História O Noivo da Minha Irmã (sendo corrigida) - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Vkook Taekook
Visualizações 234
Palavras 2.307
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura pessoal, ignorem os erros ortográficos, e me desculpem por não ter dado o meu melhor para esse cap, então.... Espero que gostem..

Capítulo 15 - Prometo.


Fanfic / Fanfiction O Noivo da Minha Irmã (sendo corrigida) - Capítulo 15 - Prometo.

 — Nada demais aconteceu ontem Jungkook... - ele começou a rir. — Porque insiste tanto? nada demais Gukkie

— Já que não é nada demais, por que não me conta? — Falei e ele se aproximou de mim com um sorriso nos rosto, botando suas mãos em minha cintura, e colando nossos corpos. Deixou um riso soprado escapar, até ele levar a mão direita aos meus cabelos, e bagunça-los.

— Bobinho. — disse apenas isso e deu um passo para trás ainda com um sorriso no rosto. 

Taehyung deu as costas e foi em direção a janela, Jeon saiu do quarto para pegar suas malas. em alguns minutos havia voltado, Taehyung agora se encontrava com um livro nas mãos, agora apoiado na janela observando a paisagem divina daquele lugar.

Jungkook botou as malas na cama, se sentou e abriu o zíper de uma mala, Tirou suas roupas, porque tinha intenção de arruma-las no armário. pensou que ainda lhe faltava muitas roupas para conseguir usar todo o espaço do armário. Mas teria que dividi-ló com Kim Taehyung, então o armário ficaria ocupado por completo. 

— Jeongguk...? — Uma voz soou rouca atrás de si. — Hm? — Jeon murmurou como resposta dobrando suas vestes

— Uau, aqui tem vinho. — Falou fazendo Jeongguk dá-lhe atenção. — Isso é normal Tae. — Voltou a dobrar suas roupas.

— Eu sei disso Guk. Mas eu pensei que poderíamos beber....

fitei o chão com as sobrancelhas franzidas, Refletindo, até que teve uma conclusão. 

— Mais podemos beber Hyung.

Na última palavra, Taehyung me olhou, como eu estava de costas, deu para perceber apenas por que conseguir lhe ver, por conta da olhada de canto que lhe dei quando eu disse isso, ouvi um risinho baixo, e foi aí que deixei um sorriso escapar.

— Hyung? — repetiu. — É, Hyung. posso não posso?! — falei em um tom óbvio. 

— Ah... deixa. — Ele disse, e eu ouvi passos, até que até que barulhos de vidros começaram a ecoar pelo quarto, e enfim, O som do vinho sendo derramado no copo.

— Jeongguk? — se aproximou. — Oi. — respondi sem dar atenção. 

— Qual foi o momento mais constrangedor da sua vida? — disse levando o copo até a boca. 

 Parei para pensar se ja tive algum.

— huum... — disse ainda ponderando. — Bem... Tae.... acho que... — Refleti mais um pouco até ter uma conclusão. Sim! eu ja tive, e foi um dos piores. eu realmente quase morri de vergonha naquele dia.

— Eu havia convidade a Eshiley, Minha ex namorada, para sair. Nós já namoravamos por 6 meses, ainda não era a hora certa para ter relações sexuais com ela, Mas ela disse para mim que queria experimentar, comigo. Eu era um jovem inocente, estudioso, faltava um ano para eu ir para o ensino médio, depois de concluir os estudos eu iria fazer faculdade de administração para herdar a empresa. Nunca havia assistido pornô, nunca me preocupei com isso, aliás não era a hora ainda...  Mais eu concordei com isso! — suspirei.

Taehyung apenas me ouvia com atenção, enquanto tinha seu copo de vinho na mão. 

— Eu só concordei por que se não ela pensaria que eu era um moleque com medo de Transar! — Falei rápido, era até possível que ele não entendesse. — So que tinha um problema... — Nos encaramos. — Qual? — Tae perguntou. 

