História O ômega popular e o alfa baixinho - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Bts, Ficção, Ficção Adolescente, Jikook, Magia, Romance, Universo Alternativo, Vhope
Visualizações 176
Palavras 2.361
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GENTEEE EU TÔ MT FELIZ. Sério, feliz msm. Pq tipo, tem 6 favoritos. Pra uns pode ser pouco, mais pra mim significa muiiito. Obrigada mesmo a quem favoritou. ~LEIAM AS NOTAS DO AUTOR POR FAVOR~

Capítulo 2 - Revelações, esclarecimentos, brincadeiras, e tretas.


Jimin: Mais que caralhos foi isso?

Kook: Você é só o ser mistico mais poderoso existente. Parabéns. - ele sorriu.

Jimin: - Jeon Jungkook, você é esquisito. - Jungkook - ele me cortou.


Kook: Kook, ok?


Jimin: O que eu faço agora? Esse negócio de profecia, de eu ser o ser mais poderoso existente...

Kook: Olha, você guardou o meu segredo, eu vou guardar o seu. Pera, olha você tem que entender melhor tudo isso. Vem.

Ele saiu me puxando até a biblioteca da escola, e numa cessão mais afastada, com uns livros meio empoeirados, ele mandou eu esperar, e na mesa de estudos, ele jogou um, dois, três, quarto livros em minha frente.

Jimin; O que tem nesses livros? - perguntei meio perdido.

Kook: Nesse, - ele pegou um livro com uma capa normal. - Tem a história dos normais. "Alfas betas e ômegas" e como os nossos ancestrais seres humanos, chegaram a nós. - ele pôs esse livro sobre a mesa, e pegou um outro com uma capa grossa com cinco pedras brilhantes. - Esse, é dos que dominam algum elemento. "Água, ar, terra, e fogo" e o mais raro, que quase não existe mais e é desconhecido pela maior parte das pessoas "sombra."

Jimin: E o seu é o ar certo?

Kook: Certo. Bem, continuando, esse, - ele largou aquele e pegou um livro com uma capa de madeira, e no centro dela que era cercado de... Galhos ou algo assim, tinha uma pedra vermelha, que era uma especie de porta por que o livro era trancado. Resumindo, um livro magico. - É o livro que tem TUDO sobre todo e qualquer ser mistico, tipo vampiros, fadas e essas coisas, que desapareceram há decadas. E esse. - ele pegou o maior, mais bonito, e mais brilhante dos livros. - É o UNICO livro que fala sobre você. Bem, não você especificamente, os como você.

Jimin: E você pretende que eu leia estes livros? Todos? Eu não posso.

Kook: Você pode absorver a informação neles.

Jimin: Jungkook, - ele cruzou os braços. - Kook, eu não sei nada sobre os meus poderes ainda lembra?

Kook: Affs. Você é o ser mais poderoso do universo cara. - ele bufou.

Jimin: Eu descobri isso a meia hora atrás.

E assim começamos a discutir.

Jin: ALELUIA, JIMIN TE ACHEI. - ele disse chegando ali correndo acompanhado de uma cenhora idosa.

Olhamos para ele.

???: É ele? - ela disse me olhando.

Jin: Sim. Ele mesmo. - a senhora idosa me olhou outra vez.

???: Hm... - ela pegou minha mão sem pedir mesmo e assim como naquela hora com o Jin seus cabelos e olhos começaram a brilhar. - Meu deus... É verdade. Por favor meninos dêem 3 passos para trás. - e assim fizemos. E a idosa se transformou em uma mulher jovem de uns 37 anos.

Kook: Professora Backer? - ele olhou surpreso. - Por quê...

???: Prazer Jimin, meu nome é Megan Backer, vou ser sua professora de história. - Jungkook foi ignorado com sucesso. - Eu estava daquela forma por que as bruxas assim como os outros seres misticos foram banidas. Ou eramos para termos sidas. Nós demos um jeito. Só os com poderes básicos, teletransporte, força, velocidade, telepatia e voar foram poupados. Ah, e os com descendência de fadas. No caso, eu e minha mãe. Porém ninguém sabia que minha avó era divorciada de um bruxo.

