História O pacto - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Selena Gomez
Visualizações 25
Palavras 2.184
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Festa, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpa pela demora ...

Capítulo 21 - 21


POV SELENA 

Alguém depositou uma bendeija de comida na minha mesa , levantei o olhar e vi Adriel com um sorriso bobo no rosto 

- não me esperou ? - perguntou com um tom ofendido , dei um meio sorriso e olhei pra ele 

 - desculpa ... 

- tudo bem ... quer me contar o que aconteceu naquela noite ? - suspirei em sinal de negação 

- okay , se não quer me contar tudo bem - depois disso ele não falou mais nada e um silêncio estranho se instalou no ambiente 

- quer sair hoje ? , pra esfriar um pouco a cabeça... 

- claro ! , pra onde ? 

- fiquei sabendo de um boato de que tá tendo um parque de diversões

- ótimo ! - falei com entusiasmo - as oito ?

- sim , passo na sua casa as oito - o sinal tocou e eu me levantei dando um aceno pra Adriel , estava andando pelo corredor quando sinto um impacto no meu corpo 

- me desculpa ! - olho pra cima e vejo um garoto loiro de olhos castanhos que me faz ter uma leve lembrança de Justin, me levanto com a ajuda de sua mão 

- não foi nada ... - pego meu livro e nossas mãos se encontram causando um leve arrepio em mim , olho pra ele que mantinha a expressão calma e suave 

- é nova aqui não ? - coloca as mãos no bolso de sua jaqueta de couro preta 

- sim , me mudei a pouco tempo ... também nunca te vi aqui ... 

- não sou muito sociável... -  seus olhos me encaram por um tempo , sinto minhas bochechas queimarem e tento disfarça seu olhar me concentrando nas minhas mãos 

- então... te vejo por aí  ? 

- possivelmente... - respondo e saio em direção a minha sala 

(...)

- vamos  ? - Adriel me pergunta assim que entro no carro 

- vamos ! 

Não demorou muito pra chegarmos no parque, Adriel saiu e deu a volta no carro , enquanto isso eu olhava pra roda gigante e me lembrei de quando eu e Justin íamos no parque juntos 

FLASH BACK ON 

- para Justin ! - falei desesperada por Justin estar balançando onde estávamos na roda gigante 

- deixa de ser fresca , isso é um tédio - revirou os olhos, puxei sua camisa o que fez ele cair ao meu lado ,ele me olhou feio e eu sorri 

- se cairmos daqui a culpa é toda sua 

- você que quis vir nesse tédio , fala sério isso é pra casais clichês - revirei os olhos , eu estava tentando mostrar  a Justin o que eu realmente sentia por ele , mas parece que ele não percebe não importa o que eu faça 

- em qual quer ir agora ? 

- humm , agora quero falar com aquela menina ... - apontou pra uma garota que estava encarando ele , abaixei o olhar e encarei meus pés - não vai se importar se eu for lá não é ? - ele não esperou eu responder e foi , uma lágrima escorreu pelo meu rosto, não sei qual é a pior parte ,ele não perceber o óbvio ou eu não falar de uma vez por todas o que sinto por ele  . 

FLASH BACK OFF 

- Selena ? - balanço minha cabeça e olho pra Adriel que já tinha aberto a porta pra eu passar - no que tanto pensa ? 

- nada de mais , só estava admirando , afinal não é sempre que uma cidade pacata como essa faz algo assim não é mesmo ? 

- não tiro sua razão - andamos até a bilheteria e enquanto Adriel comprava os bilhetes eu fui procurar algum carrinho que vendesse algodão doce

- pode me dar um algodão doce  ? - abaixo minha cabeça pra pegar o dinheiro mas escuto uma voz conhecida 

- esse fica por minha conta - olho pro lado e vejo o garoto de mais cedo , ele estava de calça preta uma blusa branca e por cima a mesma jaqueta de couro de hoje cedo ,ele pegou o algodão doce e deu o dinheiro pro rapaz que estava no carrinho ,olhei pra ele com o cenho franzido 

- é pra recompensar por eu ter te derrubado hoje cedo - começo a andar de volta pra bilheteria e ele me acompanha 

- pensei que fosse anti social ... - ele sorri e me olha 

- bom não é como se eu tivesse escolha ... 

