História O nosso por acaso. - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Big Bang, TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, D-Lite (Daesung), G-Dragon, J-hope, Jihyo, Jimin, Jin, Jungkook, Jungyeon, Mina, Momo, Nayeon, Personagens Originais, Rap Monster, Sana, Seungri, Suga, T.O.P, Taeyang, Tzuyu, V
Visualizações 41
Palavras 1.116
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Musical (Songfic)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, tô de volta!

Capítulo 1 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction O nosso por acaso. - Capítulo 1 - Epílogo

Yu: Byul Pegue um casaco! - Ouvi Omma gritar e corri para o guarda roupa escolhendo um casaco preto bem quentinho.

Sai do meu quarto trancando a porta e lentamente desci as escadas observando Omma ajeitar a gola da camiseta de Appa, esperei um pouco me abaixando para que eles não pudessem me ver pois sabia oque viria logo depois, assim que Omma terminou Appa a puxou para um beijo. Eles eram tão fofos, como Appa dizia, "eternos namorados". Me levantei e terminei meu trajeto dando um pulinho quando cheguei no último degrau.

Byul Hee: Estou pronta, vamos?! - Sorri animada.

V: Vamos.

Appa passou a mão na cintura de Omma e a guiou para fora de casa, fiz o mesmo e tranquei a porta antes de correr para fora e entrar no carro. Appa viajaria na próxima semana e eu não queria desperdiçar nenhum momento que pudesse ter com ele, nessa noite todos estariam na casa de tia Sorn e eu estava animada para ver o tio Hoseok pois a um tempo não o via.

Byul Hee: Appa, para onde você vai dessa vez? - O carro começou a andar, pegando velocidade conforme chegava-mos na descida.

V: Tóquio.

Byul Hee: Legal... - Sempre amei o Japão, espero um dia poder ir conhecer Tóquio.

Yu: Nem pense, você vai começar seu primeiro ano agora não vou deixar você perder aulas. - Olhei para ela surpresa, Omma sempre sabia oque eu pensava.

V: Oque? Você está maluca Jagiya? - Ele riu.

Yu: A Senhorita Byul ia pedir para ir junto.

Byul Hee: Oque?! Omma! Você é a pior. - Ela riu de minha expressão. - Aish...

V: Talvez da próxima vez meu amor.

Byul Hee: Não quero ir para a nova escola, estou com medo.

Yu: De que? Você terá suas amigas e também o Se Yoon.

Byul Hee: Yoon tem os Amigos dele Omma, Não vai parar e ficar me guiando. Além do mais minhas amigas não tem problemas com isso.

V: Não vai ser tão difícil, meu amor. Confie em mim.

Respirei fundo e olhei pela janela, graças aos céus a casa de tia Sorn Não era tão longe e assim que estacionamos na frente pude ver as luzes acesas e ouvir o barulho das pessoas ali dentro.

Apesar do frio eu insisti em ir de cropet, o casaco cobria é claro mas ainda assim estava usando.

V: resolveu usar a bota que te dei? Milagre. - Sorri e balancei a cabeça ao sair do carro.

Dessa vez fui na frente deles, corri e abri o portão eu sabia que ele estaria ali me esperando! Tio Hoseok correu e me pegou no colo girando-me no ar.

Hoseok: Você está enorme! Está tão linda.

Byul Hee: Obrigado tio, eu senti saudades.

Hoseok: Também senti, pequena. - Ele me colocou no chão para cumprimentar Omma e Appa, Aproveitei a deixa para entrar e ver os outros.

Todos me receberam com beijos e abraços, tio Jimin parou a dança para vir me abraçar e tio Suga largou o copo de cerveja para beijar meu rosto. Procurei por tia Sorn e sabia que ela estaria, ela amava a cozinha então tive que me esgueirar entre as pessoas que estavam ali e atravessar três cômodos para encontra-la.

