1. Spirit Fanfics >
  2. O nerd e os idols >
  3. Capítulo único

História O nerd e os idols - Capítulo 1


Escrita por: LuaStars

Notas do Autor


Capítulo não betado, então peço desculpas pelos erros ortográficos.
Capa feita por mim (é antiga já)

Capítulo 1 - Capítulo único


Tenn  Nanase era um garoto de seus 16 anos de idade, que tinha o objetivo de estudar para ajudar seu irmão Riku Nanase que desde que nasceu estava em casa, por conta da sua saúde frágil, e por não poder sair de casa acabou criando uma depressão profunda. Tenn não era um garoto de se relacionar muito, então na maioria das vezes ficava sozinho vendo alguma coisa que poderia usar para aprende, mas tinha gente que não queriam o deixar em paz, então sempre o ficavam o incomodando. Dois desses alunos eram os mais terríveis, Gaku Yaotome e Ryunosuke Tsunashi, eram dois idols muito famosos e muitas vezes abusavam da fama.

Era mais um dia comum na vida de Tenn, foi para a escola com o uniforme padrão, e nem bem chegou no portão quando teve seus livros derrubados pelos idols, Tenn apenas respirou fundo e pegou seus livros do chão enquanto que escutava rirem. O garoto não ligava para como era tratado, se tivesse que passar por isso para ajudar o seu irmão, assim faria.

— O Nerd idiota, por que mais tarde não saímos já que você só estuda? — perguntou Gaku segurando os cabelos rosados de Tenn, fazendo-o encarar.

— Por que eu sairia com um idiota que só se aproveita da fama que tem para fazer o que quiser? — perguntou o rosado sério para o platinado, que ficou visivelmente surpreso, já que não esperava que o garoto respondesse.

— Ora seu moleque atrevido, pena que eu não posso te dar uma surra aqui e agora por causa das condutas da escola e que posso ainda ser suspenso, mas depois das aulas e atrás da escola, você que me aguarde — falou Gaku soltando os cabelos rosados do garoto que nem se importou com a dor e pegou o restante de seus livros e foi para a sua sala de aula.

Alguns alunos que tinham visto a confusão na frente do portão, notaram que Tenn sempre estava de olho no relógio, ficaram com o pensamento que ele estava cuidando do tempo para quando ele fosse brigar com Gaku. Só que eles não sabiam que o motivo era outro. Como Riku tinha criado uma depressão por ficar em casa, o ruivo se achava um fardo para o gêmeo mais velho, então estava com o pensamento de tirar a própria vida e deixar seu irmão “livre” daquele fardo que o rosado estava carregando.

{Quebra de Tempo}

Já estavam na penúltima aula, e nessa turma estavam o Gaku e o Ryu que não paravam de jogar bolinhas de papel no rosado que não dava bola, quando todos ficaram em silêncio quando um policial entrou na sala.

— Com licença, aqui tem um aluno chamado Tenn Nanase? — perguntou o policial olhando os alunos, então o rosado levantou a mão e logo se levantando. — Será que pode me acompanhar ali fora um instante? — perguntou o homem e Tenn apenas concordou com a cabeça indo para fora da sala. — Então seus vizinhos ligaram alertando que escutou som do tiro em sua casa, e quando chegamos lá seu irmão estava com a arma na mão e morto com uma bala na cabeça. Sinto muito. — falou o policial.

Tenn ficou em choque, não sabia o que pensar, suas pernas fraquejaram o que o fez se ajoelhar e gritar enquanto lágrimas caíam de seus olhos rosas. A turma que murmurava falando que tinham encontrado drogas na casa do rosado, para continuarem zoando, se assustaram quando escutaram o grito do nerd. Gaku e Ryu se entre olharam surpresos, para Tenn gritar daquele jeito, algo muito grave tinha acontecido. Ninguém comentou mais nada e ficaram em silêncio, até que o policial entrou na sala novamente.

— O que aconteceu? — perguntou a professora preocupada.

— Infelizmente o irmão do Tenn Nanase se suicidou, e deixou uma carta para ele. Pelo que ficamos sabendo Tenn sempre voltava da escola correndo para ter certeza que seu irmão não tinha tirado a vida e que ele estuda bastante para tentar dar uma boa vida para o gêmeo dele. — explicou o policial para a professora e consequentemente para a turma toda que ficou em desolados. A maioria da turma zoava Tenn por estudar tanto e não falar com ninguém, sendo que estava fazendo tudo aquilo por seu irmão doente.

Ryu e Gaku se sentiram culpados por aquilo, então os dois se levantaram, tendo a atenção do policial, da professora e da turma.

— Nos leve até o Tenn, por favor. Queremos falar com ele. — falou Ryu olhando para o policial que ficou um pouco excitante, mas concordou. Os três saíram da sala e o policial o levou os idols até Tenn que estava na enfermaria, chorando e segurando um pedaço de papel nas mãos. — Tenn...

O rosado olhou para os dois e logo limpou as lágrimas.

— O que vocês querem? Se ainda querem brigar depois da aula, marquem para outro dia. – falou o garoto, nem olhando para os dois idols que suspiraram.

— Olha, não sabíamos que tudo o que você fazia era para ajudar o seu irmão, aturou a gente por ele. E como não poderíamos deixar isso de lado, decidimos te ajudar. — falou Gaku abrindo um sorriso no rosto, e Tenn logo os olhou com desconfiança.

