História O Nosso Amor É Uma Canção - Áurea e Marisa - Temporada I - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Electro, The Voice
Tags Ama, Amorelectro, Áurea, Marisa, Marisaliz, Portugal, Thevoice, Thevoiceportugal
Visualizações 1
Palavras 1.371
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, LGBT, Lírica, Literatura Feminina, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Capítulo 10


Me aproximo:
- oi - falo tentando sorrir , enquanto olhava para Anselmo e sua esposa, Mickael que estava com sua mulher e especialmente para Marisa , que eram os que já estavam sentados ali.

Narrador

- Áurea, que bom que você pode vir! - disse Anselmo com um sorriso e a dando dois beijinhos no rosto.
- Meus amigos cancelaram, então decidi vir - disse um pouco tímida com a mentira.
- Que bom que eles cancelaram então, hoje vai ser muito divertido!- disse Mickael cumprimentando a loira, assim como fez a sua mulher. Marisa lançou um simples "Olá" na direção da loira, fazendo um breve contato visual. A ruiva não queria estar tratando Áurea desse jeito, mas depois de praticamente não ouvir da loira nos últimos meses, isso a deixou muito chateada. Ela pensou que as duas tinham formado algum tipo de ligação, algo mais que uma simples amizade repentina, não sabendo explicar direito o porquê, mas sentiu uma ligação imediata com a loira, coisa que aparentemente não foi recíproca, já que Áurea mal falou com ela nesse meio tempo em que estava fora. Decidira então fazer uma de desentendida, pois já que Áurea não a enxergava como uma amiga, ela também não iria fazê-lo. Simplesmente a trataria cordialmente e falaria quando fosse necessário, embora um sentimento estranho de angústia apertava em seu peito sempre que tratava Áurea dessa forma. Quando Anselmo convidou Marisa para o jantar, falando que ele e Mickael levariam suas esposas, ficou meio receosa de aceitar o convite, visto que ela e Tiago praticamente não se falavam mais, mas decidiu aceitar pois fazia tempo em que não fazia uma aparição em público com seu noivo, então pensou que seria uma ótima oportunidade para fazê-lo, já que não pretendia passar a noite segurando vela para dois casais, ainda mais que Áurea não iria comparecer. Então assim que chegaram, no mesmo carro para não levantar suspeitas, Marisa entrou primeiro no restaurante enquanto Tiago achava um lugar para estacionar, sendo assim, quando Áurea chegou, seu noivo ainda estava no estacionamento. Áurea se sentou do lado de Marisa, que logo foi acompanhada por Tiago que sentou do seu lado, e em frente de Anselmo, mickael e suas respectivas esposas. 
A noite correu tranquilamente, com todos conversando sobre suas carreiras, the voice e foi ótimo para Áurea poder se inturmar com eles antes das gravações começarem. A loira reparou algo estranho entre Tiago e Marisa, ele mal conversava com a ruiva, passou a maior parte do tempo falando com Mickael, fazendo a loira perceber que ainda havia algo de errado entre os dois. Parte dela queria muito perguntar se Marisa estava bem, pois devido as suas feições era evidente que não estava, mas decidiu deixar isso pra lá, porque tinha quase certeza que se tocasse no assunto, a ruiva iria desconversar e ignorar. Depois de todos comerem e tomarem seus drinks, Tiago avisou ao grupo que tinha que ir embora cuidar de Beatriz que estava com um pouquinho de febre, dando um breve tchau para todos e um beijo na cabeça de Marisa, coisa que Áurea reparou que deixou a ruiva um pouco desconfortável. Logo após a saída de Tiago, os casais decidiram ir até a pista de dança que havia do outro lado do restaurante, eles convidaram Áurea e Marisa, mas as mulheres não estavam muito afim de ir. A loira viu essa como uma ótima oportunidade para conversar com Marisa, de se explicar o porquê de não ter conversado com ela mais e principalmente, para elas ficarem de bem de novo, porque se isso não acontecer, Áurea não sabe se irá conseguir vê-la todos os dias sem ouvir aquela maravilhosa risada direcionada só para ela, ou aquele olhar que toda vez fazia um arrepio correr pela sua espinha. Dentro dela, sabia que esses sentimentos provavelmente não seriam correspondidos, mas não custa tentar não é mesmo? 
