1. Spirit Fanfics >
  2. O Novo Creepypasta >
  3. 12. Aniversário.

História O Novo Creepypasta - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Opa, como vão pessoal!

Desculpem a demora do cap, estive muito ocupado ^^"

Mas enfim.. Espero que gostem!

Capítulo 12 - 12. Aniversário.



12. Aniversário.

Jake POV

Se passou algumas semanas desde que falamos que o desgraçado do Johnny estava vivo... Bem, mais alguns dos meus sentimentos voltaram, como alegria e vergonha. Ah, mas como assim vergonha? Simples... Eu comecei a sentir meu rosto esquentar sempre que Sally sorria, e eu sabia que estava corando.

Falando nela... Hoje é aniversário dela e eu ainda estou pensando no que posso dar a ela. Ela já tem vários brinquedos, então pode esquecer. Bom.. Quero dar a a ela algo que possa simbolizar nossa amizade... Algo que possa... Simbolizar nossa união...

Ben: JAKE!!  - grita me chacoalhando, me fazendo voltar sua atenção.

Ah, sim. Bem, Slender chamou a todos nós pra sala para falarmos sobre o aniversário da Sally. Ela no momento está dormindo. E sim, ela dormiu comigo denovo. Mas dessa vez foi porque ela se sentiu desprotegida. Quando acordei, Slender tinha me chamado para a sala, então deixei Sally no meu quarto dormindo.

Nina: Jake! Você pelo menos escutou a gente?! - pergunta irritada. Ok.. Eu não escutei nada.

Jake: Foi mal, gente... É que eu tô pensando em o que posso dar para a Sally. - falo me encostando na parede.

L.J: Ué, é só dar - interrompo ele

Jake: Ela já tem muitos brinquedos, Jack, então esquece. - falo sério.

Slender: Jake, nós ajudaremos você sobre isso, ok? Mas nos escute primeiro - fala e fico calado - Precisaremos de tempo para arrumar tudo para a festa. Jake, você deve sair com a Sally por um tempo. Pelo menos 1 hora. - fala e assinto com a cabeça.

Jake: E a que horas vocês querem que eu faça isso? - pergunto.

Jeff: Pelo menos umas 18:00 da tarde. Às 19:00, volte para a mansão e nos encontre na parte de trás - fala com as mãos nos bolsos.

Jake: Certo... Deixem comigo. - falo, mas olho para os meninos - Caras, podem me ajudar? - pergunto e eles assentem. Depois disso, vamos para a cozinha, deixando Slender discutindo com as meninas sobre os preparativos para a festa.

Toby: Ok, Jake. O que quer dar para a Sally? - pergunta se sentando na cadeira.

Jake: Quero dar algo que possa simbolizar nossa amizade. Algo que possa simbolizar nossa união - falo me sentando na cadeira do centro.

Eyeless Jack: Que tal um anel? - pergunta se sentando também, mas olho pra ele sério. Sério? Eu acho isso clichê.

Jake: Não, eu acho isso um pouco clichê. - falo sério.

Ben: Roupa nova? - pergunta.

Jake: Também não - falo 

Jeff: Droga, Jake. Tem que ser alguma coisa! - fala sério.

Nós ficamos discutindo sobre isso por algum tempo, até que paramos e decidi sair da mansão e procurar algo na cidade.

Eu fiquei olhando em todos os lugares da cidade, mas não achei nada que eu pudesse dar de presente pra ela. Droga!

Jake: Que droga! - falo sentando em um banco e colocando as mãos no meu rosto. - (Não acho nada.. O que posso dar a ela?...) - penso comigo mesmo.

Quando olho para frente, vejo uma joalheria. Mas o que me chamou atenção era o que estava na vitrine... Espera... É isso! Já sei o que posso dar!

Horas depois...

Quando comprei o presente dela, eu voltei para casa e mostrei para todos o presente que comprei e eles disseram que era uma boa idéia.

No momento, estou no meu quarto, olhando para aquele presente que eu tinha comprado.

Jake: Espero que ela goste... - falo para mim mesmo e o coloco dentro da caixa, a colocando dentro de meu armário escondida entre minhas roupas.

Clockwork: Jake, oi - fala entrando no meu quarto.

Jake: Ah, oi Clock - falo me levantando d olhando pra ela - O que foi? - pergunto.

Clockwork: Sabe... Eu andei pensando... Como seus sentimentos começaram a voltar? O que fez isso acontecer? - pergunta sentando na minha cama. Bem... Alguma hora alguém ia perguntar.

Jake: Lembra naquele dia em que a Sally e eu saímos? - pergunto e ela assente - Bom... Quando nós voltamos, ela... - suspiro e falo de uma vez - Ela beijou minha bochecha. Eu voltei para meu quarto e comecei a me sentir estranho. Então eu percebi que meus sentimentos estavam voltando. - falo de uma vez, mas quando olho pra Clock, ela já estava me chacoalhando.

Clockwork: GAROTO, VOCÊ GOSTA DELA! SÓ ADMITE! - grita me chacoalhando, mas empurro ela de leve, a separando de mim.

Jake: Clock, para! Eu só... - suspiro e sento na cama. Droga... - Eu não sei o que sinto... Uma parte minha quer que ela sempre esteja ao meu lado, mas a outra quer que eu e Sally sejamos apenas irmãos... Eu não sei o que fazer... - falo olhando pro chão.

Clockwork: Jake... Como os meninos já disseram: Não somos nós que controlamos nossos sentimentos. Siga o que seu coração diz. - fala e vai para a porta, mas se vira para mim - A propósito.. Se você realmente se sente assim... Então você a ama, Jake. - fala saindo do meu quarto.