— Vão me ajudar com o que? Não tem nada com o que vocês podem me ajudar, o que me resta é continuar estudando para ajudar meus pais, vocês nem se preocupam com isso por que já tem uma vida boa, eu usava o pouco dinheiro que eu recebia na lanchonete comprando produtos de vocês para o Riku que era um grande fã de vocês, mas agora isso não importa mais. — falou o rosado e saiu da enfermaria deixando cair a folha que estava em sua s mãos. Ryu notou a folha cair no chão, então pegou e começou a ler o que estava escrito.

Carta Pov’s On

Minha passagem na terra foi até aqui, e peço desculpas, Tenn, mãe e pai, por não poder fazer nada para ajudar vocês, sempre tendo que ter alguém para cuidar de mim, por causa da minha doença, mas uma hora ela iria tirar a minha vida de um jeito ou de outro, então por que não adiar esse sofrimento que estou tendo a cada dia?

Me dói muito, ver mamãe e papai dando tudo de si no trabalho para comprar comida, pagar as comprar, os meus remédios e ainda ajudar o meu irmão para pagar a escola. Tenn, eu não tenho palavras para descrever o incrível irmão que você é, mas não deveria usar seu salário comigo comprando coisas que eu queria, em vez de guardar para comprar um computador ou celular melhor para você. Sei que vão chorar quando lerem isso, mas... não quero que chorem, quero todos sorrindo, pois agora estarei no meu lugar. Céu ou inferno? Não sei, para onde fui, mas não esqueça que estou sempre zelando por vocês.

Querido irmão, amei ouvir sua voz cantando para mim, deveria fazer uma audição para se tornar um ídol, eu com certeza seria o seu maior fã, você tem um talento natural para a música... sim eu li as composições que você faz quando não está estudando, desculpe. Mas seria uma ideia boa para ajudar os nossos pais que trabalham duro por nós dois.

Tenn pense em mim como um anjinho que foi enviado por deus à você, mas como eu não suportei esse mundo injusto, tive que voltar para o meu lar e lembre-se, sempre estarei em seu coração.

Assinado: Riku Nanase

Carta Pov’s Off

Depois que Ryu leu a carta em voz alta para que Gaku também escutasse, ficaram mais desolados ainda, com o que o “nerd” estava passando, então iriam fazer o que era o certo, então os dois voltaram para a sala, e arrumaram suas coisas e pegaram o material de Tenn que ficou na sala e saíram sem dar nenhuma justificativa.

Ryu foi para a casa do rosado e Gaku foi para a empresa de seu pai, pois tinha um assunto muito importante para tratar com ele. Chegando no grande prédio que trabalha foi até o escritório, e encontrou seu pai tratando alguma coisa no celular, assim que o mais vilho viu o filho parado ali, falou que mais tarde ligava e desligou o aparelho.

— Aconteceu alguma coisa na escola para você sair mais cedo? — perguntou olhando o filho.

— Sim, bom descobri uma coisa sobre um colega meu hoje, e decidimos ajuda-lo, quero que prepare uma audição dele para pelo menos daqui a duas semanas, e se ele passar, entra pra Trigger. — falou o platinado olhando seriamente para seu pai, que pensou um pouco na proposta de seu filho e logo respondeu.

— Tudo bem, vou marcar. Mas não espere que ele passe, você sabe como eu sou exigente. — falou o presidente. Gaku apenas assentiu com a cabeça e saiu do escritório e foi para onde estavam seu parceiro.

Ryu assinou os papéis para o enterro do irmão do rosado. Já que a família dele não tinha condições de pagar um enterro descente.

{Quebra de Tempo}

Tinha se passado uma semana desde que Riku Nanase tinha falecido, e Tenn já estava indo para as aulas, mas o rosado tinha que agradecer pela ajuda de pelo menos por terem pago o enterro do seu querido irmão. Então no intervalo foi até onde os dois idols costumavam ficar que era obviamente o terrasso.

— Yaotome-kun, Tsunashi-kun. Eu queria agradecer por terem pagado o enterro do meu irmão, se eu puder fazer algo para compensar pelo que fizeram por mim. — falou Tenn se curvando levemente para os eles que se entreolharam e deram um sorriso de canto, o que deixou Tenn um pouco com medo do que eles poderiam pedir.

—Bem tem algo sim, que você pode fazer pra nós. — falou o platinado com um sorriso, e o garoto apenas escutava com atenção, achando que seria fazer o dever de casa de ambos.

— Gaku conversou com o nosso presidente marcou a sua audição, e se você passar você vai se tornar um idol e vai entrar para a Trigger. — falou Ryu com um sorriso deixando Tenn completamente surpreso já que não esperava por aquilo.

— Então vocês querem que eu faça a audição? — perguntou tentando processar a informação.

— Exatamente! — falaram os dois em conjunto.

Tenn aceitou já que não tinha nada a perder, e quem sabe poderia ajudar seus pais, aí eles poderiam descansar sem precisar se preocupar com as contas e dar uma vida melhor para eles. Depois que foi para a sala, nem prestou atenção no que o professor estava falando, estava concentrado demais escrevendo uma música, uma homenagem para o seu irmão.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...