A mesma cantarolava, ela era afinada, verifiquei se ela não mexia com facas e quando tive certeza andei na ponta do pé para não fazer barulho, preparei minhas mãos e dei um susto nela a fazendo gritar.

Sorn: CARAMBA BYUL HEE VOCÊ É IGUAL A SUA MÃE. - Eu ria como louco, praticamente me contorcia de tanto dar risada e logo senti seus braços em volta de mim. - Para de rir, não teve graça.

Byul Hee: Devia ter visto sua cara. - Senti um tapinha em minhas costas e quando ela me soltou fiz um biquínho. - Oque está cozinhando? - Olhei para a mesa e ela me guiou até lá e pegou um bolinho e colocou na minha boca. - Tia isso é delicioso!

Sorn: Eu sempre me dou bem na cozinha. - Ela jogou um beijinho para mim e acenou para a porta. - No quarto dele.

Sorri e dei um beijinho no rosto dela, praticamente corri atravessando a sala e subindo a escada, tia Sorn mudou tudo na casa de novo estava linda. Ao chegar na porta do quarto dele ouvi um som alto, certamente estaria fazendo rap, abri a porta rapidamente.

Byul Hee: Oppa Eu... - Calei a minha boca quando vi uma porção de garotos sentados na cama e no chão, todos olharam para mim e corei no ato. - Desculpe.

Fechei a porta e não esperei para que a abrissem, andei para fora dali e procurei a porta que levava pra fora. Ouvi uma música conhecida, eu já havia dançado a mesma um milhão de vezes e quando vi quem estava dançando sorri porque eu com certeza entraria no meio de tudo aquilo.

Byul Hee: Quero dançar! - Pedi espaço para tio Kook e comecei a dançar junto com eles, ouvi algumas pessoas gritarem e eu ria quando tio Jimin tentava competir comigo na improvisação de passos, eu sempre ganhava.

A música acabou e eu já estava ofegante, olhei para porta onde Appa, Omma e tia Sorn estavam sorrindo, balancei a cabeça ajeitando o cabelo.

JungKook: Você devia fazer uma audição.

Jimin: Imagina, mais uma Idol na família.

Byul Hee: Nem pense nisso. - Algo segurou meu pulso me puxando para um abraço.

Se Yoon: Devia ter me avisado que viria! - Ele me tirou do chão por alguns segundos e guando me soltou começou a me puxar para dentro.

Todos que estavam na porta saíram para que pudéssemos entrar.

Byul Hee: Não vou voltar lá.

Se Yoon: Acha mesmo que vou colocar você dentro de um quarto cheio de garotos? Eu não sou maluco, nós vamos assistir a um filme. - Sussurei um xingamento e deixei que ele me levasse até a sala.

Chegando lá eu pude contar, 5 garotos, eles me olharam e me senti envergonhada. O filme que passava tá TV era legal e eu já tinha assistido, Se Yoon me puxou colocando-me no canto e se sentando do meu lado.

Dong Jae: "Oppa"? Se Yoon Você disse que Ela era sua amiga.

YoungJae: Você é o pior, Se Yoon. - Ah Maravilha agora eu era piada. Se Yoon Apenas me olhou e eu entendi oque ele queria dizer.

Byul Hee: É melhor você cuidar da sua vida. - Os meninos riram inclusive Se Yoon.

Ye Jun: Ensinou ela direitinho.

Se Yoon: Ela é minha irmãzinha mais nova, alguém tem que cuidar dela. - O maior bagunçou meu cabelo e eu bati nele.

Byul Hee: Droga! Pare.

Ye Jun: Quantos anos você tem? - Eu ia responder quando Se Yoon me interrompeu.

Se Yoon: Nem tenta, você não vai chegar perto dela.

Byul Hee: Meu Deus... Cala a boca. - Sussurei para ele, o mesmo riu de mim.

Se Yoon: Desculpa.


Notas Finais


O seu presente começa
Daqui florzinha! @Carla_kim
Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...