Logo após os dois casais saírem Áurea virou para Marisa que estava do seu lado e disse: 
- Marisa, porque você está brava comigo?- disse esperando alguns segundos, mas quando não recebeu uma resposta, prosseguiu - Eu sei que não mantive contato durante esses meses, mas estava extremamente ocupada, eu mal liguei para a minha mãe! - disse com um olhar preocupado, fitando Marisa intensamente. Ao ouvir essa última parte, a ruiva soltou uma pequena risada, não conseguindo ficar brava com a loira por muito tempo, disse:
- Tudo bem Áurea, eu entendo, você estava realmente muito ocupada - fez uma breve pausa para admirar um pouco o rosto de Áurea que estava um pouco escuro naquele ambiente, mas levemente iluminado por luzes azuis escuras que haviam nas paredes, tornando seu rosto ainda mais bonito e delicado. - Só fiquei um pouco chateada, achei que poderia começar uma amizade com você depois da nossa apresentação, mas comecei a pensar o contrário quando você não me procurou também. - disse um pouco tímida, olhando para baixo desviando do intenso olhar da loira.
Ao ouvir isso, Áurea que estava um pouco mais perto de Marisa, pegou a mão da ruiva em suas, fazendo Marisa a olhar imediatamente. - Desculpa eu fazer você se sentir assim, de verdade, eu quero ser sua amiga, mais do que você pode acreditar - disse correndo seu dedo delicadamente nas costas da mão da ruiva - Então o que você acha de deixar essa história toda pra trás..e ir dançar?! - disse já se levantando, arrancando uma risada de Marisa, que logo se levantou e ainda segurando na mão da loira disse:
- Tudo bem vamos lá - disse se dando por vencida.
- Yay!! - aurea disse puxando Marisa até a pista de dança. As duas dançaram como se não houvesse amanhã, deixando pra lá todas as suas mágoas e decepções e realmente dançando pra valer. Logo as duas se juntaram aos meninos e suas esposas que ainda estavam dançando, e começaram a dançar em grupo ao ritmo das músicas. Nesse momento, olhando Maria com o maior sorriso que ela já tinha visto em seu rosto e com aquele brilho tão lindo em seus olhos, Áurea agradeceu aos deuses por ter criado coragem e vindo nesse jantar, porque só Deus sabe o que aconteceria se ela não o fizesse, quem sabe ela e ruiva nunca fossem se entender de verdade e fossem ficar brigadas e com os corações magoados até o final da temporada. "Deus me livre!" - a loira falou para si mesma afastando esses pensamentos de sua cabeça enquanto voltava a se concentrar no grupo de amigos em sua frente. Mais alguns minutos se passaram e começou a tocar uma música lenta, fazendo com que os dois casais fossem atraidos como imãs um pelo outro, imediatamente colando seus corpos e balançando ao ritmo da música. Áurea olhou timidamente para a ruiva não sabendo direito o que fazer, mas tudo o que a loira recebeu de resposta foi um chacoalhar de ombros de Marisa, que imediatamente se aproximou de Áurea e colocou seus braços ao redor de seu pescoço e olhando intensamente nos seus olhos, como naquela noite em que as duas dançaram juntas pela primeira vez. Mas diferente daquela noite, dessa vez as duas manteram um contato visual intenso, ambas tentando decifrar através do olhar o que se passava na mente uma da outra. Marisa estava feliz por ter feito as pazes com a loira, afinal tinha certeza que não conseguiria a ficar evitando por muito tempo. Ali, com seus braços ao redor da suave pele de Áurea e com os braços da loira em sua cintura, sentia uma sensação de segurança, de paz, como se pertencesse aquele lugar. Marisa ficou um pouco assustada com esses sentimentos, mais confusa do que assustada na verdade, pois nunca havia sentido isso antes, por isso não sabia dizer com exatidão o que era, só sabia que nunca queria ficar sem sentir aquilo novamente.
Áurea, por outro lado, sabia exatamente o que estava sentindo, mas tentou suprimir esses sentimentos ao máximo. A loira sabia que seria praticamente impossível a ruiva algum dia corresponder, então simplesmente ficou olhando intensamente para o par de olhos castanhos em sua frente, aproveitando o máximo possível pois não sabia quando teria a chance de fazê-lo novamente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...