1. Spirit Fanfics >
  2. O outro lado da moeda >
  3. Como diz o ditado: a curiosidade matou o gato

História O outro lado da moeda - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Como diz o ditado: a curiosidade matou o gato


Nota mental para mim mesmo: deixar Namjoon longe de qualquer coisa relacionada a fogo. Esqueça, é morte na certa

"Jin - ele se aproximou de mansinho - você sabe que eu não fiz por mau"

"Claro que eu sei, mas o problema não é esse Namjoon... Você quase botou fogo no acampamento"

"Isso é verdade, se não fosse pelo Yoongi e o Jungkook nós estávamos ferrados"

"Eu já disse mil vezes Hoseok, eu só joguei água na banha de porco porque ela tava muito quente"

"Mas você.... Quer saber, dane-se, vai fazer alguma coisa que preste"

"Concordo, vamos planejar a excursão de hoje"

Hoseok o agarrou pela mão e desapareceu floresta a dentro

"E vocês três? Vão ficar aí sentados enquanto nós arrumamos tudo?"

"Eu vou até a cachoeira para clarear minha mente"

"Ótima desculpa Taeyung.... E você Maria?"

"Eu... É.... Eu vou junto"

"Traidora, suma antes que eu mude de ideia. E você Jimin?"

"Estava pensando em ajudar o Hoseok. Eu posso?"

Eu queria recusar mas a cara de cachorro abandonado desse menino não me deixa dizer não

"Vai. Divirta-se"

Não sei porque mas eu sinto como se eles estivesse me evitando

"Fazer o que, não posso agradar a todos"

"Agradar a quem?"

Eu me virei em direção a voz sarcástica que passei a reconhecer tão bem, Yoongi e Jungkook estavam com o rosto e as roupas cobertas por fuligem mas eles claramente não se importavam com isso devido as circunstâncias

"Nada, e então? Conseguiram montar as tendas de novo?"

"Por pouco, sorte a nossa o fogo não ter se espalhado. Algumas árvores queimaram mas nada tão grave"

"Me pergunto se a fumaça não chamou a atenção na cidade..."

"Sim, eu acho a mesma coisa. O que você diz Yoongi?"

"Eu andei pensando, na excursão de hoje quero que tragam o equipamento necessário para o treino. Sei que você é contra Jin, mas não podemos ficar escondidos para sempre"

"Isso é verdade, ainda mais depois de hoje"

"Acho que vocês dois não me entenderam, eu não sou contra, apenas acho que é perda de tempo"

"E não dá na mesma? Você tem que deixar esse seu orgulho de lado Jin, ele não te leva a lugar algum "

"Idiota..."

Yoongi suspirou

"Vamos, está na hora de nos reunirmos"

Nós três caminhamos em silêncio até a clareira onde Hoseok discutia com Namjoon enquanto Jimin vez ou outra dava um palpite na conversa. Taehyng e Maria chegaram logo depois, ambos com os pés molhados.

Por mais difícil que seja esse grupo de pessoas acabou se tornando minha família, o que Yoongi dizia ser orgulho para mim seria mais sensato seria chamar de receio, eu apenas tinha medo de perder um deles no meio dessa briga.

"Já que estamos todos aqui vamos começar, como vocês sabem hoje é dia de excursão"

"Você quis dizer roubo não é Namjoon"

"Vocês entenderam, sem mais piadinhas Taehyng"

"Você quem manda..."

"Como eu ia dizendo, hoje era para saquearmos a entrega de mantimentos do rei mas... Eu mudei de ideia, "

"Por que assim do nada? Você não disse que pegaria equipamentos para treinarmos?"

"Sobre isso - ele apontou para um enorme saco no canto - Hoseok e eu já pegamos"

"Como... Vocês.... Namjoon!"

" Bem, vocês sabem como eu sou determinado e Hoseok é muito bom de conversa... Nós"

"Nós encontramos um ferreiro na cidade, é isso"

"Ah bom, por um segundo pensei que vocês enfrentaram os guardas para consegui-las"

"Isso, vão rindo, depois não reclamem se eu pegar muito pesado com vocês"

Yoongi sorriu debochado

"Muito bem Sr. Treinador, o que nós temos que fazer?"

