História O ÔMEGA VIRGEM -JIKOOK ABO - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 127
Palavras 972
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Festa, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então..... ando tendo um grande bloqueio criativo junto com um grande acumulo de estresse pelas provas e conteúdos atrasados. Isso só faz com que a minha vontade de escrever o capítulo diminua, mas as possibilidades do que pode acontecer no capítulo, não. Então fica aquela vontade de escrever o capítulo junto com a minha auto-sabotagem dizendo que irá ficar ruim. Estou me abrindo com vocês e pedindo desculpas pelas vezes que decepcionei vocês dizendo que iria postar capítulo logo, mas não fiz.
OBS: mudei o nome da fic porque acho que agora faz mais sentido.

Desculpa e Boa leitura!! =)

Capítulo 3 - Capítulo 3


Noona encarava-me com a sobrancelha arqueada esperando uma resposta. Suspirei frustrado, como eu diria não à ela? Querendo ou não eu teria que ajuda-la com o seu plano.

- Ok, noona! O que vamos fazer? 

***

Nunca pensei que tentar estragar o futuro do meu melhor amigo iria me fazer tão bem, até descobrir quem era o tal "primeiro". 

Quando Min Yoongi entrou pela porta da casa dos Park's, junto de sua mãe e seu pai, logo olhei sério para Jimin, esse que nem sequer ousou olhar diretamente para mim. Apenas olhou-me de canto de olho e logo desviou quando percebeu que eu o encarava.

Quando voltei a olhar para Yoongi o mesmo olhava-me com um sorriso debochado no canto dos lábios enquanto cumprimenta o Sr Park.

Min Yoongi e eu nunca nos demos bem, sempre competimos nos jogos e no amor, Yoongi sempre teve muita vontade de sair com Jimin, mas eu nunca deixaria meu amigo sair com ele, então sempre dava um jeito de Yoongi não chegar perto dele. Yoongi fazia os ômegas se apaixonarem por ele, os fodia, contava para todos e nunca mais olhava-os na cara. E agora Jimin iria casar com ele?! Não! 

Isso não vai acontecer! Nem que seja a ultima coisa que eu faça.

- Então.. Yoongi, por que escolheu o Jimin? - Noona perguntou enquanto servia vinho para Yoongi que estava sentado.

- Yoongi encarou-me enquanto tomava um gole do vinho, engolindo em seco, logo desviando o olhar e encarando a Srª Park. - Sempre tive um interesse por Jimin. - ele encarou Jimin que desviou o olhar tímido. - Mas ele nunca me deu bola, quando meu pai falou sobre a oportunidade de casar-me com ele eu rapidamente aceitei. - ele agora olhava-me de canto e com um sorriso debochado.

No fundo eu sabia que era tudo para me abalar e também se aproveitar do meu pequeno. O encarei furioso demonstrando o quão irado eu estava. Observando isso com um sorriso vitorioso, Yoongi levou sua mão para a coxa de Jimin a pousado ali enquanto seus olhos não desviavam dos meus que estavam cerrados.

Jimin, engoliu em seco o contato nada discreto encarando-me mostrando o quão ele desconfortável estava. Olhei para a Noona e  a mesma encarava Yoongi descaradamente. Ela se aproximou e tirou a mão dele de lá. 

- Nunca tente se aproveitar do meu pequeno na minha frente! - Noona falou entredentes, mas baixo. Só ouviria se prestasse atenção.

Yoongi congelou. Ele não esperava isso de uma ômega, mas era obvio que ela iria agir dessa forma, ela estava apenas protegendo o seu filhote do lobo em pele de cordeiro.

Jimin estava sem jeito, mas seu ômega interior estava mais calmo, e eu conseguia sentir. 

***

Fazia mais ou menos 5 minutos que Yoongi havia pedido para Jimin levá-lo ao banheiro, mas desde então eles não haviam voltado. Eu estava desconfiado e a Noona encarava-me como se dissesse "vá ver o que está acontecendo"!

- Com licença. - curvei-me em respeito e vi todos assentirem sobre a minha saída.

Subia as escadas rapidamente e meu coração palpitava da mesma forma que eu pisava nos degraus, era como se algo não estivesse bem. Olhei paras os corredores e tudo estava muito calmo, calmo até de mais.

Jimin era muito inocente, apesar de seu lado nada casto ele ainda era o meu bebê, e se Yoongi tentasse algo com Jimin? Ele sempre tenta resolver os seus problemas sem pedir ajuda, mas acaba se enrascando mais.

Ouvi um gemido rouco e grave. Meu coração parou e minhas pernas travaram. Tentei andar, mas parecia que meus pés haviam sido grudados ao piso.

"vamos, Jungkook!" - meu pensamento dizia, mas minhas pernas não saiam do lugar.

Era como se o tempo houvesse parado, minha respiração estava lenta, os segundos pareciam minutos, meu coração batia tão rápido que eu sentia como se ele estivesse querendo sair de dentro de meu corpo.

- Me solta, Yoongi! - ouvi a voz de Jimin, parecia melancólica e baixa.

E foi ali que eu voltei a respirar normalmente e o tempo voltou ao normal. Minhas mãos agora estavam suando e eu estava desesperado atrás da voz do meu pequeno. Olhava dentro de cada cômodoa procura do meu nenê e nada dele.

Percebi que a porta branca de Jimin estava aberta e conseguia ver a luz do quarto refletindo no corredor. Ouvi Jimin fungando o nariz o quanto mais eu me aproximava. Adentrei o quarto e ali o meu pequeno e frágil ômega estava sentado no colo de Yoongi que estava sentado na poltrona rosa que ficava embaixo da pratilheira de livros -  na maioria infantis- que Jimin adorava.

Jimin estava de costas para yoongi que o apoiava sobre os ombros, ele mordia os botões rosados de Jimin com certa agressividade que fazia Jimin apertar os olhos e se jogar para trás tentando soltar-se e pelo desconforto o via chorar baixinho. Ele não estava feliz e muito menos exitado.

- Ppor favor, Yoongi me larga e eu juro que não vou contar para ninguém. - Jimin estava desisperado.

Naquele momento Yoongi iria dizer algo safado e provavelmente sacana, pelo seu sorriso malicioso que ele deu ao parar de morder os botões rosados de Jimin, mas ele percebeu que eu estava ali e então o sorriso desmanchou-se.

- LARGA ELE, AGORA! -Minha voz de alfa fez com que Jimin abrisse os olhos e levantasse rapidamente procurado a minha voz, ao encararme ele foi dar um sorriso, mas logo deu lugar a sua aparência assustada. Yoongi me encarou engolindo em seco.

Olhei para o espelho rosa bebê que ficava de frente a porta, onde meu reflexo aparecia e engoli em seco ao perceber meus olhos vermelhos e minha áurea negra pairando sobre mim.

Meu alfa estava pronto para se libertar e estraçalhar, Min Yoongi!


Notas Finais


LEIAM AS NOTAS DO AUTOR, E NÃO DESISTAM DE MIM!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...