História O Noivo da Minha Irmã (sendo corrigida) - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Vkook Taekook
Visualizações 153
Palavras 1.098
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


~cap 15 ocorreu uma pequena alteração amores~

Boa leitura!

Capítulo 16 - Não me decepcione.


""se você causou esse problema filho, parabéns, eu tenho orgulho de você!" 

....


Taehyung O.N

— E como prova disso... —  levantei. — eu tenho uma coisa para você. — coloquei a mão no bolso.

— Não me diga que vai me pedir em casamento. — Riu e eu ri junto. — Poderia não é? — sorri.

— Mais infelizmente não. — achei oque queria no bolso da calça. 

— Aqui Jeon. — mostrei um colar. — Hum? — estendeu a mão e eu lhe entreguei. 

— Kim Taehyung? — leu e sorriu. — Isso... mais não pense que é simples! eu ganhei ela quando era pequeno, e é importante para mim, assim como você... 

— Taehyung, obrigado. — se levantou da cadeira e veio em minha direção me pegando de surpresa com seu abraço. mais eu assenti.

— Você merece Guk. — falei em seu ouvido. — Pode botar em mim? — perguntou.

se virou de costa e me deu o colar, coloquei em seu pescoço, e ficou melhor nele doque em mim.

— Gostou? — perguntei o virando para mim.

— Não só gostei como amei. — respondeu animado.

— Agora, bem que você poderia me dar um presente também não é? — Peguei em sua cintura o trazendo para mais perto. — esse presente que você tá falando....

— Isso mesmo. — Sussurrei. — Então... seu desejo é uma ordem. — respondeu.

nada agora vai nos atrapalhar, estamos sozinhos, e ele aceitou minha proposta.



O levantei entrelaçando suas pernas na minha cintura, e fui em direção ao quarto. 

O botei   na cama com delicadeza, puxei minha camisa para cima, enquanto ele me olhava sorrindo. engatinhei por cima do seu corpo, e selei nossos lábios.  Nossas línguas brigavam por controle, Explorei cada canto da sua boca, depois desci aos beijos até seu pescoço, o ouvindo arfar baixo, enquanto eu espalhava chupões pela aquela área. 

Segurei seus cabelos, e o beijei denovo. chupei sua língua, o beijo do Jeongguk parecia beijo dos sonhos, era muito bom.

O encarei, e puxei seu short enquanto fitava seus olhos.

— me dê sua permissão para te chupar Uh? — perguntei apertando seu membro por cima do tecido da boxer.

— P-pode.. ah... — inclinou a cabeça para Trás. 

sorri malicioso, e puxei sua cueca até os pés. Seu membro duro implorava por minha boca.

levei minha mão até seu membro, e comecei a fazer movimentos de sobe e desce, ele rapidamente ficou ofegante, seu peito subia e descia rápido.

— Ahh Tae... — gemeu arrastado. 

Abocanhei seu pênis, e ouvi um gemido mais alto que os outros, um gemido que ja tinha me dado vontade de ter um orgasmo.

Lambi sua glande, enquanto o olhava, suas reações a cada chupada que eu dava, era as melhores.

levei meu dedo até seu ânus, e comecei a estoca-lo devagar enquanto lambia sua glande, ele começou a gemer, fechou os olhos enquanto arfava.

tirei seu pênis da minha boca, e comecei agora a fazer os mesmos movimentos que fiz antes de abocanha-ló. Agora com 2 dedos o estocando.

— Tae... A-hh.... — falou manhoso. — Quer que eu pare? — perguntei e ele negou rapidamente.  — Mais... M-mais rápido... — Pediu e eu desferi um tapa em sua bunda com a mão que eu o masturbava. 

Enfiei meu dedo mais rápido em seu interior, ele passou as mãos pelos cabelos, implorando por mais.