— eu não sabia colocar a camisinha.  — olhei sua reação, Até suspirar de alívio por ele não ter rido demim. Até que ele soltou uma gargalhada.

 — NÃO SABIA COLOCAR A CAMISINHA? - disse espantado e gargalhou alto. Minhas bochechas queimaram. Quando percebeu que eu estava desconfortável com a situação, resolveu parar.

 — Desculpa... continua. — apertou os lábios ficanso sério. 

— Procurei a ajuda de um amigo... Eu tinha certeza que eu era o único inocente ali. Encontrei Yugyeom, na hora ele riu, e disse  que eu tinha que ir na farmácia pegar uma. 

— Eu fui lá  no lugar onde Yugyeom  mandou eu ir, cheguei lá e fui até o balcão. Pedi para o moço, eu ja estava com o dinheiro na mão.  

"— Moço? — sussurrei e ele veio até mim. — Olá Boa Noite. oque deseja senhor? — perguntou um cara alto de boné branco, roupas brancas, e um cabelo até o pescoço atrás da banca.

— Eu quero uma... c-camisinha.... — eu falei olhando com vergonha para as pessoas ao meu redor e ele sorriu para mim.

— Bom saber que está se prevenindo. Qual o sabor que quer? —Perguntou. —  morango.

deu as costas, e abaixou para pegar uma caixa, e logo depois botou em cima da bancada de vidro. — Tome. — me entregou. 

— Aqui o dinheiro.. — botei  na bancada dei as costas, queria sair logo dali. — Ei senhor! está errado, camisinha não se compra! 

Antes de dar mais um passo, fiquei parado. arregalei os olhos, e senti minhas bochechas queimando, algumas pessoas me olharam, e outras não ligaram.

Em passos apressados, e olhando para o chão, Me aproximei da bancada. — VOCÊ TA LOUCO?! — Perguntei agora olhando em seus olhos.

 — Meu jovem calma, é normal pegar camisinha. Estranho é você não saber que ela não é comprada e sim se dá. — respondeu e franziu a sobrancelha. 

— Sério? não me importa, só pegava o dinheiro e ficava com a boca calada. - falei bravo e vi ele sorrir indo até uma estante pegando um pote e trazendo até mim.

— é a sua primeira vez Rapaz? - Perguntou e eu afirmei com a cabeça . — Toma esse lubrificante íntimo, sabe para que usa? — perguntou e eu neguei com a cabeça. 

Eu não sabia que iria ser tão constrangedor ele explicar aquilo...

— Um lubrificante íntimo é uma substância lubrificante de uso pessoal para fins sexuais. Embora normalmente seja utilizado na prática do sexo anal, é muito útil para auxiliar o seco vagibal, quando a lubrificação natural é insuficiente ou há desconforto pela fricção [1]. Também é utilizado para realização de exames ginecológicos e proctológicos. ou seja para não doer tanto no homem ou na mulher com quem irá ter relações sexuais , você tenque passar isso, na primeira vez vai doer, mais depois ela ou ele se acostuma. — a cada palavra dele eu ficava tenso, P-a-r-a-l-i-s-a-do. eu não deveria ter deixado  ele explicar.

— Ai moço... — mordi o lábio inferior. — O-Obrigado... É... É preciso pagar? — Assentiu. 

— Meu Deus... TOMA! — Dei a ele. — Obrigado por comprar na farmácia xxx. — sorriu. — Não tem... de-de que! — falei nervoso, dei as costas e saí dali apressado"

Ele começou a rir do que eu havia contado, Uma parte admito que era engraçado. 

— Agora eu que estou constrangido. — Falou. — Mais eae, transou? — perguntou.

— Infelizmente sim. — Respondi corado. — Por que infelizmente?  — Franziu o cenho. — Eu não gostei Tae.

—  Não?! — Juntou as sobrancelhas.

— Não mesmo, acho que eu sou 100% Gay.

—  Acha? —  Tae riu. — Eu tenho certeza Humm. — bebeu mais um pouco do vinho. — Então prefere ter relações com homem? — fez uma careta depois de beber o vinho antes de perguntar.

