1. Spirit Fanfics >
  2. O nerd e o popular (jikook, Namjin, Taeyoonseok) >
  3. Alguém que estraga tudo

História O nerd e o popular (jikook, Namjin, Taeyoonseok) - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Oiee💜💜, meus amores me desculpem ficar todo esse tempo sem atualizar algum capítulo, estava em uma viajem e não deu para mim postar, mas aqui estou eu com mais um capítulo pra vocês 💜💜


Eeee as aulas começaram, mais um ano de luta se inicia kkk. Desejo toda a sorte do mundo para quem ainda estuda 💜💜


Me desculpem os erros e espero que gostem 💜💜

Boa leitura 📚💜💜💜

Capítulo 9 - Alguém que estraga tudo


Fanfic / Fanfiction O nerd e o popular (jikook, Namjin, Taeyoonseok) - Capítulo 9 - Alguém que estraga tudo

~Jimin Pov's...~




O dia foi maravilhoso, cheio de amor, brincadeiras, foi ótimo. Quando eu vi o rosto de jungkook pela primeira vez estampadas nas revistas, jornais, televisão etc, eu o achei muito interessante, mas ao mesmo tempo metido, ele se mostrava ser igual aqueles riquinhos mimados, que tem tem tudo ao seus pés, mas ele é totalmente diferente, ele é tímido quando o elogia, ele é fofo com aquele dentinho de coelho, ele é sexy com aquele olhar, quando esta com ciumes ou com raiva sempre cutuca a bochecha com a língua, ele é divertido e brincalhão, e por aí vai. Ele é totalmente diferente do que se mostra ser, ele é interessante. 




Hoje é o dia em que meu irmão volta para Busan, ele estava fazendo intercâmbio no Estados Unidos, isso já faz uns 3 anos, e eu estou muito ansioso para ve-lo. Ele é um garoto muito legal, desde criança somos unidos, amávamos dançar e cantar juntos. O nome dele é Park Jihyun, ele tem 19 anos, ele é um tipo de pessoa muito carinhoso e atencioso. Ele sempre me ajudou quando eu precisei, e assim fiz o mesmo com ele, o ajudava quando ele precisava. Somos assim, as vezes brigamos, mas depois de um tempo voltamos a nos falar como se nada tivesse acontecido, ele vive me abraçando e me dando beijinhos, mas sempre gostei de me fazer de machão, e sempre dizia que não gostava daquele ato, mas que na verdade por dentro eu amava, eu amava quando ele me abraçava, me dava beijinhos, amava quando dizia "meu bebê tá crescido, esse bebezão do irmãozinho, o irmãozinho ama muito esse bebê" eu amava muito isso, é sempre eu dizia " para velho, me solta...Me deixa em PAZ!!, para de criancisse, nem parece que é mais velho que eu...PARA VEYY!!!"  Era engraçado porque eu sempre tentava sair de seu abraço mas não era porque queria, era porque eu sempre quis me mostrar macho. Não vejo a hora de ver ele novamente, estou muito ansioso para isso. 





Agora estou em meu quarto junto com jungkook, estou sentado com as pernas entrelassadas e com uma almofada em cima. Jungkook está deitado de barriga para cima olhando para o teto, estamos conversando coisas aleatórias.




- posso te contar uma história de terror?? - pergunta jungkook agora me olhando,  mas continua deitado.


- se eu sentir medo, e não consiguir dormir a noite, você me paga - digo a ele que solta uma risadinha e logo se ajeita na cama para começar a cantar a história.



- certa vez um homem foi para outra cidade a trabalho,  com isso ele ficou em um hotel até comprir seu trabalho naquela cidade. Ao chegar no hotel foi a recepção onde havia uma moça muito bonita -- chave do quarto 332 por favor -- disse o homem a moça da recepção que logo o entregou a chave e logo em seguida disse -- Senhor, só um aviso, por favor, não vá até o quarto 333 e seja bem vindo -- disse a recepcionista ao homem que já se encontra confuso, mas mesmo assim não fez questão de perguntar o porque. Abrindo a porta de seus quarto de hotel, o homem se vê curioso indo até a porta do quarto 333, vendo que ele estava trancado, o homem se agachou e olhou pela fechadura e viu que dentro do quarto havia uma mulher que estava de costas, ele era alta, tinha os cabelos pretos e longos, e vestia um vestido branco até os pés. Depois daquilo o homem voltou a seu quarto 332. Dias depois, o homem estava indo em bora daquela cidade, porque seu trabalho havia terminado. Com suas malas já no táxi, o homem fecha a porta do quarto de hotel, e resolve da mais uma olhadinha no quarto 333, se aproximando da porta o homem se agacha e olha pela fechadura, só que dessa vez estava tudo vermelho, não via nada além do vermelho, o homem pensou que a mulher havia colocado um pano vermelho na fechadura para ninguém ficar olhando ou algo do tipo. Indo até a recepção o homem deixa as chaves do hotel lá e de longe vê o dono do hotel, o homem se aproxima do dono e logo em seguida pergunta -- olá, o que tem no quarto 333?? - assim que o homem pergunta, o dono do hotel olha para todos os lados e depois responde a pergunta do homem -- há uns 4 anos atrás uma mulher havia matado seu marido naquele quarto, e depois ela mesma se matou também naquele quarto e naquela noite. E todas as pessoas que ficaram naquele quarto sempre saiam assustadas dizendo que o espírito da mulher ficava naquele quarto -- diz  o dono ao homem que continua mais curioso que antes, o homem por sua vez pergunta -- e como era aquela mulher?? - pergunta curioso para o dono que parecia pensar e logo o responde -- ela é alta, tem os cabelos pretos e logos, usa um vestido até os pés branco, e seus olhos são vermelhos.


