1. Spirit Fanfics >
  2. O outro lado da moeda >
  3. O que está acontecendo?

História O outro lado da moeda - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo porque não coube em um só kkk

Capítulo 4 - O que está acontecendo?


Uma voz insistente chamava meu nome mas aquele sono era tão bom que eu me recusava a acordar, mas ela continuava irritantemente insistente e eu fui obrigado a abrir os olhos. Era Namjoon

"Jin! Graças a Deus, eu pensei que tivesse te perdido"

"Que história é essa de perder? Não é como se eu estivesse prestes a morrer e.... Onde nós estamos?"

Levantei rapidamente e me deparei com um lugar totalmente desconhecido, paredes de pedra se erguiam em todos os cantos, pessoas maltrapilhas vagavam no que pareciam ruas e me encaravam com curiosidade, só então me dei conta de que estávamos sentados no chão de terra e no meio do caminho

"E-eu não sei, quando acordei eu já estava aqui e sai te procurando como louco então te vi caído aqui no chão e entrei em desespero"

"Namjoon se isso for algum tipo de brincadeira..."

"QUE BRINCADEIRA JIN! OLHA A SUA VOLTA, COMO ISSO É BRINCADEIRA?!"

"Mas nós estávamos em casa agora, como viemos parar aqui?"

"Eu não sei... Esse lugar é estranho, está me dando arrepios"

"Só há uma maneira de descobrir"

Eu me levantei determinado a descobrir o que estava acontecendo e parei a primeira pessoa que vi pela frente, uma mulher magra carregando um cesto, descalça e com uma criança de colo

"Com licença mas a senhora poderia me dizer que lugar é esse?"

Ela me encarou como se eu fosse o pior dos assassinos e disse tremendo

"N-não sei do que está falando, me deixe em paz"

"Mas senhora, este cesto parece muito pesado... Me deixe te ajudar"

Namjoon tentou pegar o cesto mas ela deu um tapa em suas mãos

"Fique longe de mim e do meu filho seus impostores"

"Tá vendo, por isso eu digo que não vale a pena ajudar os outros. Escute aqui, a senhora faz ideia de com quem está falando?"

"Eu não estou interessada em saber, saia do meu caminho"

"Você ainda não respondeu minha pergunta"

Eu segurei seu pulso, não para bater ou fazer alguma coisa, mas para impedi-la de ir embora. A mulher arregalou os olhos para mim e gritou a plenos pulmões

"IMPOSTORES! ELES SÃO IMPOSTORES! CHAMEM OS GUARDAS"

"Impostores? Do que ela está falando? E para que chamar a polícia? Ela deve ser louca"

 As pessoas começaram a correr desesperadas de um lado para o outro como baratas fugindo de naftalina, eu não entendia o motivo de tanto estardalhaço, a mulher já havia ido embora e o pior, ela havia causado a confusão

"Jin, eu acho melhor nós irmos embora"

"Embora? Para onde? Nós nem sabemos onde estamos. Ainda bem que ela chamou a polícia, quem sabe eles não possam nos levar de volta"

Não demorou muito para que os tais guardas aparecessem mas seus uniformes estavam um pouco... Antiquados. Pareciam armaduras dos tempos antigos em roma, daquelas que se viam em filmes, a única diferença era a cor: dourada.

Antiquadas ou não eu precisava sair desse lugar

"Que escândalo todo é esse? Eu posso saber do que se trata - um deles perguntou"

"Que bom que chegou seu guarda, acontece que uma mulher..."

O peso da armadura chocou-se com o meu rosto assim que a mão do homem se encontrou na minha bochecha em um tapa estrondoso, o impato me arrancou os sentidos por alguns segundos e um fio de sangue escorreu dos meus lábios

"Então são vocês os tais impostores"

"Nós não fizemos nada de errado senhor, me desculpe pelo meu irmão - Namjoon entrou na minha frente - ele não sabe o que fala"

A raiva me subiu pela cabeça, eu não sou homem de ganhar tapa de graça sem motivo

"VOCÊ FICOU LOUCO DE ME BATER DESSA MANEIRA? SABE COM QUEM ESTÁ FALANDO?"

"Eu não dou a mínima para saber quem você é, se andar pela rua novamente fazendo escândalo não vai ganhar apenas um tapa"

"EU VOU CHAMAR MEUS ADVOGADOS!"

