1. Spirit Fanfics >
  2. O odiado tom dos teus olhos esverdeados >
  3. As árvores já não são mais as mesmas

História O odiado tom dos teus olhos esverdeados - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Olá de novo! Uma boa leitura ser desse universo! Espero que goste e vamos a mais um capítulo!

Capítulo 2 - As árvores já não são mais as mesmas


Fanfic / Fanfiction O odiado tom dos teus olhos esverdeados - Capítulo 2 - As árvores já não são mais as mesmas

No dia seguinte, Nathan chegou à produtora no horário de costume, deixou sua pasta em sua sala e quando ia se sentar, ouviu um grito de sua chefe vindo do corredor.

— NATHAN!!!-Ela entrou na sala com papéis nas mãos. A Sra. Estelle já era uma mulher de terceira idade, apesar de não aparentar, uma vez ou outra ela entrava gritando no escritório dele para reclamar de algo. – Por que estamos atrasados com o lançamento desse álbum?!— Ela jogou os documentos em sua mesa. Nathan a olhou e ironicamente respondeu:

—Posso saber como a SENHORA quer que eu lance o álbum, se o cantor falta todos os dias de gravação? – Ela o olhou.

—NÃO ME INTERESSA SE ELE FALTA OU NÃO! CONVENÇA-O DE VIR E ME ENTREGUE ESSE ÁLBUM ATÉ O FIM DA SEMANA!!— Dizendo isso, saiu batendo a porta fazendo um barulho estrondoso.

Realmente ele não entendia sua chefe. Ela vivia dizendo que aquilo era para prepara-lo para a chefia . . .

—CHEFIA PORRA NENHUMA!! –Ele berrou dando um tapa na mesa –Aquele demônio gosta é de me torturar, isso sim!!

Sua euforia foi interrompida por duas batidas na porta de madeira.

—Entre. — Nathan disse suspirando.

Uma moça com roupas espojadas entrou.

—BOM DIA CAMPEÃO! –Ela exclamou sorrindo. Nathan suspirou.

—Oi Lucy, e aí o que foi? –Ele disse sendo o mais breve possível. A garota riu.

—Enfim, “Bom Humor” em pessoa, só vim avisar que mais tarde vai vir aquela estagiária nova.

—Ah, ok...mais alguma coisa? –Ele coçou a testa.

—Sim...Estelle mandou você ir logo para sua divisória trabalhar.

Nathan a olhou com ódio nos olhos.

—EU MATO AQUELA MULHER!!!— Ele gritou enquanto ela saia.

—Ok nervosinho, anda logo. – Ela saiu e ele caiu em sua cadeira de couro preto, nunca entendeu o motivo de não poder trabalhar em sua sala, aquela “demônia”, de acordo com ele, mandava todos os seus funcionários trabalharem juntos em mesas com divisórias, pois lá tinha tudo o necessário e ela poderia supervisionar todos. “Abobrinha dela!” ele reclamava mentalmente, enquanto pegava os documentos de sua mesa e saía para sua divisória.

O tempo aquela manhã estava chuvoso, nas mesas estavam funcionários trabalhando em projetos e discutindo qual seria o próximo. Nathan estava literalmente “jogado” em sua cadeira, com uma caneta em sua boca, girando pra lá e pra cá as rodinhas, com os olhos fechados e com o cenho franzido. Aquela sua forma de estar era realmente bonita, ele vestia uma calça em tom de azul escuro junto com um blazer da mesma cor, uma camiseta branca por baixo e sapa tênis marrons, seus cabelos caiam suavemente em sua testa, parecia um anjo, claro, se não fosse por seus pensamentos. “Como se joga alguém da escada e não é pego?” ele pensava com ódio até ser interrompido por Lucy novamente.

—Ei Nat, já terminou o projeto do álbum?

Ele não se deu o trabalho de se virar nem de abrir os olhos, apenas disse sem animação:

—Ã? Você também vai me encher o saco com isso? —Ele suspirou. — Bom, respondendo a sua pergunta...ainda não.

Ela suspirou.

—Bom, aqui está a ajuda que você solicitou mês passado. –Ela leu em sua prancheta –Essa aqui é a Sarah Thompson, ela tem 25 anos e está estagiando para seu curso de música.

Passaram se alguns segundos, Nathan não se moveu, Lucy estava respirando fundo e a moça continuava ao seu lado.

—EI! DÁ PARA VIRAR E SE PORTAR COMO O CHEFE DE DEPARTAMENTO QUE VOCÊ É?!! –Lucy gritou, todos olharam ligeiramente e depois voltaram a atenção para seus projetos.

Ele finalmente girou sua cadeira em direção a Lucy e a garota, que até o momento não havia pronunciado nenhuma palavra. Nathan falou de olhos fechados:

—Prazer e bem vin— Quando ele abriu os olhos perdeu a fala.

Sua expressão era de surpresa, sua postura se endireitou e ele olhava fixamente para a estagiária.

—Você...—Essa foi a única palavra que ele conseguira pronunciar.

Sarah aparentava ter a idade que tinha, seu cabelo era tingido de um tom de azul escuro e roxo, estava usando um moletom preto escrito “coffe and you”, o nome de uma música bastante conhecida, uma calça xadrez azul com listras pretas, e all star azul, também estava carregando uma bolsa de couro marrom. “Ela parece uma boneca”, Lucy pensou na entrevista, era compreensível, sua pele parecia porcelana, suas bochechas eram levemente coradas e seus cílios suaves como uma pluma.

O silêncio tomou conta do lugar novamente, podia ouvir apenas um burburinho das divisórias do lado e da frente, Nathan estava estático, a olhou de baixo para cima, mas quando chegou em seu rosto...

—Ei, Nat, tudo be—Lucy rompeu o silêncio mas foi interrompida na mesma hora.

—O que aconteceu com a cor dos seus olhos? –Seu tom era melancólico.


Notas Finais


E é aí que começamos tudo! Obrigada por ler espero que tenha gostado! O inicio é complicado não acha?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...