Nj: — seria bom um lanchinho, por favor

Mj: — claro, Senhor, licença

Jin sorrir acenando com a cabeça para a mais velha antes de lhe dá uma abraço para essa ir embora, Namjoon segura o braço de seu Ômega e puxa seu corpo para que grude ao seu. 

Jn: — ain, Joonie... 

Nj: — ta manhoso por quê, uh? 

Esse segurou o queixo de seu Ômega e lhe deixou um beijo casto cheio de desejo e paixão, essa que transborda dentro de ambos ali. 




( ... ) 




Era noite, passando das dez horas, os dois estavam deitados no sofá da sala assistindo um filme de romance, escolha de Jin, na TV, a pipoca na vasilha já havia achado assim como o refrigerante. Min-ja já havia se retirado aos seus aposentos, uma parte ao final da cobertura onde tinha sala, quarto, cozinha e banheiro para ela, uma parte apenas dela, assim não precisaria cruzar um enorme caminho até a alá principal. 

O filme terminou e Jin estava deitado só vim sua camisola de ceda cor creme sobre o colo do alfa, seus olhos estavam quase fechados de sono e Namjoon pegou o controle e desligou a TV. 

Nj: — vamos para o quarto, vem... 

Namjoon segura a mão de Jin a ambos se levantam, deixando tudo ali,, seguindo até as escadas e subindo até a suíte principal da cobertura. Ao entrar no quarto Namjoon joga seu Ômega sobre o acochoado macio coberto por lençóis marrons. 

Jn: — alfa... 

Nj: — shh... — Namjoon coloca seu invadir sobre os lábios de Jin Lara assim o calar e subi na cama ficando entre as pernas desse — quero você e quero agora. 

Namjoon se curvou sobre o corpo alheio e beijou seu boca antes de descer esse beijos para seu pescoço, chupando e mordendo ali, Jin ao mesmo tempo perdeu o sono que antes tinha e agora eleva as coxas encaixando de melhor forma o seu alfa ali. 

Seus dedos foram de encontro aos fios negros de seu alfa os puxando com delicadeza descontando o prazer que sentia apenas pelos beijos molhados do mais velho acima de si 

Jn: — J-Jonnie...

Nj: — nem bem te toquei e você já está todo molhado? 

Falou assim que tocou a intimidade do abaixo de si, percebendo abundância de seu lubrificante natural jorrando da entrada do acastanhado, seu cheiro já se espalhou no ar, o cheiro bom de rosas que esse tanta ama. 

As mãos grandes de Namjoon retiram as roupas do acastanhado sem algum tipo de pressa o tocando de forma lenta e tortuosa, levando esse a loucura com tão pouco toque. 

Jn: — aah.. Por favor... 

Nj: — por favor o que? 

Namjoon voltou a se encaixar no seu Ômega agora nu chupando e mordendo o lóbulo de sua orelha por vez que suas mãos passeavam sem pressa sobre o corpo do menor. 

Jn: — por favor... Me toca... 

Nj: — por que não pediu antes? 

Namjoon não esperou uma resposta concreta de Jin, esse também não conseguiria responder já que de sua boca só saia gemidos manhoso pelos toques gostosos e muito bem trabalhado dos dedos de seu alfa. 

Namjoon abandonou de vez a sanidade - se é que tinha - e desceu seus lábios até os mamilos rígidos e durinhos de Jin, avocanhou um enquanto sua mão estimulava o outro, brincando entre seus dedos e rodando o biquinho em uma tortura prazerosa, Jin arqueou as costas em um ato desesperado de empurrar seus mamilos na palma e na boca de Namjoon, na qual maltrata e mordia seu biquinho direito, fazendo o mesmo agora no contrario. 

As mãos de Jin encontraram a barra da camisa do seu parceiro e a arrancou de seu corpo, deixando à se unir as suas peças no chão, deslizou suas mãos macias e pequenas até a barra da calça dessa e abriu o botão dessa descendo o zíper. Sua mão adentrou anos calça e sentiu a textura dura como pedra do sexo do maior acima de si, masturbando lentamente em sua mão olhando a expressão desse que se contrai em prazer enquanto deixa um gemido passar por seus lábios 

Jin o vira na cama, mudando a posição, arranca as últimas peças de roupas desse as as joga no chão, agora os dois nus sobre a cama com os lençóis bagunçados, Jin junta duas duas mãos enquanto masturba seu Namjoon lentamente encarando os olhos negra desse que também o encarava. 

Sua boca desce e ele passa a língua pela glândula inchada e vermelha do maior, esse geme rouco, logo ele abocanha o menti desse e começa os movimentos gostosos de vai e vem 

Nj: — uhm... Que boca gostosa, Seokjin... 