- oi ? - a voz de Adriel me faz olhar pra ele , fico no meio dos dois

- Adriel esse é o ... - olho pra ele em sinal de que ele diga seu nome

- Caio

- Caio esse é Adriel - os dois dão um aceno com a cabeça e Caio me dá um sorriso

- então... eu vou indo, até segunda ?

- sim - respondo e Caio dá as costas indo embora , por um momento vejo o físico de Caio , ele tinha ombros largos e com certeza havia um abdômen definido por baixo daquela jaqueta , resumindo Caio era o sonho de qualquer garota no colegial

- o que foi isso ? - a voz de Adriel me tira de meus desvaneios ,olho pra ele que tinha uma expressão de " o que tá acontecendo aqui ?"

- isso o que ? - me fasso de desentendida

- ele,você... você e ele ... - rio de sua expressão e modo de falar

- não foi nada

- como se conhecem ?

- ele me derrubou no corredor hoje cedo ...

- ele é o estranho da minha aula de Biologia

- conhece ele também?

- já falei com ele algumas vezes... - dou de ombros e passo em sua frente

- onde vamos primeiro ? - pergunto tentando mudar de assunto

- hummm vamos no bate bate ? - apontou pro brinquedo

- vamos ! - ficamos na fila um tempo

Depois de ir em todos os brinquedos exceto a roda gigante, Adriel estava em uma barraca tentando acertar um brinquedo , senti meu celular vibrar anunciando uma mensagem, desbloqueei a tela e era de um número desconhecido

MENSAGEM

- posso te fazer um convite ?

- quem é ?

- tente adivinhar... vou te dar uma dica, uma pessoa que te fez se estabanar no chão...- sorrio com a mensagem

- hummm, não faço a menor idéia...

- hah ,claro que não...

- como consegui meu número ?

- já sabe quem é ?

- talvez ...

- um mágico nunca revela seus truques - mandou um emoji piscando

- hah sim claro

- e então, não aceito não como resposta

- prossiga...

- quer vir ao parque amanhã comigo ?

- eu tenho opção ?

- não - manda um emoji com uma carinha feliz

- as sete então?

- ótimo ,as sete - dou um sorriso bobo e escuto o grito de Adriel

- GANHEI - vem até mim com um urso enorme,balanço a cabeça e dou um sorriso pra ele

- eu achei que não ia conseguir...

- e quem disse que eu acertei ? - olhei pra ele com o cenho franzido

- como...

- comprei - me olha e dá um sorriso, rio de sua atitude e ele me entrega o urso

- pra mim ?

- o que acha ? - reviro os olhos e dou um abraço nele .

A noite passou muito rápido, sentei na cama com a respiração descontrolada e automaticamente olhei pra poltrona que estava na frente da minha cama e Justin estava sentado olhando pra mim, deu um sorriso e cruzou os dedos me encarando

- acordei você ? - falou irônico, ele não esperou uma resposta e já estava em pé ao meu lado,olhou pra mim e balançou a cabeça - o que pensa que está fazendo ? Acha que vai viver uma vida normal ? - engoli em seco, ele não está como das outras vezes e agora estou com muito medo que chegou ao ponto de não conseguir falar,ele se sentou do meu lado da cama e me olhou nos olhos, minhas mãos estavam suando sabia que meus olhos estavam arregalados e meu corpo paralizado, ele riu sem mostrar os dentes e deslizou seus dedos compridos e gelados pelo meu rosto

- não vai sair com ele está me entendendo ? Não estou pra brincadeiras, não desse tipo, e se você tentar me desafiar vai se arrepender - pisquei os olhos e quando abri ele não estava mais lá deitei ofegante na cama e fitei o teto.

