História O Orfanato - Capítulo 4


Postado
Categorias Carrossel, Cheias de Charme, Chiquititas
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Bibi Smith, Boneca Laura "Laurinha", Carmen Aparecida Almeida Campos, Carmen Carrilho, Carolina Correia, Cirilo Rivera, Clementina Soares, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Diana Ayala, Fabianilson "Fabian" Brunini, Firmino Gonçalves, Jaime Palillo, Jociléia "Chayene" Imbuzeiro Migon, Jorge Cavalieri, José Ricardo Almeida Campos "Júnior", Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Aparecida "Cida" dos Santos Souza Fragoso, Maria da Penha Fragoso Barbosa, Maria do Rosário Monteiro da Silva Paixão, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Personagens Originais, Rabito, Valéria Ferreira
Visualizações 32
Palavras 636
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi, aqui é a Isa e a Carol, viemos com mais um capitulo da fic pra vocês.

Capítulo 4 - Capitulo 04.


Após carolina falar com as crianças, todos foram até a sala de tv pois Chayene cantaria com Bella no programa do Celso Portiolli e todos estavam ansiosos pois chayene era muito querida pelos meninos que tinham ela como parte da familia.

Cirilo: Vamos pessoal, a tia Chayene vai passar no domingo legal.

Bibi: Será que ela vai falar da gente?

Alicia: Não sei. (Senta no sofá)

Maria Joaquina: Olha vai começar!

Tv onn:

Celso Portiolli: Estamos aqui com a diva do tecnobrega, a cantora Chayene e sua filha Isabella! (Sorri enquanto o auditório aplaude)

Chayene: Obrigada meu Brasil Brasileiro! (Sorri) eu amo cada um de vocês!

Bella: Eu estou muito feliz de estar aqui! (Sorri)

Celso: Que musica vocês vão cantar?

Chayene: Voa Voa Brabuleta! (Sorri)

Elas começam a cantar voa voa brabuleta

Chayene:

Ela gosta de ficar pegando fogo

De arrastar uma asinha

Pra deixar doidinho os moço

Lábios vermeio

Roupa muito colorida

Pra ouvir um galanteio

E ficar feliz da vida

Bella e Chayene:

Ela se acha toda, toda, toda, toda

Faz o que dá na veneta

E o resto que se exploda!

Vai de namoro em namoro na cidade

Feito uma brabuleta

Nunca perde a liberdade

Bella:

Mas chega o dia

De marcar uma bobeira

Olhe não é brincadeira

Virar presa de paixão

Que ela encontre

Quem lhe queira

Mas de forma verdadeira

Pra não ser mais uma só pra coleção

Bella e Chayene:

Voa, voa, voa, voa brabuleta

Voa, voa, voa, voa brabuleta

Quem me oia me inveja

Mas no fundo se deleita

Voa, voa, voa, voa brabuleta

Voa, voa, voa, voa brabuleta

Quem te oia tá querendo

É saber para usar a minha receita

No orfanato as crianças cantaram junto aplaudindo de pé enquanto Celso começava a entrevista com Chayene.

Celso: E então chayene, como foi recomeçar do zero e refazer sua carreira?

Chayene: Foi um caminho difícil, mas eu tive um anjinho que me deu forças pra seguir em frente, e esse anjinho me ensinou a dar um passo de cada vez. (Sorri e olha a Bella)

Celso: Bella, tu gosta da tua mãe?

Bella: eu AMO a minha mãe mais do que TUDO não quero

ter irmãos não

Todos riem.

Celso: E você canta desde pequena, você pretende seguir carreira musical?

Bella: Pretendo sim junto com a minha mãe

No orfanato as crianças fazem muito barulho e comemoram a apresentação de Chayene.

Laura: isso é tão romântico

Paulo: Tudo pra você é romântico, tenha dó!

Marcelina: Não ferra Paulo. (Joga uma almofada nele)

Carol: Silêncio crianças, que tal depois que acabar o domingo legal a gente tomar sorvete?

Bibi: Eu topo (sorri)

Chayene e Isabella cantam mais uma música, dessa vez elas cantam Meu Violão E O Nosso Cachorro.

Chayene:

Pode ficar aqui

Sou eu que vou partir

O que a gente construiu não é preciso dividir

Bella

Fizemos tantos planos, compramos tantas coisas

Mas o amor é longe disso

Precisamos de um tempo em relação a nós dois

Depois decidimos o final, espero que seja um final feliz

Chayene e Bella:

Se o nosso amor se acabar eu de você não quero nada

Pode ficar com a casa inteira e o nosso carro

Por você eu vivo e morro

Mas dessa casa eu só vou levar

Meu violão e o nosso cachorro

Se amanhã a gente se acertar, tudo bem

Mas se a gente não voltar posso beber, posso chorar

E até ficar no soro

Mas dessa casa eu só vou levar

Meu violão e o nosso cachorro

Bella:

Fizemos tantos planos, compramos tantas coisas

Mas o amor é longe disso

Precisamos de um tempo em relação a nós dois

Depois decidimos o final, espero que seja um final feliz

Bella e Chayene:

Se o nosso amor se acabar eu de você não quero nada

Pode ficar com a casa inteira e o nosso carro

Por você eu vivo e morro

Mas dessa casa eu só vou levar

Meu violão e o nosso cachorro

Se amanhã a gente se acertar, tudo bem

Mas se a gente não voltar posso beber, posso chorar

E até ficar no soro

Mas dessa casa eu só vou levar

Meu violão e o nosso cachorro

Meu violão e o nosso cachorro. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...