Ele foi embora sem olhar para trás tão rápido quanto haviam surgido, eu começava a sentir os efeitos do machucado naquele momento, um par de olhos assustados nos encarava

"Vocês são loucos de discutirem com os guardas reais? Não sabem que poderiam ter morrido?"

"Quem é você?"

Um menino de cabelos escuros e rosto delicado estava a nossa frente, ele parecia frágil e que quebraria a um mero toque

"E vocês dois são?"

"Está fugindo da minha pergunta mas eu sou Jin e este é meu irmão mais novo Namjoon. Você sabe onde nós estamos?"

"E-eu não posso contar, aqui não, me sigam"

Ele começou a desviar das pessoas no caminho e fez um gesto para o seguir. Quando ele  sumiu em um beco escuro eu me virei para Namjoon

"Você acha que podemos confiar nele? Para onde está nos levando?"

"Não temos escolha, não até descobrir o que está acontecendo"

"E se ele for um assassino daqueles caras e estiver disfarçado?"

"Fale baixo... Se ele fosse mesmo um assassino já teria nos matado na primeira oportunidade"

"Você tem razão..."

"Vamos segui-lo por enquanto"

Depois de caminhar por um tempo paramos em uma clareira rodeada por árvores, barracas improvisadas com roupas e pedaços de pano foram armadas em vários lugares, no centro ardia uma fogueira crepitante e em volta dela se encontravam mais quatro garotos, um deles me era estranhamente familar

"Hoseok?!"

"Namjoon.... Jin! Que bom ver vocês dois por aqui, vocês não sabem o quanto eu fiquei com medo"

"Como você veio parar aqui?"

"Eu não sei, estava em casa me preparando para sair quando de repente me veio um sono repentino. Quando me dei conta já estava aqui"

"E o resto de vocês?"

"Foi a mesma coisa com a gente - desta vez um garoto com uniforme do colégio se levantou, parecia ser o mais novo deles - eu estava saindo da aula quando isso aconteceu... O sono, quero dizer. A propósito, meu nome é Jungkook"

"Então... Jungkook, vocês também não sabem como vieram parar aqui?"

"Não"

"Então temos que descobrir como, e mais importante, temos que sai daqui"

"Vocês dois realmente não sabem o que está acontecendo... São idiotas mesmo"

"E você é..."

"Yoongi, e pra sua informação estou aqui a mais tempo do que todos vocês"

"Então por que não nos diz o que está acontecendo sr. Sabichão?"

"Taehyung não seja rude, você não sabe o que ele passou"

"Não finja compaixão por ele Jimin - Então este era o nome do garoto que nos trouxe aqui - desde que chegamos aqui ele não fez outra coisa se não nos dar ordens"

"E vocês teriam morrido sem essas ordens"

"Acalmem-se todos, deixem ele se explicar"

Todos nos sentamos ao redor da fogueira, cada pessoa ali presente não combinava com o cenário original, pareciam ter sido jogados naquele mundo aleatoriamente. Assim como nós dois

"Como eu disse, estou aqui a mais tempo que vocês, e tem coisas que precisam saber sobre este mundo, mas antes preciso saber se podemos confiar nos novatos aí"

Ele olhou em nossa direção

"Está falando da gente?"

"E de quem mais? Eu disse para Jimin trazer qualquer sobrevivente que achasse mas vocês me parecessem estranhos por algum motivo..."

"Só pode ser brincadeira... Você não me conhece?"

"Não conheço outros se não estes que estão comigo aqui: eu sou rapper e compositor, Taehyung é estilista, Jimin um bailarino contemporâneo e Jungkook estudante. Vocês dois, a não ser Hoseok que chegou faz um tempo são completos estranhos"

"Você está insinuando que somos traidores?"

"E por que não?"

"A mas você vai ver só uma coisa..."

"Esperem - jungkook se levantou - eu conheço eles, você não é aquele modelo famoso, Seokjin? "

"Finalmente alguém sensato! Obrigado garoto"

"Não tem que me agradecer... Mas você eu não sei quem é"

"Este é meu secretário, que também é meu irmão, Namjoon. Podem confiar nele"

"Ótimo, que Belo time nós temos! Um modelo metido a rei e o secretário, um cantor de meia tigela, um estudante, dois bailarinos e um estilista? Como vamos lutar com os dourados desse jeito?"

"Que história é essa de dourados? Estão falando daqueles guardas?"

"Não, eles são muito piores que os guardas... Acho melhor vocês se sentarem por que a história vai ser longa"

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


ansiosos para mais?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...