História O omega da destruição - Capítulo 54


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Katsuki Bakugou, Shouto Todoroki
Tags Abo Universe, Bakugou Katsuki, Omegaverse, Todobaku, Todoroki Shouto
Visualizações 263
Palavras 2.588
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo novo!
Como dito, o capítulo veio antes do habitual! Isso é porque eu odeio atrasar a atualização dessa fic, então quando isso acontece, "compenso" com mais lançamentos continuos XD

Sobre o capitulo, quero dizer que aqui tem a aparição de um dos meus bebês! Um personagem original que tenho há anos e que incluí na fic, antes era só mencionado, mas ele está aqui! Por favor, sejam gentis com ele ♡♡
Ainda sobre ele, uma pessoa pediu que, quando ele aparecesse, eu fizesse uma descrição de como ele é!(queria ter a arte conceitual dele ainda pra postar, mas perdi há anos T-T)

A descrição apresentada é um trecho do meu livro, então não é tão literal, porque teria a imagem que eu perdi 😅 No original, Gabrian é dito como sendo um ninfo da floresta, então tenham isso em mente XD.

"Belas pequenas flores enfeitavam seus leves cachos castanhos que iam ate a altura de seu pescoço. Algumas flores e pequenos cipós contornavam-lhe o corpo, de forma bela e instigativa. Seus olhos verde jade eram tão intensos quanto o verde das folhas de uma jovem planta. Covinhas em seu sorriso e uma pinta próxima ao canto esquerdo dos lábios. Seu porte físico era invejável e equilibrado em proporções, lindamente enfeitado pelas roupas um tanto improvisadas. Era engraçado ver como os animais adoravam lhe cercar, como se seguissem seu lider."

Obviamente, não terá animais cercando ele, mas imagino que os bichinhos fiquem esperando do lado de fora da clinica até o expediente dele acabar XD
E outra, aqui ele usaria uniforme de médico e não roupas improvisadas 😂

Era isso, desculpem pelas notas iniciais enormes ^^''
Boa leitura a todos!

Capítulo 54 - A importante consulta


Fanfic / Fanfiction O omega da destruição - Capítulo 54 - A importante consulta

Katsuki, que estava conversando com Shouto enquanto escolhia que roupas comprar para os bebês, se distraiu ao ver que de repente Eijirou começou a carregar Denki e o girar no ar, estando Eijirou com um largo sorriso na face e Denki com uma expressão de completa surpresa. Hitoshi e Izuku também olharam para aquela cena um tanto curiosa, e agora os dois casais davam atenção ao que acontecia com os amigos, esperando para ver se alguma explicação surgiria ou não.

- Vamos ter um bebê! - dizia Eijirou, deixando todos surpresos.

- Kirishima, espera! Me solta! - pediu Denki, dando leves tapas no ombro do alfa até que esse o deixasse no chão - Eu não 'tô grávido!

- Como não? - perguntou o ruivo, sem entender - Mas você... Tem certeza?

- Nós sempre tomamos cuidado, então eu tenho certeza, 'tô falando.

- E daquela vez na biblioteca? - perguntou pensativo, sem perceber a expressão de surpresa dos demais.

- Eu lembrei de tomar anticoncepcional! - respondeu baixo, um pouco envergonhado - E não fala sobre isso tão alto! Se eu estivesse grávido, te contaria, mas não 'tô.

- Então porque comprar as roupas de bebê? Você disse que não era presente pros nossos sobrinhos.

- É que eu achei fofo e quis comprar, posso deixar bem guardadinho para quando tivermos nosso primeiro bebê!

- ... Você é um acumulador... - disse por fim, um tanto decepcionado - Pensei que teríamos um bebê...

- Ficou triste? - Denki abraçou o namorado, o consolando um pouco - Calma, um dia teremos um bebê, mas só depois que estivermos casados...

- Mas ainda assim... - abraçando o loiro, Eijirou prosseguiu - 'Cê me enganou, isso não se faz.

- Eu não disse nada! Você concluiu tudo sozinho e nem me deixou explicar! - disse, rindo baixo ao fim - Mas não se preocupe, a nossa vez vai chegar, um dia.

- Vai mesmo! Você vai ver no seu próximo cio...

- O que!? - assustado, Denki se afastou somente para o encarar - É brincadeira, né?

- É, vai pensando assim... - comentou o ruivo, sorrindo de canto.

Os demais apenas riram com aquela conversa, pois conseguiram entender um pouco sobre o que aconteceu com o casal, e mais importante, perceberam que Eijirou não ficou verdadeiramente chateado, somente um pouco desapontado. Com isso, os ômegas foram até Denki para conversar melhor com ele sobre como aquela confusão começou - assim como perguntar sobre o acontecimento da biblioteca - enquanto que o alfa e o beta foram até Eijirou, somente para ter certeza de que o amigo estava bem.