Kook: Banidos? Não haviam desaparecido?

Prof Megan: Eu sei que vocês tem perguntas, mais por enquanto, Jimin, leia esses livros. E tomem cuidado, todos podem saber o que o Jimin é, ele seria visto como um deus, porém não acho que ele queira isso, e ninguém pode saber o que eu sou. - e assim ela sumiu, e só ficou no ar uma fumaça roxa muito bonita. Quando me dei conta, Jin tinha ido com ela.

Só que aí veio o problema, quando ouvimos alguém correr. Droga.

Kook: E agora? - ele me olhou

Droga. Eu estou confuso, minha mente tá confusa, eu apenas fechei os olhos e pensei no lugar que eu sempre pensava, o parque... Aquele parque abandonado, mais que foi aonde eu conheci Taehyung.

E então... Lá estava eu, mais... Como? Não sei. Mais não em um dia qualquer, no dia que conheci o Taehyung, assistindo tudo.

Eu estava andando no parque abandonado, quando vi um menino, ele estava sozinho, machucado, olhando o nada.

Jimin: O que tá fazendo aqui?

???: O que você quer de mim? - ele disse com a voz tremola limpando as lágrimas.

Jimin: O que te aconteceu? Hm? Conta pra mim.

???: Você é só um estranho. Por que faria isso?

Jimin: Por isso mesmo, sou só um estranho aparentemente mais novo que você, não posso fazer nada.

???: Eu tenho uma doença, eu sou facinado pelo fogo, ontem, quase queimei minha casa com a minha família dentro. Meu pai disse coisas horríveis, que eu era uma ameaça, e me bateu, muito, e ficou me ameaçando até eu dormir. E hoje, eu acordei no carro, meu pai parou aqui e disse que não era pra eu procurar minha família nunca mais. Então ele me jogou pra fora do carro, e foi embora.

Jimin: .... Meus pais podem ser sua família agora.

???: Não fala besteira estranho.

Haranoa: Jimin! - ela me chamou, minha mãe. - Te achei. Ei... - ela reparou no menino. - O que ouve? O que são esses hematomas. - disse tudo a ela. - Oh meu deus... Vem, - ela estendeu a mão a ele.

???: Ir aonde?

Haranoa: Como aonde? Eu vou cuidar de você. Não vou deixar você virar morador de rua. Meu marido tem seus contatos, vamos te adotar. Não precisa nos tratar como sua familia se não quiser. Qual o seu nome?

???: Meu nome... É Taehyung, e... Eu... Eu vou com a senhora.

Eu assisti aquilo sorrindo, chorando até, eu mal sabia que mais uma das loucuras da minha mãe iam resultar no meu melhor amigo. Até que... Eu estava em outro lugar, agora eu estava.... No hospital, no quarto dos meus pais.

Hiroki: Yoongi - ele olhou nosso pai com lágrimas nos olhos, sabíamos que ele ia morrer - Prometa que vai cuidar dos seus irmãos.

Yoongi: E-eu.. - Yoongi estava morrendo de chorar. - Eu prometo pai. Eu vou honrar tudo o que você me ensinou.

Hiroki: Jimin - eu me negava a olha-lo. - Jimin olha pra mim filho. - O olhei. - Eu sei que é difícil, mais nós sempre, vamos te proteger...

Jimin: Mais por que pai.... Por quê foram vocês e não eu....?

Hiroki: Não diga isso Jimin. Se aquele carro atingiu a nós, era pra ser. E por fim... Taehyung meu pequeno....

Meus pais realmente adotaram Taehyung, eles sempre quiseram outro filho mais a mamãe não podia ter mais nenhum pela saúde dela.

Tae: Eu já perdi meus pais uma vez.. Não quero perder de novo.... - ele disse agarrado a minha mãe.

Hiroki: Nós vamos morrer, mais sempre estaremos presentes.... Não é Haranoa?

