1. Spirit Fanfics >
  2. O Ômega ( Sterek ). >
  3. Capitulo 33 - Tem algo de errado.

História O Ômega ( Sterek ). - Capítulo 33


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem, vou adiantando que nos próximas capítulos a coisa vai ficar feia. Boa leitura.

Capítulo 33 - Capitulo 33 - Tem algo de errado.


STILES POV.

Já havia ser passado um tempo, curto, mas considerável.... E até o momento Chris não havia aparecido, nem mesmo telefonado o que já estava nos fazendo pensar que aquele miserável tinha nos enganado com a história do plano... o que também fazia o significando surto do Peter fazer certo sentido na cabeça de Derek, mas o mesmo não dividia essa informação com ninguém... na verdade nem eu sabia sobre tal conversa dele com o tio, pôs nem mesmo o própria Peter não me falou nada.

Eu estava na escola assistindo as velhas aulas chatas, mas dessa vez eu era obrigado a presta atenção as explicações do professor, já que teríamos prova essa semana... E seriamente... ninguém merece, pós já nos basta o Chris nos fazer esperar o que já nos da nos nervos e agora uma semana inteira só de prova... tem dó!

Enquanto eu observo o professor falar sem parar, ouso o meu celular vibrar indicando que havia chegado uma mensagem, mas no momento eu não podia atender tão simplesmente ignorem... o que foi o meu erro, e de repente p mesmo tocou, ali, no meio da aula chamado a atenção de todo mundo... principalmente do professor que olhou para mim como ser tivesse crescido um terceiro olho na minha teste, enquanto eu tentava desesperadamente fazer aquele celular parar de tocar.

— Senhor Stalinkins? Poderia por favor fazer o seu celular para de tocar ou eu vou ter que pedir que set retire da sala, por que acho que aqui tenha gente que esteja de fato interessado na matéria! — Disse o professor.

— Desculpa professor. — Digo, finalmente conseguindo deligar aquela coisa... na realidade eu fiquei tão nervoso com aquele toque que nem mesmo vi quem estava me ligando.

Depois de uns cinco minutos a aula ocorreu normalmente, mas infelizmente o universo tem mania de conspirar contra mim e novamente o meu maldito celular volta a tocar e desse vez o professor não teve nem uma pena de mim.

— Senhor Stalinkins, eu li a ir eu para desligar o seu celular pós estar atrapalhando a aula... por tanto ser for continuar com essa barulho eu peço que ser retire... ser não for pedir muito. — Disse o professor, e só uma exclusividade dessa professor para que vocês saibam... ele é dissimulado.

Peguei minhas coisas e sair da sala resmungando e xingando mentalmente quem quer estava me ligando a essa hora já que tudo que conseguiu foi fazer eu ser expulso da sala.... mesmo que eu despertasse essa matéria. Sem ter mais nada o que fazer, resolvo sair para fora e ver quem era que estava me ligando sem parar... E talvez a pessoa para aquele lugar... dependendo de quem seja.

— Pensei que teria que invadir essa escola e te arrancar de lá de dentro! — Disse uma voz grossa e vejo Derek caminhando em minha direção.

— O que? Então era você que estava me ligando, Derek? — Perguntei.

— Quem mais seria? A menos que tenha alguma outro alfa por aí que ligue para você! — Disse Derek, e por mais que eu de vez em quando goste quando Derek demonstra que tem ciúmes de mim... naquele momento eu não estava com paciência para isso.

— Eu não vou nem me dar um trabalho de responder, Derek! Por que, por sua causa o meu celular tocou no meio de uma aula para uma semana inteira de provas e resultado? Eu fui expulso. — Digo.

— Deixa de fazer drama, Stiles. Todo mundo sabe que você odeia estudar e ser bem me lembro você é o mais inteligente dessa escola, então fica frio porque temos coisas mais importantes para resolver. — Disse Derek.