—  Sim Hyung! —  disse impaciente. — Uau... daddy, que tal então brincarmos um pouquinho? — Taehyung perguntou em um tom manhoso.

—  Daddy? Taehyung você só pode ser um gayzão. —  ri soprado. — Aff Jeongguk, estraga tudo! — agora com a garrafa na mão, parecendo um bêbado, ele passou a mão pelos cabelos enquanto me olhava.

— Não sabe oque está perdendo.



                       X~X~X




Narradora O.N

Jeongguk ja havia colocado suas vestes, pertences, em sua metade no armário, Taehyung foi direto ao banheiro, tomou um banho. Depois do banho quente, e bom. O garoto foi até a cozinha.

— Jeongguk-ah, vamos cozinhar hum? —  Chamou a atenção do mais novo, que estava de olhos vidrados na tv.

— Sério Hyung? Podemos pedir alguma coisa. — Falou em um tom melancólico. — Anão Jungkook! — o Mais velho foi em direção ao sofá onde se localizava o moreno que alguns segundos atrás, havia sugerido pedirem algo ao invés de cozinhar. 

— Não vou pedir nada, Vamos Gukkie, vamos! — Balançou os ombros do moreno. — Venha vai ser divertido.. — O puxou pelo braço como uma criança que pedia para o seu papai para levá-lo  até um parque.

— Tá... — Disse tedioso, levantando do sofá. Logo Taehyung abriu o famoso sorriso retangular. 

Em alguns minutos, os dois ja se encontravam atrás da bancada, Taehyung pegou dois aventais, entregou para seu companheiro, e outro vestiu. 

— Jungkook, poderia da um nó aqui para mim. — Deu as costas ao mais novo, Jeon assentiu, e levou suas mãos até o tecido cumprido no pescoço, dando-lhe um nó. 

— Pronto. — Falou ficando na mesma posição que antes estava. Taehyung suspirou alto enquanto olhava para toda a cozinha. — Tem ideia doque vamos fazer pelo menos? — o moreno perguntou fitando a bancada.

— Tenho! — Respondeu se abaixando para abrir a porta do armário debaixo da pia de luxo, trazendo até a bancada uma panela.

— Eu nunca cozinhei, Mais vale a pena tentar. — Encarou Jeongguk. — Nunca? — repetiu indignado. — Hyung.... como nunca cozinhou. — Suspirou passando a mão pelos cabelos. 

— Você já? — perguntou. — Digamos que sim. 

Taehyung olhou para o fundo da panela, pensativo, até que me olhou sorrindo.

— Oque você ja cozinhou? 

— Frango empanado. — Jeongguk disse. — Então podemos fazer isso! Já que você já sabe. — Sorriu. — Mais você já não tinha algo para fazer?? — perguntou o moreno.

— Não. — Riu. — Você faz a maioria, e me dá as ordens. 

Jeongguk revirou os olhos.

— Ok, então pega o peito de  frango na geladeira. — Jeon Mandou.

Taehyung abriu a geladeira, olhou para cada canto dela, a procura do frango, até acha-lo e levar para o mais novo.

— Aqui está, oque mais agora? — Perguntou o olhando. — A faca! os temperos, os legumes, Ah Hyung, isso é fácil.

Tae assentiu, e em alguns minutos ja se encontrava com tudo que Jeongguk havia pedido.

— Sabe essa panela? — pegou a panela em cima da bancada.  — enche ela de óleo, uns 3 centímetros acima do frango.

assim foi feito. Jeongguk passou a faca no meio do frango, limpou, e depois o costurou dos lados.

— Jeongguk, porque ta costurando o frango? vamos comer com linhas?!

— Não Tae, depois é só tirar, mais o frango ja vai estar fechado hm. agora, pegue uma vasilha, e a encha de farinha de trigo.