Haranoa: Claro.. - ela riu com a pouca foça que lhe restava. - Nunca se esqueçam, nós amamos vocês.

E então, pudemos ouvir aquele "pi" tão temido, os dois morreram como viveram, juntos. Taehyung se agarrou a minha mãe mais ainda, e Yoongi ao meu pai, eu me juntei a Taehyung, e nós três fomos tirados de lá por seguranças.

Três dias haviam passado, Yoongi nunca saia do quarto, Taehyung não comia, e eu não falava nada. Assistir isso, me fez chorar, chorar muito e derrepente, a mobilha estava flutuando e então.... Eu acordei.

Eu olhei em volta, Taehyung estava quase chorando ao lado de Yoongi, ele é muito emotivo, Yoongi olhava pra parede preucupado, e afastado deles tinha Jungkook roendo as unhas. Eu olhei em volta e vi.... As outras camas da infermaria flutuando.

Jimin: O que....- Taehyung correu pra me abraçar. - Houve? - terminei a frase sorrindo com o ato do mesmo.

Kook: Jimin você tá bem? Se aquela hora eu fiz algo, mil perdões, eu não queria te machucar e...

Yoongi: Saiam. - ele saíram da frente. E Yoongi me abraçou. - Nunca mais faça isso seu cotoco. Por que estava rindo e chorando, e depois começou a se debater e a chorar mais? E.... Por que essas camas estão flutuando? - após ele falar, elas caíram ao chão. - Estavam.

Jimin: Eu estava primeiro no dia em que conheci o Taehyung, por isso tava rindo tão feliz. - peguei a mão do Taehyung. - E depois eu estava assistindo a morte dos nossos pais e como reagimos nos três primeiros dias... Então a mobilha começou a voar e eu acordei.

Yoongi: Isso é....

Jimin: Jungkook você não contou a eles? - perguntei olhando Jungkook e ele negou. - Porra...

Kook: Você disse que era segredo.

Jimin: Não era pra contar pras pessoas, não pra esconder deles.

Yoongi: Você insinuou que nós não somos pessoas.

Jimin: E quem disse que vocês são?

{...}

Eu tava com o Jungkook andando pela escola por quê o Tae, aquele filho da... Pera, ele é filho da minha mãe, então o Tae aquele filho da mãe me trocou pelo Hope, um mino que ele conheceu hoje de manhã.

Kook: Então Jimin, você tem namorada? - ele perguntou.

Jimin: Não... Tipo, nenhuma garota nunca se interessou por mim.

Kook; Talvez você seja mais o tipo de garotos. - arqueei as sombrancelhas. ele sorriu.

Jimin: Jungkook você é esquisito.

Kook: E você é um mochi. - mostrei a lingua pra ele - Um mochi, alfa marrento e baixinho.

Jimin: Zomba mesmo, senhor ômega popular. Você vai ver só. - ele se abaixou pra ficar da minha altura. Lógico que só pra zombar da minha cara.

Kook: Duvido. - ele susurrou no meu ouvido e saiu correndo e entrou em seu quarto. E eu fui atrás, até eu alcança-lo e seguralo. Até por quê mesmo que não pareça, eu sou umas duas vezes mais forte que Jungkook só por ser alfa. E mais umas três por ser o ser mais poderoso do universo.

Jimin: O que Disse Jeon Jungkook? - eu disse ainda segurando ele em meu ombro como se fosse um saco de batatas.

Kook: Que você é um mochi marrento e baixinho. - ele resistiu.

Jimin: - eu comecei a giriar com ele em meu colo porém ele continuou resistindo. - Vou ter que apelar? - ele assentiu. Eu dei meu jeito de coloca-lo na cama e fazer-lhe cócegas.

Kook: Ji-jimin p-por favor para. - ele disse entre risos.

Jimin: Com uma condição. - ele disse um "qual?" com dificuldade por ficar rindo. - Que você diga isso: Park Jimin, rei do mundo, eu nunca mais vou te provocar.

