História O Nosso Amor É Uma Canção - Áurea e Marisa - Temporada I - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Electro, The Voice
Tags Ama, Amorelectro, Áurea, Marisa, Marisaliz, Portugal, Thevoice, Thevoiceportugal
Visualizações 4
Palavras 990
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, LGBT, Lírica, Literatura Feminina, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 8 - Capítulo 8



Áurea decidiu não pensar no que havia acontecido e no que estava lhe tirando do sério e consumindo todos os seus pensamentos. Marisa. Ela quase havia beijado a ruiva e nem sabia se o ato tinha sido percebido por Marisa. Não saia da cabeça de Áurea , que toda aquela tristeza de Marisa , e todo o discurso de dor , de "não consigo" esquecer , ia muito além de uma briga num bar , e que algo havia acontecido. Ela já sabia que Marisa não o amava mais , e segundo a ruiva Tiago também não a amava mais, porém os dois permaneciam juntos , e a loira tentava não pensar muito no porque. Na verdade Áurea tentava não julgar Marisa , não queria fazer isso. Marisa dizia que era por sua filha , Beatriz , mas Áurea achava que a ruiva poderia lidar com isso , com a filha...e que a menina entenderia a situação. Mas talvez Áurea estivesse errada , pois não conhece a menina e nem está no lugar da ruiva , a loira pensava. Não queria pensar nisso, não queria pensar na ruiva que lhe deixava mais confusa do que tudo. Ela quase havia beijado Marisa e precisava repetir isso pois não acreditava. A loira não entendia o que estava acontecendo com ela mesma, ela nunca teve nenhum desejo por nenhuma mulher antes , mas o problema , em seu ponto de vista , não era o gênero , e sim a situação em que ela estava. Marisa se mantinha num casamento , por causa de uma filha , ela não vai trair e acima de tudo ela não sabia se a ruiva também tinha algum tipo de desejo por ela , mas com certeza seus pensamentos lhe diziam que não. Como a loira via que aquele simples desejo podia ser ignorado , fazia de tudo para não pensar em Marisa , em seus problemas e nem em nada até o concerto, pois estava decidida a fazer algo. 
- não posso - Áurea dizia dando socos , enquanto se movimentava envolta do pesado saco de boxe - não posso mais pensar - ela dizia baixo e dava um chute em meio aos golpes 
Depois de uma hora e meia de treino , a loira deixa o treino mais leve , psicologicamente , do que estava antes. Ela entra no carro e volta para casa , e se olhar no espelho foi a primeira coisa que fez. Gostava de como o boxe deixava seus músculos a mostra , nem demais , mas dava uma forma que gostava muito a seu corpo. Ela tinha um poder que muitas mulheres não tinham e desejavam , ela se gostava , se enxergava de verdade , se amava e se achava sexy. Ela olha todo o seu corpo , que ela coberto apenas por um shorts largo preto e um top de mesma cor que cobria completamente seus seios. Seus cabelos estavam presos e a loira suava levemente. Precisaria de um banho naquele exato momento , e é pensando nisso que entra num longo chuveiro tomando banho de pés a cabeça , tentando fazer com que tudo o que tinha conseguido ignorar durante o boxe , escoasse junto a água , e não voltasse a habitar sua mente. 
-----------
Marisa volta do ensaio e logo vai direto para a casa. Quando entra , encontra Tiago sentado na sala , no sofá , vendo televisão. A ruiva entra em casa e tranca a porta , logo passa pela sala indo ao seu quarto sem nem ao menos dirigir um olhar ao namorado 
- Marisa - ele chama e ela ignora deixando sua bolsa e chaves no quarto e indo ao banheiro. Marisa queria tomar um banho para ficar confortável e descansar um pouco, estava precisando dormir, quando a loira começa a se despir , tirando sua camisa branca e ficando apenas com a calça preta e sutiã de mesma cor
- Marisa - ele chama a ruiva , agora da porta do quarto e Marisa apenas sai do banheiro e fica parada olhando o marido , para ouvir o que ele queria dizer , sem se importar com sua semi nudez, já que o homem não tinha mais nenhum tipo de interesse nela - não precisa me ignorar - ele quebra o silêncio , olhando para o chão , sem coragem de encarar a ruiva
- você tem mesmo coragem de me falar para não te ignorar , depois do que me fez? - ela pergunta falando friamente , olhando nos olhos do homem , que agora a fitava , assustado com a resposta - você me quebrou , tudo bem que não sentíamos nada um pelo outro , mas achei que fosse só eu - a ruiva soltava as palavras sempre em um tom ríspido e frio , que pareciam cortar o homem - poderia ter me falado , poderia ter honrado o que já tivemos , nossa filha , ao menos nossa amizade - ela falava em bom tom - mas não , preferiu me trair. Agora não venha me dizer para não te ignorar , porque tenho vontade de fazer coisas bem piores doque te ignorar , mas estou tentando conte-las apenas por causa de minha filha 
- nossa filha - o homem a corrigiu
- pensou na "nossa filha" quando foi beijar uma qualquer? - a ruiva diz fazendo aspas , e vendo o silêncio do homem , entrou no banheiro trancando a porta. 
----------
Os dois dias entre o ensaio e o quase beijo , e o dia da apresentação passou rapidamente para as duas mulheres, porém de formas totalmente diferentes. 
Enquanto Áurea esquecia o que não entendia sentir por Marisa , cantando e treinando boxe ; Marisa ignorava Tiago , cuidava da filha e tentava não transparecer para a pequena tudo o que estava acontecendo , sem deixar de compor na maior parte do tempo.
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...