— Hum... então poderia me dizer o que é mais importante para que eu perca o meu preciso tempo? — Perguntei.

— O Chris ligou! — Disse Derek.

— Ah,ótimo... então o “elo perdido” resolveu aparecer. — Digo.

— Obviamente sim. Ele quer realizar a tal reunião sobre o plano pata acabarmos com Deucallion. — Disse Derek.

— Bom... imagino que ele tenha li dito onde que nos encontrar, não? — Perguntei.

— Sim... ele quer nos encontrar na antiga mansão hoje as cinco e meia. E não me perguntei nada sobre isso, por que eu também achei bem estranho a escolha do local. — Disse Derek.

— Eu não ia te perguntar nada sobre isso! Agora já quer acabou, por que não me leva para outro canto... eu já fui expulsa da aula mesmo! — Digo, começando a caminha em direção ao camaro de Derek que estava estacionado a alguns metros de nos... mas antes que eu pudesse entrar no carro, sou puxado e sinto braços fortes circularem a minha cintura e me apertarem.

— Que isso? Tá nervosinho é? Não me diga que foi só por que eu fiz você ser expulso da sala... na verdade eu li fiz até um favor. — Disse Derek, passando o nariz pela a minha nuca e deixando uma lambida quente do meu pescoço até a ponta da minha orelha.

— Derek? Derek, o que você estar fazendo? Para com isso, estão no estacionamento da escola sabia? — Perguntei.

— Sim, eu sei... mas acho até bom, assim todo um do fica sabendo que você é meu... mas já que você pelo o visto não vai mais te aula hoje, então vamos para o meu Loft enquanto não chega a hora da reunião com o Chris... depois nos avisamos os outros. — Disse Derek e em seguida entramos dentro do carro e seguimos para o Loft.

Após algum tempo estamos reunidos juntamente com o resto da pack na antiga mansão da família Hale.... E sobre o que eu e Derek estamos fazendo durante esse meio tempo, bom... vocês já devem imaginar.

Bom, voltando ao assunto... enquanto esperávamos Chris por os pés naquele casa, alguma de nós não paravam de ser perguntar qual seria o plano “infalível” o que estava me deixando maluco, já todos estavam falando só mesmo tempo.

— SILÊNCIO! — Gritei, o que fez todos olharem para mim... já que normalmente eu não era de ter essas explosões de fúria.

— Credo, Stiles... que isso, não precisa grita desse jeito nos só estavam tentando criar uma teoria aqui. — Disse Lidya.

— Sério? E é necessário ficarem falado todos ao mesmo tempo... eu já estou com do de cabeça sábia? — Perguntei.

— Nossa, Stiles... o que estar acontecendo com você? Que bicho te mordeu? — Issac perguntou.

— Nem um! — Digo.

— Tem certeza? Porque o seu cheiro... — Disse Liam, mas antes que mesmo disse algo que não deva eu o corto.

— O Chris chegou! — Digo, e em seguida vemos o caçador passar pela a porta da velha casa junto com mais dois homens.

— Olá sacos de pulsar? Estou vendo que vinheram todos. — Disse Chris.

— Isso é óbvio, Chris. Somos uma alcateia, não? — Scott perguntou.

— Claro que são. — Disse Chris.

— Olha aqui, Chris. Será que você pode parar de enrolação e dizer logo qual é o seu plano por que a gente não quer perde tempo. — Disse Derek.

— Sempre direto ao ponto, não é Derek? — Disse Chris.

— Fala logo, Chris! — Digo.

— Ok, eu vou logo ao que interessa. O meu plano é o seguinte, acho que todos aqui devem saber que tem uma clareira perto daqui, não? — Chris perguntou.

— Sim, eu e minha família de vez enquando nos reunimos para uivar por lá, mas o que a clareia tem a ver com o seu plano? — Derek perguntou.

— Bom, digamos que o plano é trair Deucallion para essa clareira... primeiramente é claro. — Disse Chris.