Kook: E-eu v-vou te matar Jimin. - ele disse ainda com dificuldade. - Park Jimin, rei do mundo, eu nunca mais vou te provocar. - ele disse e eu parei as cocegas. - Agora me solta.

Jimin: Ok, agora, o que eu vou ganhar te soltando? - joguei sujo.

Kook: TRAPACEIRO.

Jimin: Te soltar não estava no contrato. - ri da cara dele.

Kook: E o que você quer?

Jimin: Naum xei. - fiz voz de criança.

Kook: Jimin, me solta, se eu me soltar sozinho, você vai ver só.

Jimin; Desiste eu sou mais forte. - dei uma pausa. - Kook.

Kook: Pff... Ok. Deixa eu pensar no que eu posso oferecer.... - ele fez uma cara pensativa. - Eu posso te oferecer um beijo.

Jimin: Jungkook eu não beijo garotos. - na verdade eu até estou tentado em aceitar, porém, eu sou hetero. Só que o  Jungkook é tão.... Perfeito que da vontade de beija-lo.

Kook: Olha, você nunca beijou um garoto, não tem como saber.

Jimin: Na verdade nunca beijei ninguém. - ele fez uma cara de surpresa. - Não me olha assim. Esqueceu que eu sempre fui excluído?

Kook: Ah... Mais um motivo pra me beijar. - ele sorriu. Sério, Jungkook você é muito esquisito.

Jimin: Jungkook qual seu interesse em me beijar?


Kook: Curiosidade. - ele respondeu. - Tipo, queria saber se o ser mais poderoso do universo beija bem.

Jimin: Essa é a desculpa mais esfarrapada que eu já ouvi. - saí de cima dele. - Jungkook, sério, eu sou hétero.

Kook: Você tem cara de gay. Mais não vou insistir.

Jimin: Você gosta de mim?

Kook: Eu nem te conheço! Eu só estava curioso - ele disse olhando o teto.

Jimin: Ok.

Derrepente ouvimos a voz do diretor eccoar pelo colégio. "Senhores Park Jimin e Jeon Jungkook por favor dirijam-se a diretoria. A.go.ra." eu só pensei uma coisa: Fodeu. Jungkook pegou minha mão e nos teletransportou para a porta da sala do diretor.

Jimin: Podemos entrar? - disse batendo na porta e eu pude ouvir um sim. Entramos e eu dei de cara com o Kwan.

Kook: Senhor diretor o que estamos fazendo aqui? - ele perguntou olhando Kwan com uma cara de ódio.

Diretor: Kwan alega que vocês dois o machucaram, aliás que o senhor Park queimou sua pele.

Jimin: Eu....

Diretor: EU NÃO TERMINEI. - ele alterou sua voz. - Escute bem, muito bem senhor Park, você chegou HOJE então não venha arranjar confusão. E você Jungkook - ele virou para o Kook que ainda trocava olhares raivosos com Kwan. - Não é a primeira vez que usa seu elemento contra alguém, pois me escute bem, - Jungkook olhou para ele. - Mais uma vez, e eu vou tomar providências drásticas.

Jimin: Mais ele não fez nada. - contestei. Posso até ser tímido e quieto, mais o Jungkook não fez NADA. - Ele só jogou um ventinho. Não é culpa dele se o Kwan é fraco. E mais, queimei a pele dele mesmo, e se soubesse como eu fiz isso faria de novo por que ninguém mandou ele me agarrar.

Kwan: MENTIRA EU NÃO FIZ ISSO

Jimin: Você vai mesmo negar?

Jungkook: Eu vi tudo!

Nós começamos a brigar, e o resultado? Kwan pegou um mês de detenção, Jungkook foi suspenso uma semana, e eu também.

Essa semana vai ser muito longa. Tipo pra caralho. Mais eu só digo uma coisa: Esse Kwan me paga.


Notas Finais


E aí anjos? Aceitariam o beijo do Jungkook ou fariam igual ao Jimin? Oq acham da audácia do Kwan? E da história do Tae? (Nn me matem por isso) Aaah e eu talvez poste hj de novo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...