- Kirishima-kun, está tudo bem, certo? - perguntou Izuku ao ruivo.

- Sim, foi só um mal entendido... Não estou irritado com o Kaminari. Ele não mentiu pra mim. - disse Eijirou, percebendo estarem um pouco afastados dos ômegas, porém não em uma distância preocupante - Agora, há algo que preciso falar para vocês dois. Quero aproveitar que eles estão distraídos, então serei rápido. - revelou com a voz um pouco mais baixa.

- O que foi? Algo de errado? - a idéia de precisar manter segredo deixou Shouto preocupado.

- Quando estávamos todos aqui, eu percebi que o Kaminari não estava com a gente, e fui procurar ele pela loja... - suspirando por um momento, o ruivo prosseguiu - Nightmare estava nessa loja, e ele tentou levar o Kaminari com ele.

- O que? - perguntou Shouto, incrédulo - O que o Nightmare tava querendo?

- E você tem certeza de que ele foi mesmo embora? - Izuku também fez sua pergunta.

- Sim. Nightmare não está mais aqui, eu vi quando aquele portal se fechou, depois que eu consegui puxar o Kaminari de volta... - respondeu, deixando os amigos um pouco mais calmos - Eu não sei o que ele queria, só sei que senti o pavor que esse encontro tinha causado no Kaminari. A marca que fiz nele me ajudou muito em tudo.

- Pelo menos ele está bem agora. - comentou Izuku, sentindo o quão tenso Eijirou ficou ao lembrar o que aconteceu.

- Sim, ele está bem, mas... Foi quase... Eu quase deixei o Kaminari ser levado pelo Nightmare... - disse deixando transparecer a culpa que sentia - A partir de agora, irei cuidar ainda mais do Kaminari! Não deixarei o Nightmare chegar perto dele de novo. - o ruivo disse aquilo em tom de promessa, recebendo o apoio dos dois amigos que entendiam como o ruivo se sentia.

Após a breve conversa, os três voltariam a se unir aos parceiros, porém Eijirou lembrou de algo importante no último instante, puxando um pouco o ombro de Shouto para dar um importante aviso ao amigo enquanto os três ômegas ainda estavam distraídos. Percebendo aquela ação, Izuku também parou, para poder escutar o que mais Eijirou teria a dizer.

- Todoroki, ainda precisamos falar com o Kaminari sobre os detalhes do que o Nightmare queria. Sei que ele estava preocupado com algo relacionado ao Bakugou, ele me contou isso quando mencionou algum experimento do Nightmare.

- Entendi, se tem a ver com o Bakugou então eu preciso mesmo descobrir tudo.

Assim, com os três tendo noção de que não seria aconselhável preocupar os ômegas que estavam gestantes, decidiram falar com Denki assim que a oportunidade surgisse, para não causarem desconfiança por parte de seus pares. Logo todos ficavam mais uma vez unidos, e com os grávidos encerrando o assunto que tinham com o outro ômega, agora o grupo em conjunto fariam as últimas compras do dia.

Mesmo que todos estivessem se sentindo bem e dispostos - se desconsiderar o incidente envolvendo Nightmare - não poderiam ficar por muito mais tempo naquele passeio. Katsuki e Hitoshi tinham uma importante consulta marcada para aquele mesmo dia, então somente escolheriam as últimas peças que levariam para os bebês e logo, após tudo o que poderiam levar estar pago e empacotado, o grupo de amigos saiu da loja, parando em frente à mesma antes de seguirem caminhos distintos.

Como Kirishima e Kaminari seriam os únicos a não irem à clínica, fosse como paciente ou acompanhante, o casal se ofereceu para a tarefa de levar as compras para as casas dos amigos, garantindo que dariam conta de tudo e que não haveria problemas para eles. Após receberem informações sobre onde a chave reserva do apartamento de Shinsou ficava, pois a da casa de Bakugou Kaminari sempre descobria, o casal pegou um táxi para assim levarem as muitas compras feitas.

Agora, os dois casais que precisariam comparecer à consulta em breve aproveitaram o tempo livre para saírem todos para comer, em especial por estarem preocupados com a boa alimentação dos ômegas. Estar devidamente alimentados era essencial para a gravidez, principalmente no estágio em que Bakugou e Shinsou estavam, que era já quase na metade da gestação. Com todos concordando com a decisão foram todos comer em um restaurante comum que tinha ali por perto.

Passado o tempo necessário, e com todos já devidamente alimentados, os dois casais se encaminhavam para a clínica onde os ômegas faziam o acompanhamento da gravidez. Chegaram no local à tempo, e agora, somente lhes restaria esperar serem chamados e, segundo a ordem de atendimento, teriam sua vez em seguida, com Hitoshi sendo logo antes de Katsuki.