Parei de estoca-ló com o dedo, agora seria com uma coisa bem melhor.

me desfiz das minhas vestes, e encaixei meu pênis em sua entrada, comecei a fazer movimentos de entra e sai, o estoquei rápido. 

Comecei a masturba-ló enquanto o estocava. O mesmo levou suas unhas até minhas costas.

Ele cravou suas unhas nela, e desceu até minha bunda, Eu não me importei com a dor, mais ardia muito. ele apertou minha bunda com força, e eu arfei.

— Mais forte, Mais F-fundo, mais rápido.... — falou ofegante.

assim fiz.

Jeongguk revirava os olhos de tanto prazer, que eu o dava, e admito, ele também me dava muito prazer, nunca ninguém me fez sentir tão excitado.

retirei meu pênis da sua entrada, e o botei de bruços.

— Aahh... Taehyung! — Gemeu de dor com o tapa que lhe dei nas nadegas.

— Fica quietinho hum. — sussurei em seu orelha deixando uma mordida de leve. 

Coloquei meu membro no meio de suas nadegas, céus... como era apertado! 

o estoquei devagar, Jeongguk estava puxando o lençol a cada estocada, até que eu pressionei seus braços  para trás.  — Taehyung... n-não.. ahh.... 

— Jeongguk... você é t-tão apertadinho.... — apertei sua bunda branca deixando a marca. 

O barulho erótico dos nossos corpos molhados se chocando, eram músicas para meus ouvidos.

— Taehyung.. ahh... eu vou...

Antes de Jeongguk falar, ele ja havia melado todo lençol de orgasmos.

e não demorou muito para eu me desfazer dentro dele.

me deitei ao seu lado, Minha visão de Jeongguk foi, um cara suado, , cabelos pretos ensopados de suor.

— Uau.... Jeongguk obrigado por isso. 

— Taehyung, eu tou muito cansado! — Falou e eu passei a mão em suas costas. — é normal não é? vem, vamos tomar banho. — levantei da cama.

— anda logo Jeongguk, vem se limpar.



X~X~X



Jeongguk O.N

Abri os olhos e acordei no quarto e ainda estava nu, olhei para o lado e não vi Taehyung. 

—  Bom dia dorminhoco! — Ele entrou com uma bandeja de café da manhã. 

Sorri com seu ato.

— Não precisava... — me sentei. — Precisava sim hum. 

Sentou-se ao meu lado. 

— Pode comer tudo. — me entregou a bandeja. — Foi você que fez? — perguntei o encarando.

— Não. Foi a Helena... — Falou coçando a nuca e eu fiz cara de confuso. — Sabe, a cozinheira do hotel. — Falou e eu fiz um "Aahhh" em silêncio.

— Obrigado Taehyung. — falei sorrindo. — de nada. — me deu um selinho. 

Ouvimos a música da Nick Minaj tocando.

— É o meu celular! — falou pegando o objeto eletrônico em cima do cômodo.  — Licença Guk. — disse e eu assenti acompanhando cada movimento seu, ele saiu e fechou a porta.

— Nick Minaj como toque de celular? Uau.


Taehyung O.N

Ligação em andamento: @Pai

Atendida

TH: Alô

SRK: Taehyung, como está indo as coisas?

TH: Bem pai...

SRK: Você tem certeza? não me decepcione.

TH: E-eu não irei..

SRK: Eles desconfiam?

TH: Nem um pouco...

SRK: Faça oque eu falei para você, e eu terei orgulho de você meu filho. e lembre-se, não  me decepcione!

Ligação terminada.

— Taehyung? — ouvi uma voz familiar,me virei e vi Jeongguk com uma calça de moletom e o peitoral a amostra. — A Oi. — respondi jogando o celular em cima do sofá. 

— Comeu tudo? — perguntei e ele afirmou com a cabeça. — Ótimo, agora veste uma camisa que iremos sair. 


Notas Finais


desculpem pela demora para postar cap, eu estava sem criatividade! olha, foi difícil em.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...