Eu não esperava por essa, quem diria que brandir uma espada seria tão difícil

"Jin, posicione seus joelhos, estão muito afastados"

"Assim?"

"Isso mesmo. Agora você Jimin, levante esse arco e estique a corda até a bochecha"

"E agora?"

"Atire no alvo... E Jungkook, olhe para onde mira essas facas; quase acertou minha perna"

"Desculpe, não foi por mau"

Ele revirou os olhos

"Namjoon"

"Diga Yoongi"

"Onde você aprendeu a lutar desse jeito?"

"Eu..."

"Pode deixar que essa eu respondo - além do mais será uma desculpa para uma pausa - ele fez aulas de artes marciais quando criança"

"Entendo... E você?"

"Eu o que?"

"Você também deve ter entrado na escola junto com ele"

"Claro, nós íamos juntos todos os dias... Mas eu só assistia"

"Que irmão mais velho fascinante..."

Que culpa eu tenho de não ser tão bom quanto ele? Nunca levei jeito pra briga

"É... Eu acho que já chega por hoje"

"Concordo, meus pés estão me matando"

"Você tem razão, estão todos dispensados. Menos você Taehyung"

"O que eu fiz agora?"

"Nada, só quero falar com você... A sós "

Todos deram um olhar de consentimento e se afastaram, não era falta de respeito espiar a conversa dos outros, eu não podia evitar a curiosidade

Namjoon e Taehyung se sentaram em uma rocha próxima e começaram a discutir

"Droga, preciso chegar mais perto"

Atento a qualquer movimento dos dois me escondi atrás de uma árvore mais próxima e agucei os ouvidos

"Tae, eu entendo sua decisão mas é muito arriscado, eu não quero nenhum sacrifício vindo de vocês"

Sacrifício? Do que eles estão falando?

"Não adianta me fazerem de bobo Namjoon, vocês acham que eu não sei da minha situação atual? Eu já disse e retorno a dizer: não vou permitir que essa coisa me domine de novo"

"Você não sabe o que pode acontecer se você usa-la..."

"Por isso mesmo estou dizendo que devem me acorrentar. Por que você acha que eu vou todos os dias naquela maldita cachoeira? Está cada vez mais difícil lidar com isso"

"Você tem certeza? "

"Claro, eu conheço meus limites"

Namjoon se levantou calmamente, sua expressão era rígida a pesar de seus atos, ele  retirou do saco de armas duas grandes correntes de ferro

"Essas foram as correntes mais grossas que consegui, o ferreiro me garantiu que elas podem segurar um elefante adulto"

"Vamos, o que você está esperando?"

Taehyung esticou as mãos em forma de cruz para que fossem atadas nas árvores mas grossas, má de cada lado. Depois de se certificar que estavam presas o suficiente ele fechou os olhos e disse

"Acho melhor você se afastar"

Namjoon deu alguns passos para trás e eu enfiei meu rosto por entre os galhos enquanto observava com horror a marca no pescoço de Taehyng aumentar até a mandíbula

"O que você pensa que está fazendo?"

Namjoon... Como você..."

Eu estava muito horrorizado para notar que meus pés se moveram sozinhos para fora do meu esconderijo

"Isso não importa Jin, você não pode contar para os outros o que você viu entendeu? Eles ficariam muito preocupados"

"Você pretende manter esse segredo até quando?"

"Não sei, talvez até ele conseguir dominar a sombra completamente"

"Então nosso treino era apenas um disfarce para você poder aumentar o controle dele?"

"Claro que não - eu fechei a cara - talvez só um pouco"

"Namjoon, é a vida de uma pessoa em risco, se eu soubesse que era essa sua intenção não teria te acobertado mais cedo"

"E quem disse para você que eu precisava de ajuda? Artes marciais... Onde já se viu desculpa mais esfarrapada"

"Então você queria que eu contasse para eles o real motivo da sua experiência com armas?"

"Nunca"

"Foi o que pensei..."

Por mais difícil que seja imaginar, quando criança Namjoon foi obrigado a aprender a usar diferentes tipos de armas para provar ao pai que era 'digno' de ser seu filho

"Casos a parte Jin, agora que você descobriu será obrigado a vir aqui comigo todos os dias. Sem desculpas"

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...