Os quatro ficaram conversando enquanto esperavam, e era evidente o nervosismo que os ômegas sentiam com o exame que precisariam realizar. Quando Hitoshi foi chamado para entrar na sala de consultas, acabaram por resolver irem todos juntos, pois os ômegas gestantes estavam um pouco inseguros sobre o tipo de exame que fariam e, estando na companhia de um conhecido que passaria pelo mesmo, se sentiam mais relaxados para o procedimento.

Obviamente, primeiro viria uma breve consulta e depois o tal exame, mas Bakugou não se esqueceria de aproveitar para perguntar à respeito da possibilidade de remoção da marca extra que possuía na nuca, não desejando ter que se desfazer também da que fora feita por Todoroki. Assim, os dois casais entraram na sala de consultas e os ômegas gestantes se sentaram, ficando seus parceiros de pé ao lado dos dois.

Com o início do breve questionamento à respeito de como se sentiam, a primeira impressão que tiveram do médico - que era o "conhecido" neto de Recovery Girl - foi de este ser alguém bastante amistoso, pois ele tratava seus pacientes por seus nomes ao invés de seus sobrenomes, além de pedir que se dirigissem à ele da mesma forma. Pareceu ser do tipo atencioso, e apesar de quase não mudar sua expressão facial, suas palavras traziam conforto.

Em seguida, viria o começo do exame físico, onde o médico - que se chamava Gabrian - analisaria primeiro a medida em circunferência da barriga dos dois ômegas, para em seguida avaliar o aspecto da pele e elasticidade, pois percebeu ambos - em especial Shinsou - se preocuparem com como o corpo ficaria após o nascimento do bebê. Bakugou não havia pensado naquilo até o momento, porém ver a preocupação do amigo o deixou também inquieto.

- Está tudo bem, Hitoshi, você não ganhou peso além do necessário. - disse o médico, direto, porém em tom que fizesse o garoto se tranquilizar - Sua pele também está reagindo perfeitamente ao crescimento da sua bebê. Mas, se preferir, posso ensinar uma massagem que estimulará a elasticidade da pele em sua barriga. - comentou, percebendo que Shinsou gostou da idéia - Você também terá mais facilidade para voltar ao corpo de antes da gravidez.

- De verdade? - perguntou, recebendo uma afirmação - Eu gostaria de aprender isso.

Quando o médico se virou para avaliar a situação de Bakugou, por um momento, Todoroki e Midoriya notaram uma marca antiga de mordida na nuca do homem, indicando que ele seria um ômega já marcado por algum alfa. Embora fosse sem querer, os dois estavam com um pouco de ciúmes do excesso de atenção e gentileza com que o médico tratava seus parceiros, porém agora ficaram mais relaxados. Perceberam que Gabrian era um ômega que, talvez por os entender, tratava amavelmente outros ômegas, principalmente os mais novos ou que estivessem grávidos.

- Katsuki, você está bem, e seu ganho de peso também está adequado. Sua pele também está reagindo muito bem! - disse ao loiro, sorrindo - Se você também quiser saber sobre a massagem, posso ensinar aos dois.

- Acho que posso ver como é isso. - respondeu de forma indireta.

- Então agora, se os pais quiserem participar será muito bem vindo. - comentou enquanto olhava para Todoroki e Midoriya - Vocês também podem aprender, porque ao realizar a massagem na barriga de seu ômega, vocês podem ter contato com o bebê que está se desenvolvendo. O vínculo entre pai e filho ficará mais forte desde cedo. - disse, causando interesse nos dois.

- Eu gostaria de ajudar o Shinsou-kun, e me aproximar da Marina. - confessou Izuku, olhando para o namorado.

- Obrigado, Midoriya. - Hitoshi agradeceu, contente com o menor.

- Eu quero poder pegar na barriga do Bakugou. - disse Shouto.

- Pavê pervertido. - constrangido, Katsuki o repreendeu - Aqui é um momento em família! Sem baixaria!

- Eu sei, é lógico que quero ter mais contato com os nossos filhos. Não sou tão pervertido assim. - respondeu de imediato - E poder te deixar mais seguro sobre sua aparência conta muito também.

- Vocês terão bons pais para seus bebês, isso é muito bom! - disse Gabrian, sorrindo para os ômegas - Se eu tivesse filhos, não teria essa mesma sorte, porque o Enzell é um idiota que nunca me escuta e nem se importa... - comentou para si mesmo, porém em tom o suficiente para que os demais acabassem escutando.