— Como você pretende fazer isso? Não sabemos onde Deucallion estar escondido e a acredito que muito menos você! — Disse Cora.

— Claro, eu estou de mais atadas tanto quanto vocês. Mas não vai ser eu que vai levar Deucallion pata aquela clareia e sim vocês. — Disse Chris.

— O que? Espera um pouco Chris, o que você tem nada cabeça... como você espera que atraímos Deucallion... sim, como quem da um petisco para um cachorro? — Perguntei.

— Ser você ser classifica como petisco garoto, fique a vontade. — Chris sussurrou.

— Acho bom você ter cuidado com o que fala, Chris. Pós esse seu plano estar muito estranho para o meu gosto. — Disse Derek.

— Ok, eu vou simplificar para vocês então. Resumindo, vocês não vão precisar atrair Deucallion... ele mesmo vira até vocês e quando ele estiver na clareia eu e meus homens faremos o serviço... todo mundo intendeu? — Chris perguntou.

— Eu não intendi. — Disse Liam.

— E como você tem tanto certeza que Deucallion vai vim até nos? — Scott perguntou.

— Ora, os lobisomens aqui são vocês... então é vocês que devem saber e só para constar... a emboscada vai ser nesse sexta - feira e espero que ninguém falte... agora me deem licença por que eu não obrigação de cuidar de criaturas sobrenaturais.... Boa sorte para vocês, por vão precisar! — Disse Chris, em seguida indo embora... para o nosso alívio.

— Sinceramente, esse cara é esquisito... que plano maluco é esse? — Issac perguntou.

— Ah, não subestime o Chris,Isaac. Porque ele é tudo, menos idiota. — Disse Cora.

— Mesmo assim eu não sei gente, eu achei esse plano dele totalmente sem pé nem cabeça... ele simplesmente jogou a responsabilidade em cima a gente. — Disse Issac.

— Infelizmente eu tenho que concordar com o Issac, gente.... fora que ele disse que Deucallion viria até nos... mais como isso vai acontecer? Por passe de mágica? — Scott perguntou.

— Não, gente... espera um pouco, tem alguma coisa errada nessa história. — Digo.

— Como assim, Stiles? — Lidya perguntou.

— Pensem comigo, o Chris nos apresentou o plano ele bom. Mas na verdade ele não nos deu nem um detalhe, somente jogou tudo nas nossas costas e ainda disse que o Deucallion viria até nos.... eram como ser ele tivesse certeza do que estava falando e enquanto nos aqui não temos a menor ideia de como isso vai acontecer. — Digo.

— Gente? Será que o Chris estar nos enganando? — Liam perguntou.

— Eu não dividiria disso, mas vamos esperar para ver o que vai acontecer... por do que isso não pode ficar. — Disse Derek.

Após três dias, aparentemente não havia acontecido nada, o Chris havia sumido do mapa de novo... não que a gente ser importasse com isso, mas o plano do mesmo continuava a não fazer sentido para nós... mas no momento eu não tinha nem tempo para pensar nisso, eram quase meia noite e eu ainda não tinha conseguido dormir pós eu estava sobrecarregado de trabalhos da escola... E definitivamente os professores me odiavam. E o problema que esses trabalhos eram justo para sexta-feira e então vocês devem imaginar o meu desespero.

— Filhote, larga isso! É tanto trabalho que você tem que ficar acordado a te alfa e horas! — Disse Peter, na verdade essa já era a terceira vez que o mesmo entrava no meu quarto e dizia para eu parar o que estava fazendo e ir dormir.

— Aí, Peter eu estou tão enrolado que você não tem noção. — Digo.

— E não dá para você deixar esse enrolação para amanhã não? O seu pai já estar reclamando, e ele disse ser você não for dormi logo ele vai vim aqui filhote e você sabe o que vai acontecer. — Disse Peter.