Eu... Amar a Sally?...

Mas ela é só uma criança... Eu já sou basicamente um adulto...

Eu preciso esquecer isso...

Mesmo que doa em mim... Eu não posso me apaixonar por ela...

Horas depois...

17:00

Sally POV

Nesse momento, estou me arrumando para dar um passeio com o Jake. Sim, mais um passeio. Enquanto estávamos brincando, ele perguntou se eu queria passear com ele denovo. Eu aceitei, é claro. Mas o estranho é ele ter falado isso assim do nada... 

Quando terminei de me arrumar, eu desci para a sala e vejo que ele já estava lá me esperando. Ele parecia pensativo. Ele está estranho hoje...

Sally: Jake? - chamo ele e ele se vira, me olhando.

Jake: Ah, Sally. Desculpe, eu não percebi você - fala um pouco envergonhado. Sabe... O Jake com sentimentos agora é mais gentil e tem uma forma fofa comigo. Estou feliz por ele recuperar os sentimentos dele. - Vamos? - pergunta sorrindo enquanto olha pra mim.

Sally: Vamos! - falo sorrindo também enquanto seguro a mão dele e saímos da mansão, indo para a cidade.

Sempre que eu olhava o Jake, ele olhava para mim também e sorria. Claro que eu sorria devolta, mas o que me deixou confusa foi o rubor no rosto dele. Ele parecia corado. Pra ser sincera... Achei fofo ele corado... EPA!

Bom, quando chegamos na cidade, Jake me levou para vários lugares, como um parque de diversões, uma sorveteria, entre outros lugares. O porém é que a cada lugar que íamos algumas pessoas nos olhavam com nojo e desprezo e outras xom orgulho, como se fossemos pai e filha. É sério que aquela outra parte acha que Jake e eu namoramos?! Ah, me poupe!

Nesse momento, estamos no parque mais uma vez, agora observando o céu estrelado. Faz tanto tempo que não vejo o céu assim... Esse foi o melhor dia que eu tive!

Jake: Espero que tenha gostado, Sally - fala olhando pra mim e sorri.

Sally: Eu adorei! Obrigado, Jake! - falo e o abraço forte, e pude sentir ele me abraçar devolta. Ficar com ele... Me faz me sentir protegida de tudo. Me sinto segura com ele. Ele sempre esteve comigo, brincou comigo... - Jake... - chamo a atenção dele.

Jake: Sim? - pergunta me olhando.

Sally: Obrigado por sempre estar comigo - falo sorrindo e beijo a bochecha dela, o corar denovo.

Jake: D-denada - fala e olha pro lado. Espera.. Ele gaguejou? Ele nunca gaguejou!

Voltamos a olhar para o céu, até que Jake se levantou e olhou pra mim.

Jake: Vamos pra casa, Sally. Está ficando tarde - fala olhando pra mim, e eu me levanto. Depois disso, vamos para a mansão.

No meio do caminho, ele tinha me dito que tinha uma surpresa pra mim, e eu já fiquei ansiosa. Uma surpresa! O que será que é?... Um novo ursinho? Se for... Mais um para minha coleção!

Na mansão...

Sally: Jake, estamos chegando? - pergunto deixando ele me guiar. É que ele me vendou e está me guiando para algum lugar.

Jake: Espera um pouquinho... E... Pode tirar - fala e tiro minha venda e vejo que estávamos na parte de trás da mansão.

Mas o que me impressionou foi que todos estavam ali... Estava tudo enfeitado e preparado para uma festa de aniversário. É hoje... Hoje é meu aniversário... Eles se lembraram!

Todos: Surpresa! - falam em coro.

Sally: Vocês lembraram... - falo lacrimejando emocionada, mas sinto as mãos de Jake sobre meus ombros.

Jake: Claro que sim. Não iríamos esquecer o aniversário da nossa brincalhona favorita - fala sorrindo e sorrio também.

Depois disso.. Aproveitamos a festa e nos divertimos. Estou tão feliz!

Algum tempo depois...

Depois dos parabéns, todos me deram um presente e agora era a vez do Jake.

Jake: Sally - ele se abaixa para ficar na minha altura - Parabéns por completar seus 11 anos de idade. Também quero dizer que, sempre foi bom estar ao seu lado, me divertir ao seu lado. Me sinto feliz por ser seu amigo. E por isso... Quero ter dar esse presente - fala pegando de seu bolso uma caixinha, e quando abre... Fico emocionada.

Era um colar feito de ouro com um pingente de rubi que tinha o símbolo do fogo. Mas junto desse colar, havia outro colar de ouro também, mas com um pingente de ao que parece um quartzo rosa que tinha o símbolo do coração.

Sally: Jake... - falo colocando minhas mãos em minha boca, surpresa. Nunca pensei que receberia um presente assim dele... São tão bonitos.

Jake primeiro, pegou o colar com o pingente de fogo e o colocou em meu pescoço, depois, pegou o colar com o pingente de coração e colocou em seu próprio pescoço.

Jake: Esses colares com os pingentes representam nossa amizade e união. Enquanto você estiver com esse pingente de fogo, eu estarei com você. Enquanto eu estiver com esse pingente de coração, você estará comigo. Mesmo que estejamos longe um do outro, ainda estaremos juntos. - fala sorrindo enquanto olha pra mim. Eu não pensei em mais nada e o abracei de uma vez. 

É o melhor presente que eu eu pude receber. Um símbolo de que nossa amizade pode ser eterna.


Obrigado, Jake... 







Continua....


Notas Finais


Prontinho! Espero que tenham gostado, até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...