História O outro lado - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


É um ficção , criada por mim um começo de algo que possa ficar maior ,se gostar aceito crítica construtiva e que seja algo agradável essa história tanto para você leitores e para mim que está desenvolvendo ela , espero apoio e que faça vocês entra na história

Capítulo 1 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction O outro lado - Capítulo 1 - Epílogo

Dia 2 ano 2020 , 14:00 tarde em uma sexta-feira 

Barulhos de carros ,eu acordo no banco de trás de uma viatura ,sinto minha cabeça doer forte , e barulhos ouço alguém conversando no banco da frente estou tonto mas consigo metade da conversa . 

Claro Jon ,posso levar ele para minha casa mas você  tem que me cobrir hoje , volto quando tiver cuidado dele.  ,voz do outro lado impaciente responde .não deveria cuidar dele você mal conhece ele ,porque ainda perde tempo com esse assassino .sério Kai você não tem mas tempo para mim , só pensa nesse cara .

Eu ainda  tonto tento me sentar para ver  quem era , quando me levanto vejo no banco da frente, um homem alto de cabelos loiros pele morena vestido com roupa polícia era uma roupa de cherife ,(se não me engano ) ele parecia forte  um homem mais o menos com idade 26 anos , parecia que malhava dez que nasceu parecia um deus quando ele me olhou , pelo retrovisor com aqueles olhos castanhos que parecia  cristais negros ,

Kai; Jon tenho que desligar ,depois te ligo  , brigado por ficar  beijo ! 

Então ele me olha ,e diz sorrindo então christofer que encrenqueiro você, mal chega na cidade e já esta causando uma amiga minha me ligou para busca você , só que ela não me disse mas oque  estava fazendo em um bar super tarde da noite ? 


Eu sem entender nada e ainda com a mão na cabeça ,falo , estou sendo presso? E

Então ouço na parte da frente do carro uma gargalhada , e  o homem diz.

 bem pode me chamar de kai e não você não vai ser preso você não fez nada contra lei ou fez ? Ele me olha com cara de sarcasmo . .


Eu respondo ; mais porque então estou no carro da polícia ? Eu estous sendo rapitado.

Imediatamente eu começo a gritar e entra em Pânico ,quando nada menos olho para frente e ele está rindo da minha cara , então aposto 30 segundo depois da minha crise o homem fala .

Kai ; não estou rapitado você .estou te lavando para minha Casa , afinal quero ajudar você a limpar esse sangue que está na sua roupa e tentar saber o que aconteceu ontem no bar !.

Imediatamente eu olho para baixo eu estava todo sujo de sangue . Eu acho  surpreendente , ter sujado tudo parecia que eu tinha me banhado de sangue  , um homem de 21 anos que mede 1.72 de altura pesando 65 quilos derramar tanto sangue na própria roupa eu estava de calça jeans e uma blusa por cima da camiseta uma blusa que tinha um formato de um desenho japonês mangar que não dava para indentificar por que estava muito sujo de sangue .

Então eu tenho uma forte dor de cabeça , e coloco minha duas mãos na cabeça quando derrepente ,caio e desmaio . 

Na mesma hora .

Eu tenho alguns flexes e vejo eu sentando em um bar ,  sendo atendido por uma mulher ,eu estou pedindo bebida quando derrepente alguns homem se aproximar perto de mim .

Desconhecido; então é você o tal assassino da outra cidade .

A balconista moça que parecia ter a mesma idade que eu  um pouco mas baixa que eu , magra dos cabelos lisos negro e olhos que parecia de coruja mas lindo azuis uma mulher que moça que parecia see muito vaidosa  , fala , Marcos deixa o rapaz em paz.se não vou ter que chamar a polícia de novo . O moço que agora tinha parado do meu lado diz 

Marcos ;  então assassino me fala como você matou seus pais e botou fogo na casa  ,e matou seu irmão . 

Eu levanto da mesa , peço briagdo para a moça  e estou indo em direção a saída quando derrepente sinto um soco na minha cabeça que me faz cair no chão de joelhos . 

Marcos ;vou esmurrar  vc seu monte de lixo . 

Ele parecia ter mas o menos uns 40 anos  careca e gordo com barba só a parte de cima feita o resto cortadele estava me insultando falando sobre minha família morta e eu ainda não tinha superado tanto ou nada 

o homem   parecia um trator vindo em minha direção . Preste a pular em mim e me sufocar . Sinto tanto medo e ódio 

Quando derrepente eu sinto ainda caído no chão de joelhos  Viro para ele com raiva eu estava cego  levanto  a mão e sinto uma aura preta sair do meu corpo e na minha mão forma uma lança e dispara por todo lados distruindo tudo . Quebrando tudo e aura negra enfio dentro do homem que era gordo quando vejo me lavanto e tudo ficou preto .  



Notas Finais


Espero que vocês gostem .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...