- então q-quer dizer q-que, quando o homem olhou p-pela última vez aquele quarto, ele e a m-mulher estavam se encarando??? - digo assustado já todo arrepiado por conta do medo.


- isso mesmo,  os dois estavam se olhando, mas ele pensou que fosse um pano vermelho. Yae gostou da história jimin.?? - pergunta com um sorriso no rosto.


- aaah, seu desgraçado, por causa de você eu não vou dormir essa noite - falo jogando a almofada que estava em meu colo nele que começa a rir.


- eu durmo com você - ele diz e eu coro brutalmente - fofo - diz ele me olhando e eu reviro os olhos. Ele se aproxima de mim e sela nossos lábios em um selinho demorado, ele pede passagem com a língua e eu cedo na mesma hora, ele começa a fazer carinho em minha bochecha enquanto me beija. Nossas línguas dançando uma música calma, se chocando uma na outra a cada segundo. 


- estou atrapalhando algo?? - ouço uma voz vindo da porta do meu quarto, olho para a direção da voz e vejo meu irmão nos olhando, arregalo os olhos e corro até ele o abraçando fortemente.


- JIHYUN!!!! - grito seu nome totalmente Alegre, eu estava feliz, depois de 3 anos sem vê meu irmão, esse dia está sendo muito bom. - eu senti saudade de você!! - digo ainda o abraçando.


- eu também senti saudade de você meu amor - diz ele me apertando em seus braços - eu falei tanto de você lá que meus amigos ficaram loquinhos para te conhecer kkk. - diz e nos soltamos do abraço - não vai me apresentar ao seu namorado?? - diz ele me olhando, e só foi aí que lembrei de jungkook.


- ah, ele não é meu namorado, apenas um amigo. O nome dele é jungkook, Jeon jungkook. E jungkook esse é meu irmão Park Jihyun - apresento os dois que se cumprimentam. 


- então você é o jungkook da empresa jeon's??? - pergunta meu irmão  olhando para jungkook que assenti, se eu o conheço bem, ele está com ciumes, esse jeitinho dele não me engana.




Ficamos horas conversando sobre tudo o que aconteceu na viajem do meu irmão, ele nos contou que conheceu dois garotos incríveis, chamados Spax e Taichi. Ele nos contou sobre seu relacionamento com Junior,  e por aí vai. Agora estou em meu quarto me olhando no espelho enquanto jungkook está deitado em minha cama.




- anda logo jimin, vem se deitar logo porque estou com sono - diz ele e eu reviro os olhos e vou direto para minha cama me deitando ao lado dele. 


- boa noite seu chato - digo e vejo ele sorrir e dizer um "boa noite" . Me aconchego e durmo.




No meio da noite sinto jungkook me abraçar, era estranho. Vejo ele levantar sua mão para coçar o cabelo e logo sua mão para em meu membro me fazendo estremecer, engulo seco, sem idéia para fazer algo, mas logo sinto sua mão se mechendo naquele lugar, ele parecia fazer aquilo para identificar o que estava pegando, mas para melhorar a situação fiquei durin da silva, quando ele percebe que estava com a mão em meu membro que agora estava ereto ele a tira rapidamente e logo me olha. Me levanto rapidamente e saio do quarto indo em direção ao banheiro, entro no mesmo e começo a me desesperar, e agora o que faço? ?? Eu não vou tocar em meu corpo! !! Aish que raiva vey!!! Ouço a porta do banheiro ser aberta e vejo a imagem de jungkook entrando no banheiro, ele se aproxima de mim e eu me afasto.




- olha só jimin, foi eu que fiz isso então eu terei que tirar, por favor - ele diz e eu abaixo a cabeça e ele se aproxima.




 Ele abre o zíper de minha calça e a abaixa juntamente com a minha box. Ele se aproxima de mim e cola nossos lábios, começamos a nos beijar enquanto ele me masturba, estava ficando tenso, uma sensação diferente se fez presente em mim, ele para o beijo e se ajoelha e logo colocando meu membro em sua boca, ele começa a fazer movimentos de vai e vem. Aquela boquinha gostosa em meu membro, aquela sensação maravilhosa, será que esse dia tem como melhorar??? Gozo em sua boca e o engolir tudo, ele se levanta e começa a me beijar novamente, o beijo foi se intensificando, estavamos andando de um lado para o outro sem parar o beijo.



- mano vocês tem um foguinho viu, cara toda vez que vejo vocês dois juntos estão quase se comendo - diz Jihyun, e logo eu e jungkook paramos o beijo para olhar para Jihyun que logo sai do banheiro.






Estava tão bom, mas sempre tem alguém para estragar tudo.





















Continua...






















Notas Finais


COMENTEM O QUE VOCÊS ACHARAM DO CAPÍTULO..






Bom, foi isso kkkk. Eu estou tão cansada que fiz essa bostinha kkkk. Mas prometo que vou trazer um hot bem grande para vocês.


Espero que tenham gostado 💜💜💜


Titia Jeon ama vcs💜💜💜
Não desista dela 😊💜💜
Beijinhos do Seokjin 😙 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...