Tae fez isso, e depois botou em cima da bancada.  Jeon botou o frango na farinha, o deixando branco que nem poeira, depois colocou tempero crocante em cima dele. Jogou um pouco de pimenta, e o mergulhou na panela de óleo.

— Hyung, vai fazer o molho enquanto eu faço o seu frango ta bom?  —  perguntou e Tae assentiu.

Taehyung pegou os tomates, foi até a pia, Jungkook estava de costas para ele.

Jungkook estava fazendo o frango, quando ouviu um barulho estranho, Taehyung não estava CORTANDO o tomate, e sim o batendo no liquidificador.

— Taehyung, como está indo o mo-..... —  arregalou os olhos quando viu a bagunça. — HYUNG?! —  encarou Taehyung.

— Oque? —  perguntou sem entender.

— Não, nÃo nãO TAEHYUNG! — deixou o frango lá e andou em direção ao liquidificador. — Tá doido? olha oque você fez! — pegou o objeto, que estava com o "suco" de tomate. — isso aqui não é molho Tae!

— Então é oque? — franziu o cenho. —  sinceramente? — Jeon suspirou. — Olha Olha, deixa pra lá. O MOLHO ESTÁ NA GELADEIRA! ERA SÓ BOTAR ELE NO FOGÃO HYUNG!!

— É? —  coçou a nuca. —  eu não sabia Guk.

—  É? EU PERCEBI. — Jeongguk disse levando o liquidificador para pia e o jogando lá. —  Me deixa preparar sozinho tá? — falou.

— e eu?! — Taehyung perguntou. — Você? — Jeon repetiu. — Só limpa oque sujou. — disse autoritário com raiva.


                           X~X~X


— Terminei! — o mais velho gritou tirando o avental e o jogando na bancada. — Ufa! — passou o braço na testa.

— Bote os pratos na mesa Tae, vamos! vamos! — Jeongguk Balançou a mão fazendo Taehyung revirar os olhos.

Em alguns minutos, tudo ja estava em seu devido lugar, pratos, taças, talheres. Jeongguk já havia decorado a comida.

— Pronto Tae, senta ai.

Os dois se sentaram na mesa, e tiveram um jantar tranquilo, os dois conversaram muito, incluse Jeongguk disse o quão cabeça dura era sua irmã, por ter ficado com Kim Taehyung.

— Preferia que ela não fosse cabeça dura, para assim, você estar no lugar dela? —  Taehyung respondeu  em um tom óbvio.

— Você acha isso? eu não disse nada. —  falou cortando o frango.

Taehyung encheu as duas taças de vinho.

— Jeongguk, você já lembrou doque eu disse? — bebeu um pouco do vinho. — Lembrar? do que? — Jeon perguntou levando o garfo com um pedaço do frango até a boca.

— Quando eu disse eu te amo para você... — Tae disse e Jungkook abriu a boca em forma de um "Aahh" e piscou o olho 3 vezes rápido, em seguida encarou Taehyung.

— Sim eu lembrei...

— E então está disposto? — Tae perguntou.

— Eu que faço essa pergunta a você Taehyung. — Jeongguk respondeu.

Taehyung demorou para falar alguma coisa, Jeongguk preferiu esquecer disso, levou a taça até a boca.

Mais o silêncio tenso foi quebrado.

— Eu estou. — os dois se encaravam.

— Você está certo disso? — Jeon perguntou ainda inseguro. — Sim, Sim, eu tou Jeongguk! —  sorriu fazendo Jeon sorrir também. — Iremos ir embora daqui Juntos, conversarei com Seulgi Jeongguk. — entrelaçaram as mãos por cima da mesa

— Promete? — Guk perguntou olhando para as mãos entrelaçadas. — Prometo.


Notas Finais


sera que o Tae vai aguentar as torturas do Jungkook? ahhh espero que tenham gostado, e como vocês esperam tanto um hot, eu prometo que quando tiver vai ser longo e muito bom (vai molhar calcinhas), KKKK ignorem, Amo muito vocês leitores, Até o próximo Capítulo rs💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...