Não consegui dormir mais depois do que aconteceu, Justin não parecia estar brincando como das outras vezes que eu não sentia medo algum, mas dessa vez não consegui nem falar, o que vou fazer ?obedecer a ele e dar um fora em Caio, meu subconsciente gritava falando que eu devia recusar o convite de Caio e fazer o que Justin queria, mas o orgulho falou mais alto e lá estava eu na frente de casa esperando Caio, uma brisa gelada bateu em meu rosto o que me fez arrepiar, Caio já estava atrasado vinte minutos olhei no celular e tinha uma nova mensagem

MENSAGEM

- estou te esperando na roda gigante - mandou e eu franzi o cenho

- não era pra me encontrar aqui em casa ? - ele não respondeu olhei a hora e resolvi ir pro parque antes que ficasse tarde de mais.

Vinte minutos depois eu estava na entrada do parque e estranhei por não ver movimento algum, dei de ombros e caminhei em direção a roda gigante, parei de frente a ela e olhei para os lados não vendo absolutamente ninguém quando peguei no celular a roda gigante começou a girar olhei pra cabine onde fica os controles mas não tinha ninguém até que o brinquedo parou e eu olhei pra trás tendo a pior visão do mundo, amarrado no brinquedo estava Caio coberto de sangue e completamente aberto sua boca estava amarrada com um pano e seus olhos caramelos estavam arregalados como se tivesse visto uma assombração, soltei meu celular no chão e dei um grito, me virei pra sair correndo dali o mais rápido possível mas envez disso meu corpo paralisou assim que vi uma silhueta masculina vindo em minha direção com uma faca em mãos a silhueta deu espaço pra um Justin com um sorriso enorme no rosto,ele parou na minha frente e balançou a cabeça em negação

- viu o que fez ? Ele podia estar vivo se não fosse por você- se aproximou mais e com a faca em mãos levou até mimha boca e logo senti o gosto de sangue, uma lágrima caiu sabia que era o sangue de Caio, Justin me virou de frente pro corpo de Caio e ergueu minha cabeça

- olhe o que fez, destruiu outra vida Selana - fechei os olhos pra não ter que ver aquela sena horrível

- abra os olhos - mandou e eu neguei com a cabeça - não estou pedindo Selana, não poder te matar não significa que não possa arrancar seus olhos, acho que vive sem eles não ? - senti a ponta da faca no meu rosto e não tive outra escolha a não ser abrir os olhos, as lágrimas começaram a cair, Justin me soltou e caminhou até o corpo de Caio

- não acredito que pensou em mim quando olhou pros olhos dele - olhou pra mim com tom de ofensa - acho que ele não precisa mais deles não é ? - Justin enfiou a faca em um dos olhos de Caio e em seguida arrancou, arregalei meus olhos e coloquei a mão na boca repreendendo a vontade de vomitar, estava paralisada e não consegui correr,pensei em quanto tempo Justin ficaria me torturando com o corpo de Caio, como ele pode ? O Justin que conheci jamais faria isso com alguém, meu subconsciente gritava comigo falando que era tudo culpa minha e que o Justin que conheci não existe mais agora ele é definitivamente um demônio.

Justin passou a faca suja de sangue na boca e sorriu pra mim com os dentes melados, ele veio até mim e colocou as mãos no meu rosto, selou seus lábios na minha testa a me abraçou

- vai ficar tudo bem Sel - falou como ele fazia antes, por um momento achei que meu Justin estava de volta mas a esperança acabou quando ele levantou minha cabeça me forçando a olhar pra ele e seus olhos estavam pretos não tinha um sinal de luz sequer ele aproximou da minha boca e selou nossos lábios, senti o gosto de sangue, juntei minhas forças e empurrei ele pra longe de mim

- some da minha vida ! - gritei e ele sorriu balançando a cabeça em forma de negação,olhou pra mim e deu tchau, cai no chão de joelhos e logo depois escutei o barulho de sirene de Polícia. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...