Namjoon leva suas mãos até os fios acastanhado de Jin e segura sua cabeça firme, Jin já sabendo o que esse iria fazer cobre seus dentes com os lábios esperando as estocadas do maior em sua boca, o que logo ocorreu  

Namjoon começou a estocar a boca de Jin sentindo sua glândula tocar sua garganta, Jin as vezes se engasgada, mas mesmo assim desejava ansiava por mais do seu alfa, adorava a carne do mesmo em sua boca. 

Namjoon poderia gozar com apenas aquilo, a visão dos olhos marejados de seu Ômega enquanto recebe sua carne fodendo sua boca, sentindo a língua alheia rodear sua glândula lhe torturando da pior forma possível, mas mesmo assim tão agradável. 

Nj: — não... Não! 

Puxou os cabelos de SeokJin o fazendo se ergue a sua frente e ficar de joelhos sobre a cama, assim quando sentiu os dentes desse raspar sobre seus membro endurecido. 

Jn: — Namjonnie... Mas eu quero — esse foi interrompido mais uma vez essa noite 

Nj: — você não tem querer, SeokJin, de quatro... Agora! 

Usou sua voz autoritário e crime sendo obedecido aos mesmo instante, Jin carinho sobre a cama e logo parou ao centro dela ficando de quatro, com o êxito deitado sobre o acochoado e sua bunda bem impinada para cima 

Namjoon encarou aquela imagem com tanta maestria, podendo ficar olhando aquela imagem por horas e horas e se masturbar várias vezes ao dia com aquela visão, certamente a melhor visão de todas, a entrada piscante de seu Ômega implorava por atenção e descia dela o líquido transparente que escorria sobre suas coxas. 

Namjoon se viu na necessidade de deixar um tapa ali, e assim fez, deixou não só um como vários, um atrás do outro, arrancando gemidos gostosos do Ômega que se deliciava com a dor prazerosa, Namjoon só parou quando viu a bela bunda vermelha e com as marcas de seus dedos nela. 

Então ficou de joelhos atrás desse e esticou seu braço para pegar uma camisinha no recipiente de vidro em cima da cômoda, rasgou o plástico ilumadi e se masturbou lentamente espalhando o pré gozo sobre seu karalho endurecido, colocou com cuidado a camisinha em seu pau e logo segurou o quadril fino do menor o penetrando sem aviso e sem demora, de uma só vez. 

Jn: — aah... N-Namjoon...

Exclamou alto em um gemidos agudo agarrando os lençóis da cama entre seus dedos em busca de descontar toda a dor, todo o prazer, todas as sensações difetebtes que sentia ao ter o caralho de seu alfa enterrado em seu interior. 

Nj: — porra... — resmungo rouco — como depois de tantas transar você consegue continuar apertado, caralho? 

Namjoon se retirou por completo e voltou a preenchê-lo com força 

Jn: — d-de novo... De n-novo, por favor... 

Jin suplicou com sua voz falha em meio à uma respiração descontrolada, seus fios castanhos foram agarrados com força e Namjoon voltou a fazer o mesmo movimento... Sair por completo e entrar com força... E de novo... E de novo... E de novo... 

Jn: — own... P-por favor... R-rapido

Nj: — não... — Namjoon se curvou sobre o corpo de SeokJin lhe preenchendo ainda mais fundo — eu vou lento, forte e fundo... Por que sou eu que mando nessa porra aqui

Jn: — wan, Namjoon... Por fa..vor... 

Nj: — eu adoro ouvir você implorando... 

Namjoon não deu a mínima para o desejo de Jin e continou no ritmo torturante e delicioso, seus corpos já estavam suados e os fios negros de Namjoon grudavam a testa. 

Então Namjoon sentiu a ponta da de dor ai pé de sua barriga e começou a movimentos mais rápidos, a boca de Jin, vermelha e inchada, se abriu em um ler geito " O " Ao sentir seu ponto doce ser surrado com força. O maior percebeu exacerbou aquele ponto com rapidez e maestria, não errando uma esticada se quer, segurou o membro do menor, antes esquecido, e masturbou ao ritmo que esticada esse e então ambos chegaram ao seu clímax, Jin gozou sobre a mão de Namjoon que levou até sua boca e lambeu o líquido branco pouco azedo, mas gostoso enquanto a camisinha era preenchida de seu sêmen no interior do outro. 

Saiu de dentro desse depois de lagunas estocadas e retirou a camisinha dando um nó e jogando no lixo, preparou a banheira para o Ômega e o pós lá enquanto se vestiu um roupão e trocou os tecidos da cama para dormirem, feito isso ele se juntou ao seu Ômega na banheira tendo então o segundo round. 


Que noite longa... 


Notas Finais


Perdoem os erros... Preguiça de revisar e com certeza tão to afim de ficar com tesão lendo isso


Bjs nenês, até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...