— Ok, eu já vou... é impressionante que eu não consigo um momento de tranquilidade, antes que o Chris espere que fazemos milagre nessa sexta- feira. — Digo.

— Ainda estar pensando no plano ridículo do Chris? Filhote eu já disse, esquece esse plano... não tem como da certo. — Disse Peter, no dia em que eu chegue da mansão eu contei o plano para ele e claro o mesmo também acho totalmente estranho... E ser de então o mesmo fica repito do que não vai da certo sempre que eu toco no assunto.

— Peter, eu não sei ser vai da certo ou não... aliás é por isso que eu preferi contar esse plano do para você e não para o meu pai, a única coisa que podemos fazer é espera e ver o que vai acontecer, agora vamos parar de falar sobre isso.... eu vou dormir, boa noite. — Digo.

No dia seguinte eu estava mais acabado do que tivesse corrido uma maratona inteira, porque depois que eu decidi dormir para o meu azar eu não consegui... não que eu tivesse insônia, mas sim por que o meu pai o Peter não paravam de conversar digamos assim, no outro quarto e eu não quero nem imagina o que eles estavam fazendo... malditos sentidos lupinos. Cheguei na escola com os meus olhos quase ser fechando, eu estava muito cansado e mal conseguia da um passo... ser tivesse uma cama aqui eu me jogaria sobre a mesma e so acordaria daqui a cem anos, mas como sempre eu sou a pessoa mais azarada do mundo, e assim que chegou ao meu armário para pegar algumas coisas ouso alguém gritando o meu nome é pelo o tom parecia que estava desesperado.

— STILES? STILES?... ah, que bom que você chegou! — Disse Isaac,quase desmaiando devido a corrida até o local onde eu estava.

— Issac? Por que você estar nervoso desse jeito? Até parece que viu um fantasma. — Digo.

— Digamos que foi quase isso! Vem comigo porque o Scott quer falar com você e é sério! — Disse Issac, me agarrando pelo o braço e me puxando para o banheiro onde Scott estava... mais nervoso do que o Issac.

— Então Scott? O que aconteceu? Espero que não nada sobre aquele plano do Chris. — Digo.

— Infelizmente tem sim, Stiles. E olha não fica nervoso. — Disse Scott.

— Eu já estou nervoso,Scott! Fala logo por que você estar me assustando. — Digo.

— Ok, eu vou direto ao ponto... você tem olhado no calendário nos últimos dias? — Scott perguntou.

— Não, Por que? — Perguntei.

— Porque eu acho bom começamos a considerar a hipótese do Liam de que o Chris esteja nos enganando... Porque o dia que ele quer que executamos o plano é justamente no dia em que vai ter uma lua cheia. — Disse Scott.

— O que? Então quer dizer que sexta vai ter uma lua cheia? Scott você sabe muito bem o que acontece comigo quando tem uma lua cheia, não sabe? — Perguntei.

— Sim, eu sei e mais pensa bem, na lua cheia provavelmente Deucallion vai estar descontrolado e nos também... E o Chris sabe disso. — Disse Scott.

— Espera um pouco Scott, eu acho que eu estou começando a entender o plano do Chris... ele não acolheu o dia de sexta-feira a toa, ele sabe que vai ter uma lua cheia e ele também disse que Deucallion viria até nos. — Digo.

— Então é isso, Stiles. O Chris não quer usar o seu cio para atrair o alfa. — Disse Issac.

— Desgraçado! É agora o que a gente faz? — Perguntei.

— Eu não sei Stiles, mas você não pode servir de isca Por que de todos da pack você é quem corre maus perigo. — Disse Scott.

— A gente eu acho bom, reunimos a pack depois da aula e decidir o vamos fazer, porque amanhã já vai ser sexta-feira e a situação estar começando a sair do nosso controle. — Disse Issac.

Mas na realidade a situação nunca esteve no nosso controle e era muito pior do que pensávamos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...