"Ele está reclamando do alfa dele agora?", foi a pergunta que os quatro fizeram mentalmente e ao mesmo tempo, quando surpresos por verem um lado diferente no médico. O homem, percebendo que havia falado aquilo alto demais, apenas tentou contornar a situação voltando a se focar no que deveria ser feito, que era ensinar aos dois casais como fazer a massagem de forma correta e eficaz. Não demorou para todos tornarem a dar atenção ao que deveriam, e foram capazes de realizar com sucesso a massagem nos ômegas, sem que isso lhes causasse incômodo.

Com aquela etapa concluída, seria o momento de todos se encaminharem para a sala onde fariam a continuação do exame físico, porém antes Bakugou pediu um momento da atenção do médico para conversar sobre a marca segunda marca, então Todoroki também se manteve na sala com o noivo.

- Então... Dá pra fazer isso ainda? - perguntou o loiro, apreensivo, após permitir que o médico lhe examinasse a nuca.

- Sim, você pode remover qualquer uma das marcas de mordida em separado ou juntas, e não seriam necessárias muitas seções para isso.

- Daria pra fazer em só uma? - o menor se arriscou à perguntar.

- Você acabaria ficando bastante cansado, mas eu poderia remover em uma única seção. - respondeu, vendo o loiro suspirar em alívio - Mesmo assim, recomendo que você espere até depois do nascimento dos seus bebês, porque seu corpo já está trabalhando no desenvolvimento deles como prioridade, e quebrar esse ciclo agora não seria saudável.

- Então, eu ainda posso perder a segunda marca, mas não agora. - comentou Bakugou, mostrando ter entendido.

- A menos que ela esteja causando problemas à sua saúde, já que você tem duas, eu recomendo que espere.

- Obrigado! Eu vou esperar então. - decidiu, se sentindo melhor por ter sua dúvida tirada por quem realmente entendia.

- Sim, obrigado por suas respostas. - Todoroki também agradeceu ao homem.

Assim, os três foram até a sala onde seria feito o exame, e que Shinsou e Midoriya já os esperavam. Após verificar o conforto dos ômegas gestantes, foi decidido que primeiro seria a vez de Bakugou - que se prontificou a isso para que o amigo soubesse como exatamente aquilo seria - então foi recomendado ao loiro ir até uma maca, "protegida" por uma grande divisória branca na sala para dar mais privacidade aos pacientes.

Foi um pouco vergonhoso, mas como o exame tinha como finalidade a análise do corpo dos ômegas para trabalhar no planejamento do parto - se precisaria ser cesariana ou se poderia ser normal - Bakugou não se prendeu ao fato de que peças de roupa lhe faltavam e nem de que tivera que deitar na maca em uma posição estranha.

Aquela etapa foi mais rápida do que Bakugou imaginou que seria, e a resposta veio logo em seguida: seu corpo era apto para realizar um parto normal.

A questão era relevante porque alguns ômegas possuíam o corpo desenvolvido de forma que facilitasse o nascimento de seus filhos, outros não, então o exame precisava ser feito com a finalidade de descobrir em que grupo cada indivíduo se encaixava. Além disso, o planejamento do parto - em especial quando se esperava mais de um bebê - era indicado desde cedo, até para medidas preventivas serem melhor tomadas para o quase de nascimento prematuro.

Já arrumado, Bakugou saiu daquela parte da sala e foi para o lado do noivo. Seria a vez de Shinsou passar pelo tal exame, e ainda que se sentisse um tanto envergonhado, saber que seria algo rápido o ajudou a se incentivar em fazer logo aquilo.

Também não demorou para receber o resultado, que foi o mesmo de Bakugou, indicando que Shinsou também tinha o corpo apto para realizar o parto normal.

Com o fim do exame, os dois ômegas gestantes escutaram mais algumas últimas indicações para que continuassem saudáveis, e logo se despediriam, agradecendo ao médico por toda sua ajuda.

Ao saírem da clínica, cada casal seguiria seu próprio caminho já para o local onde viviam, pois precisariam ainda guardar tudo o que compraram mais cedo, além é claro de os ômegas precisarem descansar por precaução.


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Desculpem, mas não pude deixar passar a piada pessoal e fiz meu bebê reclamar do par dele XD

Vamos à alguns exclarecimentos, e sei que isso vai decepcionar um pouco... Mas não, o Kaminari não está grávido mesmo, deixei aquilo como uma dica sobre algo importante(e acho que ninguém captou), mas em compensação, aproveito pra dizer, que está muito, muito perto do momento dele chegar! (Obviamente, com direito de descrição e tudo 😏)

Ah, e mais uma coisa, ficaremos alguns capítulos sem "saltar" no tempo, mas já já voltamos a pular juntos XD

Em caso de erros, por favor, me avisem, que eu arrumo!

Até a próxima.
Bye Bye ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...